História Save Me From The Dark - Capítulo 20


Escrita por: ~ e ~NaomiAru

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Taekook, Vkook, Yoonmin
Exibições 122
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeoghaseo! Gente! Vocês são fofos! Cada comentário nos incentiva demais e os favoritos também. Bora pra mais um capitulo. Ps: estamos com vergonha O_o

Capítulo 20 - Just Kidding


Fanfic / Fanfiction Save Me From The Dark - Capítulo 20 - Just Kidding

P.O.V JungKook

 

                Depois do parque, eu e Tae voltamos para casa, então eu fui tomar um banho. Enquanto tomava meu banho eu havia tido uma ideia muito boa, iria trollar o TaeHyung, fingindo que estava me cortando, ele provavelmente ficaria muito puto.

                -Está rindo do que?

                -Nem estou rindo, impressão sua. – Eu disse, voltando a ficar sério.

                Ele entrou no banheiro e trancou a porta, quando eu me certifiquei que estava tomando banho, peguei uma faca na gaveta da minha cozinha. Fiz um corte bem levinho, só pra parecer que eu estava começando, então Tae sai do banheiro.

                -JungKook?

                Comecei a "chorar" (sim, eu consigo fingir um choro). TaeHyung correu para onde eu estava e falou desesperado:

                -Kookie! Por favor não faça isso.

                -Desculpa Tae, mas toda vez que fico com você eu me sinto culpado. – Comecei a soluçar. – Mas não quero te esquecer, fazer isso vai ser mais rápido e fácil para mim.

                -Não Kookie, por favor.

                Eu aproximava a faca lentamente de meu pulso, até que eu senti uma mão segurá-los e prende-los numa parede. Era a mão de Tae, que naquele momento estava me prensando na mesma.

                -Tae...Era uma brincadeira. – Forcei uma risada, pois aquela situação estava bem séria. – Eu não quero me matar, só estou te zoando...

                Tae não falava nada, apenas olhava meus lábios, ele não parecia triste, bem, eu não sei o que parecia, mas eu senti vontade de beijá-lo, e foi isso que fiz. Deixei a faca que antes estava em minhas mãos cair, então eu aproximei seu rosto do meu. Tae deu um beijo calmo em mim, provavelmente com medo de que acontecesse aquilo de novo, mas, eu não fiquei desconfortável como da última vez.

                Pedi passagem com a língua e ele cedeu, ficamos um pouco assim até vir a falta de ar, TaeHyung me olhava, dava pra ver que ele estava tentando se prevenir de fazer aquilo de novo, então eu me aproximei de  seu pescoço e comecei a beija-lo, Tae suspirava baixo.

                -Kookie... – Sussurrou em meu ouvido. – Eu não vou fazer nada que você não queira.

                -Tae, e-eu quero... – Falei com vergonha, TaeHyung sorriu.

                Ele me prensou mais ainda na parede, dessa vez, pegando as minhas pernas e levando-as para a sua cintura, e assim me beijando de um jeito afoito, ele segue o caminho para o quarto comigo em seu colo, dando beijos e chupões em meu pescoço. Ele me joga na cama, ficando por cima e apertando a minha cintura fortemente, seus olhos demonstravam desejo.

                -Está pronto?

                -É a minha primeira vez.

                -Vou ser cuidadoso, prometo. – Disse ele beijando minha testa.

   Eu fiz uma expressão envergonhada, Tae não ligou, apenas tirou a minha camiseta e a sua, dando uma mordida no meu lóbulo e descendo para o maxilar. Começou fazer várias marcas em meu abdômen, fazendo eu gemer baixo, ele dava um sorriso perverso.

   Pude sentir o seu membro roçando no meu, o que me deixava mais excitado, em um momento eu não agüentei e fiz ele ficar embaixo de mim.

                -TaeHyung, olha o que você fez... - Disse, me referindo ao meu membro que estava ereto.

   Ele mordeu os lábios, eu comecei a beijar o seu abdômen e fazer leves marcas, voltando a beijá-lo enquanto abria o zíper de sua calça e a tirava. Encarei seu membro por cima da boxer, lambi meus lábios e tirei-a.

Fiz movimentos rápidos de vai e vem, enquanto o olhava naquele estado, mordendo seu lábio, tentando se conter.

-Não se contenha TaeTae.

Após eu falar aquilo ele começara a gemer alto o meu nome, aquilo já era o bastante pra mim. Abocanhei seu membro, chupando rapidamente, o que fazia ele gemer mais e mais, até que se desmanchou na minha boca.

                Tae novamente assumiu o comando, ele tirou a minha calça e minha cueca de uma vez, se mostrando impaciente, masturbando o meu membro rapidamente, eu gemia alto, quando senti que iria gozar, ele parou os movimentos, me olhando com malícia.

                -Tae...

                -O que foi Kook? – Cheguei perto da sua orelha, sussurrando na mesma.

                -Vamos logo com isso.

                -Se você quer tanto...

   Ele colocou seus dedos perto de meu rosto, eu chupava-os, então ele enfiou um na minha entrada. Enfiou uma segunda vez fazendo movimentos de tesoura. Após isso ele me posicionou, fazendo o seu membro se encaixar na minha entrada e começou a estocar lentamente, eu gemia de dor.

                -M-mais rápido TaeTae.

                Suas estocadas se tornaram rápidas e prazerosas, nossos gemidos ecoavam pelo quarto, Tae começou a me masturbar conforme ia estocando, eu gozei no lençol e ele fez o mesmo dentro de mim.

  Caímos sobre a cama, ofegantes, eu o olhava sorrindo, e ele fazia o mesmo.

                -Kook... – Ele disse segurando a minha mão.    

                -Oi.

                -Sei que não é uma hora boa, mas, você quer namorar comigo?

                -É claro que eu quero Tae. – Disse o beijando calmamente. – Eu te amo.

                -E-eu também te amo. – Ficamos ambos corados.

                Ele me abraçou, fazendo cafuné na minha cabeça, e assim dormimos.


Notas Finais


Ai meu SeokJin! Que vergonha! Obrigado por lerem e até o próximo capitulo, bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...