História Save-me Now... - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, Mike Shinoda, Personagens Originais, Rob Bourdon
Visualizações 1
Palavras 2.578
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - 10


Mike On

Sabe quando você se encontra preso em um pesadelo? Você por mais que tente não consegue acordar? Foi exatamente assim que aconteceu, não lembro ao certo o que aconteceu nesse pesadelo mas sei que teve relação ao meu amigo que morreu, estou me sentindo culpado é isso?

Quando finalmente pude acordar, vi que tinha alguém do meu lado, fui abrindo os olhos e vi que era o Chester, eu não estava pronto pra conversar com ele não agora, mas pelo jeito vai acontecer assim e agora mesmo.

-Chester! Eu já tava querendo chorar de novo, não tem sido fácil carregar toda uma culpa.

-É...Precisamos conversar, o que tá acontecendo com você?

Pensei em responder mas o celular dele começou a tocar e o toque dele era irritante!

-Atende esse telefone Chester.

Ele olhou o visor e ficou pensativo, então foi pro lado de fora atender, e eu? Bem fiquei sozinho novamente.

Chester On

Quando ele ia falar alguma coisa meu maldito celular toca e eu vou olhar quem é e como sempre é o Chris. Que merda mas logo agora?

-Que foi?

-Atrapalhei algo?

Atrapalhou cara, mas não vou dizer isso.

-Não eu só estava meio que dormindo.

-Eita foi mal!

-De boa, mas diz ai por que tá me ligando agora? Precisa de alguma coisa?

-Sim eu...preciso que você venha aqui, eu tava olhando a agenda de vocês e vi que só vai ter show daqui a cinco dias!

-É, por que precisa que eu vá?

-Venha e você vai entender, eu não posso mais contar com ninguém sobre isso só com você.

-Tudo bem, pagarei o primeiro voo.

Que merda eu deveria ir? Pelo modo que ele falou eu tenho que ir mesmo, mas e quanto ao Mike? Eu voltei no quarto, ele tava deitado encarando o teto, os olhos cheio de dor e lágrimas.

-Mike? Olha eu...

- Chester! Eu não estou bem e acho que percebeu isso.

-É e eu queria conversar com você.

-Fala.

-Não posso agora, mas juro quando eu voltar... Conversaremos você pode aguentar mais um pouco?

-Eu...Não sei. Mas espera pra onde você vai?

-Japão!

-Hm. Vá lá. Só não esqueça de voltar em pelo menos cinco dias... Eu tinha marcado rádio pra irmos, mas vou ligar pra esses caras e dizer que outras pessoas vão no nosso lugar... Ou sei lá se vou...Não sei nem se vou tá vivo amanhã quanto mais...

-Não fale isso. Agora vou viajar preocupado.

-Não se preocupe, pode ir. Só vai pelo amor. É até melhor que eu posso, dá uma passada... em um lugar aí. -falou.

Então dei as costas a ele, e simplesmente fui e agora estou aqui chegando no Japão com a culpa maior que o peito... juro que na próxima vez que eu tentar falar com ele e alguém interromper vai levar um soco.

Mas com é o Chris eu tenho que vir.

Passei minutos e minutos pensando, cheguei no hotel que ele estava me hospedei e liguei pra ele.

-Ei eu cheguei...

-Que quarto você tá?

-1010

-Vou aí...

- Aharam.

Mike On

É tive que engolir todo o choro que estava preso dentro de mim, ele foi mesmo, então eu vou viajar também, só preciso acertar umas coisas em relação a banda então eu chamei os caras que estavam aqui pra uma mini reunião.

-Então pessoal, não sei se o Chester avisou a vocês mas ele foi no Japão e só volta na quinta ou sexta, e bem vocês sabem que a banda tem uns compromissos por aqui, então alguém vai ter que ir nos representar, eu vou precisar viajar também, e quero saber quem vai ficar com essa?

-Eu fico cara. Falou Brad.

-É e se precisar eu vou com ele. -falou Joe.

-Ótimo, estão aqui os compromissos dessa semana. Então todos foram saindo e quem ficou novamente foi Brad.

-Não adianta cara eu não quero falar nada ainda.

-Tudo bem, mas você me liga qualquer coisa?

-Ligo...

Então peguei o primeiro voo pra LosA.

Cheguei com mais de 10 horas! Fui direto pra casa, cheguei lá estava Talinda e Anna!

-Mike? Tá fazendo o quê aqui amor? Ela já estava calma e eu também.

