História Save-me - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Winx Club
Tags Drama, Fantasia, Romance, Winx Club
Visualizações 29
Palavras 3.814
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


não gente eu não morri hehe
ALO ALO PESSOAS
sentiram saudades? não? noza
okay
não quero falar muito aqui então ate as notas finais
boa leitura,

Capítulo 5 - The Masquerade


Fanfic / Fanfiction Save-me - Capítulo 5 - The Masquerade

O gosto amargo e metálico de sangue ainda permanência em meus lábios talvez morde-los não tivesse sido minha melhor ideia ,mas era inevitável eu estava nervosa. Não , nervosa seria pouco para definir como eu realmente estava

meu coração  parecia querer sair do peito a qualquer momento, motivo da ansiedade? talvez nem fosse o baile de hoje a noite

ou o fato de que eu era uma fada que entraria em um castelo de um rei que detesta fadas

Mas um sentimento ruim tomava meu corpo me fazendo temer o acontecimento de hoje a noite tudo que eu mais queria nesse momento era fugir para bem longe, mas eu não poderia voltar atrás agora poderia? , então era respirar fundo

1...2..3 conto mentalmente para que meu coração se acalme ,não funciona

Contar ate 3 foi uma tática que arranjei de não pirar, mas não estava funcionando

''conte de novo musa'' uma voz família porem que eu ja não mais identifico fala como um sussurro, de quem seria?

1..2..3 ,conto mais uma vez com os olhos fechados, a minha mão pausa no meu peito como se eu quisesse conversar com meu próprio coração,

''mas uma vez'' a voz volta novamente para sussurrar, meu peito dói então conto de novo

1..2...3 ,dessa vez sussurro

o vento frio da noite batiam na janela assustando-me ,abro os olhos para encarar as cortinas de tecidos finos balançando de um lado para o outro seguindo o ritmo que o vento lhe trouxe

provavelmente os animais noturnos ja começam a aparecer na floresta escura que próxima a casa, ao julgar pela coruja branca que ja dava o ar de sua graça perto de uma grande arvore que ficava nos fundos da casa

o som de grilos cantando ao pé da janela de madeira podre que estava no quarto que agora eu estava hospedada me deixavam mais nervosa do que eu ja estava se bem que não sei se isso é possível ,alguns vagalumes apareciam para dar boas vindas a noite fria que ja tomava seu devido lugar, a enorme lua brilhando la em cima me trazia lembranças dolorosas

voltei minha atenção para dentro do pequeno quarto meus olhos focaram-se somente no teto mofado com milhares de teias pelos cantos ,uma aranha pequena de um cor escura resolveu me fazer companhia se aproximando mas um pouco da cabeceira da cama ,me olhando la de cima com seus oito olhos ,um ser vivo interessante. Pequenos pelos em seu corpo com oito perna e oito olhos, curioso e ao mesmo tempo assustador

suspirei e virei um pouco o rosto para observar o vestido azulado com pequenas pedrinhas brancas junto a mascara delicadamente colocados sobre a cama onde eu me encontrava ,meu rosto ja estava voltando ao normal, sem aqueles hematomas que eu tinha oque era bom, tres semanas haviam se passado ,desde que Riven me ''salvou'' é salvamento quando a pessoa espera algo em troca? e quando é algo que pode arriscar sua vida?

eu ainda me lembro de cada palavra

Flashback on

 

O clima do quarto estava pesado, Meus olhos focados em Riven que olhava agora suas próprias mãos mordendo levemente seu labio inferior, provavelmente pensando no que dizer

-o Príncipe Sky esta desconfiando que um reino vizinho esta nos traindo e planejando um ataque- Riven finalmente falou depois de meia hora olhando o além

-idai?- ergui uma sobrancelha confusa. a pergunta certa seria ''oque eu tenho aver com isso'', afinal eu nem gosto desse reino

-Sky não é como o pai, ele é gentil e bondoso-Riven passou a mão pelos fios roxos de seu cabelos encarando o chão, mas seu foco foi mudado para mim no momento que murmurei um ''ata'' - estou falando serio

