História Save Me - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Gay, Jihyo, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Taehyung, Twice, Vhope, Yaoi
Exibições 94
Palavras 1.687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Fifteen


Fanfic / Fanfiction Save Me - Capítulo 15 - Fifteen

Após convencer o ruivo a ir ao shopping consigo, Taehyung subiu para seu quarto e seu jogou na cama fechando os olhos. Precisava pensar no próximo passo para fazer Jungkook esquecer a Jihyo de vez.

Jungkook sempre foi uma pessoa muito boa e animada e Taehyung, como melhor amigo, não podia deixar que o garoto se destruísse por causa de uma garota. Taehyung sabia o quanto o moreno amava Jihyo, mas já estava na hora de dar um fim naquilo e seguir a vida.

Não queria que Jeon fugisse daquilo, queria que o moreno enfrentasse o problema e o superasse. A primeira coisa a se fazer, era com certeza fazer o garoto entrar na faculdade . Até porque, para Taehyung, era inaceitável que ele se formasse e Jungkook não.

E no meio daquilo tudo, ainda tinha Jimin que se segurava para não surtar toda vez que o nome do pai era citado. Por mais que o ruivo tentasse esconder, Taehyung conseguia perceber aquilo apenas no olhar do mais novo.

Jimin teve que aguentar muita coisa ainda novo. Taehyung imaginava como devia ser a pressão na cabeça de uma criança que tem um pai com câncer em estágio terminal. Quem conhecesse o ruivo naquele momento, nunca diria que o mesmo tem 17 anos, porque sua mentalidade é de alguém muito mais velho.

O Park sacava as coisas muito fácil. Podia-se dizer que era quase impossível engana-lo. Quase. Até porque, o próprio estava se enganando sozinho, enquanto se apaixonava sem ao menos perceber esse obvio que estava em sua frente.

O Kim já havia percebido aquela situação. Percebeu exatamente no dia em que chegou na cidade, e encontrou os dois sentados naquela mesa do shopping. Mas a questão, era que apenas Jimin estava se apaixonando e isso era um problema, um problema que iria render muitos outros.

E Taehyung sabia disso.

O Kim suspirou se levantando da cama e indo até o banheiro para tomar um banho e se arrumar para sair.

[...]

- Hyung! Já é a quinta loja, vamos ir embora por favor.. - Resmungou o Park pela qual que devia ser a vigésima vez só naquela vez recebendo como resposta apenas um revirada de olho.

- Você é um péssimo companheiro de compras Jiminnie.

- Eu sei, posso ir embora agora? Você já está com três sacolas na mão, não é necessário mais uma loja que resultará em mais uma sacola para você.

- Na verdade, entramos nessa loja para arrumar roupas você amorzinho. - Falou o Kim rindo.

- Eu já tenho roupas, obrigada pela oferta. Vamos embora? - Falou Jimin e Taehyung bufou puxando o braço do ruivo.

- Não reclame, nem discuta comigo. Vamos comprar as roupas você querendo ou não! - Falou Taehyung arrastando Jimin pela loja.

Enquanto Taehyung tagarelava sobre quais roupas ficariam lindas em si, Jimin apenas revirava os olhos assentindo e pegando as roupas que o moreno colocava em seu braço. Jimin fez uma nota mental de nunca mais sair com Taehyung para comprar roupas.

- Taehyung, eu não vou usar isso. - Falou Jimin erguendo uma calça preta rasgada. - Isso é pornográfico e obsceno.

- Mas a ideia é totalmente essa. E você vai usar sim, e por sinal essa noite. - Cantarolou o Kim.

- Mas nem se essa fosse a ultima roupa existente na terra.

- Querido, você acha mesmo que o Jin vai levar a gente para um barzinho normal? - Falou Taehyung fazendo careta. - Tenho 90% de certeza que vai ter bebida pra caramba, e que você vai se envolver em problemas.

- Eu sou um anjo hyung, não vou beber, você sabe disso. Também não vou me agarrar com ninguém, então não preciso usar isso. - Resmungou o ruivo fazendo bico.

- Depois do que o Seokjin disse, tenho minhas duvidas.

- Foram só duas vezes tá!

- Que seja! Quem liga quantas vezes foram, o importante é que foram! - Falou Taehyung e Jimin revirou os olhos.

- O que você queria? Eu não sou mas criança..

- Exato, sua cara de santo não me engana Jimin. Não me engana mesmo. - Falou o Kim sorrindo maliciosamente. - Tenho certeza que já pegou mais que esse garoto ai.

- Ah claro, já passei o rodo na escola. - Ironizou o ruivo.

- Não duvido, se passarmos uma maquiagem bem feita na sua cara, colocar essa calça preta com.. - O Kim olhou em volta da loja e correu até uma blusa de manga listrada em vermelho e preto. - essa essa blusa, vai arrasar, tenho certeza.

- Não sei não hyung..Isso não é uma boa ideia..

- Ah para Jimin! Deixa eu te arrumar apenas hoje, e você não querer outra vida. - Implorou Taehyung e o ruivo o encarou desconfiado antes de se render e suspirar assentindo arrancando um enorme sorriso do Kim.

- Apenas hoje, e eu realmente tenho minhas duvidas se vou gostar disso..