-É só iremos ter show no sábado então eu vim aqui pra resolver umas coisas.

-Bem Ann. Estou indo pra casa, te vejo amanhã?

-Claro amiga fica bem.

-Tchau Mike.-ela falou.

-Talinda espera... Espera aqui em baixo um minuto? Eu quero conversar com você.

-Claro.

-Ann? Pode vir comigo?

-Vamos amor.

-Olha... Eu quero te pedir perdão pela última vez que nos vimos, eu estava... mal. Eu tinha feito algo errado e fiquei muito mal... Agora eu quero contar pra você e espero que você possa me perdoar por tudo ok, não fala nada só me escuta e quando eu voltar conversamos pode ser?

-Prometo.

Então expliquei tudo o que tinha acontecido dias antes de brigamos.

-Ok. Conversaremos quando voltar... ela falou decepcionada.

-Ok. Cadê o Otis?

-Vai dormir na casa de um amigo hoje, mas se eu falar que você tá em casa ele volta e pode ir outro dia. Quer que eu ligue?

-Quero sim Ann. Valeu amor.

-Vou ligar. Você não ia conversar com a Ta?

-Vou agora.

Então desci ela estava me esperando no mesmo local.

-Sente-se... Eu disse.

-Mike eu não queria ter feito o que fiz, mas eu... Eu acabei me deixando levar por tudo que estava acontecendo entre nós, e fiquei afim dele.

-Você ama ele?

-O Chester?

-É.

-Amo, mas sei que não vamos poder mais ficar juntos, mas não queria que as coisas ficassem assim entre nós, queria a amizade dele pelo menos.

-Ele não vai querer sua amizade tão cedo, mas as coisas podem ser mais fáceis. Vocês não precisam se odiarem ou brigaram quando se verem.

-Como mais fácil?

-Olha vocês tem filhos juntos, e as crianças precisam dos pais amigos e não se odiando. É só vocês entrarem em acordo, tipo: Tal período você fica e em outro ele fica, tipo assim quando estamos com LP, ele não tem muito tempo então quando  não estivermos trabalhando você trás as crianças sem falta e se acontecer um imprevisto ou outro avisa e ele também tem que avisar, e bem meio que aconteceu umas coisas e eu vou conversar com eles pra entramos de férias por um mês, então nesse mês você deixa as crianças com ele, mas tem direito de ligar e falar com elas todos os dias.

-Michael... Você é um gênio... e quem sabe um dia...

-Quem sabe! Bem estamos conversados, agora eu vou subir tomar um banho e esperar meu filho.

-Tudo bem eu estou indo pra casa as meninas estão me ligando.

-Manda um beijo pra elas.

-Mando sim até mais Mike.

-Até.

Então ela saiu e eu voltei pro meu quarto novamente, meu coração quebrou me sinto o pior ser humano do mundo, Ann estava chorando, então sem dizer nada eu abracei ela, ela não desviou nem nada apenas beijou meu ombro, eu fiquei ali por um momento então dei um beijo na cabeça dela e fui tomar banho.

Chorar era tudo o que eu sabia fazer. Meu celular tocou umas 3 vezes desde que entrei pra tomar banho, fui ver quem tanto ligava era Chester, fiquei em dúvida se atendia ou não mas acabei esperando ele ligar novamente, o que levou 5 minutos.

-Que...foi? -minha voz estava embargada e espero que ele não perceba.

-Tenho ligado pra você tem algum tempo, quero saber...Espera tá chorando?

-Não!

-Mentira! Mike...

-Por quê me ligou Chester?

-Queria saber se...

-Fala, logo.

-Eu não aguento isso Mike. Eu queria saber se você estava bem.

-Ligou...pra isso sério? Você?

-Ah qual é Mike... Eu tenho andado ocupado.

-É. Eu sei! E eu? Eu tenho andado... como... uma bomba.

-Quer falar?

-Não, não agora! Não assim! Olha... Eu acabei de... falar tudo o que...aconteceu com Ann.

-Sobre a traição?

-É. E não...quero! Não posso. Falar agora disso. Eu já tô o mal o suficiente.

-Espera se você falou com ela...Você tá em casa?

-É. Eu tenho...algo pra fazer aqui.

-Sinto que é importante.

-É. E você não está aqui! -sussurei pra mim mesmo mas ele ouviu.

-Desculpa...Eu...

