História Sarah Mikaelson -A Filha do Hibrido Original- 2 termporada - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf, The Originals
Personagens Derek Hale, Elijah Mikaelson, Hope Mikaelson, Klaus Mikaelson, Personagens Originais
Tags Família, Originais, Revelaçoes, Spanking
Visualizações 48
Palavras 1.302
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção, Sobrenatural

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Quero saber o que estão achando da fic?
Lembrem-se de comentar aqui em baixo as perguntas para a Q&A, provavelmente postarei na próxima semana.
Espero gostem do capítulo ❤

Capítulo 15 - Ciúmes... - Parte 2


Isabella estava prestes a sair da cidade, mais se lembrou que seu padrasto tinha dito que havia um ômega no Kansas. Então ela resolveu procurá-lo para o mandar para Beacon Hills. Passou a tarde o procurando e depois que o encontrou, foi conversar com ele e mandou ir procurar Scott Mccall. Já estava anoitecendo então parou em um hotel para tomar banho e jantar. Logo depois resolveu passar novamente no Bunker. 

Ao chegar tocou a campainha novamente.

Melissa atende:

  — Ah, oi Isa. – Sorri abrindo a porta.

- Oi Mel, tudo bem? - Fala cumprimentando a garota e entra na casa

— Na medida do possível... – A moça força um sorriso. – Está procurando o Alex, eu suponho.

- Estou sim... Ele está? - Sorri a garota.

— Está sim... Vêm, ele está no quarto. – Sorri – Você sabe onde fica né?

- Sei... - Fala e começa a subir as escadas. Logo chega na porta do quarto e bate na mesma.

Alex se levanta devagar, e abre a porta. Um sorriso escapa de seus lábios.

  — Hey amor..

- Oi baby - Fala e o beija. Mais logo para ao notar que tem uma garota no quarto com ele. - Quem é essa daí? - Fala forçando um sorriso.

 Alex retribui o beijo com intensidade:

- Essa é a Ravine amor, uma das minhas melhores amigas. estamos fazendo um trabalho de escola.

- Hey, oi! - A morena levanta-se e estende a mão para cumprimentar Isabella. - Suponho que você seja a Isa... Alex me falou muito de você.

- Isabella Mikaelson! - Fala a garota com ciúmes. - Acho que estou atrapalhando de novo, então vou indo para casa...

- O que? Claro que não Isa... - O rapaz olha a amiga - Eu já volto Rave.

Dizendo isso segura na mão da namorada e fecha a porta:

- Hey... Você nunca atrapalha baixinha... Sua presença aqui só me anima.

-Você já está com a sua Rave... - Fala revirando os olhos. – Ela tem namorado por acaso? - Pergunta séria.

- Awnn, está com ciúmes?? Amor, sabe que isso não é necessário... Ravine é só uma amiga. - Explica o rapaz, abraçando a moça - Ela não tem namorado, mas está ficando com um amigo meu...

- Ficando não é compromisso!

- Mas eu estou em um compromisso com você Isa... Eu nunca te trairia. - Fala sério, segurando delicadamente o rosto da namorada entre as mãos.- Eu te amo Isa... nunca faria algo sujo como isso..

- Tá bom, eu confio em você Alex! - Fala e beija o rapaz.

 Alex a abraça forte, retribuindo o beijo com vontade.

- Não se preocupe ok?

 - Tá bom, mais ainda não vou com a cara daquela garota...

 - Que tal ficar com a gente? Você pode dormir aqui hoje...

 - Não posso dormir aqui hoje por que meu Vô precisa da encomenda dele, só fiquei até agora por que fui procurar um ômega que estava aqui. Só que é chato ficar conversando lá no seu quarto por que não podemos conversar sobre tudo na frente dela...

- Tudo bem amor... Fiquei feliz de ter vindo. E não se preocupe, só estamos fazendo um trabalho, já estamos terminando aliás.

- Ela sabe sobre... o que você é? Sobre o mundo sobrenatural? - Pergunta ainda cismada na garota.

- Ela sabe sim... Ravine é a melhor amiga de Melissa... Ela sabe muita coisa.

- Humm, tá bom. Podemos voltar para o quarto... Como foi com o seu pai? - Pergunta a moça lembrando da conversa com Joey.

