História Save Me From The Darkness - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Originais
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Vampire
Visualizações 22
Palavras 652
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá novamente meus queridos,como prometido,aí está.

— Fanfic de minha total autoria,não roube o trabalho dos outros,plágio é crime.

— A história é baseada no shipper Jikook e tem os dois - Jeongguk & Jimin - como principais personagens do enredo. Caso você não goste do casal,não venha com xingamentos,apenas respeite e saia daqui.

— Comentários são sempre bem-vindos sendo eles críticas,elogios,chamadas de atenção...

Boa leitura queridos,

— Luna
✔ Capítulo Revisado

Capítulo 2 - 1.


Eu corria desesperadamente,não sabia o por que mas corria.

O espaço ao redor era um nada,era branco,vazio,mas mesmo assim ainda corria sem ter noção de direção alguma.

De repente dei um passo em falso e cai em um buraco que parecia não ter fim. Eu gritava em desespero,não era como se alguém fosse realmente me ajudar.

Fechei os olhos já esperando meu fim,mas de repente,meu corpo ficou leve demais e eu pousei no chão delicadamente.

Então este foi meu fim? eu estou morto? 

Abri meus olhos e fiquei horrorizado com tantos cadáveres ensanguentados; tinham pessoas miúdas sem seus olhos,outros com a língua arrancada,alguns tinham os dentes arrancados mas sorriam sombrios.

Então avistei um corpo e automaticamente corri ao seu alcance desesperado,ele tinha pelo corpo e principalmente pelo rosto veias negras,seus olhos estavam acinzentados e ele olhava para o nada,um olhar de um típico falecido.

Eu chorava,agarrava o corpo e pedia para que o tal acordasse mas no fundo,sabia que jamais isso iria acontecer.

Então,o cadáver focou seus olhos em mim e segurou meu braço,eu o olhava horrorizado.

"Por que Jimin? eu te amava tanto." o cadáver tinha a voz arrastada e sua feição era de decepção e dor.

Um grito infernal soou de outro cadáver e todos os corpos se levantaram caminhando em minha direção,eles diziam que eu tinha que pagar. Pagar o que?

"Não por favor eu juro,eu juro,que não fiz de propósito,eu juro." Eu gritava e chorava,eu sentia que falava a verdade.

De repente,eles avançam em mim,e meu último suspiro foi em um grito alto e aterrorizante.


Acordei em um sobressalto rápido,eu estava ofegante e sentia lágrimas secas em minhas bochechas.

Olhei ao redor e as meninas estavam terminando de arrumar suas camas,todas estavam com a típica cara amassada de sono,provavelmente acabaram de acordar. Suspirei e sentei na cama,passando as mãos no rosto.

— Outro pesadelo Jiminnie? —  Kwan,minha melhor amiga,perguntou preocupada.

— Sim...Céus,acho que esse foi um dos piores. — suspirei pesado levantando e me obrigando a arrumar a cama.

Eu era o único garoto a dormir no quarto das meninas pelo simples fato de o outro estar totalmente cheio,não havia espaço. Não que eu não goste de ficar com elas,pelo contrário,o quarto é bem mais organizado e eu tenho mais afinidades com elas.

São 13 meninos e 12 meninas que moram aqui,a maioria tem entre 8 a 16 anos,eu tenho 16.

Todas as meninas inclusive a mim formavamos uma fila para ir tomar café. Na cozinha,várias mulheres de saiotes azuis e camisas sociais brancas arrumavam a mesa,obviamente eram as freiras que cuidavam de nós.

Todos - já servidos - estavam sentados a mesa comendo e conversando,então Madre Angelina entra no local e pigarreia chamando atenção de todos.

— Bom dia queridos,vim lhes avisar que amanhã iremos receber uma visita de uma família muito poderosa que quer adotar um adolescente,então,amanhã acordem cedo e vistam suas melhores roupas,quem sabe um sortudo ou sortuda finalmente consiga uma família. Enfim,bom café da manhã. — ela avisou e saiu com seu ar sério de sempre,o falatório ficou mais alto e animado.

Eu apenas continuava a comer,não tinha interesse algum em ser adotado e parecia que Kwan sabia disso.

— O que houve Jiminnie? não está animado pela visita da família de amanhã? — ela falava sorridente,o brilho de felicidade de seus olhos quase me cegava.

— Não estou com um pingo de animação Kwan,afinal,que casal vai querer adotar um adolescente ao invés de um bebê? E eu estou bem morando aqui,não tenho a menor vontade de ser adotado. — resmunguei e seu sorriso murchou dando lugar a um olhar tristonho.

— Jimin,você não quer ter uma família para te fazer uma festa de aniversário,para te abraçar no ano novo,para você ser mais feliz e fazer todas essas coisas boas que famílias fazem juntas? — Kwan falava baixo,parecia decepcionada comigo.

— Não. — fui curto e grosso. Ela suspirou triste e voltou a conversar com as outras garotas que estavam felizes da mesma forma,e apenas voltei a me concentrar no meu café da manhã ignorando a conversa de todos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...