Então desliguei, não quero ouvir ele agora e nem hoje, as malditas lágrimas voltaram, eu me controlei e sai do banho, Ann já estava até melhor olhou pra mim e sorriu, veio me abraçar e disse:

-Eu amo você! Vamos superar isso. Beijou meu ombro novamente e me olhou e disse: -Nosso filho chegou, se recupere e desça.

Como ela pode ser assim? Tão ela?

Desci e fui ver meu filho que estava brincando com a mãe.

-Papai!

-Ei amigão! Como tem passado?

-Bem pai, só com saudades.

-É. Eu também sinto falta de vocês, mas em breve vamos poder ficar juntos por um tempinho que tal?

-Oba!

-Que bom que gostou filho, o que vai querer fazer?

Chester On

Eu considero muito o Chris mas não tá dando mais, eu não estou conseguindo ajudar ele, ele precisa de ajuda de especialistas, estou deixando meu melhor amigo de lado o tempo inteiro, isso tá errado.

-Chris cara precisamos conversar certo?

-Pode falar.

-Olha depois de amanhã no máximo eu tenho que voltar eu tenho coisas importantes pra fazer ,eu te considero muito cara mas não estou conseguindo te ajudar, você precisa de especialistas, e você precisa ser mais amigo de alguém ou de todos da sua banda, é assim que conseguimos lutar. Pelo motivos certos! Pense em sua filha e nas pessoas que você ama, no próximo mês iremos nos ver mesmo ai poderemos conversar sobre como foi sua experiência, fora que ficar perto de você bebendo e fumando me dá uma vontade enorme, eu quase não tenho controlado mais isso... Eu preciso ficar bem pois como sabe acabei de me separar e tenho filhos e tem mais um a caminho então...

-Tudo bem cara... Eu te entendo. Muito obrigado por tudo que tem feito por mim.

-Calma eu não embora hoje, vamos jogar vídeo-game?distrai a cabeça?

-Ótimo.

Mike On

Passou dois dias que estava aqui, por mais que estivesse tudo perfeito tinha algo pra fazer pra poder voltar pro Brasil e eu iria fazer hoje de tarde.

O dia se passou rápido, eu e pro que eu precisava fazer queria Chester aqui comigo mas como ele não está... Vou pegar uma das filhas dele pra me acompanhar, vou ligar pra Talinda.

-Mike?

-Ei eu... preciso de um favor.

-Diga.

-Posso pegar uma das meninas na escola? Preciso de uma delas pra me acompanhar em uma coisa.

-Pode claro.

-Valeu.

-Por nada.

Então esperei acabarem a aula, e fui buscar.

-Filho?

-Sim pai?

-Onde é a sala das meninas?

-Lila e Lily?

-Sim.

-É duas depois da minha.

-Chama as duas pra mim?

-Tudo bem...

-Estou esperando vocês no carro.

Eles finalmente voltaram e no caminho fiquei pensando em qual das duas eu deveria levar.

Cheguei em casa e decidir que seria a Lily.

-Lily?

-Sim tio?

-Você pode me ajudar com uma coisa?

-Claro.

-Então espera aqui?

-Certo tio.

Fui falar com a Anna, disse que iria visitar uma pessoa no cemitério...

-Tudo bem meu amor.

-Eu te amo.

-também te amo.-falei.

Então peguei Lily pela mão e comecei a caminhar.

-Pra onde vamos?

-Visitar um amigo meu.

-Hm.

O que eu não esperava era está sendo fotografado o caminho inteiro, mas só descobri isso depois.

Chegamos no cemitério!

-Tio mas isso é um cemitério, o seu amigo morreu foi?

Abaixei pra ficar da altura dela e dizer;

-Foi sim meu amor, eu não... não queria vim sozinho.

-Ah titio vai ficar tudo bem. Eu amo vc.

-Também te amo.

Então ela me abraçou eu a peguei no braço e fui procurar onde ele estava, achei depois de minutos.

-Aqui Lily esse aqui era ele.

-Olá amigo do Tio! Vou cuidar dele tá?

Mano ela disse isso? Eu só chorei não conseguia fazer mais nada!

-Obrigado minha linda!

Ela não disse nada apenas me abraçou, e eu não sei quanto tempo fiquei ali com ela, eu estava tão perdido...

-Titio não gosto de ver você assim!

-Eu sei meu amor, também não gosto de tá assim! Estou bem não.

-Eu sei tio mas vai ficar tudo bem, sabe por que?

-Por que?

-Eu te amo! Todos te amam. E o Papai também te ama.

-Obrigado meu anjo.

-Por nada!