-ta, o príncipe ai desconfia que o reino sera atacado, mas por quê?-perguntei cruzando os braços

-Sky ouviu o conselheiro falando 'senhor, por favor, pense melhor, se descobrirem sobre seus planos nossa aliança ja era''- Riven respondeu voltando sua atenção para o chão como se pensasse em algo

-so isso?-suspirei, quem diabos imagina uma traição so com isso? acho que esse príncipe anda exagerando um pouco

-esse rei é conhecido por tomar reinos a força, porem o rei não acreditou em Sky alegando que o filho so estava lendo contos de fadas de mais-Riven olhou para mim apoiando a mão na cama e se aproximando de mim-porem oque eu quero que você faça é o importante

-e-e oque seria?-gaguejei um pouco e tenho quase certeza que fiquei vermelha, oque obviamente fez Riven rir,eu odeio esse cara do fundo do meu coração

-sky me pediu para investigar o reino, na verdade ele cismou que iria espionar mas não posso colocar a vida do príncipe em perigo, por isso me ofereci para espionar para ele -Riven deu uma pequena pausa ,acho que para ter certeza que eu estava escutando, fiz um sinal para que ele prosseguisse e ele continuo- mas o rei ja me conhece não posso entrar la sem mais nem menos, e é ai que você entra

-oque quer que eu faça? -indaguei observando Riven que deu um sorrisinho de canto

-quero que vire a criadinha do rei e descubra que diabos ele esta tramando-Riven falou maliciosamente antes de dar de ombros e juro por deus que por um triz eu não dei um soco bem dado naquele rostinho perfeito

-se foda Riven! oque acha que sou?-espera... eu realmente fazia isso antes não me admira que ele pense que sou uma vadia ou algo assim, mas mesmo assim eu não vou invadir reino e ser nada de ninguém so por que o bonitão do príncipe resolveu bancar o detetive

-se acalme garota, não to pedindo para você transar com ele, eu não deixaria isso acontecer-revirei os olhos porque sabia exatamente o porquê ele não deixaria e riven continuo- so quero que espione ele para mim, você é jovem, bonita e tem uma voz bela ,ele ficara encantando

-ta,e se ele tentar algo?-perguntei ignorando todo o elogio e Riven manteve seus olhos fixados nos meus, esses olhos...eles são tão...nostálgicos

-eu estarei la para te proteger -ele respondeu pegando minha mão me fazendo olhar confusa -eu prometo

-quando será isso?-soltei rapidamente minha mão da dele e abaixando meus olhos para o nada

-deve demorar um pouco para te por naquele maldito castelo, daqui a três semanas acontecera o baile, sera o tempo para você se recuperar e memorizar o plano, explicaremos o plano a Sky ,mas obviamente tenho que te apresentar a ele antes, então pedi a flora para trazer seu vestido, provavelmente você so ganhara a confiança do rei depois de um tempo, umas 2 semanas talvez ja que ele gosta de garotas jovens e bonitas

-espera , espera, vestido? ta achando mesmo que eu vou naquela festa?- não que eu estivesse sem vontade de ir ao baile real, desde muito pequena esse é o meu sonho , acho que qualquer dama do reino sonharia em entrar naquele castelo e ter sua noite de princesa, mas se o dono do bar me ver vai contar a todos sobre mim e se o rei descobrir sobre mim...

-você vai!-Riven confirmou serio, mas logo abriu um sorriso-ou você vai me dizer que não sabe dançar ou algo assim?

