História ❆Save Me - O Despertar❆ - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jeon Jungkook, J-hope, Jilkook, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Lobisomens, Min Yoongi, Namjin, Namjoon, Park Jimin, Rap Monster, Suga, Vampiro, Vhope, Vkook, Yoonmin
Exibições 33
Palavras 3.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - ❆ Capítulo.16 ❆


Fanfic / Fanfiction ❆Save Me - O Despertar❆ - Capítulo 16 - ❆ Capítulo.16 ❆

No capítulo anterior...


**-Parece que não funcionou teu plano medíocre, é uma pena não é mesmo? -sinto um beijo ser depositado na minha boca rapidamente empurro o desconhecido para longe limpando meus labios fartos com a manga da blusa.


-Que plano? E quem é você?



POV Jeon Jungkook ON~


Não poderia ser um fato verídico, Jimin havia mesmo perdido suas memórias? Mas como ele se lembrou do Hope e não de mim?

-Jimin...você não sabe quem eu sou? -Coloco as mãos em meu peitoral sorrindo triste.

**-Não! Já falei que eu não faço ideia de quem você seja, pare de ser insistente. E eu também não me importo de saber quem és!  -Minha boca se abriu para proferir algumas palavras por ele ser tão rude **-Sei quem são todos aqui menos você...

-Jimin pare com essa brincadeira, ou eu vou arrancar sua língua fora por falar calúnias! -Ameaço e ele apenas ri em deboche.

**-Você? Me poupe das suas lamúrias, olhe bem com quem você está falando, sou o Alpha do clã Blackblood você me deve o máximo de respeito assim como os outros aqui presentes -Ajeita os cabelos e sorri piscando para Suga.

"Mas o que? O que está acontecendo entre ele e o Yoongi?"

-Quer ficar a sós com ele? Acho que estou atrapalhando -Pergunto enciumado apontando para o Yoongi curioso querendo saber o que ele responderia.

**-Até que enfim peecebeu, queria matar a saudade desses lábios frios! -Tae pasmo com as palavras de Jimin deixa Yoongi no chão.

**-Até que enfim o reconhecimento que eu mereço, sabe que eu estava preocupado com você não é Minnie? -Suga fala com um sorriso malicioso e Jimin se aproxima umidessendo os lábios de um geito que fez meu membro clamar pela boca dele.

-Minnie? O que? -Volto a realidade e tento disfarçar o calor que subiu ao momento.

"Mas que apelido é esse? Min yoongi, Jiminnie, MIN-nie, mas que miserável! Obstruiu o geito que eu gosto de chama-lo"

Jimin assinte com a cabeça e entrelaça os braços em volta do pescoço do maldito, imediatamente puxo ele pelo pulso nos teletransportando para fora da escola. Caminho a passos rápidos e pesados até o jardim florido ouvindo os protestos de Park por todo o trageto.

-Por algum acaso pensou no que estava fazendo? iria beijar ele na minha frente? Porque? -Coloco uma das minhas mãos na testa massageando levemente.

**-O que você tem a ver com isso? Eu preciso agredece-lo por tudo que já fez por mim! -Reviro os olhos pois tudo que Suga havia feito era ter tirado suas memórias e quase ter me matado, além dos insultos contra mim e a minha mae.

-Nunca mais ouse fazer isso está me entendendo? -Tento deixar o mais claro possível para que o ato não se repita.

**-Você é idiota ou o que? Quando um Blackblood abaixar a cabeça para um vampiro qualquer será o fim dos tempos -Acariciava seus pulsos lentamente talvez por causa da força que eu usei.

Respirei fundo e juntei as mãos na cintura mordendo meu lábio inferior lentamente. Não poderia conviver com aquela dúvida eu tinha que descobrir se o sentimento dele por mim sumiu, eu confesso e admito que criei algum carinho e consideração diferente a este.

-Jimin, poderia me dizer o que aconteceu aqui? O porque aquelas rosas estarem até hoje destruídas?

Ele observa por algum tempo,  eleva suas sobrancelhas sorrindo de canto me encarando de soslaio.

**-Sim eu estava procurando alguma coisa por aqui, eu me lembro que Suga estava abaixo da árvore escutando música! Yah ele estava tão lindo...Eu o irritei e ele me jogou ali nas rosas se aproximando do meu rosto, sua respiração fria me fez arrepiar dos pés a cabeça.

Minhas mãos começam a tremer e eu travo o maxilar com dificuldades até mesmo para ficar em pé, o ódio que me consumia era delicado e suave. Fazia uma trajetória correndo minhas veias entrando em colapso com a bondade e amor que me restavam.