- Você vai amar. - Falou Taehyung rindo. - Agora, ligar para o Jin e avisar ao Jungkook que é para passar na sua casa para te buscar.

Jimin acabou por rir fraco negando coma cabeça. Realmente, quando Taehyung bota algo na cabeça só Deus para tirar.

[...]

Taehyung estava pronto. Depois de uma quase duas horas se arrumando, e por mais que Jimin tivesse tentado fugir das garras do Kim, acabou se rendendo e naquele momento se via encarando a cara de Taehyung que passava alguma coisa nos seus olhos que ele não fazia nem questão de saber o que era.

- Hyung! Deixa eu ir assim mesmo, é muito desnecessário o uso de maquiagem. Ainda mais para a minha pessoa. - Resmungou o ruivo e o Kim riu.

- Quieto Park Jimin, se você borrar minha maquiagem, ou obra de arte, você apanha até só sobrar a purpurina do seu interior.

- Eu não tenho purpurina Taehyung.

- Repete isso, que eu pego os potinhos de purpurina que tem no meu armário e derrubo em você inteiro. - Ameaçou Taehyung enquanto procurava algo mais em sua maleta de maquiagens.

- Você é muito chato.

- Nossa mas que ofensa. Pense pelo lado bom, se eu jogar purpurina em você vai chamar mais a atenção do Jungkook. - Falou o Kim rindo e o ruivo franziu o cenho.

- Você quis dizer do mundo inteiro né? Os astronautas lá do espaço vão conseguir ver o mico que seria Park Jimin igual uma fada do club das winx. - O moreno não aguentou e riu da comparação que Jimin fez. - Não ria do meu drama!

- Certo Jimin, certo. Por sinal estamos acabando, assim você poderia parar de reclamar.

- Sabe Taehyung..Eu queria saber um coisa..Desde quando o objetivo disso tudo era chamar a atenção do Jungkook? - Perguntou o ruivo e Taehyung riu alto. - Pare de rir, isso é serio, seu comentário malicioso disfarçado de inocente não passou despercebido pela minha cabeça.

- Você é tão fofo quando não percebe as coisas que estão na sua cara.. - Falou Taehyung apertando a bochecha de Jimin. - Vou deixar que descubra sozinho..Não posso falar, para não por coisinhas na sua cabeça oca. Por sinal, terminei minha obra prima!

O Park resmungou dizendo que ainda descobriria o que ele estava querendo dizer, antes de se virar e olhar para o espelho. O ruivo arregalou os olhos surpreso enquanto Taehyung animado dava pulinhos de alegria.

- Vai, diz ai, ficou incrível né?

- Tae.. - Murmurou o ruivo. - Sério que você me transformou numa vadia?

- Legal né? - Falou o moreno. - Vamos! Temos que mostrar a sua mãe!

- Minha mãe vai me bater e me expulsar de casa. - Falou Jimin passando a mão nos cabelos.

- Ai você vai ir morar com o Jungkook, ou seja, melhor ainda!

- TAEHYUNG!

- Tá, tá parei. Vamos logo, daqui a pouco o Jin chega com seu boy. - O ruivo o encarou sério fazendo o Kim revirar os olhos. - Ok, o seu ainda-não-boy. Melhorou? Podemos ir?

- Eu desisto de você.

Jimin revirou os olhos saindo de seu quarto e descendo as escadas indo até a sala, encontrando sua mãe que estava sentada no sofá lendo um livro qualquer. A mulher encarou o ruivo que estava tão vermelho quanto as listras de sua blusa.

Ela conhecia o filho muito bem, sabia que aquele não era seu estilo de roupa, e que de longe dava para perceber que havia não só o dedo como a alma de Taehyung naquilo. Mas de qualquer jeito, o ruivo estava lindo o que arrancou um sorriso enorme da mulher.

- Meu filho, você está lindo!

- Omma! Era para você me expulsar de casa e provar que o Taehyung é louco. - Resmungou o Park recebendo em troca um tapa no moreno.

- Respeite seus hyungs seu garoto rebelde! - Brincou Taehyung.

Logo o barulho da buzina do carro de Seokjin ecoou pela casa, fazendo o Park suspirar encarando Taehyung que tinha aberto um sorriso enorme.

- Até mais tarde omma, juro que não vou fazer nada que você não gostaria que eu fizesse. Ou seja, não vou escutar nada que o Taehyung diz.

- Eu ainda te mato e te jogo num rio.. - Murmurou Taehyung indo até a porta e a senhora Park riu.

- Até mais tarde, juízo vocês dois. - Falou a ruiva encarando os dois rapazes séria.

- Juízo é meu segundo nome senhora Park! Boa noite! - Falou Taehyung rindo e puxando Jimin pelo braço para o lado de fora da casa.

Já do lado de fora, o Kim puxou Jimin e olhou fundo nos olhos do ruivo.

- Meu amigo, é agora ou nunca que você seduz o Jungkook!

Jimin apenas repreenderia os pensamentos do moreno, se não estivesse estático demais encarando Jungkook que estava atrás de Taehyung com um expressão surpresa no rosto. E Jimin não sabia se morria de vergonha pela cara de pau de Taehyung, ou se praticamente tinha um surto com o modo em que seu hyung estava vestido.

Estava simplesmente, muito sexy.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...