História Save Me - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Gay, Jihyo, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Taehyung, Twice, Vhope, Yaoi
Exibições 100
Palavras 1.390
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Twelve


Fanfic / Fanfiction Save Me - Capítulo 12 - Twelve

E depois de muita insistência da parte de Taehyung, Jungkook finalmente cedeu em ir buscar Jimin na escola.

Taehyung ficou animado com a idéia, até por que ele sabia muito bem o que estava acontecendo e o quanto aquilo era errado. Mas o que ele podia fazer? Nada, apenas deixar a coisa mais errada ainda.

E mesmo com a idéia maluca de prosseguir com aquilo, Taehyung ainda se preocupava. E no caso, não era com Jungkook e sim com Jimin.

Dentro de si, tinha certeza de que algo iria desandar. E seus esforços em algum momento não serviriam para nada. Pois Jimin iria desistir de tudo e Jungkook seria o único que poderia o ajudar.

E Taehyung não sabia como aquilo iria dar certo. Porque Jungkook ainda estava quebrado, e apenas o seu olhar já mostrava isso.

E se Jimin fosse ficar quebrado também, como duas pessoas quebradas poderiam se ajudar?

Taehyung balançou a cabeça despistando aqueles pensamentos ruins de sua cabeça, e colocou em sua mente "Vai dar tudo certo."

A pena, era que esse era o pensamento mais errado que o Kim já havia tido.

[ ... ]

O dois amigos estavam parados na frente da escola de Jimin, na verdade do outro lado da rua da mesma. Os alunos estavam saindo lentamente e nada de Jimin.

- Aish..Garoto demorado.. - Falou Jungkook bufando.

- Relaxa, seu noivo tá chegando.. - Brincou Taehyung apontando para a entrada da escola e recebeu um olhar incrédulo de Jungkook seguido de um murro no braço. - Aish! Isso doeu!

Jungkook olhou para onde o amigo apontava, vendo o ruivo descendo as escadas do colégio de cabeça a baixa e com as mãos dentro do bolso de seu casaco. Era o único ruivo entre todas aquelas colorações castanhas e pretas.

Por um pequeno segundo, o olhar dos dois se encontraram e Jungkook pode ver perfeitamente o ruivo franzinho o cenho provavelmente confuso com a presença dos dois naquele local.

- Duh..Eu nunca segurei vela à distância, essa é nova.. - Falou Taehyung e Jungkook revirou os olhos.

- Você é insuportavelmente chato!

- Puff.. - Bufou o moreno. - Olha Jungkook, quando você vai admitir que você quer pegar o Jimin de jeito? Em?

As bochechas de Jeon ficaram vermelhas e os olhos arregalados enquanto começava distribuir tapas no moreno ao seu lado.

- Taehyung isso é pedofilia! - Gritou Jungkook.

- Hyungs.. - Jungkook ouviu uma voz doce atrás de si e praticamente deu um pulo. - Nossa, eu não sabia que tinha esse poder..

- Jiminie! - Falou Taehyung animado. - Você tem o poder de deixar o Jungkook nervoso, esse poder você com certeza tem!

- Duh, só que não. O Jungkook é muito hetero para isso. - Falou o ruivo dando de ombros. - Pois bem, o que fazem aqui?

- Viemos buscar você, para te acompanhar até em casa! - Falou Taehyung.

- Hm..Entendi, vamos indo por favor eu estou morrendo de fome. - Falou Jimin e os hyungs assentiram.

Durante o trajeto, Taehyung e Jimin conversavam animadamente sobre algo que Jungkook ao menos fez questão de prestar atenção. Sua mente estava muito ocupada pensando em tudo que tinha acontecido apenas naquela amanhã.

Saber que Seokjin tinha se afastado da irmã, apenas por sua causa soava uma coisa legal porém ruim de certa forma. O mais alto sentia que tinha separado a família Kim que tanto gostava, e isso não era bom.

Soltou um pequeno suspiro, que chamou a atenção do ruivo que andava um pouco a sua frente ao lado de Taehyung.

- Jungkook-hyung? - Chamou o ruivo. - Está tudo bem?

- Ah..sim, sim.. - Falou Jungkook negando com a cabeça. - Só estou pensando um pouco.

- Pensando em como se tornou um pedófilo? Sabia! - Falou Taehyung e Jimin arregalou os olhos.

- Pedófilo!? O Jungkook é pedófilo!? - Indagou o ruivo.

- Não! - Gritou Jungkook.