**-Sentia meu corpo esquentar mas não de calor, era uma sensação boa afinal ele tem a pele bem gelada -Cruzou os braços e nem se quer olhou na minha direção para ver meu estado.

-Por favor pare, não precisa me dizer mais nada! -Sentia meu interior travar uma batalha contra as trevas que insistiam em voltar.

Então pela primeira vez eu tive a certeza de que era aquilo o que eu deveria fazer, se é o meu destino ser dessa maneira...que assim seja.

Estava sempre sendo uma boa pessoa e me esforçando ao máximo para cometer os menores erros possíveis, mas desse tempo para cá que eu entrei nesse lugar, tudo cooperava para me jogar ao lado sombrio.

-Assim como os dias passados não tem volta, as lágrimas não podem voltar aos olhos de quem as derramou -Sorrio minimamente aceitando o que eu sou.

O céu volta a se escurecer em nuvens negras e pesadas indicando a chuva prestes a ser derramada, a terra começa a tremer fazendo com que Jimin caia no chão assustado querendo se transformar. Eu deixava cair sem hesitar minhas lágrimas de sangue, era a última vez que eu derramaria.

**-O que você está fazendo seu lunático? -Ventanias assolam a pequena região e os trovões atingem alguns pontos da floresta ao lado.

-O que o todos queriam! -Minhas asas negras se libertam em um movimento só, suas penas caiam gradativamente sem cessar.

Minhas presas junto a minhas unhas tomam uma forma afiada e pontuda como da última vez, Jimin se transforma em questão de instantes e eu aprecio sua bela forma antes de das sombras cobrirem meu corpo.

-Dizem que quanto mais você é puro e bom, mas as pessoas acham que podem fazer você de bobo -Logo as sombra se desfazem  dando ao mundo de presente um novo Jeon Jungkook.

Olho para o meu corpo enxergando minha nova vestimenta, era uma roupa negra com uma longa capa vermelha cheia de detalhes de ouro reluzente, uma espada muito maior do que a minha antiga aparece em minhas mãos com todo seu esplendor e magnitude.

Aponto a espada para uma das colunas da escola fazendo elas explodirem em milhares de pedaços, vou fazendo isso com cada um ate uma parte da sua lateral desmotonar, não demora muito para o meu clã e o diretor aparecem atordoados me olhando.

*-O que está havendo aqui? -O diretor pergunta olhando para os lados incessantemente até seu olhar se encontrar com o meu.

**-Jungkook o que está a fazer? -J-Hope pergunta segurando a mão de Tae.

-Que coisa mais fabulosa! Então está tudo certo por aqui não? -Sorrio diabólico começando a voar alguns centímetros do chão -Taehyung com Hoseok, Seokjin com Namjoon e para fechar com chave de ouro Jimin e Yoongi! Acho que sou desnecessário aqui não é mesmo?

Minhas sombras flutuam em volta deles em uma velocidades incrível, fecho os punhos e elas entram em seus pulmões. Logo eles começam a sufocar e tossir sangue, relâmpagos cruzam o céus e a chuva grossa cai molhando a grama que se escureceu pela minha presença.

Observo as criaturas presentes na escola e vou destruindo uma por uma, os alunos e estudantes corriam com os professores por suas vidas sem parar.

*-Você é uma ameaça! E-está expulso para sempre! -Ofereço meu dedo do meio para o diretor hipócrita.

-Pelo menos eu não me pego com a Quiones! Se Poseidon descrobre uma coisa dessas...nem quero imaginar o que ele faria de uma criatura tão imprestável como você! -Dou uma risada debochada.

Estava me divertindo com um semblante pândego em meu rosto pálido, o diretor começa a convulcionar  e alguns de seus órgãos saem pela boca.

-Mas que maldade... -Digo irônico esperando que aconteça com os outros.

Escuto um pequeno sussuro em meu ouvido, meu corpo se arrepia pois eu conhecia muito bem o dono da voz. Mas eu não estava com medo, pelo contrário eu a queria por perto.

"Estou surpreso, agora de um fim a eles e va atrás da chave da dimensão Likebotton"

Aumento as sombras escutando ossos baterem um nos outros, era uma cena satisfatória vê-los se contorcendo de dor tentando se livrar.

-Digam adeus... -Estendo meu braços para o lado juntando as sombras que estava dentro deles as transformando em adagas.

