História Save Me From The Dark - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lana Parrilla, Once Upon a Time, Sean Maguire
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Roland, Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Outlaw Queen
Exibições 228
Palavras 1.889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Caaaa estou eu novamente
Demorei?Talvez!
Mais um cap ai pra vcs cheio de emoções!
SE TIVER ALGUM ERRO ME DESCULPE POSTEI CORRENDO(futuramente serão corrigidos)

Capítulo 9 - Feito Animais!!!


Fanfic / Fanfiction Save Me From The Dark - Capítulo 9 - Feito Animais!!!

                                                                  "Não queria me rebaixar a ponto,mas você pediu."

-Tens tão baixa "Alto estima",a ponto de ter medo de me ver falando com teu noivo?-Perguntou Regina.

-Cale sua boca.E te ponhas em teu lugar.-Disse Zelena.

-E EU ME PONHO,SOU A RAINHA.TENHO DIREITO DE FALAR COM QUEM EU BEM ENTENDER.-Gritou Regina,seu olhar tinha fogo,tinha raiva.

Zelena passou a mão sobre seu lindo vestido verde,o acariciando;como se quisesse ter calma,porém, não era seu forte; logo acertou a cara de Regina,em um tapa na bochecha.

Ela virou o rosto,pela força do tapa,e quando seu rosto se virou novamente a frente,fitou Zelena,no fundo dos olhos.Fazendo-a se arrepender do feito. Ela se aproximou e prendeu as mãos no longo cabelo ruivo da outra,puxando-o com força.

-SOLTE MEU CABELO!!-Gritou.

Regina o puxou com ainda mais força,jogando-a no chão. Quando ela sentiu o chão contra suas costas,se protegeu, pondo seus braços a cima de sua cara. Regina se sentou sobre a barriga dela,enquanto tentava por tudo esbofetear a mulher que possuía a aliança do homem que ela possuía em sua cama.

X.X.X

-Sei,aqui assinamos um contrato,se algum reino te atacar,tenho a obrigação de lhe ajudar.-Graham disse assinalando o papel a sua frente.

-Já sofro a algum tempo ameaças,meu reino é grande e forte,cheio de riquezas naturais,o problema é: Se alguns de meus inimigos decidirem se juntar.E então ficará difícil de vencer.Sabes que este é o motivo pelo qual me caso com Zelena,preciso de algum tipo de segurança,caso algo acontecer tenho a quem recorrer.-Explicou-se.

-Sei sim.-Graham disse.

Ele passou o papel a Robin,então o loiro pegou a pena passando-a na tinta preta.

"Robin Raphael De Locksley."

Assinou.

-Me sinto honrado em saber que minha irmã se casara com alguém como você.-Graham disse.

Robin fechou os olhos.

"Mal sabes que todo o dia estou na mesma cama que tua mulher." Pensou.

E ali está um motivo pelo qual irá se arrepender de estar fazendo isso,ir embora, deixar Regina,não era algo que ele queria pensar,pois,não sabe como Regina se sente;mas ele sabe que irá sofrer,pois seu carinho por ela aumentava a cada segundo.

Então Robin simplesmente sorriu;se levantou e saiu da sala.

 

Depois de diversos tapas acertados no rosto de Zelena,a ruiva, virou ela,esbofeteando-lhe a cara. Regina passou com força às unhas sobre o rosto dela,com força,logo sentindo o sangue. ela gritou alto,e saiu de cima de Regina,pondo sua mão sobre o sangue.

A Rainha logo se levantou,a olhando. Mas enganou-se em pensar que a ruiva deixaria barato.Em uma espécie de pulo,foi acima de Regina,que tentou empurra-la,mas ela aprecia persistente,deu-lhe um tapa no rosto,forte a ponto de faze-la sentir o gosto do sangue.                        

 Logo após puxou os cabelos da Rainha,presos em um penteado ao topo da cabeça,em uma espécie de coque,porém, mais elegante.

Para a surpresa dela, o penteado tinha vários grampos finos,que espetou-lhe a mão o suficiente para que gotinhas de sangue surgissem em sua palma. Regina a grudou pelo rosto empurrando-a com violência até a parede,quando sua mão se fechou .Zelena apertou os olhos,esperando pelo soco que logo levaria em seu rosto.

Porém, ele não aconteceu. Quando seus olhos se abriram,Robin segurava o braço de Regina,impedindo-a de terminar.

-Regina,pare!-Falou ele, com  calma.

-ME SOLTE!-Gritou Regina. Acompanhada de Zelena.-TIRE ESSA LOUCA DE PERTO DE MIM,MEU NOIVO.

Robin puxou Regina,com certa força,más sem machuca-lá.

-Me indigna ver duas damas a tapas,como dois animais brigando por sabe se lá Deus o que.Mas tenham certeza de que são animais irracionais diferente de vocês.-As repreendeu.

-Ela começou.-Disse Zelena,abraçando Robin, colocando seu rosto em seu pescoço.

