História Saudades - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baek!bottom, Chan:top, Chanbaek
Visualizações 129
Palavras 1.386
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Dose diária de Chanbaek. Amém.

Capítulo 1 - Saudades Oneshot


Chanyeol entrou no quarto e encontrou Baek deitado de bruços com o rosto virado para o lado. Dava pra ver seus olhinhos fechados, respiração lenta, o peito subia e descia numa serenidade que deixava o outro em paz. Trancou a porta, dando duas voltas. Entrou por debaixo da coberta, com o máximo de cuidado que seus 1,85 de altura permitiam.

Começou beijando as costas do mais baixo, que deixou escapar um grunido baixinho. Chanyeol continuou trilhando o caminho até o pescoço do moreno que ainda continuava de olhos fechados apesar de não estar mais dormindo. Mordeu um amontoado de pele e em seguida lambeu. Chegou bem próximo do ouvido do que estava em baixo de si e disse "Estava com saudades, hyung. Do seu cheiro, sua risada, sua boca, seus gemidos." No que falou as últimas palavras, pressionou contra o corpo de Baek que soltou o gemido mais audível até agora. "Como você fez sem mim? Deixa eu adivinhar, hum, chamou meu nome baixinho enquanto gozava?" As bochechas de Byun queimavam, seu corpo todo estava quente.

"N-não. Eu não pensei em você." Baek era submisso a Chanyeol e sabia disso. Só não queria admitir. As promoções com a sub-united eram difíceis e não tinha tempo nem pra ficar no telefone com o mais novo. Não via a hora de voltar pra casa. Estava sim com saudades.

"Não foi isso que o áudio do Minseok hyung mostrou." Se antes, o moreno já estava quente, agora jurava que podia explodir. Que audácia! Estava dormindo, não era capaz de controlar seus sonhos e muito menos suas ereções. "Então quer dizer que sonha comigo? No sonho eu te dominava?" Perguntou colando mais o corpo no do outro fazendo movimentos de vai e vem.

"Você sabe que sim.." Byun na verdade queria mandar Chanyeol se foder mas não podia negar que também queria todo aquele contato. Até mais que o maior.

Chanyeol sorriu vitorioso e saiu de cima do menor, deixando que ele ficasse de frente pra si. Baekhyun agora encarava o de cabelos castanhos enquanto sugava o lábio inferior. Park não podia negar que se derretia inteiro por Baek. Fitou cada milímetro do rosto do outro. A boca bem desenhada, os olhos sonolentos, as bochechas rosadas, os cabelos apontandos pra todos os lados, Chanyeol amava a cor original desses fios.

Levou uma mão até a nuca do moreno, escostando a testa de ambos. Soltou um sorrisinho bobo. Era isso que ele era. Um bobo apaixonado. Acariciou a bochecha do mesmo com o polegar, enquanto afagava com os outros quatro.

"Channie?"

"Hum" respondeu com os olhos fechados.

"Você quer transar ou me fazer dormir?" Falou em um tom calmo que fez o outro gargalhar.

"Você anda muito impaciente." disse o castanho com um sorriso debochado que Byun amava.

Chanyeol encostou Baekhyun na cabeceira da cama. Deixou vários beijinhos em seu rosto. Mordeu o pescoço do mais velho com um pouco de força, esse reagiu puxando os cabelos do Park. Parou para tirar a própria blusa, sendo acompanhado pelo moreno.

As bocas se encontraram e se movimentaram com urgência. As linguas numa sincronia perfeita. Chanyeol mordeu o lábio inferior de Baek que gemeu seu nome de uma forma tão manhosa que fez o Park aplicar mais força, chupando a pouca quantidade de sangue que saiu. O beijo fazia um barulho intenso. A mão de Yeol descia pelo tronco do mais velho parando no elástico da calça. Apertou com força o volume que estava ali. Baek soltou um suspiro longo. Investiu nos mamilos expostos do outro. Deixando chupões estalados.

Chanyeol ficou de pé, Baek fez o mesmo. Tirou a calça do mais alto, riu baixinho e disse "Quando você vai parar com essa mania de andar sem cueca?"

Yeol riu "Quando você vai parar com essa mania de me fazer rir e quebrar o clima?"

"Acho que nunca." Tomou os lábios do outro num beijo não tão calmo e sorrisos entre o mesmo.

O mais alto tirou a calça de Byun. Se ajoelhou e olhou direto nos olhos do mais baixo enquanto dava um sorriso safado e que Baek não entendia como um pessoa que era um poço de fofura podia ao mesmo tempo ser um homão daquele. Chanyeol pegou o membro já inchado do mais velho e começou uma masturbação lenta. "É assim que você gosta, Baekie?"