Sinto algo perfurar meu braço e logo o resto do meu corpo, olho meu corpo vendo que eram pedaços de gelo fino. Levanto meu olhar tendo a presença de Min Yoongi com uma armadura azul e seus cabelos verde-água sorrindo para mim, apareço atrás dele e coloco a minha espada contra seu pescoço tirando seu cabelo da frente de seu ouvido.

-Porque eu tenho a leve impressão de que todos estão correndo em direção a morte? Quer ser o próximo? Posso ser rápido o bastante para não sentir a dor -Ria de forma maligna tocando na armadura fazendo ela se quebrar -O que acha açúcar? devo poupar sua vida? -Acaricio seus cabelos com ele que permancia imóvel.

**-Eu não me importo de ficar vivo ou não, o que eu tinha de cumprir já consegui pode fazer o que quiser eu não ligo! -Deu de ombros cruzando os braços e logo percebo que era tudo uma armação, Suga era como Namjoon ambos odiavam perder.

Um único floco de neve pousa em meu nariz fazendo meu corpo começar a se congelar.

**-Não não faça isso Suga! Jungkook! - Tae tentava se levantar para me ajudar o que foi inútil, ele estava fraco como os outros e Hobi o impedia o segurando com o que restava de suas forças.

Observo que as minhas mãos ainda estavam livres e faço com que minhas sombras se tornem uma chama negra que se envolvem em meu corpo derretendo o gelo me fazendo livre de novo.

"Eles são perca de tempo, vá atrás da chave lendária para a dimensão  Likebotton"

Ouço atentamente e pouso no chão andando a passos lentos até Jimin, seguro ele pelo queixo com força para que ele me encarasse. O sangue negro que escorria pelo seu corpo nu pós-transformação saindo de seus lábios  era  algo muito chamativo.

-O que eu te disse ainda está válido, não terei tanta piedade como dessa vez. Não se esqueça que eu sou a escuridão que se forma a muito sofrimento, então trate de colocar esse sorriso que eu tanto amo..q-quer dizer... -Me embolo com as palavras e ele olha no fundo dos meus olhos confuso.

Antes que ele possa responder levanto vôo e vou a procura do que meu interior almeja.

"Não seja fisgado por ele Jungkook, Jimin pertence a Yoongi agora. Deve deixar suas fraquezas para trás assim como esse amor impossível"

Assinto com a cabeça ao receber essas ordens de mim mesmo, mas não estava disposto a obedece-las.

"Eu voltarei por ti meu amor! Meu pequeno Jimminie, eu sempre estarei com você não importa o que aconteça"

 Deixo que um pequeno sorriso transparecer antes de ser tomado pelas trevas novamente. Vôo sem rumo apenas sendo guiado por uma fraca energia que eu julgava ser da chave.



POV Kim Taehyung ON~


Via Kookie meu melhor amigo sumir entre as nuvens densas que ainda derramavam suas lágrimas, Hope se levanta vindo até mim.

**-Sabe aquele jantar que você me prometeu? então acho que vou querer ir agora!

Me levanto com dificuldades e fecho os olhos com força ainda pela dor que eu sentia.

-Jungkook acabou de sair voando para não sei aonde! Como consegue pensar em sair? -Indgnado tento controlar minhas lágrimas -Eu vou atrás dele!

**-Aaah não vai não, fique longe desse demônio! -Hope segura meu pulso com força fazendo com que eu chegue mais perto dele.

Fitava seus olhos azuis enquanto sentia sua mão descer pela minha cintura juntando nossos corpos, ele pega minha mão me levando a algo que parecia ser a estufa da escola.

-Se algo acontecer com ele, Hobi eu nunca vou me perdoar -Ele respira fundo e se vira de costas para mim.

**-Você...sente algo a mais pelo Jungkook? -Me surpreendo com a pergunta aleatória já que achava que este insistiria em sair comigo a todo custo.

-N-não sei...eu tenho um carinho especial por ele apenas isso -Mentia na cara dura e me sentia mal por isso.

Meu coração sentia sim uma atração por Jungkook mas isso era algo passageiro, quem eu estava realmente a fim era Hoseok.

Isso não fazia muito tempo, a culpa que eu carregava era de usar esse pretexto de  que era apenas "um carinho especial" e juntamente usar  Jungkook para fazer ciúmes.

**-Tae eu venho tentando dizerem isso já faz algum tempo mas você nunca me escuta! E nem percebe os sinais que eu te dou... -Diz se virando de frente para mim.

Eu sentia sua alma ter uma impressionante mistura de sentimentos, medo, angustia, tristeza, alegria, e amor todos de uma só vez.

