História Saudades do corpo que me pertencia - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Abuso, Drama, Romance
Visualizações 42
Palavras 1.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - O Pior Dia da Minha Vida!


 A aula de ciências foi tranquila. Ellen ainda pôde sentir alguns olhares indiscretos sobre ela... Fora isso a aula foi boa. A professora de ciências também pediu para Ellen se apresentar, mais Ellen negou. No intervalo, Ellen não quis comer nada e foi explorar o colégio. Banheiros, ginásio, salas de aula. Nada demais... Ellen passou passou na frente de uma sala e ouviu uma garota quase desesperada dizendo; Não, não! para! Ellen quase entrou na sala para saber o que estava acontecendo mais antes disso ouviu a mesma garota; Para, seu bobo! Faz cocegas! 

Ellen suspirou aliviada, isso a fez pensar no seu padrasto... Quando ela pedia para ele parar com tal coisa, mas ele não parava, ele nunca parava! Ellen respirou fundo tentando tirar essas lembranças de sua cabeça. Ellen já estava pronta para sair dali mas um garoto bloqueou seu caminho, o mesmo garoto daquela manhã que ela tinha se esbarrado, Jay. Jay cruzou os braços e abriu a boca para falar alguma coisa mas foi interrompido pela garota que parecia se divertir dentro da sala. Ele olhou pela fresta da porta. 

- Você tava os espiando? 

Jay perguntou fazendo uma cara de desgosto para Ellen. 

- N-Não! Eu só... Só estava passando... 

Claramente Jay intimidava Ellen, ele era bem mais alto que ela, sendo assim, Ellen faria de tudo para evitar uma briga com Jay, mas isso não seria uma tarefa fácil... Parece que o objetivo de vida dele era brigar. 

- Vem cá... Você é o cara que se mudou para aquela casa? 

Ellen assentiu. 

- Qual o nome daquela garota? Uma que tinha cabelos longos... Ela é sua irmã? 

Ellen virou a cara, ela não queria dizer que essa garota era ela, Ellen também não estava afim de inventar uma mentira dizendo que, essa garota tinha algum parentesco com ela. 

- Qual é, não vai dizer não? 

Jay se aproximou ainda mais de Ellen. Ela balançou a cabeça, negando. 

- Eu ainda vou descobrir... Mas não foi para isso que eu vim atrás de você! Eu ouvi dizer que você deu em cima de várias garotas, e isso não foi nada legal.

Jay puxou o casaco de Ellen, quase que a levantando também.

- Eu vou ter que te ensinar... O que acontece quando alguém invade o seu território.

Ellen engoliu em seco, o que aconteceu não está nem perto da verdade! As garotas que tinham dado em cima dela! Jay largou Ellen.

- Te vejo na saída. 

Jay se virou e foi embora... Que dia incrível, nada como o primeiro dia de aula numa cidade completamente estranha e já receber uma ameaça! Pensou Ellen, ela queria ir embora dessa escola, dessa casa, dessa cidade, Ellen queria voltar para sua antiga casa! Onde ela tinha pelo menos 1 amigo. O sinal tocou e agora Ellen teria aula de matemática. Ela chegou na sala e vários outros alunos chegavam também, o professor chegou e começou a dar sua aula, Ellen não conseguia prestar atenção, sua cabeça voltava na ameaça que tinha recebido de Jay. 

- Sr. Johnson? 

O professor tentava chamar a atenção de Ellen. 

- Sim? 

O professor apontou para o quadro uma equação com números e letras, Ellen dedurou ser coisa do Diabo. Por fim ela deu de ombros, alegando não saber a resposta, o professor suspirou. 

- Mais atenção, Sr. Johnson, mais atenção... 