- Ele não foi tão duro comigo... Não como costuma ser na maioria das vezes... - Conta dando de ombros - aliás obrigado por isso, ele só não pegou pesado pelo que você disse...

 - Eu sou boa em convencer as pessoas -  Sorri a garota.

- Muito boa aliás, me livrou de uma surra das grandes. - Ri o garoto.

 - Eu só falei a verdade... Me diga se não dá raiva quando brigam com você quando você toma uma decisão e acham que é errada ou quando sua irmã mais nova faz uma coisa e você leva a culpa por não ter impedido ela! Isso é ridículo! - Fala a garota lembrando das discussões com o pai.

- Eu concordo... A minha vida toda... Meu pai joga essa responsabilidade para cima de mim... Tipo, qualquer coisa que a Mel faça, a culpa vai cair sobre mi... Porque eu não cuidei dela direito... E ele nunca é duro com ela. salvo algumas exceções... Mas não gosto de reclamar... Porque posso acabar prejudicando Melissa... - O rapaz faz uma pausa - Mas concordo, isso realmente é ridículo...

- Tipo, isso não reflete só na relação de pai e filho mais também na de irmãos. Eu e a Ingrid brigávamos muito antes, por que o Mathew sempre defendia ela, nós viemos nos entender depois que ela começou a namorar com o Lucas, por que ele meio que me obrigou a parar de implicar com a namorada dele. - Fala a garota e sorri.

 Alex sorri e abraça a moça:

  — Vocês se dão bem agora e é isso que importa amor. A mel e eu brigamos muito... Mas agora mesmo tempo temos um vínculo forte... Eu não faria nada ara prejudicá-la... E ela idem.

   Explica fechando a porta.

- Mais você também não pode levar a culpa por tudo e não reclamar! - Isa fala calma mais firme

- Eu não posso coloca-la no meio disso... Hoje meu pai também castigou a Mel... ela não gostou muito se é que me entende... Mel é sensível, bem mais que eu. - Explico.

 - Ok, já percebi que não vou convencer você a parar de mimar tanto a Melissa, então desis... - A loira é interrompida por seu celular que começa a tocar.

- Oi vô... Ainda estou aqui no Kansas... Desculpa é que eu fui procurar aquele ômega que eu tinha te falado... Não se preocupa Vozinho eu vou pelo portal... Vô! Eu estou bem... Eu já me recuperei do feitiço... Ok senhor Klaus Mikaelson faça sua vontade?... O Lucas?... Tá bom então manda ele vir logo para o Bunker... Tchau.

Alex a olha, assim que a moça desliga o aparelho:

- Está tudo bem amor? - Pergunta preocupado

- Está sim baby. É que ontem nós fizemos o feitiço de disfarce da Hillary e eu acabei passando mal, eu estava meio fraca por que eu vivo andando por portais e acabo gastando muita energia, mais eu estou bem! Só que o Klaus não entende isso e mandou o Lucas vir me buscar por um portal... - A moça fala rolando os olhos.

 Alex ri e a abraça, se jogando na cama:

- O que tem a Hillary? -Pergunta a olhando.

- É um feitiço que todos os Mikelsons tem, eles faz com que os inimigos da minha família não consigam nos rastrear... - Explica.

Alex assente com a cabeça:

- Uma boa tática hein. Não gosto de pensar na minha irmãzinha correndo perigo. - Sorri ele.

- Nem precisa pensar. Ela está segura. Muito segura na verdade - Sorri a garota.

- Imagino... - Fala e logo ouvem a campainha tocar. - Deve ser o Lucas...

- Vamos lá atender. - Murmura, segurando a mão dela - Eu já volto Rave.

Ravine o olha e sorri, assentindo com a cabeça. A menina estava distraída com o projeto.

Vão até a porta e ao abrirem vêem Lucas.

- Oi gente! Conseguiu pegar a encomenda Isa? - Lucas fala entrando na casa e cumprimentando Alex e Isabella.

- Oi Love, consegui sim... - Responde Isa.

Alex cumprimenta o rapaz, ainda de mãos dadas com a namorada.

 

 

 

Logo em  seguida Lucas abre um portal. Isa se despede de Alex e os dois voltam para New Orleans. 


Notas Finais


O que acharam do capítulo?
Comentem e favoritem, são os comentários de vocês que me incentivam a escrever! ❤
Beijos e Abraços e até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...