História Save me - Imagine - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 161
Palavras 1.958
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 39 - Blame


Fanfic / Fanfiction Save me - Imagine - Capítulo 39 - Blame

  Com relutância soltei sua mão e fui para a porta - Tae ele acordou - falei sorrindo entre as lágrimas que não eram mais de tristeza mas sim de felicidade.
  - Eu vou chamar uma enfermeira ou médico - ele saiu dali animado, enquanto sorria.
  Entrei novamente e peguei sua mão - Eu estou tão feliz que você acordou, tive tanto medo.
  Ele apertou minha mão como se me confortasse mas não durou muito tempo, um medico apareceu acompanhado de uma prancheta e me mandou esperar do lado de fora, minutos se passaram como séculos até finalmente o médico sair de lá de dentro.
  - E então como ele está? Ele vai ficar bem? Qundo ele vai pra casa? - comecei a bombardea-lo de perguntas.
  - Calma, calma senhorita, o que você é do paciente? - me pergumtou e eu fiquei com cara de paisagem sem saber o que responder mas Tae foi mais rápido do que qualquer raciocínio meu.
  - Ela é a namorada dele - eu olhava pra ele espantada que enquanto ele dava um meio sorriso.
  - Se é assim, bem o paciente se encontra estável e acredito que dentro de três dias poderá ir pra casa, ele só será mantido aqui por esse período pois precisa ficar de observação e desse período para a recuperação porém deverá evitar qualquer esforço.
  - Obrigada doutor.
  - Vocês já podem entrar novamente mas tentem não o cansar, eu tenho de ver outros pacientes agora.
  - Novamente obrigada doutor -  Mal esperamos o médico ir e entramos, Suga estava acordado mas muito mais pálido do que já era - Parece um fantasma - brinquei sorrindo.
   - Buu - falou com dificuldade imitando um fantasma, o mesmo começou a rir e a fazer careta.
  - O que foi? -Perguntei preocupada.
  - Só... doeu ... um.. pouco.. por... rir - falou pausadamente.
- Então não ria, não se esforce, quero te ver bem logo, Tae e eu estávamos muito preocupado com vocês.
  Ele olhou para Tae e novamente com dificuldade perguntou - Onde... estão .. os ... meninos?
  - Jin os mandou pra casa pra descansar e com insistência foi também, eu já tinha me esquecido, eles pediram pra mim avisar assim que você acordasse, ah e seus pais chegam ainda hoje, se resolveram no trabalho e vão vir aqui assim que chegarem.

   Oito dias depois...

  Hoje fazem 8 dias desde todo o acontecido, oito dias que eu não ia para a escola e nem Suga, fiquei quase a semana toda lhe fazendo companhia e quase não vi Tae, ontem o Suga retirou os pontos na barriga e está muito melhor.
  No dia em que Suga recebeu alta fomos prestar nosso depoimento, primeiro eu e depois ele e seguimos para sua casa.
  Seus pais já ate se acostumaram com minha presença e meus pais com minha ausência.
  Já estava escuro, amanhã nós dois voltariamos  a rotina, eu estava deitada na cama do Suga pois era de casal e a única ali.
  Minhas coisas da escola estava aqui, juntamente com meu uniforme, como fazem oito dias de convivência com ele e sua família, parece estranho porém eu  não quis me separar dele e a culpa rondava minha cabeça.
  - Hey ta acordado Suga?
  - Uhum.
  - No que esta pensando?
  - Ah em tudo, quem será que era o homem que me esfaqueou? A polícia disse que é possível que seja algum tipo de vingança pois não levaram nada mas eu não consigo pensar em ninguém.
  - As vezes eu me pego pensando a mesma coisa, melhor a gente dormir não - me virei pra ele - já ta tarde.
  Ele não disse nada porém fechou os olhos e eu fiz o mesmo.
 
  No dia seguinte...

