História Save me - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Bts, Drama, Jimin, Luta, Mma, Romance
Visualizações 2
Palavras 808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Drama (Tragédia), Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cap II


Fanfic / Fanfiction Save me - Capítulo 2 - Cap II

A luta do Jimin foi a última da noite, então quando finalmente ele regressou á nossa beira já a multidão se tinha desfeito.
Vinha com a sua toalha ao pescoço juntamente com a medalha que acabara de ganhar.
O Jun subiu ás suas costas esfregando o seu cabelo para trás e para a frente
-Foi lindo! – disse Jun empolgado.
-Obrigada – Jimin sorriu – agora sai de cima de mim se não quem vai lutar comigo a seguir és tu.
-Pa… parabéns – disse baixinho sem grande esperança que ele me ouvisse
-Obrigada – respondeu ele desviando toda a sua atenção para mim.
Para festejar a vitória do Jimin  fomos todos até um bar, o que não foi de todo uma situação agradável para mim.
Não gosto de estar em bares, sinto-me sufocada no meio das pessoas.
Poucos minutos após chegarmos ao bar vi que o telhado era de acesso ao público e que ninguém estava lá, vi aí a oportunidade perfeita para apanhar um pouco de ar e contemplar as estrelas. Debrucei-me sobre as grades que protegiam aquele local e inspirei o ar puro da noite que agora era bem mais fresco do que quando estava em casa.
A Jinjoo subiu pouco depois de mim e sentou-se ao meu lado
-Porque é que estas aqui sozinha?
-Quis apanhar um pouco de ar. Jinjoo… o que é que tu sabes sobre o Jimin que te leva a pensar que ele não seria bom para mim? Só pergunto por curiosidade… - perguntei  
-O Jimin tem um passado complicado. Ele foi um filho indesejado, e quando os seus pais tiveram de o criar viram-se presos em dividas e problemas. O seu pai tinha problemas com álcool e um dia a sua mãe decidiu fugir de casa nunca mais voltando. O pai dele culpou-o do que tinha acontecido e abandonou também quando ele tinha 15 anos, foi aí que ele começou a praticar mma, para ter uma maneira de se defender no mundo onde foi deixado sozinho e indefeso.
Fiquei perplexa ao ouvir a sua história de vida. Não queria acreditar que aquele rapaz que parecia tão feliz tinha uma história tão trágica.
-Mas ele parece tão feliz, nunca imaginaria que teve esse passado – comentei
-Ele disfarça bem. Apenas o Jun sabe da história dele porque o conheceu quando ele ainda era novo. Por causa do que lhe aconteceu ele não acredita no amor, nunca recebeu carinho nunca foi amado por isso não sabe ser carinhoso e não sabe amar. Tudo o que ele faz é encontrar uma mulher que lhe interesse “comer” e depois de ter o que quer nunca mais falar com ela na vida. É por isso que eu não te quero perto dele entendes? Tu és linda, eu tenho a certeza que ele já tem segundas intenções contigo…
-Eu vou ter cuidado – disse eu – obrigada por me teres contado. Acho que vou para casa…
-Eu levo-te – disse ela
-Não, eu ligo ao meu pai! Diverte-te – forcei um sorriso
 Não posso negar que toda esta conversa me deixou triste e revoltada … e a única coisa que eu sei agora é que tenho de me manter afastada dele.
Desci as escadas passando novamente pelo barulho ensurdecedor do bar.
-Já vais? – perguntou o Jimin agarrando-me o braço
-Sim – respondi acelerando o ritmo dos meus passos  
-Eu levo-te a casa – sorriu para mim
-Não preciso – respondi de maneira objetiva
Saí fora do bar e senti o vento fresco arrepiar a minha pele
Ele segui-me colocando o seu casaco sobre as minhas costas e abrindo a porta do seu carro que estava estacionado mesmo á frente do bar
-Jimin não precisas a sério – insisti
-Não te vou deixar sozinha, entra no carro – insistiu ele ainda mais
Decidi ceder e entrei no carro explicando-lhe as direções para a minha casa. Apesar do trajeto ser rápido a viagem pareceu longa
-Obrigada – abri a porta do carro e ele voltou a fechar
-Não mereço um beijo de agradecimento? – disse ele mordendo o seu lábio
Fiquei imediatamente corada e sem reação. Ele puxou-me ate ele colando os seus lábios no meu pescoço e a mão por dentro da minha camisola. O meu corpo arrepiou-se como nunca antes, mas a minha cabeça rapidamente levou-me a reagir. Empurrei-o e dei-lhe um estalo sem pensar duas vezes.
-És um parvo! – gritei saindo do carro e correndo na direção da minha casa
-Nara espera! Desculpa eu pensei que também quisesses – disse ele enquanto saía do carro
-Vai-te embora, eu não te quero ver mais- bati a porta de casa não o deixando entrar e cai de joelhos no chão limpando as lágrimas que me desciam pelo rosto.
Senti-me enganada e o pior de tudo é que mesmo tendo conhecido o Jimin naquela noite e por mais que o quisesse odiar eu não conseguia… Lá no fundo eu senti que o tinha de salvar.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...