História Save Me - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Joo Heon, Min Hyuk, Rap Monster, Show Nu, Suga
Tags Boyxboy, Bts, Jooheon, Joohyuk, Minheon, Minhyuk, Monsta X, Namhyuk, Namjoon, Rapmonster
Visualizações 18
Palavras 703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeong!! Desculpa a demora :)

Espero que gostem!!

Capítulo 4 - Direitos diferentes


Fanfic / Fanfiction Save Me - Capítulo 4 - Direitos diferentes

Acordo mais cedo do que o habitual, tomo um banho, visto uma roupa qualquer até a hora do trabalho. Dou uma arrumação rápida na pequena casa onde moramos. Namjoon chega quando estou aprontando a comida e me puxa para si. Me solto dele.

-De novo isso? - diz arrastado.

-De novo!? Onde estava Kim Namjoon?! Você... - cheiro ele - Não acredito...

-PARA DE ME CONTROLAR! MAIS QUE INFERNO!

-INFERNO NAMJOON!? VOCÊ PODE SAIR SEM ME DIZER ONDE VAI E EU TENHO QUE FAZER, PORQUE? - sou puxado pelo cabelo e jogado contra parede.

-Acho melhor você falar baixo comigo. Quem manda nessa porra aqui sou eu, cala a boca quando eu falar com você - diz segurando meu maxilar.

-Namjoon... - ele aperta mais me machucando - Está doendo.

-É pra doer mesmo! Está precisando levar um castigo. Não interessa a você onde fui, onde estive, o que fiz ou com quem estive. Sua obrigação está dentro dessa casa, seja uma boa dona de casa e não terá consequências. - diz olhando em meus olhos já marejados pela dor em meu maxilar, que é solto segundos depois. Engulo minhas lágrimas quando ele me lança um olhar intimidante. Eu só sirvo pra dona de casa? Isso machuca muito vindo dele. - Eu tô com fome, vou tomar banho e já volto pra comer. - diz se retirando. Meu Deus, poderia doer menos... eu o amo demais para ser machucado desse jeito.

Preparo o café da manhã feito de sereais e um copo grande de milkshake pra ele que não demora a aparecer se sentando à mesa. Limpo as coisas que sujei.

-Isso está horrível! - exclama jogando o prato e o copo longe, respiro fundo fechando os olhos. Me ajuda Deus, porque de difícil já basta respirar. - Tem algo que você faça de bom?! Agora vou ter que comer na rua também? Além de não suportar dormir do teu lado, nem a comida presta!

-Tem macarrão instantâneo, se quiser.... - sou acertado com um tapa forte no rosto, o que me faz cambalear um pouco pro lado.

-Aprende a ser uma mulher descente antes de me cobrar algo - cospe. Me ergo novamente sentindo meu rosto latejar no local atingido. - Nem uma comida sabe fazer, que tipo de mulher você é?!

-Me desculpe - peço baixo.

-Quantos pedidos de desculpas serão necessários pra você fazer algo descente? HM?!

-Não vai se repetir.

-Eu acho bom que não se repita, não quero ser obrigado a tomar uma atitude.

-Que atitude? - olho pra ele.

-Cala a boca, Minhyuk, antes que eu perca a cabeça. - se retira da cozinha me deixando com minha dor. Por um momento eu sempre acredito que algo nele possa mudar, seus novos amigos transformaram-no no que ele se tornou agora, além das porcarias que ele usa e quase sempre o faz descontar toda sua raiva que sente da vida em mim. Hoseok e Jimin tentaram conversar com ele mas... o efeito foi nulo, graças a isso, seus únicos amigos no momento são Hoseok, Yoongi e Taehyung. O restante, as novas amizades fizeram questão de afastá-los.

Respiro fundo. Que tipo de ser humano sou eu que não consigo mudar meu próprio marido? Eu não sei ao certo em qual momento eu o perdi, mas não sei se posso resgatá-lo disso, eu ao menos sei se ele ainda me ama. Limpo minhas lágrimas enquanto limpo também a sujeira que ele fez na cozinha. Ao terminar, corro pro banheiro tomando um banho rápido, me arrumo e volto a cozinha, faço algo rápido novamente pra ele não ficar com fome. Vou pro quarto deixando um beijo em sua testa e parto rumo ao trabalho.

Eu sei que eu o amo e prometi ficar com ele até o "que a morte nos separe", mas eu quero que ele aceite sair disso o quanto antes. Eu não preciso de juras de amor, de flores (apesar de nunca ter ganhado), de jantar em restaurantes caros e serenatas... eu preciso apenas de Namjoon ao meu lado como no começo, o meu Namjoon com quem aceitei me casar e me jurou amor eterno.

Não quero acreditar em lendas de crianças que dizem que: quem jura, mente.


Notas Finais


Namjoon é muito injusto!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...