- Sim! - Rebateu Taehyung sorrindo ladino. - Jungkook ta quase namorando um menor de idade..

- Hum.. - Jimin levou a mão ao queixo parecendo pensar no assunto. - O hyung vai ser preso.

- Vai mesmo! - Falou Taehyung rindo da expressão irritada que o amigo tinha no rosto. - Ele ta ficando com uma garotinha ruiva, que deve ter uns 16 ou 17 anos e que tem uma gata chamada Mai!

- Eu juro que se certa pessoa desconfiar de algo, eu te mato Taehyung! - Falou Jungkook.

- 17 anos!? Meu Deus é pior do que eu pensava! - Falou Jimin surpreso e Taehyung riu alto.

- Tão inocente.. - Falou Taehyung bagunçando os fios ruivos de Jimin.

- E você tão poluído. - Falou Jungkook revirando os olhos.

O caminho até a casa de Jungkook foi tranquila, porém, assim que chegaram na frente da mesma Taehyung disse ao mais alto que ele e Jimin tinham muito o que conversar, e por isso, iriam para casa.

Jimin não pareceu ligar com a escolha repentina de Taehyung e muito menos Jungkook, e por isso o mais alto apenas foi para sua casa e Jimin seguiu o caminho de sua casa ao lado do moreno.

Taehyung tinha planos em sua mente. Planos para melhorar a vida de Jungkook, e o moreno pretendia botar o primeiro item de sua lista mental em ação naquele dia mesmo.

Mas o problema, era que as vezes se meter demais na vida dos outros e nos problemas dos mesmos pode fazer você se envolver demais e trazer problemas para ambos.

Porém, Taehyung estava pronto para correr esse risco.

[ ... ]

Após o almoço, Taehyung e Jimin foram para seus devidos quartos, porém, o moreno precisava convencer Jimin a ajuda-lo no primeiro item de sua lista. E por isso, se retirou de seu quarto seguindo para o do ruivo e bateu na porta levemente.

Ao ouvir um pode entrar do ruivo, adentrou o quarto do mesmo o encontrando sentado na cama com Mei dormindo em seu colo e um livro nas mão.

- Desculpa atrapalhar, mas eu preciso falar com você sobre uma coisa..

- Sem problemas hyung. - Jimin sorriu colocando o livro em cima da cama. - Pode falar..

- Bem, acredito que você saiba que o JungKook não faz faculdade alguma e que é um vagabundo que não sai de casa pra praticamente nada. - Falou Taehyung e Jimin riu.

- Sim, eu sei só não usaria palavras tão fortes para apresentar tal realidade.

- Se é a realidade significa que é a verdade e a verdade sempre dói. - Falou Taehyung dando de ombros e novanovamente Jimin riu. - Continuando, eu queria que você convencesse o Jungkook a fazer faculdade comigo! Ele está muito atrasado, porém dá para se recuperar e acho que agora é a hora certa para fazer aquele desgraçado sedentário acordar pra vida.

- Certo, mas o que te faz pensar que ele vai me ouvir? - Indagou o ruivo erguendo a sobrancelha.

- Muitas coisas Jimin, muitas coisas. - Falou Taehyung. - Coisas que nem adianta perguntar por que eu não vou dizer.

- Aish! - O ruivo bufou.

- Mas então, eu posso contar com você? - Perguntou Taehyung e Jimin deu de ombros.

- Pode. Não custa nada tentar, mesmo eu achando que ele não vai me ouvir..

Taehyung sorriu e fez uma nota mental de que devia comprar um oscar para si mesmo por sua idéia brilhante. Quem recusaria algo para o aegyo ambulante Park Jimin?

Só Jeon Jungkook. Porém, isso não vem ao caso.

- Eu vou na casa do Jungkook hoje as seis, esteja pronto ruivinho. - Falou Taehyung saindo do quarto.

Jimin suspirou já considerando uma batalha perdida ele tentar convencer Jungkook. Mas como ele havia dito, não custava tentar e já era um ótimo passo para o que o ruivo pretendia fazer.

Que no caso, era salvar Jungkook do mundo qual ele estava trancado e que futuramente o próprio Jimin se trancaria.

Jimin estava se sentindo sem tempo. Ou melhor, seu pai estava perdendo o tempo que tinha.

O ruivo se deitou na cama, colocando a cabeça no travesseiro e pegando o gatinho sonolento de seu colo e o erguendo no ar para encara-lo.

- Me diga Mei..Onde foi que eu me meti? - Perguntou o ruivo suspirando.

Realmente, nem o gatinho laranja sabia.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...