História Save Me - Imagine Jungkook - Imagine Jimin (JiKook) - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Yoonseok
Visualizações 544
Palavras 544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa meus lindos amados cremosos Fofitus

Me sinto um monstro
Se quiserem me odiar, tudo bem
Eu tô merecendo
Boa leitura meus Fofitus

Capítulo 63 - Medo de perder Jungkook... Pra sempre...


Fanfic / Fanfiction Save Me - Imagine Jungkook - Imagine Jimin (JiKook) - Capítulo 63 - Medo de perder Jungkook... Pra sempre...

Jimin continuou chorando. Chorando. Chorando. Toda a cena do acidente (que para ele não teve nada de acidental) passaram em câmera lenta na mente de Jimin. A voz de Jungkook gritando para que Muri tenha cuidado. Seu ato heróico ao salvá-la. O som horrível e ensurdecedor da batida. O corpo de Jungkook voando para longe como se fosse uma simples e leve pluma. O enorme corte na cabeça. Aquele corte era o que mais preocupava Jimin. Torcia para que aquele corte não seja um traumatismo craniano. Amava tanto Jungkook que preferia estar no lugar dele do que ter que vê-lo assim.

Jungkook estava tão frágil, lindo como sempre. Não importa que tipo de situação horrenda e hedionda em que ele se encontre, Jungkook sempre irá permanecer lindo. Como um anjo. Um anjo que não mais sorria. Seus olhos não se abriam e não mostravam seu brilho especial. Seus lindos, rosados e finos lábios já não se abriam para mostrar seu lindo sorriso de coelho. Um lindo coelho. Tão fofo e adorável quanto um.

Sentiu medo. Medo do que poderia estar acontecendo com Jungkook na ambulância. Lilian insistiu para que Jimin não entrasse na ambulância. Lisa já estava desesperada, se Jimin fosse com elas, iria complicar tudo. Seu coração doía tanto. Queria poder arrancar do peito para não ter que sentir a dor insuportável outra vez. Dor do medo. Medo de perder Jungkook… Pra sempre…

Queria que aquilo nunca tivesse acontecido. Queria que fosse tudo um terrível e tenebroso pesadelo. Queria acordar em uma manhã fria de outono, olhar pro lado e ver a linda figura do namorado deitado ao lado, queria abraçá-lo para livrar-se do frio. Queria que Jungkook o olhasse, sorrisse, dizendo que o amava, e dizendo que está tudo bem e que tudo aquilo era um sonho.

Mas não.

Tudo aquilo era real.

Jungkook foi atropelado.

Está em uma ambulância à caminho do hospital…

Podendo morrer no caminho…

O pesadelo era real.

Jimin pode perder Jungkook pra sempre.

Seu coração lateja.

Lateja por Jungkook.


(...)


_ O que tá acontecendo com o meu filho? - Lisa pergunta ao ver que os aparelhos ligados à Jungkook estavam anormais. Os batimentos cardíacos estavam diminuindo rapidamente. Ele teve uma parada cardíaca.

_ Senhora, o seu filho está perdendo muito sangue. - o paramédico fala ao checar os aparelhos e depois chegar o pulso de Jungkook que estava ficando cada vez mais fraco. O coração pára de bater.

Dois paramédicos começam a fazer uma massagem cardíaca em Jungkook. Um tampa o nariz e começa a jogar ar pela boca de Jungkook enquanto outro pressiona o peito de Jungkook para que o coração volte a bater.

Mas não dá certo. O coração não volta a bater.

_ Meu Deus! - Lisa se põe a chorar de novo.

_ Se afastem. - o paramédico as aconselha e ambas fazem o que ele pede.

Os paramédicos resolvem usar um desfibrilador para fazer com que o coração volte.

_ Pronto? - ele abre a camisa de Jungkook e posiciona o aparelho no peito do mesmo. - Um, dois, três!

Um choque. Jungkook "pula" e nada.

_ Um, dois, três!

Outro choque. Jungkook "pula" e nada.

_ Um, dois, três!

Mais outro choque. Jungkook "pula" e nada.

_ E então? - Lilian pergunta ao ver os olhares tristes dos paramédicos.

_ Eu… eu lamento senhora… O coração dele parou de bater.

_ Meu filho morreu?! - Lisa se desespera.

_ Sim.


Notas Finais


Bjinhos Fofitus amados
Podem me odiar se quiserem
Até eu tô me odiando por fazer isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...