História Sansby - Sans x grillby - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~NemesisLuatale

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Chara, Frisk, Grillby, Mettaton, Muffet, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Grillby X Sans, Sans X Grillby, Sansby
Visualizações 125
Palavras 916
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 12 - Capitulo 12


Fanfic / Fanfiction Sansby - Sans x grillby - Capítulo 12 - Capitulo 12

Grillby ON

Eu voltei pra casa ainda com medo de que aquelas nemesis fassam algo doentio. Eu pego meu carro e vou de volta para o apartamento, quando chego em frente tem alguém na frente de minha porta. Eu desço do carro e vou ver quem é.

Grillby: olá posso- - quando vejo é aquela garota. - você ja chegou?!

Lua: sim! Ja cheguei, e ja estou com meu uniforme! Cadê o sans?  - ela ja estava vestida com a roupa de professora, adimito.... sexy. Mas isso não me interessa muito. Oque me interessa é como essa loca chegou aqui tão rápido!

Grilby: b-bem... *ageita a gravata* ele saiu com o... -

Lua: frisk? Pra loja de vídeo games? Assim. Ok vamos entrar?

Grillby: ok então? - eu ia abrir a porta de casa, mas foi ai que percebi que estava aberta. Então nos entramos em casa. Ela pareceu emprecionada com alguma coisa.

Lua: Sugoidesu! Que grande! 

Grillby: fique avontade. Vou procurar o sans, porque minha casa não se abre sozinha.

Lua: ok. - ela se jogou no sofá. 

Eu subi as escadas, e comecei a ouvir... gemidos.... vindo do quarto. Eu tentei abrir, mas estava trancada. 

Grillby: hey Sans! Sans! Abre essa porta! - derrepente comecei a oivir choros, ai eu me desesperei. E comecei a chutar a porta, até que consigo arrombar. 

Eu entro no quarto, e procuro desesperado. Quando olho pra cama e vejo sans no meio das cobertas escodendo um de seus braços. Eles estava chorando muito. Eu tento me aproximar mas ele se afasta e da um grito, aquilo não foi um grito de medo.... e sim de dor.

Sans: g-grillby..... - ele diz abrindo um pouco os olhos. Ele estava com o rosto levemente azul. Ele quase não conseguia se mecher. 

Grillby: oque houve sans?! - quando digo isso ele abaixa a coberta de seu braços. Que mostrava uma mancha grande vermelha no lençol branco, olho pro braço do sans e vejo seu braço com um furo.... um furo bem fundo. - oque aconteceu com voce?! 

Sans: e-eu estava... AH! - derrepente começa a sair mais sangue. E o pego no colo e vou correndo até o andar de baixo.

Lua: oque houve com ele? - ela diz olhando pra TV calma como se nada estivesse acontecendo.

Grillby: preciso ir pro hospital ja! - eu abro a porta com dificuldade. Eu vou correndo pro carro, abro a porta e coloco o sans dentro. E pelo visto desmaiou.

Sans ON

Eu acordo com dor no meu braço. E com uma baita dor de cabeça. Eu levanto com dificuldade e olho em volta, eu estou.... em uma cama de hospital? Olho pro meu braço e estava enfaixado. Quando começo a me lembrar..... eu estava no quarto.... quando o grillby tenta abrir a porta. Eu ia abrir pra ele mas estava sentido muita dor ao ponto de chorar. A ultema coisa que me lembro, foi de ter sentido muita dor no meu braço e ficar tudo Preto. Eu acordo dos meus penssamento com alguém abrindo a porta, acho que era a enfermeira. Com a roupa extremamente curta. Ela estava com uma bandeija com comida. Ela ve que estou sentado e logo surge um sorriso em seu rosto.

Enfermeira: olá pequeno albino! Que bom que acordou. Tome, precisa comer. - ela coloca a bandeija no meu colo e em seguida vai em direção a porta. - quer que eu deixe o ruivinho entrar? - ruivinho? Ela deve estar falando do grillby.

Sans: claro. - dou um sorriso fraco. Encaro aquela comida de hospital. - Eca! - quando ouso a porta ser aberta. Eu vejo um ruivo de terno entrando.

Grillby: sans! Você acordou! - ele diz correndo em minha direção e me abraçando.

Sans: *cora* e-eita! Fiquei desacordado por quando tempo? - dou uma risada. E ele desfaz o abraço.

Grillby: acho que so algumas horas por causa do sedativo.

Sans: nossa..... mas oque aconteceu?

Grillby: eu que te pergunto. Oque aconteceu com seu braço? Porque eu sei que uma loja de vídeo games não faz isso.

Sans: ah é verdade! Fui na loja de vídeo games com o frisk.  Bem deixa eu ver..... hmm..... ah! Nos estávamos voltando pra casa, quando chegamos em uma parte escura da rua. Um cara nos parou, e nos ameaçou que iria nos esfaquear se não dessemos nosso dinheiro. Como o frisk tentou revidar, ele partiu pra cima. Eu.... tentando segurar o cara fui esfaqueado. E o frisk falou pra eu voltar pra casa. Eu corri pra dentro do quarto e tentei me acalmar, so que so piorou. Ai depois de um tempo você chegou....

Eu olho pra cara do grillby, e ele estava com os olhos brotando pra fora.

Grillby: meu Deus.... nunca mais vai sair com o frisk! - ele aponta o dedo da minha cara. 

Sans: você não é meu pai.... - eu reviro os olhos. 

Quebra de tempo.....

Agente ja tinha saído do hospital, estávamos voltando pra casa. Ele disse que ia me apresentar uma pessoa que estava lá. Quando chegamos ele abriu a porta que começou a procurar.

Grillby: luaaa!!!! 

Sans: então é uma mulher? - eu fecho a cara.

Grillby: nem era pra você estar com ciúmes, e sim eu que ela vai ficar é com voce! LUA!!! 

lua: to aqui. - uma garota morena apareceu saindo da cozinha. Com uma roupa de professora extremamente curta!

Grillby: chegamos. Ja pode trabalhar, cuide dele. Eu vou trabalhar até mais. - ele me da um beijo, e pega seu casaco e sai.

Lua: então você é o tal Sans? 

Sans: sim.... - Faso uma cara de desconfiado e ela faz de desentendida.















Continua......




Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...