Acordei com o despertador, desliguei, fui para o banheiro levando minhas roupas e fiz minha higiene e tomei meu banho, me troquei e voltei para o quarto.
  Tentei acordar Suga mas ele xingava e resmungava enquanto eu ria - Anda Suga levante - gritei em seu ouvido enquanto me jogava em cima do mesmo.
  - Que caralho - gritou e eu RI.
  - Temos que ir pra escola vai levanta.
  Ele não respondeu nada apenas se levantou resmungando alguma coisa incompreensível pegou suas roupas e toalha e foi para foi banheiro, eu fiquei esperando e depois de alguns minutos ele voltou, enquanto isso eu arrumei nossas coisas.
    Descemos e tomamos nosso desjejum, nos despedimos dos pais dele e seguimos para a a escola, apesar dos meninos irem nos visitar exceto Tae que estava ocupado era bom estar de volta a escola, estudar não era a melhor coisa, escola não era maravilhosa mas a companhia era ótima.
   Corri até Tae e pulei em seus braços, nós dois rimos da infantilidade enquanto eu ava as pernas ao redor dele.
  - Senti saudades TaeTae.
  - Eu também amor.
  Ficamos um tempo ali se beijando até Hoseok começar a gritar - Não comecem a se comer aqui - Nos separamos rindo e Tae me colocou no chão, saindo correndo atrás de Hoseok enquanto todos nos riamos - Eu me rendo - gritou.
  - Já cansou Hope? - gritou Jimin - Que fraquinho.
- Para de gritar você também, já basta o Hobi - falou Jungkook.
  - Esse eu eduquei bem - Jin fala e voltamos a rir.
  - E você como se sente Suga? - perguntou Nam
  - Vou sobreviver.
  - E você superou _____?
  - Na verdade não não sei.
  Não houve qualquer outra pergunta ou resposta pois o sinal tocou e nós fomos para a sala, a aula transcorreu na maior chatice, o intervalo foi a mesma animação de antes do Suga levar a facada mas foi tão rápido logo estávamos na sala de novo e pareceu uma verdadeira eternidade até acabar as aulas.
  - O que vamos fazer hoje? - perguntou Tae animado.
  - Tanto faz - Suga falou revirando os olhos em tédio
  - Eu quero assistir filme. - falou Hoseok animado.
  - E eu shopping.- disse Jimin
  - Eu quero karaokê - disse Jungkook fazendo bico.
  - Então podemos ir no shopping na sala de jogos lá tem karaokê. -  falei o animando 
  - É mesmo, então eu vou.
   - Daqui uma duas horas na frente do shopping certo? - perguntou Jin e nós concordamos.
    Fomos cada um para nossas casas, eu nem saberia como meus pais reageriam  por não passar um tempo ali, subi para meu quarto tomei um banho e me vesti, um shorts um pouco curto e uma blusa asa de morcego larga, um tênis e desci, almocei e logo faltavam meia hora para o horário estabelecido por Jin.
  Peguei dinheiro e o celular e coloquei em uma bolsinha, joguei no ombro e liguei pro táxi, não demorou muito e ele estava em frente de casa.
  Meus pais não estavam em casa, então não teria como avisar a não ser ligando mas eu não o faria.
  Entrei no taxi e lhe disse onde queria ir, em 15 minutos estava em frente ao grande shopping, paguei e sai, estavam quase todos ali, só faltavam Suga e Jimin.
  Com dez minutos de atraso os dois chegaram, recebendo uma cara feia de ambos, entramos e fomos direto escolher um filme.
  Jin e Nam foram comprar os bilhetes para algum filme de terror que virão no telão e logo começaria a próxima sessão, eu e Jimin  junto de de Jungkook fomos comprar as pipocas, Suga estava dormindo sentado enquanto nos esperava nas poltronas que ficam perto das salas de cinema, Tae e Hoseok sumiram em uma loja de doces.
  Eu estava segurando as pipocas com dificuldade, logo todos apareceram Tae e Hoseok correndo e rindo cheio de doces, Tae estava com um pirulito na boca enquanto Hoseok gritava chamando a atenção de todos.
