História ❆Save Me - O Despertar❆ - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jeon Jungkook, J-hope, Jilkook, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Lobisomens, Min Yoongi, Namjin, Namjoon, Park Jimin, Rap Monster, Suga, Vampiro, Vhope, Vkook, Yoonmin
Exibições 106
Palavras 3.391
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiw seus lindos! Como vão vcs estão?
To de volta e trago uma novidade...estou pensando em criar uma NOVA HISTÓRIA sim adicionar uma nova história! Vou deixar o prólogo no notas finais❤

Boa leitura📚

Capítulo 11 - ❆ Capítulo.11 ❆


Fanfic / Fanfiction ❆Save Me - O Despertar❆ - Capítulo 11 - ❆ Capítulo.11 ❆

P.O.V Park Jimin ON~

  Já havia acabado minha luta com Hoseok, levo Jungkook em meus braços para dentro da escola novamente.

  Na porta vejo Namjoon com a muda de roupas que eu pedi, ele estava meio estranho, olhava de um lado ao outro, como se procurasse algo ou alguém.

  Ignoro levando o nosso soldado ferido para a sala de enfermagem, coloco ele delicadamente na maca suas feridas estavam profundas, Hope havia feito um belo estrago.

-Pode ir Nam, eu vou cuidar dele sozinho -Falo olhando Jungkook, tiro uma mecha do cabelo dele de seu rosto.

**-Tudo bem! -Da de ombros e vai embora, finalmente eu estava a sós com ele.

  Pego minhas roupas e visto, menos a camisa, toda vez que eu me transformava com exeso de poder, a cicatriz em minhas costas ardia, me aproximo de Jungkook e fito seu rosto perfeito.

  Poderia mata-lo, tortura-lo, fazer tantas coisas com o ser que, agora se encontrava indefeso, mas por algum motivo nada disso vinha a minha mente.

  Jungkook parecia a minha flor favorita, as rosas negras,elas só nascem no submundo e por isso era difícil de se achar no mundo normal, ele era tão insano e perigoso ao se transformar, assim como os espinhos de uma rosa. Mas ao mesmo tempo, conseguia ser fofo e delicado,como as pétalas de uma flor.

  Começo a rasgar com minhas garras, a blusa que ele vestia...e caramba! Seu abdômen era bem definido como se fosse esculpido por Deuses, mordo meu lábio inferior para não ter pensamentos impróprios.

  Coloco minha mão na calça dele a desabotuando, ele resmunga e se mexe sem abrir os olhos, retiro minha mão rapidamente dali, espero um pouco e termino meu "trabalho" em relação a calça.

"Mas o que é isso? Santo G-Deus"

  O membro de Jungkook estava estufado em sua boxer branca, dava para ver o rasgo no começo dela, a marca da garra de J-Hope ia de sua pélvis até dentro de sua boxer...aquilo mexia comigo.

  Balanço a cabeça e pego um pano molhando no álcool, começo a limpar todos os ferimentos menos o de dentro da boxer.

  Pego uma pinça, e vou tirando os espinhos de rosas que ficaram presos nele, e la estava o último local para limpar.

  Eu já havia cuidado de varios dos meus crinos, eles tinham tudo que o Jungkook tinha, então porque eu estava meio...sem graça fazendo isso?

"AISH! É só imaginar que é outra pessoa ali, larga de baboseiras Jimin...é só o sanguessuga"

  Tomo coragem dando de ombros, pego o pano novamente com o álcool, puxo um pouco sua boxer para o lado e limpo um pouco, ao fazer isso deu para ver uma pequena amostra do membro dele.

  Fico corado na hora e com os olhos arregalados, olho para o outro lado e sinto minha respiração pesar um pouco, viro de costas para tentar me acalmar.

"Preciso de 4 litros de maracujina na veia e um psicólogo"

  Quando me sinto mais calmo, volto meu olhar para a maca e a encontro vazia, a janela se encontrava aberta.

-Esse louco saiu por ai naquele estado, e com a perna quebrada? - Fecho a janela enquanto olho o lado de fora.

  Sinto dedos gelidos que seguraram minha cintura, seu toque suave me faz arrepiar, viro um pouco a cabeça e olho pelo canto dos olhos vendo a imagem de Jeon sorrindo pra mim.

**-O que pensa que está fazendo Park? -Olha as coisas que eu usei para tratar dos seus ferimentos.

-Não é óbvio? Hoseok é um Lyncan em transformação, tudo que aconteceu foi culpa minha! Deveria ter aumentado a segurança -Falo sem olhar para trás -Peço desculpas por ele, e como está conseguindo ficar em pé?