Ellen escutou algumas risadinhas vindo de trás, mas não ousou olhar, o professor prosseguiu com sua explicação e Ellen voltou sua mente para a ameaça. Finalmente o sinal tocou, mas para Ellen não era uma coisa gloriosa, só faltava mais 1 aula para ir embora, ou seja, mais perto da ameaça de Jay se concretizar. Ellen respirou fundo, talvez isso não chegasse a acontecer, talvez ele se esquecesse, ela não devia ficar pensando tanto nisso... Que coisa idiota. Ela se sentiu um pouco mais leve por ter pensado nisso com mais clareza. Ellen estava indo para a sala quando viu Jay, ele também estava se dirigindo para a sala. Seus olhos se encontraram naquele corredor movimentado, quando Jay passou ao lado de Ellen, ele pôs seu pé para ela cair, o que arrancou algumas risadas... Jay foi embora. Ellen queria chorar de raiva naquela hora, ela percebeu que não seria só hoje que isso iria acontecer... Iria acontecer sempre! Se não bastasse seu padrasto, ela seria vítima de bullying... Ellen sentiu braços agarrem o seu para cima, fazendo-a levantar do chão. Uma garota gordinha de cabelos longos e lisos pegou sua bolsa do chão e entregou para Ellen. 

- Não liga não. Ele é um ridículo! Não ache que é uma coisa pessoal... Ele pega no pé de muitos, é um tipo de prazer doentio para ele. 

Ellen assentiu. 

- Alias... Meu nome é Susan. Prazer. 

Susan estende a mãe para cumprimentar Ellen, Ellen hesita mais por fim cumprimenta a garota com um aperto de mão. 

- Bom, eu tenho que ir agora, até mais. 

Diz Susan e então sai correndo pelo corredor, Ellen faz o mesmo, ela já tinha perdido muito tempo ali... Ela só queria assistir essa droga de aula e ir para casa. Ellen bateu na porta, interrompendo a aula, o professor a lança um olhar furioso e então faz um gesto com a cabeça mandando-a entrar. De cara Ellen não foi com a cara desse professor de química... A aula foi tão entediante que Ellen cochilou. Só acordou quando o sinal tocou. Ellen bocejou e colocou suas coisas na bolsa, todos os alunos já haviam saído da sala, Ellen estava sozinha. Ela foi em direção a saída da escola e então viu Jay e outros garotos conversando próximos à entrada da escola. Ellen acelerou os passos seu coração começou a bater mais rápido e sentiu as palmas das mãos suarem.

- EI! PARADO AÍ! 

Ellen gelou e suas pernas tremeram. Mas naquele momento ela não sentiu aquele medo que faz você ficar paralisado que você vê no filme, Ellen começou a correr o mais rápido que pôde, ela olhou para trás e viu que outros garotos estavam correndo atrás dela, ela estava a toda velocidade, mas aí suas pernas fraquejaram, e ela sentiu mãos segurarem seus braços e a puxarem para trás com toda força, quase que fazendo-a cair no chão. 

- Você corre muito... 

Ellen ouviu a voz de Jay se aproximando por trás. Os garotos viraram ela na direção de Jay. 

- Pena que não adiantou de nada. 

Jay desferiu um soco no estômago de Ellen, instantaneamente ela sentiu falta de ar e uma dor aguda onde Jay tinha a acertado. 

- Não seja dramático! 

Ele novamente a acertou na barriga, mas agora foi com o pé, Jay a chutou, fazendo-a cair para trás, até seu capuz caiu para trás, mostrando seu cabelo curto e seu rosto... Suas feições delicadas. Todos recuaram um passo assim que a viram. 

- Caralho, Jay! você bateu em uma mina

Falou um garoto que tinha segurado Ellen pelos braços. Todos estavam chocados... Principalmente Jay. 

- É melhor a gente correr! 

Falou o segundo garoto que tinha segurado o braço de Ellen, o outro assentiu e então correram. Jay não. Ele ficou imóvel, olhando nos olhos de Ellen, que o olhava de olhos arregalados de pavor. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...