   - Temos uma péssima noticia - falou Jin.
  - Qual? - perguntamos todos.
  - Compramos os bilhete mas nem todos nós vamos ficar juntos. - respondeu Nam
  - Como assim? - perguntei.
  - Conseguimos um par de bilhete com três pessoas juntas, um pare de bilhete com duas pessoas juntas e os demais espalhados.
  - Um é meu e de Tae - falei rápido.
   - Eu vou ficar junto deles - gritou Hoseok.
  - Eu e Nam ficaremos com um par - falou Jin - os demais vão ficar espalhados.
  Ele deu o bilhete de cada um e nós as pipocas e refrigerante, fomos para nossa sala e demos nossos bilhetes para o rapaz logo entramos e se ajeitamos em nossas poltronas.
  Eu me sentei ao lado de Tae e Hoseok do outro lado de Tae, Nam e Jin se sentaram um do lado do outro e ao lado de Jin um casal que praticamente se comiam antes mesmo do filme começar eu não consegui segurar o riso.
  - O que foi? - perguntou Tae e Hoseok, eu apontei e ambos começaram a rir sendo Hope escandaloso ( Não vou mentir, adoroooo!).
  Jimin se sentou no meio de duas senhoras que estavam se jogando em cima dele também antes do filme começar.
  Suga se sentou ao lado de uma menina que não parava de o olhar o que me fez sentir um pouco de ciúmes confesso, ele estava quase a dormir.
   Jungkook estava de cabeça baixa enquanto uma menina o secava posso afirmar sem ver que ele estava vermelho.
  Finalmente as luzes se apagaram e o filme começou, o filme em si não era assustador porém dava pequenos sustos, fazendo Hope gritar e se agarrar no Tae me tirando risos, eu observei os outros, Jin olhava pra o casal com cara feia podia agir sem ver porém Nam estava apreciando a vista, Jimin ainda "fugia" das senhoras, Jungkook estava sendo agarrado pela menina em pânico, assim como Suga o que me fez ficar com raiva.
  Fiquei me remoendo ate o filme acabar, as luzes se acenderam e eu sai da sala batendo o pé sendo seguida por Tae, ele me segurou pelo braço me fazendo virar.
  - O que foi? - perguntou ele.
  - Não gostei do filme.
  Ele riu mas eu continuei emburrada, Suga não desgrudava da menina ou melhor dizendo ela não desgrudava dele, a menina que estava com Jungkook sorria pra ele enquanto ele dizia algo, Jimin apareceu emburrado e Jin junto com Nam falavam do filme.
  - Vocês querem comer ou r direto ora sala de jogos?
  - Sala de jogos - gritamos todos rindo em seguida.
  Todos nos fomos pra sala e compramos fichas, todos nos separamos mas eu de longe observava aquele "casal", Suga e aquela menina.
  Tae me fazia destrair um pouco e rir mas já estava tarde e teríamos que ir embora mas não antes de comer.
  Seguimos pra praça de alimentação e compramos nossos lanches, batata frita e um copão de refrigerante.
  Nos sentamos na mesa e começamos a comer, depois de muito tempo rindo e refrigerante voando da boca de Hoseok varias vezes acabamos e fomos pra entrada do shopping se despendido de todos, eu só pensava na menina com Suga, não sei o que esta acontecendo.
  Tae estava me acompanhando, estávamos passando pelo uma rua escura quando alguem começou a nos seguir, começamos a correr sem direção, acabamos que entrando em um beco sem saída, uma pessoa com um moletom e toca na cabeça estava se aproximando, Tae me colocou atrás de si.
  Eu comecei a ver a cena se repetindo diante dos meus olhos e entrei em desespero, derrepente ele para com uma lamina brilhando sendo segurada pela sua mão esquerda - Sentiu saudades querida? Eu gostei muito de acertar seu namoradinho Yoongi mas eu queria mesmo era te matar! - ouvi aquela voz conhecida de novo e eu quase desabei, a culpa foi toda minha e será de novo.
 

 
 
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...