**-Sou um vampiro ou será que se esqueceu? Sou um pouco diferente, minha regeneração é de dentro para fora. -Me responde me apertando um pouco mais.

-Não eu não esqueci que você é um sanguessuga, e aliás -Me viro de lado com um sorriso no canto dos lábios -Você está com um corte bem feio ai.

  Aponto para a cicatriz que estava se curando aos poucos, ele me da um sorriso, e que sorriso! Me prensa na parede gélida, colando o corpo dele ao meu.

**-Você também tem um corte bizarro nas tuas costas, porquê? -Passa a mão levemente.

-Se fosse para você saber eu já teria lhe dito -Respondo de modo indiferente, não gostava de tocar naquele assunto, nem meus crinos sabiam o porque daquela "marca".

**-Oush! Cadê o Jimin bonzinho que estava todo corado cuidando de mim? -Fala e eu ouço ele dar um risada baixa.

  Como que ele sabia disso? Sendo que todo o processo ele manteve-se de olhos fechados.

-Eu corado? Jeon você para mim é só mais um dos meus crinos,  tudo que você tem ai eles também tem -Tento disfarçar o ocorrido -Não há nada de especial em você!

  Olho para trás sem sair do lugar, lanço um olhar penetrante a ele.

**-Olha vamos fazer assim, eu finjo que eu acredito se parar de me olhar assim!

-Assim como? Kookie? -Chamo ele por um possível apelido dele que escutei um dia nos corredores.

  Ele me prensa ainda mais na parede, posso sentir suas presas roçarem em uma veia minha que estava saltada.

**-Não deveria provocar seres como eu, é muita tolice! -Sinto suas unhas fazerem linhas de sangue no meu ombro.

-E provocar Park Jimin também não é uma boa opção! -Me viro jogando e o jogo em cima da maca, subo em cima dele o prendendo.

  Mordo meu lábio inferior e aperto a coxa dele com vontade, ele permanece imóvel com um pequeno sorriso.

**-Vamos continuar isso uma outra hora! -Fala se levantando e sumindo nas sombras.

"Outra hora? Espera terminar o que?"
 
  Eu percebo o que eu QUASE acabei de fazer com Jeon Jungkook, só poderia ser um feitiço alguma coisa que me fez ser atraído por ele. Fico ali sem entender o que ele quis dizer, quando o diretor aparece abrindo a porta, tudo se encaixa na minha mente. Eu coloco minha camisa e ele diz que era para todos irem dormir mais cedo hoje, pois amanhã teria um aluno novo e todos tem que estar na sala de treinamentos. No caminho para o meu dormitório, me sinto estranho como se alguém me observasse, ignoro focando minha mente em o que poderia ter acontecido se o diretor não tivesse aparecido.

                            ~❆~

P.O.V Kim Taehyung ON~

  Os raios solares já iluminavam meu rosto, abro meus olhos calmamente tentando focar minha visão. Me levanto vendo Jin já de pé se arrumando...como uma menina?

-Jin porque esta vestido desse geito? -Pergunto meio confuso, ele não me responde e continua a se arrumar.

  Vou para o banheiro faço minhas higienes e tomo um banho rápido, saio e fito por alguns segundos a cama vazia de Jungkook. Não acreditava ainda que ele havia me jogado uma maldição, o que eu fiz para merecer uma coisa dessas? Não perguntei que tipo de maldição que se tratava, a raiva e dor no meu coração me tiraram o controle naquele momento. Me arrependo de não conseguir salvar ele, quando me levantei e tomei consciência, ele já estava com a perna na boca do Hope todo machucado.

**-TaeTae, tenta esquecer, Jungkook deve estar se sentindo mal por fazer isso contigo.

-Não pronuncie esse nome novamente! Se falar dele de novo, eu vou sair desse quarto e dormir lá fora.

**-Desculpa Tae, não vou mais tocar nisso -Jin me abraça e eu retribu-o.

  Me seco e me visto de forma simples,  hoje teríamos que ir a sala de treinamentos não fazia a mínima idéia do porque e também não ligava muito.

  Jin ainda se arrumando coloca uma peruca de cabelos longos e negros, ele estava me deixando curioso, porque estava vestido assim? Resolvi não argumentar e ir diretamente a sala, vários alunos estavam treinando, era impressionante a habilidade de alguns ali presentes.

  E lá estava ele Jeon Jungkook, lutava com um Lyncan? Todos os vampiros lutavam uns contra os outros, mas Jeon estava lutando com...Hoseok?