**-Pode me ouvir pelo menos dessa vez? -Assinto com a cabeça e ele se ajoelha segurando a minha mão.

"Que não seja o que eu estou pensando"

**-Eu queria te perdir perdão pelo que eu te disse há alguns dias atrás, lembra quando estavamos no refeitório? Me sinto culpado por ter te tratado daquela maneira e ter jogado uma culpa injusta em você! Mas eu tenho meus motivos para ter ficado assim...

Já fitava o chão não conseguindo encara-lo nos olhos, suas palavras eram sinceras e verdadeiras me fazendo sentir mal por ter  o julgado daquele geito.

**-Eu tenho um ciúmes mortal de ti, quando estou perto de você me sinto fragilizado de modo que meu lobo interior fique assustado. Tenho fortes sentimentos por você TaeTae e não são de amizade...tudo que eu preciso é de um beijo seu para que sempre que eu queira desistir de te conquistar, me lembre do contorno do seu sorriso quadrado e do toque de seus lábios finos.

Estava boquiaberto sem acreditar no que ouvía, Hoseok já chorava lágrimas negras fungando algumas vezes. Me ajoelho também ficando a sua altura e segurando seu queixo.

**-Eu antes de vir para essa escola, tive uma decepção amorosa muito grande de modo que eu não tivesse vontade de viver. Mas quando você naquele dia me prensou naquelas paredes eu senti algo que meu coração a muito tempo não sentia, eu senti várias borboletas no meu estômago, era como se você fosse a salvação para a minha dor Tae...

-H-hoseok... -Sinto este me abraçar e afagar meus cabelos aos poucos, agarro sua camisa molhada por causa da chuva -Me perdoe...

**-Porquê? você não me deve nada, eu cobro  amor que você tem pelo Jungkook de una maneira egoísta. Mas Tae, eu não tenho culpa se quero você apenas para mim! E-eu tenho tanta coisa para te falar que estou me embolando com as palavras e eu...

-Não vai me perdoar? Então me beija -Susurro contra seu peito e escuto seu coração acelerar, ele para o que ia me dizer engolindo em seco.

**-O-o q-que vo-você disse? -Hope se assusta e suas pupilas dilatam, o empurro no chão e fico sobre ele segurando na gola da sua camisa.

-M-e b-e-i-j-a! -Soletro enquanto me ajeitava por cima de seu corpo.

Ver ele abrir um sorriso de alegria que logo se torna malicioso, era algo que eu precisava analisar nos mínimos detalhes para nunca mais me esquecer.

**-Não me provoque que eu te deixo sem andar! -Sorrio de canto e roço seus lábios nos meus.

-Quem disse que vai ser eu que vou ficar sem andar? Eu te pedi um beijo e nada mais, o que pensa que eu sou Jung Hoseok? -Dou uma risada baixa e umidesso meus lábios descendo uma das minhas mãos para seu membro o apalpano de leve.

**-Vai me torturar? Quando me beijar não vai mais querer sair do meu aperto sou um caminho sem volta, não importa o que faça vai me procurar de novo! -Ele troca as posições e ataca meus lábios de um modo feroz apertando minha cintura contra seu corpo.

Abri meus olhos por alguns momentos sentindo meu corpo ter correntes elétricas me fazendo colocar as unhas para fora rasgando a camisa que Hobi trajava.

**-Apressado... -Murmura durante o beijo retirando minha blusa.

Beijava meu pescoço com afinco de modo que eu saberia que as marcas que ele estava fazendo demorariam a sumir, elevo minha cintura contra a sua buscando mais contato.

-Não sou apressado apenas quero que nunca se esqueça desse momento -Arfo o sentir as mãos dele passarem pelo meu abdômen parando nos botões da minha calça encharcada.

**-Acho que esse molhado não é só de água TaeTae -Mordeu o lábio inferior desabotuando lentamente

-O que você está fazendo Hobi? -Solto uma pequena risada e ele faz uma cara de confuso -Achou que eu estava brincando? Vai ter que fazer muito melhor para me levar pra cama.

**-Amanhã as 7:00 -Ele se levanta e ajeita o membro ereto na calça.

-C-como assim? Está se referindo ao jantar? Mas depois de amanhã e o festival da BloodMoon, vamos ser obrigados a ajudar na decoração.

**-Amanhã as 7:00 Kim Taehyung, não me venha com desculpas!  Vou dar o troco por ter me deixado nesse estado. -Escuto ele sussurar e sorrio me levantando.

Passo as minhas mãos por meu corpo dando uma rebolada de leve para o provocar, entrelaço minhas mãos em seu pescoço lhe roubando um selinho e saindo correndo. 

