História Saving You, Saving Me - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Hybrid, Jikook, Kookmin, Namjin, Yoonseok
Exibições 309
Palavras 1.516
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AAAAAAAAHHHHH
Santo caralhinhos alados, eu não tô bem!!
Como assim 45 favoritos em apenas três capítulos, gente? É sério, eu estou vomitando purpurina de tanta felicidade.
Sério, eu achei que essa fanfic iria flopar, a ideia no começo era somente escrever para algumas amigas minhas, mas elas me incentivaram a postar e o resultado é isso aqui! Juro, pode parecer pouco, mas pra mim isso já é uma vitória. Eu amo vocês, na moral.
Queria agradecer muito as pessoinhas que comentaram no capítulo anterior e peço que não me abandonem quando lerem esse capítulo rsrsrs eu sou má pra caramba.
Já enrolei muito e boa leitura!

Capítulo 4 - Ajudando


Pov’s Jungkook

—Kookieee Hyuuung! Ajuda o Yoonie Hyung! Ele tá quente de novo!

—Já vou indo Jiminnie! Comporte-se e ajude o Yoongi!

Aish, esses dois. Faziam apenas dois dias que aqueles dois estavam em casa e a nossa rotina já  havia sido mudada completamente. Jimin não parava quieto tentando ajudar seu Hyung, Yoongi ficava o dia inteiro quase deitado na cama manhoso esperando por Hoseok, este que estava no momento trabalhando e tomando conta de tudo enquanto eu não poderia ir e eu estava cuidando daqueles dois pequenos.

Conversei com Jin perguntando se o comportamento de Yoongi era normal. Ele disse que era totalmente normal e que não passaria até o cio se completar. Até lá ele terá que se aliviar sozinho ou com alguém de todas as formas possíveis. Acho que nossa conta de água virá mais cara esse mês devido a enorme quantidade de banhos que ele já tomou para resfriar seu corpo.

Yoongi precisava de alívio, e Hoseok até agora não havia encostado um dedo sequer em Yoongi.

De certa forma eu o entendia. Ele não queria que Yoongi se machucasse ou perdesse a confiança. Mas Yoongi necessitava daquilo. O loiro vivia grudado em Jimin (apesar de compreendera situação em que ele se encontrava aquilo já me deixava incomodado e nervoso por um motivo que não sei explicar).

Quando não era em mim em quem ele se esfregava e eu sempre notava um líquido escorrendo de suas pernas, tentava ignorar meus hormônios e não o tocava mais que o necessário, aquele trabalho deveria pertencer a Hoseok, ele tinha certa sorte por ficar mais de oito horas dentro daquele departamento de polícia.

 Ignorei todos os meus pensamentos e fui ajudar o híbrido, todo vermelho e suando, com um cheiro extremamente forte inundando o quarto de Hoseok inteiro. Deve ser complicado para o Seok conseguir dormir com esse cheiro, agora entendi suas olheiras hoje de manhã, pensei. Yoongi me olhou com olhinhos pidões quase lagrimando enquanto passava as mãos pelo rosto tentando se livrar do suor.

Controle-se Jungkook, ele não é o Jimin. Espere aí, o quê?

—J-jungkook... O Seokie vai demorar muito? — Perguntou se enrolando todo nas cobertas, o deixando com a aparência de uma criança carente. De certa forma eu não consigo realmente ter pensamentos impuros sobre ele, na verdade isso é somente eu tentando esconder minha frustração sexual.

Há quanto tempo eu não transo? Uns dois meses atrás com a minha secretária, Julie.

Há quanto tempo eu comecei a sentir atração por homens? Mais ou menos um dois dias atrás.

Jeon Jungkook, vá se tratar, seu tarado.

—Vai demorar um pouquinho, infelizmente. — Coloquei o pano molhado em sua cabeça e o termômetro em sua boca, ele gemeu, não sei se por surpresa ou por dor ou por prazer. Jimin o encarou estranho.

—Yoonie... Por que fez esse barulho engraçado? E você está derretendo de novo!

Aquele momento não era o correto, mas ri da inocência de Jimin. Yoongi mais uma vez liberava seu lubrificante natural. O que significa uma só coisa. Retirei o pano de sua testa e o termômetro reparando que sua febre não abaixou em nada.

—Yoon... Nós iremos sair pra você ter mais privacidade, certo? Vamos indo Jiminnie. Qualquer coisa nos chame! E saí do quarto segurando a mão pequena, macia e fofinha de Jimin. Não demorou muito e começamos a ouvir gemidos necessitados e desesperados. O menor ao meu lado estremeceu e sussurrou ao pé do meu ouvido, tendo que ficar na ponta dos pés para fazer o ato.

—Ele aparenta estar sentindo dor, Kookie. Chame o Hoseok Hyung para ajudá-lo!

—Jiminnie... O que ele sente é outro tipo de dor... Você irá entender agora futuramente.

—E por que não me explica agora, Hyung?

Controle-se. Ele é uma criança! Infelizmente até demais!

—Eu irei te explicar algum dia. Mas não agora. — Notei ele fazendo um bico emburrado, mas logo o tirou reparando que a comida estava pronta. — O que vamos comer? Lasanha de novo?

—Não. Em dois dias vocês não comeram nada saudável, então eu preparei uma sopa, tudo bem pra você? — Ele farejou, provou um pouco e fez uma careta por ainda estar um pouco quente, adoravelmente fofo.