**-Olha eu não vou pegar tão leve quanto da última vez! -Fala Jeon Jungkook com um sorriso de canto.

**-Então não pegue! -Hoseok rosna e  seus dentes crescem já querendo se transformar.

-PAREM OS DOIS! -Grito ficando no meio deles -Poupem os outros de verem as criancinhas brincando de lutinha!

  Estava farto daquilo, farto do Jungkook por ter me amaldiçoado e mentir para mim, farto do Hoseok por ter machucado Jungkook, farto de tudo!

**-TaeTae...aah eu te procurei tanto! -Fala Hoseok dando um sorrindo vindo na minha direção de braços abertos.

-Permaneça aonde você está -Coloco minha mão a frente do meu corpo para que ele não se aproxime.

**-Tae eu queria falar que eu sei como retirar a maldição -Jungkook coloca a mão no meu ombro e eu me viro para trás.

-Sério? Ou está mentindo novamente para mim -Levanto um sobranselha com uma expressão fria.

**-Me perdoe por mentir para você -Ele fala em um tom baixo sem me olhar nos olhos.

-Tudo bem Jungkook -Ofereço um sorriso quadrado para o mesmo já mais feliz pela notícia.

**-P-porque... -Olho para Hoseok, ele suava frio e suas mãos tremiam.

**-Hoseok? -Jungkook chama meio confuso e um sorriso de canto **-TaeTae eu acho melhor você se afastar...

**-Porque ele pode tocar em você e eu não? Porque você perdoa o que ele fez e eu não? QUAL A DIFERENÇA ENTRE MIM ELE? -Hoseok estava com as veias saltadas e começando a ficar mais musculoso.

-A diferença é que ele é meu amigo e eu gosto mais dele do que você! -Falo sem pensar.

**-Jeon J-jungkook...-Hope pronuncia quase inaudível, na mesma hora a sala fica quieta e eu olho para a porta de entrada da sala.

  Suga e mais uma menina que eu não faço ideia de quem ela é entram na sala, logo após o diretor aparece com uma mulher alta e de estilo sombrio.

*-Alunos prestem muita atenção agora, esses são Min Yoongi e Min Eloise, São filhos de Quione a Deusa do Gelo!

"Mas o Suga não era um vampiro ou um Lyncan? Então por isso que ele não dormia conosco, ele é um semi-Deus"

  Penso sozinho comigo mesmo, a garota olha para nós com um olhar estranho, como se analisasse a nossa anatomia.

**-Sou Min Eloise, irmã de Yoongi filha de Quiones, espero que eu faça novas amizades e aprenda muitas coisas por aqui! -Ela diz com um tom baixo e um rosto sem expressão.

"Me desculpa mas não fui com a tua cara"

  Ela tinha os cabelos brancos bem mais claros do que os de Suga, estava com uma vestido branco e um converse high de cano baixo preto.

  Franzo o a testa ao ver que Hoseok estava do outro lado da sala, ele se senta e abraça seus joelhos, penso em ir até lá quando sinto uma não gélida no meu ombro.

**-Deixe ele ficar sozinho, é melhor para pensar e se acalmar -Me assusto um pouco ao ver que era Eloise.

  Ela me oferece um sorriso mostrando seus dentes perfeitos e brancos, olho no fundo de seus olhos e uma dor no meu coração aparece.

**-Está tudo bem ai Tae? -Kook pergunta colocando o braço em volta do meu pescoço.

-Não, eu estou bem! -Falo sentindo a dor parar -Te desafio a um duelo!

  Falo escolhendo uma arma para mim, kook faz algumas sombras sairem de suas mãos que se transforma em uma espada negra com uma pedra vermelha.

*-Alunos treinamentos hoje será mais de luta corpo a corpo, amanhã faremos apresentação e liberação de poderes! -O diretor fala fazendo uma reverência a Deusa Quiones, ela o segue para fora com um sorriso medonho fazendo uma trilha de flocos de neves azuis.

  Começo a lutar com Kook, de vez enquando ele me acertava bem fundo, e então eu pedia tempo para regenerar.  Me virava para trás algumas vezes e Hoseok olhava-nos fixamente, ficou ali a aula toda e saiu primeiro que todos.

**-Boa batalha Tae! E amanhã mesmo retirarei a tua maldição -Kook beija a minha bochecha e bagunça meus cabelos.

-Aaigo! Meu cabelo kookie, tudo bem obrigado por desfazer -Falo fazendo uma reverência a ele.