 

Regina arregalou os olhos.-Naja mentirosa.-Regina disse.                                                                                                                                                    

 -Viu como ela me ataca?-Zelena perguntou.                                                                                                                                                                                

-Cale sua boca,ou então da próxima vez, vai perder sua cabeça!-Ameaçou Regina.                                                                                                      

-Parem vocês duas.                                                                                                                                                                                                                        

 -Olhe só meu rosto.Como irei me casar dessa forma?-Perguntou Zelena,com lágrimas se formando.

-Simples,não se case,faça melhor.Morra! Disse Regina,se retirando,indo em direção ao seu quarto,só orava aos céus que Graham não estivesse lá,queria um momento de paz.

Adentrou seu quarto,e logo em uma mesinha próxima avistou um bilhetinho.

"Olá meu amor,não sei bem que horas irá ver este bilhete,mas,como sabes bem,teu marido és um homem de muitas ocupações.Fui tratar de negócios com Robin,acho que irá demorar um pouco.("Pois já deve ter acabado."Pensou Regina.)E logo após irei ao centro principal de Sharrum Venator,alguns problemas estão a acontecer em nosso Reino,algo com protestos etc...Quando chegar farei questão de lhe passar todos os avisos e afins,como Rainha merece saber.Temo demorar e não voltar para o almoço,não me espere.

                                                                                                                                                                      Beijos,Graham."                                           

-Maravilha-Disse Regina com um sorriso imenso no rosto.

 

 

De imediato que Robin deixou sua sala.Graham,foi ao encontro de suas carruagens,para fazer o tal encontro com outros tipos de" Governadores" Inferioes a ele,a respeito de protestos.

 

Regina tomou um logo banho de água gelada.Sentindo o alívio que um bom banho frio lhe causava após situações,"ruins."                            Colocou seu roupão preto,e foi em direção ao seu espelho,felizmente nem uma marca em sua cara,diferente de Zelena. Riu ela de seus pensamentos.

Observando seu reflexo perfeito. Correu como uma criança e pulou na cama,afundando o rosto em um travesseiro feito de penas de aves raras,macio e confortável.Nem se preocupou em se vestir a sensação de relaxamento foi se espalhando por seu corpo,enquanto seus olhos iam se fechando.Não para dormir apenas para descansar.

Escutou a porta se abrir,passos do que julgava ser um homem.

-Graham?

Nem uma resposta. Graham e mais uma de suas brincadeiras.

Regina não se deu nem o trabalho de olhar ao lado,quando sentiu a cama se afundar ao seu lado.

-Achei que ia ao centro.

Mais uma vez nem uma resposta.

Com o bumbum pra cima,e barriga encostada com a cama,Regina decidiu ignorar a suposta presença de Graham.

Até sentir aquelas mãos subirem desde sua canela e coxas desnudas até sua bunda,tapada pelo roupão.

- Robin?-Sabia exatamente quem tinha aquela toque.

Se virou o encarando,encontrando-o deitado de lado com um sorriso brincalhão.

-Oi...-Disse ele.

Regina empurrou a mão dele,o olhando brava,e se virou ignorando a presença dele.

Ele sabia que ela estava brava.

Robin se sentou,pegando o longo cabelo,esparramado pelas costas,colocando-o ao lado. Passou a distribuir beijinhos pelo pescoço dela,que nem se movimentou. Robin passou a lamber e dar mordidinhas.Mas nada,ela continuava dura,sem nem se mostrar abalada com os toques.

Sem parar com os movimentos de sua boca,as mãos dele  desceram para um dos seios dela,apertando um pouco,sobre o tecido do roupão. Desceu um pouco a mão,desfazendo o nó que prendia a roupa,pode voltar a tocar os seios dela,agora desnudos.

Escutou-a suspirar. Ali estava um começo.

Robin a virou fazendo-a ficar de barriga pra cima. Abriu completamente o roupão,deixando todo o corpo dela a mostra. Se colocou em meio às pernas dela,e ela continuava imóvel.

Colocou uma das mãos na cintura dela,enquanto com a outra passou a acariciar o rosto.

-Não fique brava comigo.-Disse ele. Ela não respondeu.-Tu sabes o porque do que fiz,isso não significa nada!-Disse ele mas ela continuava brava.

 Robin se abaixou um pouco,lambendo a barriga dela,enquanto subia parando nos seios,onde os lambuzou de saliva,e abocanhou um,enquanto apertava o outro com a mão,passando o dedo pelo bico.

Sua boca chupava o seio dela,enquanto sua língua rodeava o bico,vez ou outra mordia.

-Ooh-Escutou deixar os lábios de Regina. O prazer já a consumia.

-Quer me ter aqui?Na cama de meu marido?-Perguntou Regina.

-Não...-Respondeu ele,parando tudo.

Regina empurrou Robin com o pé um pouco,para conseguir sair de seus braços.Levantou-se dá cama,deixando cair ao chão o roupão,continuou a andar nua,porém,sem nem uma vergonha.

 Foi em direção a cômoda que tinha sobre ela um lindo espelho de uma moldura trabalhada.

Ficava um pouco a frente da cama.