-calado!! não é por isso eu so...-acariciei o machucado no meu braço que um dos ''amiguinhos'' do dono do bar fez enquanto o apertava para me manter parada naquele chão imundo. Riven deve ter notado que eu estava na verdade com medo, medo de que me machucassem de novo ou pior, machucassem Tecna ou Layla

-Musa-Riven segurou gentilmente meu queixo me forçando a encara-lo -eu não vou deixar ninguém tocar em você

-não preciso de sua proteção-olhei para o chão e Riven se afastou um pouco. não sei oque deu nesse garoto para do anda ser tão carinhoso comigo, mas eu não irei cair nessa nem ferrando

-durma um pouco musa-ele levantou da cama, ergui os olhos para encontrar os de Riven que pareciam estar distantes -amanhã irei voltar para lhe explicar o plano, não tente fugir a menos que queira ser morta

-certo-murmurei e ouvi um ‘‘ boa noite'' vindo dele antes que o mesmo fechasse a porta me deixando ali olhando o escuro. Esse garoto é bipolar ou oque?

mas oque esta me deixando confusa é esse plano totalmente sem sentido, o principe desconfia de algo e Riven resolve que é muito normal arriscar sua vida, e a minha para satisfazer a curiosidade do mimado?

ah fala serio, se esse maluco não me deixar em paz depois que isso acabar e não cumprir oque prometeu, vou fatia-lo e comer no meu jantar, se bem que deve ter um gosto péssimo, eca

como esse Sky deve ser? Provavelmente um príncipe que se acha, é ganancioso, besta e muito mimado, ri com meu pensamento deitando novamente na cama.

 

Flashback off

 

 

ja se passaram 3 semanas...

e nessas 3 semanas eu me escondi nessa casa ,ajudando no que fosse necessário, vez ou outra quando a noite chegava e Riven ja havia voltado ao castelo e a senhora estava dormindo

eu saia para entrar na floresta. as vezes ia ate perto do bar porem nunca tive um pingo de coragem de entrar, so ficar observando as meninas dormirem pela janela ja me tranquilizava

depois da nossa conversar, Riven vinha todos os dias as vezes parar trazer alimento e tecidos para a dona da casa que a proposito havia sido muito gentil comigo, ela evitava perguntar sobre meu passado ou por que eu estar fugindo,me pergunto se ela soubesse que sou uma fada, sera que ela seria tão gentil?

 eu aprendi muitas coisas com essa senhora cega ,como costurar, cozinhar e ate mesmo cuidar de plantas, e nunca entendi como uma senhora que não enxerga nada além de borrões conseguia cuidar tão bem de plantas

 Ela me contou muitas coisas também, historias do reino, como as fadas conviviam em harmonia com todos ate a chegada do antigo rei

Descobri que ela tinha 4 filhos todos homens e todos mortos no campo de batalha, sobre como se apaixonou mas foi abandonada pelo marido quando ficou gravida do primeiro filho

 a única coisa que ela não me contou era como acabou perdendo sua visão

por que de acordo com suas historias, ela conseguia enxergar ate certa idade ,eu não insisti muito no assunto, não era da minha conta

Riven vinha a noite ate meu quarto muitas vezes para nada ja que  o mesmo havia me explicado o maldito plano varias vezes, e não estou brincando, ele repetia o mesmo plano varias e varias vezes

 No começo eu me mantinha afastada, desconfiada e era totalmente rude com ele, porem com o passar do tempo acabei cedendo

Então resolvemos tentar pelo menos não discutir, oque era bem difícil por que Riven conseguia ser totalmente irritante quando queria e muitas vezes acabávamos brigando

Mas na maioria do tempo conversávamos olhando as estrelas pela janela, algumas vezes ate íamos para perto da floresta escura, deitávamos no chão e ficávamos em silencio ouvindo os pequenos barulhos que os animais e as arvores faziam.

Amigos? não diria amigos, eu tinha uma divida com ele e tinha que pagar, simples assim

O baile aconteceria hoje a noite, um baile de mascara para celebrar sei lá oque ,Flora também vinha me visitar algumas vezes, porem so para me medicar ou falar coisas aleatórias sobre solaria e sua terra natal que eu não consigo gravar o nome

Eu temia por Tecna, Layla e as outras garotas, oque o dono do bar estava fazendo com elas? Mesmo que elas parecessem bem ...eu sentia que algo estava errado

O sentimento que crescia em meu peito a cada segundo que se passa aproximando a hora do baile, medo de encontrar aquele velho maldito, medo de dar algo errado.