  Algumas horas mais tarde, eu comecei a ficar um pouco faminto por ter ficado 3 dias sem me alimentar de uma gota de sangue sequer, vou em direção ao refeitório pois era provável encontrar bolsas de sangue no local. Calmamente adentro no mesmo vendo as luzes apagadas, um calafrio passa pelo meu corpo eu não gostava muito do escuro, caminho lentamente a passos curtos e precisos. Na escuridão um par de órbitas azul mar iluminam um pouco, posso ouvir a respiração pesada e seus grunidos, o coração batia descontrolado como se fosse rasgar seu peito.

-Quem é você? -Pergunto para ter certeza, já dou um passo para trás me preparando a qualquer ataque surpresa.

**-Aos seus olhos eu não sou ninguém, então porque saber quem eu sou é de teu interesse? -Pergunta se aproximando.

-Se chegar mais perto eu vou atacar! -Coloco as presas para fora -Vou perguntar novamente, quem é você?

  Estava curioso e ao mesmo tempo apreensivo, meus instintos me diziam para correr para o mais longe possível, mas mesmo assim eu queria ficar. Chega de histórias mal contadas,  chega de mentiras, chega de mistérios, eu apenas queria ver a verdade nua e crua diante dos meus olhos. Será que isso é pedir de mais...

-Seu tempo acabou! -Falo em um movimento rápido acendendo as luzes para ataca-lo -Oh meu Deus... -Coloco minha mão na boca.

  Vários corpos de pessoas estavam espalhados por todo o refeitório, sangue e tripas eram vistas espalhadas dentre as paredes até os ossos desmembrados. Um lobo...apenas um lobo olhava para mim fixamente com sua pelagem cinzenta dentre os tons de branco, coberto de sangue. Em baixo de uma de suas patas havia um coração, ele levanta a pata e da um rosnado aterrorizante.

-Hoseok?O que você fez?-Pergunto confuso, ele estava diferente.

"Esse não é o Jung Hoseok que eu conheço"

**-Isso tudo é sua culpa, eles morreram nas minhas mãos e você foi o culpado, eu me descontrolei e isso é culpa sua...como se sentiria sendo sempre o vilão da história, como o seu coração reage? Se está apertado e em estilhaços, e em um mar de solidão e desespero -Ele abaixa a pata esmagando o coração fazendo espirrar sangue em mim -Parabéns, você sente 1% da minha dor...

  A luz se apaga sozinha e quando volta ele não está mais ali. Sinto uma lágrimas de sangue percorrer meu rosto, todos aqueles corpos, e a culpa era minha? Imerso em meus pensamentos olho as minhas mãos com o sangue inocente escorrendo.

P.O.V Kim Namjoon ON~

  Após um longo treinamento, finalmente estava livre para ver meus vídeos educativos, tiro minha camisa que estava toda suada deixando meu abdômen a mostra. O ar fica meio gelado mas minha temperatura me mantinha aquecido, aos poucos o vento  vai me refrescando.

-Olha o que temos aqui? -Falo vendo Eloise com um vestido vermelho de decote atrevido.

**-Oiiw, já deve saber meu nome, mas não faço idéia do seu -Me olha de forma intensa.

-Sou Kim Namjoon, mas alguns me chamam de Rap Monster -Sorrio de canto colocando minha blusa sobre meus ombros.

**-Gostei de seu nome, mais precisamente seu apelido, bem alguns me chamam de Deusa da morte, ou Candy que significa doce-Dou uma risada baixa e elevo uma sobrancelha -O apelido do meu irmão é Suga por ele ser pálido, mas de doce não ter nada.

-E você também é assim? Sua personalidade não tem nada a ver com o seu apelido -Pergunto vendo ela em minha direção.

**-Sou um pouco pior, a diferença entre nós é bem grande, apesar da semelhança de comportamento ser o mesmo - Passa sua mão gelada por meu abs.

  Estava entretido com ela quando vejo uma garota de cabelos longos e negros passar por nós, no ar seu perfume inebriante preenchia minhas narinas, usava um vestido cor de rosa até o meio de suas coxas, atrás um laço branco que deixava ela com aparência de princesa. Precisava saber o nome dela, seus gostos, tudo acho que eu estou me apaixonando...a primeira vista!

-Bem eu tenho que ir -Falo deixando Eloise para ir atrás da garota misteriosa, nunca vi ela por aqui.

  Dava para sentir seu cheiro a quilômetros de distância, ela estava com os pés dentro da água na sala de natação. Me aproximo calmamente para não a assustar, sento ao seu lado e dou um sorriso simples.

-Oiiw! Tudo bem com você? -Pergunto e ela não me responde.

"Adoro meninas difíceis"

-Não vai me responder? -Pergunto chegando mais perto.