Antes do outro responder, Chanyeol soprou devagar a glande de Baek, que jurava que não tinha mais forças pra ficar de pé. O castanho se levantou e empurrou Byun contra a parede "Diz que sentiu minha falta e que pensou em mim todos os dias" disse deixando uma mordida no pescoço do mesmo.

"Sim, eu senti sua falta. Digamos que as homanagens foram constantes e para de me fazer implorar."

"Mas eu adoro quando você implora, Backie." Já estava de joelhos novamente. Abocanhou o membro do mais baixo que gemeu alto. As mãos de Chanyeol apertavam as coxas de Baek com uma força que deixava o pedaço de pele quase sem circulação de sangue. Gemeu entre o que estava fazendo sabendo que isso causava uma sensação absurda. O moreno segurava os cabelos pra trás com força e alternava entre ofegar e revirar os olhos. Puxando os do Park ditando a velocidade do contato.

"Chanyeol-ssi, eu vou go..." Baek estava perto de terminar a frase quando o Park sugou com força sua glande. Sentiu como se fossem choques elétricos sendo distribuídos por todo seu corpo. Chanyeol levantou recebendo um resmungo como protesto.

"Vira." Ordenou com a voz rouca. Baek obedeceu sem contestar, ficando com o rosto encostado na parede. Chanyeol levou dois dedos a boca de Byun que os sugou deixando o máximo de saliva. O mais alto levou os dígitos até a entrada do moreno que choramingava sobre Yeol estar demorando. "Calma, Baekie. Temos tempo. Eu tava com muita saudades de você pra durar tão pouco." disse inserindo o indicador. Baek gemeu.

Quando se acostumou, puxou o cabelo do mais alto que movimentou os dedos. As pernas de Baek faltavam assim como o ar. "Channie, me faz gozar. Me fode com força."

Chanyeol virou o corpo magro de Baek, o forçando a ficar de frente pra si. Suspendeu o mesmo, que cruzou as pernas em volta de sua cintura. Posicionou o membro na entrada do mais velho e o estocou sem aviso prévio. Baekhyun gemeu alto. A cada estocada Park ia mais fundo. Os dois gemiam em uníssono. Byun se masturbava com rapidez. Mordeu o pescoço do castanho contendo um gemido ainda mais alto.

Quando Chanyeol sentiu que suas pernas iam faltar, jogou Baek na cama, ficando por cima do mesmo. Segurou os pulsos do moreno com uma mão e o pescoço com a outra.

Byun estava vermelho como pimenta, a pressão que Park fazia em seu pescoço só o deixava mais excitado.

Chanyeol colocou Baek de quatro. O mesmo se empinou, ficando com o rosto afundado na cama. O mais alto puxou seus braços pra trás, os segurou e o estocou com força. Passando a mão por toda as costas do mais velho, até chegar nos cabelos e encher a palma dando um puxão, obrigando o outro a levantar o rosto. Como Chanyeol amava Baek submisso, gemendo/choramingando.

"Channie-ssi...aaaaaah"

"Fala o que você quer Baek hyung, pede vai."

"Channie, por favor..."

"Você só precisa dizer, nenê."

Baek já estava uma bagunça, sentiu Chanyeol por mais força em seus pulsos e o estocar mais rápido. Baekhyun essa altura já chorava de prazer, o suor escorrendo por toda a testa. Sentiu um tapa em sua coxa, que definitivamente ficaria marcada.

"Aaaaaaah, Chan-aaan, Yeol-ah, me deixa gozar!" Saiu num tom desesperado.

Chanyeol sentou na cama com Baek por cima que rebolou como se fosse feito pra quilo. O castanho masturbou o menor com rapidez, usando o pré gozo como lubrificante. Byun sentiu todo seu corpo enfraquecer e um prazer que jurava que seu coração ia parar. Chanyeol sentiu o mesmo e os dois chegaram ao ápice juntos.

Tomaram banho juntos. Chanyeol admirava cada marca que tinha deixado no corpo do mais velho. Teriam que invertar uma boa desculpa pra tudo aquilo. 

Park passava o shampoo no cabelo do mais baixo que estava de olhos fechados.

"Yeol?"

"Oi?"

"Eu acho que ainda tô com saudades."

"Ah é? Nossa, e como vamos resolver isso?" perguntou forçando uma expressão séria.

"Acho que mais beijos resolvem."

Chanyeol não podia deixar de dar aquele sorriso bobo. Não tinha vergonha de admitir. Amava Baek.


Notas Finais


DOSE FOFA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...