Então peguei ela pela mão novamente e fomos caminhar por aí, por horas aproveitei e a levei no parque, ela encontrou um amigo e ficou conversando, e eu perto claro.

-Cadê sua irmã Lily?

-Na casa do Tio Mike.

-E você tá sozinha com ele?

-Hagagahahaha. Você tá com ciúmes? Ah fala sério Luk.

-E se estiver e daí?

-Olha, você tem 11 anos eu tenho 13. E eu já disse não quero nada com você nem com ninguém, sai do meu pé.

Vi a coisa ficando tensa então fui logo pra lá.

-Lily algum problema?

-Não tio só que ele é um idiota. Podemos ir continuar nossa caminhada?

-Vamos. E você... aconselho se não quiser problemas fique longe dela.

-Mike? Shino...da?

-É cara sou eu...

-Não vou incomodar mais ela, sou muito fã de vocês.

-Hm valeu...Eu acho. Vamos Lily temos quer ir.

-Mas antes me dá um autógrafo?

-Ta tudo bem. Aqui.

-Valeu cara. Tchau Lily desculpe.

-Tudo bem. Até mais.

-Até.

Então ficamos andando por aí, até a hora do almoço.

Então fui pra casa! Então ela foi ao encontro do Otis e da irmã. Anna estava na cozinha ajudando nas coisas, essa minha esposa sempre ajudando.

-Amor como foi lá?

-Foi difícil... mas consegui.

Ela me abraçou. -Que bom!

-Então chega de assunto triste vai demorar o almoço?

-Não, está quase pronto.

-Ótimo... Eu tenho que pegar o voo daqui umas horas.

-Ah amor, então vem senta ai e come, vou chamar as crianças.

-Ok

Chester On.

Estava arrumando minhas coisas pra amanhã, quando entram no meu quarto, desesperado era um segurança ou amigo algo assim do Chris.

-Chester! Preciso te mostrar um coisa.

-Que foi? Viu um fantasma?

-Olha essas fotos, não é sua filha?

-Quê? Que foto?

-Aí. Ele jogou o celular pra mim.

Era a Lily sim com o Mike.

-É minha filha com o Mike sim.

-O que eles estão fazendo em um cemitério? -perguntou assustado.

-Não sei... não falo com ele faz dois dias eu acho.

-Cara você confia tanto assim no cara?

-O que tá insinuando? Olha não vem insinuar o que eu estou pensando o que você está não. Sai daqui.

-Mas eles foram no parque.

-Eu não vou dizer duas vezes saía daqui.

-Tudo bem cara só toma cuidado.

-SAIA DAQUI PORRA.

Então finalmente ele saiu, fica tentando acabar com minha amizade o que ele pensa? É maluco.

Mas o que será mesmo que ele foi fazer em um cemitério? Ah! Será que era isso de importante é eu não estava lá? Então ele pegou uma filha minha? Provável que seja isso. Meu Deus quem será que morreu? Por que ele não... não me disse nada? Que tipo de melhor amigo eu tenho sido? Novamente essa questão volta pra minha mente! Então decido que vou voltar hoje mesmo, e juro o próximo ser que atrapalhar minha conversa com o Mike vai levar um soco, o cara parece tá explodindo, mas controlado como ele é ele consegue segurar.

Mike On.

Estou pegando o proximo avião, agora pro Brasil.

Chester On

Finamente cheguei no Brasil! Fui a procura dos outros caras pra saber se eles sabem o motivo da viagem de Mike.

-Chaz... como foi no Japão? -Rob perguntou.

-Foi tenso cara.

-Nossa... e como você está?

-Estou cansado e o Mike?

-Logo depois que você foi, ele viajou também até pensamos que ele tinha ido com você... mas pelo visto não.

-Não...

-Gente o Mike tá voltando, não está muito bem, mas ele está voltando.-Falou Brad.

-O que ele tem?

-Ele disse que está cansado, tá começando a ficar doente e... disse que tá com uns problemas com alguém, que não quis me dizer quem é... e nem quis dizer o problema,só disse que estava mal por causa disso, por mais que ele estivesse de boa agora com a mulher dele... Ele disse que ainda tem coisa pra acertar.

-Gente eu... vou dormir, quando ele chegar por favor , digam a ele pra me procurar.

-Beleza cara pode ir.

-É estou indo!

Então fui tomar banho aquela conversa me deixou tonto... E eu não queria mais chorar por culpa, por tudo o que voltou pra Minha mente agora.

Então é melhor dormir do quê encarar a realidade sozinho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...