História Sans - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Chara, Frisk, Papyrus, Personagens Originais, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Undertele
Exibições 30
Palavras 669
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


comente se ficou bom e devo continuar, com adrenalina ou sem

Capítulo 3 - Acordado


_oi eu sou sans _colocava os dois pés no chão e percebia que tinha ficado maior do que já era

_o que fazia dentro do monte ebott? _ me virava para ver quem me perguntava

_ eu não me lem..._me virei e via uma menina centada em um banco com orelhas de gato, olhos azuis,  dentes afiados sua pele era clara usava uma camisa verde e calça preta, tinha uma espada em uma mão e uma adaga na outra_...bro

_mentiroso_ ela se levantou foi na minha direção com as armas em punho

_eu estou falando a verdade_ percebendo que era um palmo maior que ela

_fale a verdade_ disse ela colocando a espada no meu pescoço

_ fique calma se não pode cortar a minha GARGANTA_ dei uma risada e ela deixou a cara mais seria ainda

  Foi ai que ela me chuto, me lançando na parede onde apenhas consegui erguer a mão e fazer um gesto de pare e fiz com a mão para baixo, e fiquei esperando o ataque dela

_sans oque você fez  maldito_ quando olhei ela estava prensada no chão olhando pra minha palma

_eu não sei, direito _eu via minha mão brilhar.

  Abri um sorriso e dei uma risada e ergui a mão, a menina foi lançada para cima com tanta força que desmaiou, eu me assustei com aquilo, algumas memorias e pensamentos me dominavam por algum instante e fiquei sabendo oque eu tinha feito, peguei o corpo da menina e coloquei sobre a cama e amarei os braços e pernas , deixando-a estirada na cama daquele quarto coloquei as mãos no bolso ada blusa e fiquei esperando, algum tempo se passou e ela acordou assustada

_monstro porque vo....._  eu colocava um de meus dedos nos seus lábios e dizia

_shhhhhhhhhhh......_falava devagar e tranquilamente_ agora me responda qual e seu nome?

_nunca direi _disse ela assustada

_vou-te que te forçar a dizer?!!!_ ela cuspiu na minha cara

_me solta desgraçado

_ você vai passar por uns MAUS TEMPOS mostrinha _ peguei a adaga que ela usava e fiz um corte de leve na sua blusa

_responda garota

  Ela ficou em silencio, comecei a rasgar a sua roupa enquanto ela dava alguns gemidos de dor, ate que

_mia, meu nome e mia_  me disse ela suspirando.

_onde estou?

_no posto avançado ant-ebott....

_espera onde esta o meu irmão?

_ irmão? ? O outro esqueleto? Ele esta na sala da comandante

_me leve lá_ peguei um sobretudo e joguei em cima dela

  Peguei a espada e a adaga, e a pressionei  sobre as amaras ate rasga-las, peguei ela pelo braço e por traz disse  no seu ouvido

_se tentar algo eu vou te matar, ou ate mesmo te procurar ate o inferno se necessário.

  Mia pegou a roupa e vestiu por cima mesmo daquelas rasgadas, e eu sai daquele quarto de capuz e “bem” próximo a Mia, estava em uma espécie de centro medico onde haviam varias criaturas feridas , que olhavam  enquanto passávamos por aquele corredor, quando saímos eu vi uma luz forte iluminando, era o sol? Era sim, caminhamos um pouco e.

_estamos quase chegando_ disse

Nos aproximamos e escutei  alguns gritos de raiva

_seus inúteis não conseguem fazer nada

  A alguns barulhos de coisas quebrando

_Mia vá na frente

_não ela e a capitam undayne, a desbravadora_ disse com um tom de admiração_ ela que atacou diretamente a base dos humanos

  Senti uma dor de cabeça momentânea meu corpo travou e fui tomado novamente por alguns pensamentos e finalmente eu lembrava de algo: um livro que me “dizia como usar algumas magias de transformação e ilusão”.

_sans? Oque esta fazendo _peguei pela mão e aproximei seu rosto ao meu ,via sua alma através de seu olho e sussurrei no seu ouvido_ você não me conhece, vai andar ate o outro lado da rua e seguir seu rumo_ seus olhos brilhavam e ela obedeceu

_realmente eu esqueci de algo muito importante

Me direcionei a porta daquela construção e coloquei a mão na maçaneta  e.......


Notas Finais


peça para algum amigo ler tb


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...