Ela parou em frente ao objeto,olhando seu reflexo. Pegou seu cabelo,o juntando em um "rabo de cavalo",jogando o para a frente de seu ombro,fazendo-o ficar um pouco sobre seus seios.

Apoiou suas mãos no objeto,e se inclinou um pouco,fazendo sua bunda ficar empinada.

-Não estou mais na cama de meu marido-. Robin sorriu,adorava o jeito de Regina.

Enquanto o loiro se levantava,abrindo sua calça.A morena abaixou sua própria mão em direção ao seu sexo,afundo seu indicador em sua entradinha.

-Robin.-Gemeu ela.

Fazendo-o paralisar,ela estava se tocando em sua frente,gemendo seu nome.

Desistiu imediatamente de abrir sua calça e foi em direção a morena.Juntou seu corpo ao dela.Fazendo a sentir em sua bunda a ereção dele.

-Deixa que eu lhe ajudo!-Disse ele,deslizando a mão sobre o abdômen dela,retirou a mão dela,e direcionou a sua boca,chupando-lhe o dedo.

Voltou com sua mão na intimidade dela,penetrando-a com dois dedos sem nem uma cerimônia.A morena estava molhada o suficiente para ele. Começou a fazer movimentos de vai e vem com força dentro dela,escutando-a gemer.

-Tire esse dedo daí,eu quero...Outra coisa.-Disse ela,tão baixo que custou a ele entender.

Retirou o dedo dela,e foi deslizando para cima até pegar um dos seios dela. Apertando-o enquanto com  um pouco de dificuldade ele retirou sua intimidade de dentro da calça,e sua blusa de botões ,pois o calor já era mais que incomodo.

Regina viu pelo reflexo do espelho,ele direcionando a intimidade para sua entradinha.Enquanto inconscientemente ela empinava a bunda.

Assim que ele colocou na entradinha dela,deslizou as mãos para os seios dela,e penetrou.

Degustando não só da sensação maravilhosa,como também dá feição de Regina. Começando a suar,com os olhos apertados e boca entre aberta. Passou a se movimentar dentro dela,lentamente.

Quando a acertava fundo,mesmo lentamente.Um gemido escapava da boca já aberta.

Quando ele passou a ir mais forte,a morena abriu os olhos começando a rebolar,o acompanhando.

-Robin.-Gemia entre os resmungos.

-Isso!

As mãos de Regina,apertavam com força o pequeno móvel,vez ou outra arranhando. Robin a estocava cada vez mais fundo,enquanto beijava o pescoço da morena,barulhenta.

Graham não estava,então ela se sentiu confortável o suficiente para fazer seu pequeno escândalo de luxúria.

Pois mesmo que mordesse seus lábios fortemente para não gemer,mas Robin a estocava em pontos prazerosa de mais para a rainha se segurar.

-Robin,me beije!-Mandou Regina,porém com a posição que se encontravam era difícil.

Então o homem a virou,encostando seus corpos.Regina logo sentiu a falta dele,em meio suas pernas.Porém não pensou muito,logo o loiro a prendeu em um beijo.

As unhas da rainha logo se cravaram no pescoço dele,que nem resmungou.

Puxou as pernas dela,que envolveu-as em sua cintura.

Sem que o beijo se cessasse, ele caminhou com ela,até o tapete ao lado da cama,a deitando,encaixando sua intimidade nela novamente penetrando-a sem delongas.

-Regina.-Gemeu Robin,com a voz rouca carregada de prazer.

A rebolada que a mulher dava,seu charme,sua voz,tudo.O deixava insano.

Regina arranhava as costas dele,sentindo-o ir fundo. Não conseguia nem ouvir os barulhos de seus próprios gemidos,o som de suas peles se chocando estava cada vez mais alta.

Pois o homem ia cada vez mais forte. O prendeu mais uma vez em um beijo,só que dessa vez rápido.

-Eu amo seus lábios.-Disse ela,alto o suficiente para ele ouvir. O Rei,beijou-lhe a clavícula subindo para seu pescoço,até seu ouvido.

-Eu amo seu corpo,seu rosto,seus lábios,seu sorriso,seus olhos,sua voz... Disse ele,fazendo-a sorrir largamente. Porém sorriso desmanchado por um orgasmo a caminho fazendo-a entre abrir a boca gemendo alto o nome de Robin.

 

O mundo de Zelena caiu,seus olhos se encheram de água,assim que abriu a porta do quarto de seu irmão,podendo ver o amor de sua vida deitado ao chão tranzando com a mulher que ela mais odiava.Como um animal,gemendo o nome dela,e ela o dele,amando o corpo dela,como ele jamais fizera com o seu. -Robin.-Sussurrou ela,não podendo mais aguentar as lágrimas que agora desciam por sua bochecha avermelhada.

 


Notas Finais


E AGORA? A Zel vai foder com o otp tudinho contando pro Graham? OU....
NÃO SEI DE NADA
QUERO DIZER Q vai ter mt mt hot,pra vcs aproveitarem enquanto as coisas não estão feias!
GOSTARAMM?
BJKAS ATÉ O PRÓXIMO..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...