—É bem melhor que a ração que davam para a gente naquele lugar. — E começou a comer sem dar tempo da comida esfriar. Não sei porque, mas toda vez que Jimin cita aquele lugar imundo uma corrente de raiva surge em meu consciente pedindo por vingança a todos que fizeram mal a ele.

—Jimin... A partir de agora, eu quero que você esqueça tudo que viveu naquele lugar. Toda a humilhação, sofrimento, vergonha e mais ainda, esqueça. Você e Yoongi ficarão conosco e lhe daremos todo o amor possível. — Ele ficou notoriamente confuso, mas entendeu e ficou com a face tristonha.

—Mas, Kookie Hyung, depois de um tempo seremos apenas fardos para vocês dois. Você mesmo disse que o que estava fazendo, nos salvando, era ilegal. E você é um policial, deveria nos mandar para o governo nos exterminar. — Uma pequena lágrima caiu e manchou aquela face angelical, limpei o rastro e lhe dei um beijo casto na testa.

—Eu nunca farei isso, nem Hoseok. E eu nunca concordei com o governo mesmo. E se tentarem fazer alguma coisa com qualquer um dos dois eu irei mostrar um lado meu que ninguém conhece e adorariam nem conhecer. Você se tornou importante pra mim Jimin, você me deu um motivo pelo qual eu posso e quero lutar.

Ele me lançou um sorriso lindo e me abraçou fortemente, como se eu fosse fugir ou algo assim.

Foi quando ele levantou o olhar e me deu um selinho.

Ok, eu não estava preparado para isso.

Foi apenas um selar, mas uma corrente elétrica passou pelo meu corpo o esquentando. Senti a maciez de seus lábios e borboletas em meu estômago querendo se livrar dele voando loucamente. Eu permaneci atônito e não reagi, mas eu queria mais.

Isso é completamente clichê, o que esse gatinho está fazendo comigo?

—Kookie? Fiz errado? Não deveria ter feito isso, certo? Me perdoa Hyung! — Ele falava desesperado esperando que eu dissesse alguma coisa.

—Ah, Jimin não se desculpe. Eu gostei muito disso.

—Então poderemos fazer isso de novo? — Ele perguntou com seus olhinhos brilhando, ai não.

—C-claro. Mas agora vamos comer, certo?

—Sim! — E ele atacou o prato de comida enquanto eu o observava calmamente.

Pov’s Hoseok

Cansaço, exaustão, insônia, stress, desnutrição, e muito mais. Minha vida está desandando por um único motivo: Yoonie.

O autocontrole que tenho com esse menino é impressionante até mesmo para mim. Quando ele se esfrega em mim pedindo carinho, eu luto contra mim mesmo  para não jogá-lo naquela cama, quando ele me abraça dormindo e eu tenho que me tocar pensando naquele corpo, quando ele me dá tchau com sua face tristonha dizendo que quer me ver logo.

Eu não vou aguentar por muito mais tempo.

O chefe do departamento nos liberou mais cedo que o normal então eu teria a tarde toda com Yoongi. Estou pensando em comprar roupas novas para ele, já que hoje eu e Jungkook finalmente recebemos nosso salário. Mas por enquanto, devido ao seu estado, irei adiar isso até o final do cio, hoje eu só quero ficar deitado ao seu lado.

Almocei em um restaurante perto de casa e no caminho passei no mercado para comprar mais chocolate para Yoongi, estou o acostumando mal, isso não deve ser muito saudável.

Quando finalmente cheguei em casa Jimin e Jungkook estavam lavando a louça do almoço e sorriram quando me viram. Eu apenas acenei levemente e entreguei o envelope com seu salário para ele.

—Eu peguei por você. Irá poder acompanhar Jimin nas compras. — Ele me encarou confuso, mas depois entendeu e convidou Jimin para tomar banho com ele e irem se arrumar, Jimin se animou na hora e concordou.

—Estamos saindo, Hoseok. Por falar nisso, você já almoçou? — Assenti. — Certo então. Yoongi ainda não almoçou então leve o almoço dele. E mais uma coisa, boa sorte. Até mais.

E saiu com Jimin me deixando confuso. Mas ignorei o comentário e coloquei uma porção de sopa em um prato junto com uma colher e um copo d’água e segui em direção ao quarto, mas Yoongi não estava lá. Seu cheiro no colchão o denunciava que tinha se levantado recentemente.

Deixei a comida na cômoda e fui procurar Yoongi no apartamento. O encontrei um tempo depois no banheiro, se aliviando.

E o meu autocontrole? Como fica?

—Y-yoonie, vem comer... Você precisa se alimentar. — Entrei no Box o ajudando a se levantar, ele ainda estava com uma enorme ereção, e apesar da água fria o ambiente naquele recinto estava estritamente quente.

—S-seok? Por favor, m-me ajuda. Eu preciso. — E ele se jogou com tudo em meu colo, me molhando e gemendo junto comigo no processo.

—Yoongi? S-saia de cima, por favor.

—P-por favor S-seokie, me ajuda — Ele falava necessitado, vermelho e rebolando eu me colo buscando por alívio. Foi inevitável não gemer junto com o híbrido.

Quer saber? O autocontrole que se foda!

—Eu... Eu vou te ajudar Yoongi!


Notas Finais


Não me matem. Sério.
Eu tô achando que as coisas estão indo rápidas até demais, mas desde o começo a fanfic seria curta então tá valendo.
Sugestões? Críticas? Pedradas? Fiquem a vontade ^^ (sério, me deixa feliz)
Até o próximo \0/
Fanfic Yoonmin: https://spiritfanfics.com/historia/um-pequeno-desafio-6643547


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...