Meu coração agora novamente palpitava ,aquele sentimento ruim tomava conta do meu corpo fazendo um angustia apertar meu peito

Nada podia dar errado não é? Riven havia me explicado o plano tantas vezes que eu praticamente sabia tudo de cor então por que, por que esse medo? por que esse sentimento ruim

Meus olhos estavam pesados, mas eu não era sono. Estava cansada porem mentalmente, as luzes dentro do quarto incomodavam meus olhos

Então novamente ouvi aquela voz ''vamos la Musa, conte de novo''

Fechei os olhos, contando mentalmente.

1...2...3

silencio ,um estranho silêncio, meu coração estava acelerado, eu ja podia ouvir o sino tocando, o baile estava próximo

 

''acalma-se conte de novo '' a voz novamente vem mais alto agora.

1....2...3

''vamos la musa, mantenha a calma'' eu reconheço essa voz...de quem é? Quem é? Quero perguntar. Minha voz não sai, ouço meu coração batendo ,a voz esta ficando mais alta, posso claramente ouvi-la agora

ouço duas batidas na porta, sera que é um sonho?,

1...2...3

Respiro fundo contando, ‘musa abra os olhos,'' a voz esta ficando mais baixa, esta se afastando. Essa voz...de quem é?

Mas duas batidas

Abro os olhos encarando a porta, agora tenho certeza, não é um sonho

Espero um pouco encarando a madeira

O silencio permanece

Fecho os olhos novamente, imaginação? Devo estar enlouquecendo

Conte de novo musa, você precisa manter a calma, penso respirando fundo.

1...2...3

Mas 3 batidas seguidas de um ''estou entrando''

Abri meus olhos novamente, para encarar Flora parada na porta, seus olhos verdes me encaravam, pura preocupação estampado em seus olhos, se ela ja estava aqui significa que o baile ja iria começar e me atrasar esta fora de cogitação, meu coração aperta respiro fundo e fecho os olhos mas uma vez e torno a contar

1...2...3 ,preciso manter a calma

 

apoio os cotovelos na cama erguendo meu corpo para finalmente sentar na cama ,observo meus cabelos agora não tão longos caírem sobre meu ombro quando Flora puxa a fita amarela que o mantinha preso

-esta pronta?-sua voz vem suave ergo meus olhos para encara-la e respiro fundo novamente

Conte mais uma vez

1...2...3

Levanto completamente e pego o vestido na mão Flora se aproxima me ajudando a vesti-lo

é realmente bonito, azul assim como meus cabelos pequenas pedrinhas brancas e brilhantes se destacam em meio aos tecidos, voltei minha atenção a flora senti suas mãos delicadamente param em meu rosto acariciando-o ,seu sorrio vem triste talvez seja doloroso para ela ,Flora é boazinha de mais  jamais me mandaria para uma missão suicida como essa ,mas se esse for o preço apra viver em paz ,eu não vou hesitar em cumprir

 ela se senta comigo na cama e passa o batom vermelho em meus lábios com um pequeno pincel ,levantamos novamente segurando a mascara ,azulada com duas pedrinhas brancas suspiro e a coloco, flora coloca a dela e vira novamente para mim

-prometa que vai tomar cuidado-ela segurou minhas mãos me olhando fixamente

-eu prometo

 minha boca ainda tinha o mesmo gosto amargo quando flora abriu a porta do quarto, dando passagem para que eu passasse

a senhora conversava com uma de suas plantas, ri levemente daquilo, ela dizia que plantas eram como filhas para ela, estranho bom cada um com seu gosto

Riven estaria me esperando em frente ao castelo para me levar ate Sky antes da festa ,por isso flora me acompanhava ,falávamos pouquíssimo ate a carruagem de solaria que iria nos levar

e quando entramos o silencio tomou conta do clima por quase todo o caminho e estava me deixando em um estado pior, ate que finalmente cortei fazendo uma pergunta que eu sabia que não deveria

-flora, você nunca me contou, e sei que não é da minha conta mas...por quem você esta apaixonada?