**-Se eu quisesse falar com você eu já teria o feito, então seja um bom homem e saia daqui -Fala sem me olhar nos olhos, sua voz era doce porém sua língua afiada.

-Desde quando uma simples garota que se veste infantilmente manda em mim? -Provoco.

**-Desde que essa garota infantil atraiu teu olhar de caçador, posso sentir daqui teu cheiro de macho exalando confiança e luxúria -Me surpreendo com a responda.

-Gostei de você! Acho que vamos ns dar bem... -Pego na mão dela

**-Se eu dizer o mesmo eu estaria mentindo à mim mesma! -Puxa a sua mão com brutalidade e se levanta.

-Tem garotas que fazem de tudo para estar assim como você está agora, perto de Kim Namjoon -Falo me gabando um pouco.

**-Eu não sou qualquer uma e por esse motivo estou muito foda-se para as outras que queriam estar no meu lugar! -Sai pela porta indo em direção a sala de música.

  Sigo ela apreciando seu geito delicado e cuidadoso, sorrio mostrando minhas covinhas com as mãos nos bolsos.

**-Estou começando a achar que você quer me sequestrar! -Ela fala sem olhar para trás.

-Se eu te sequestrar seria para te colocar em um pote e lhe alimentar com purpurina! -Dou uma risada baixa e ela não está mais na minha frente.

  Sinto um beijo em minha nuca seguido de um leve arranhão, ela coloca as mãos para passearem pelo meu corpo, coloquei a mão em sua coxa e recebi um tapa da mesma.

-Porque só você pode me tocar? Não posso passar a mão em você mas você pode em mim? -Pergunto fazendo uma careta.

**-Não tenho culpa de você mesmo que deixou eu passar a mão em você, não gosto de garoto piranha...-Fala se afastando, seus toques me deixavam querendo mais.

-Garoto piranha? O que é isso? -Confuso me viro para ela.

**-Garotos que se interessam pela primeira que da mole para ele, atiram para todos os lados entende? Ou vou ter que desenhar -Da um sorriso de canto, umidesse seus lábios carnudos e rosados pelo gloss de morango.

  Mordo meu lábio com força, o que ela estava fazendo comigo? A vejo ir embora desfilando como uma verdadeira dama, ela deixa o que parece ser um brinco cair,  se abaixa  para pegar e a parte de trás de seu vestido levanta um pouco.

"Alguém me segura ou eu pego ela aqui no corredor mesmo"

  Saio a passos apressados ou coisas poderiam acontecer...

"Não importa o que eu tenha que fazer vou conquistar seu coração"

  Sorrio já planejando uma surpresa para ela.

P.O.V Kim Seokjin ON~

"Parece que o jogo virou não é mesmo? Olha só quem diria, Kim Namjoon em minhas mãos, me desculpe Eloise mas eu vi primeiro"

  Estava rindo internamente com aquela cena maravilhosa, me viro de costas e deixo propositalmente meu brinco cair. Me abaixo para pegar e meu vestido como o planejado levanta um pouco na parte de trás, recoloco o brinco e volto ao meu dormitório para trocar minha roupa. Olho Namjoon quase correr de mim para o lado oposto, abro a porta e a tranco caindo as gargalhadas.

-Não acredito que eu consegui! A reação dele foi a melhor coisa do mundo! -Dou uma risada alta vestindo minha roupa normal -Omma Jin está de volta ao jogo, tome cuidado Eloise...muito cuidado!

[Leiam as notas finais]


Notas Finais


Haaaa Omma Jin o mestre dos disfarces! Sorry a demora do cap estava com problemas pessoais mas agora votarei o mais rápido possível!

Como prometido vou deixar o prólogo da minha nova história aqui, se gostarem prometo trazer ela para vocês!

8° FLOOR-BLOOD, SWEAT & TEARS

Em uma rua deserta e abandonada havia um apartamento muito bonito e charmoso, cobiçado por muitos em toda Coréia.
Jungkook um jovem de 17 anos que acaba de concluir o ensino médio estranhamente recebe uma carta na casa de sua avó dizendo que ele ganhou um quarto no apartamento In'Fires

O tão disputado In'Fires seria seu assim de uma hora para outra, ele fica meio receoso mas descide aceitar.

O apartamento tem exatos 7 andares quando visto do lado de fora, mas os botões do elevador vão até o 8°...


"...Como pude cair na tentação tão facilmente?..."

"...Seus lábios são a minha ruína! Seus olhos a minha destruição! Seu corpo meu atestado de óbito..."

"...Meu coração esta como uma Cachoeira, caindo sempre nas mesmas pedras..."


Opiniões nos comentários please❤
Até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...