Pulava pela chuva nas poças que se formaram fazendo com que minha roupa ficasse ainda mais molhada do que já estava. Parecia que Hope por alguns segundos conseguiu me fazer esquecer que Jungkook havia partido, mas isso não durou muito já que as lembranças ainda eram nítidas em mimha mente.

 Os outros invlusive Suga haviam entrado para dentro provavelmente para se recuperar desse ataque desconhecido, rumei em direção ao meu dormitório esbarrando como Jimin pelo corredor.

**-Kim Taehyung? -Cruzou os braços me encarando de cima a baixo.

-Sou eu mesmo, o que quer? -Fui direto e reto ajeiando meus fios.

**-Como Alpha que sabe o que é bom para sua alcatéia, quero que não se envolva na vida amorosa do Hope, fui claro? -Jimin tinha um ar estranho de autoridade,  como se além de suas memórias serem aprisionadas seu carinho e amor se foram com o vento.

-Hum...legal...-Dou de ombros e continuo a andar ignorando o que ele acaba de me dizer.

**-Sanguessugas e Lobos são inimigos desde o nascimento, não tente mudar algo que corre em nosso DNA! Acha mesmo que o J-hope quer algo a mais com você além de sexo? -Ranjo os dentes travando meu maxilar.

-Vai se fuder pulguento! -Me viro para trás gritando -Hoseok não é como você!

Tinha a  plena certeza que acertei algum ponto do seu coração, Jimin apertou os punhos de tal maneira que suas mãos ficaram avermelhadas. Ele não pode lembar do que Suga fez nem se tentasse por si, mesmo que alguém o contasse ele também não acreditaria. 

Nesse momento Jin está com Rap Mon tentando achar uma forma de quebrar esse colar sem machuca-lo, rumei em direção biblioteca da escola vendo a grande pilha de livros que Jin estava lendo junto ao Namjoon.

-Conseguiram achar alguma coisa? -Pergunto pegando alguns livros e abrindo.

**-Eu estou bem obrigado, nossa como você se importa comigo Taehyung! -Namjoon fala apontando para o lado direito de seu corpo enfaixado.

-Perdão! Ainda bem que o Jin conhece o suficiente de magia para te curar! -Sorrio quadrado.

**-Mas na próxima se for mais grave ele não vai conseguir, Jin está meio tonto pela força que usou, imagine se fosse algo mais grave?  -Volta a folhear os livros.

**-Respondendo sua pergunta Tae, até agora nada, o pouco que eu sei é que não podemos simplesmente quebrar o colar ou arrancar do pescoço dele! -Jin parecia extremamente cansado e exausto.

**-Acabei mais um! Aqui não fala nada sobre esse colar, apenas maldições chatas! -Meu coração se aperta ao ouvir aquelas palavras de Rap Mon.

-Maldições? Essa não... -Coloco as mãos na cabeça respirando pesado.

**-O que foi Tae? Parace que vai desmaiar de tão aflito -Jin tira o óculos fundo de garrafa da ponta do nariz me encarando.

-O Jungkook, ele não, ele...Jin ele não retirou a maldição que colocou em mim! -Omma Jin abre a boca em surpresa afinal todos havíamos esquecido desse detalhe.

**-E ele sumiu, o que vamos fazer? Aish cada vez as coisas pioram mais! Está sentindo algo diferente TaeTae? -Jin coloca uma das suas mãos em minha testa e começa a me examinar.

-Não sinto nada, isso é um bom sinal? Fiquei tão chateado que não perguntei que tipo de maldição que era -Coço a nuca envergonhado, estava em uma situação crítica abarrotada de dúvidas.

**-Se ferrou! Vai direto pra cova... -Namjoon brinca enquanto ria alto.

**-Kim Namjoon! -Jin bate um dos pés freneticamente com os braços cruzados  o fitando .

**-Desculpa, desculpa! Não posso nem mais zoar -Levantou as mãos em sinal de rendição mostrando a língua para mim.

Jin começa a bater nele que volta a rir, a cena era bem hilariante. Forço um sorriso e baixo meu olhar para os mes pés, talvez Namjoon  esteja certo e eu não tenha muito tempo de vida...



                         

[👇Leiam as notas finais, tenho uma notícia boa pra vocês👇]







Notas Finais


Oiiw seus lindos! Estou perto das férias só mais alguns dias...Eeeeee!
Tenho uma surprise no natal para vocês, vou fazer uma maratona de caps dessa fanfic! Deixem nos comentários sua opinião que é mais importante pra mim do que o favorito❤🍃

Até o próximo cap!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...