-o-oque? Do que esta falando?-flora desviou o olhar para o nada levemente corada

-ava, você me falou uma vez que tinha outra pessoa que tinha seu coração ,quem é?

flora ficou surpresa talvez pela minha memoria mas logo deu um sorriso triste

-ele é...um Duque de um dos reinos vizinhos de solaria, eu o conheci em uma reunião, ele era tão lindo e gentil e desenhava tão bem talvez tenha sido amor a primeira vista

-e oque aconteceu?-perguntei interessada mantendo meu olhar fixo em flora

-ele é ...muito diferente de mim, afinal ele é um dos mais importantes generais da coroa ..e eu sou so uma dama de companhia, uma serva qualquer

-não é assim! você é uma medica incrível e uma das melhores pessoas que eu ja conheci, se ele não quis ficar com você por causa de um titulo ele que é muito idiota

-obrigada musa...-flora sorrio gentilmente -espero que você também siga esse conselho

-do que esta falando?-perguntei confusa e ela riu baixo

-nada, olha ja chegamos-ela apontou para o enorme castelo rodeado por enorme muros e roseiras,

-é...chegamos

 

assim que saímos da carruagem ,Riven veio ao nosso encontro estava segurando sua mascara nas mãos seus olhar não parecia la muito confiante ,flora foi a primeira a descer logo a acompanhei mas ao pisar naquele chão o sentimento ruin voltou com tudo e dizer que eu estava com medo realmente seria muito pouco

eu estava entrando em pânico, minha garganta doia, o ar não ia para os pulmões, estava ficando sufocada

''conte musa...'' a voz veio baixinho ao meu ouvir como um sopro do vente

1...2...3..,contei e finalmente olhei para Riven que me olhava preocupado

-você esta bem?-flora perguntou antes que ele abrisse a boca tocando levemente em meu ombro

-estou sim obrigada-sussurrei e logo voltei a minha atenção a Riven que colocava sua mascara

-sky ja esta nos esperando -ele disse calmamente

-eu tenho que ir ate Stella-Flora falou me olhando preocupada-boa sorte querida

-obrigada- murmurei, eu realmente vou precisar.

-então ...vamos?-Riven estendeu a mão para mim e sorrio.

-vamos ne..-segurei sua mão e seguimos para o castelo, a cada segundo eu olhava para os lados, talvez Riven tenha notado minha insegurança por que logo disse

-vamos pelos fundos.

otimo, pelo menos ninguém me notaria bom é oque espero.

Fomos calmamente ate os fundos do castelo que céus deu uma boa caminhada, que castelo tem um jardim tão grande?

Riven olhou em volta antes de abrir a porta que dava para uma enorme cozinha,uma garota de cabelos ruivos conversava animadamente com um loiro

-príncipe Sky-a voz de Riven fez o loiro levantar rapidamente -essa é a garota que lhe falei

-majestade-fiz uma reverencia e o loiro riu

-não precisa fazer isso Musa,-ele se aproximou de mim com um sorriso ate exagerado-pode me chamar so de Sky

-okay...sky

-bom acho que Riven ja lhe explicou todo o plano certo? não pude deixar de ficar surpreso quando ele me contou que você havia topado

-eu não tive opção-respondi olhando para Riven que so deu de ombros

-não vou mentir para você Musa, isso vai ser muito perigoso então se for dar pra trás essa é a hora-Sky me olhava serio com as mãos em meus ombros

-ja que cheguei ate aqui...vou seguir em frente-também eu preciso salvar Tecna e Layla

-certo então vamos começar os preparativos-Sky voltou a se sentar e abriu um enorme mapa na mesa que mostrava todo o interior de um castelo, me pergunto onde ele achou isso.

 

 

~~//~~//~~

 

 

 

 

As luzes do salão iluminando o príncipe fazia o local onde o resto dos convidados dançavam ficar com uma luz um pouco mais escura para que a dança real tivesse destaque

Todos dançavam calmamente, o sorriso de Sky era enorme ao conduzir a dança grudado a ruiva que parecia hipnotizada pelo príncipe, era tão claro que eles se gostavam, chegava a ser hilário o fato de que ele se casaria com a princesa de solaria que no momento dançava alegremente com um dos guardas de Sky, Brandon se não em engano

eles pareciam felizes, apaixonados eu diria, sorri involuntariamente ,talvez o meu sonho, como de qualquer pessoa seja achar o amor de sua vida, porem para nos fadas os sentimentos como amor e felicidade não existem mais, oque torna meu sonho impossível

-você sabe oque deve fazer não?-Riven me trouxe de volta a realidade enquanto conduzia a dança focando seus olhos no meu

meus olhos foram de Riven para o alvo que dançava com uma moça bem bonita ate, alguém de solaria provável, pela sua pele bronzeada ela claramente seria de la

-musa-Riven apertou minha cintura me fazendo voltar o foco a ele-qualquer deslize e tudo ja era ,e muito importante que você saiba oque tem que fazer

-você repetiu a mesma coisa três vezes-murmurei quando ele me virou de costa para si com uma mão em minha cintura e a outra segurando minhas mãos mantendo os passos

-sei disso-ouvi sua voz próxima ao meu ouvido me fez arrepiar ate a alma - porem..

com um rápido movimento ,ele me pegou em seus braços me carregando coloquei meus braços em seu ombro quando ele me girou

-quero que tudo seja perfeito-ele me girava devagar mantendo seus olhos em mim ,pude repara melhor em seu rosto ,ele era ate bonito ,seu rosto era pálido de mais, dava para ver alguns veias em sua bochecha descendo para o pescoço muito provável que as pálpebras também tivessem algumas mas que perdiam a devida atenção por seus cílios longos e negros que destacavam os olhos de um ton lilas que era a única coisa que se destacava mais do que sua mascara azul escuro, oque era isso ? par com o meu?

reparei em seu  nariz era longo porem fino quase feminino oque não combinava nada com  suas sobrancelhas grossas de uma estranha cor roxo escuro  as maças de seu rosto estavam levemente coradas, a boca parecia ressecada ,que ele insistia em passar a língua vez ou outra, mas ele era realmente belo.

um cretino, mais realmente belo

so notei que eu ja estava encarando-o de mais quando ele me me pos no chão me girando umas 3 vezes antes de me virar de frente para ele, segurar novamente em minha cintura com a outra mão apertando a minha e voltar ao passos

-não se preocupe-falei quando nos afastamos dois passos para trás ainda de mãos dadas ,antes de ele me puxar de volta o impacto de nossos corpo fez um arrepio percorrer meu corpo ,levantei minha cabeça para encara-lo, seus olhos estava semicerrados me observando, o encarei de volta e sussurrei calmamente-será perfeito.

-certo...-ele sussurrou se inclinando um pouco para frente, suas mãos apertaram novamente minha cintura de um modo possessivo ,fazendo meu corpo colar ao dele ,comecei a respirar de modo irregular meu coração parecia querer sair do peito

e ai a musica acabou. Nos afastamos um pouco, era como se tivéssemos saindo de um transe

-er..hora de por o plano em ação-murmurei me afastando dois passos dele

-sim...boa sorte-ele respondeu desviando o olhar para o nada

comecei a andar em direção ao rei ,Sky havia se aproximado da moça que estava com ele e a levado para longe

Agradeci mentalmente e apressei os passos ate o homem parando em sua frente e lhe dado meu melhor sorriso

-Olá majestade 


Notas Finais


então pessoas
eu não postei antes por que bateu aquela bad sabe? sorryyyy
enfim espero que tenham gostado
se quiserem deixar de ser fantasminhas nunca é tarde okay? ;)
agradeço os novos favoritos e a todos que acompanham essa fic
bom,beijo e ate o proximo cap S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...