História Say GoodBye - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Esquizofrenia, Jikook, Psicose, Vhope, Yoonmin
Exibições 239
Palavras 1.584
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Slash, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá :3

*As partes em itálico são flashbacks*

Bom capítulo

Capítulo 12 - Primeiro amor


Fanfic / Fanfiction Say GoodBye - Capítulo 12 - Primeiro amor

POV – Min Yoongi

Bufei frustrado pela milésima vez naquele dia, essa pessoa novamente me enchendo o saco e eu ainda estou sem paciência. Primeiro que o Jimin me ignorou, segundo que ele está muito próximo do Jungkook e terceiro que ultimamente eu ando com mais sono do que o normal.

Me levantei depois que terminei de comer e coloquei as coisas sobre a pia, depois lavaria aquilo. Caminhei pra fora da cozinha pensando se o Jimin estava bem ou não, eu confiava nele, mas não gostava de tê-lo andando sozinho por ai, só de pensar que o Jungkook poderia se aproximar nesse meio tempo me dava calafrios.

 

[...]

Terminei de tomar banho, o qual eu demorei mais de uma hora dentro do banheiro apenas refletindo sobre minha vida, desde que conheci o Jimin até hoje. Pra ser sincero ter beijado o Park no aniversário do Jungkook não foi tão ruim, pois pelo menos consegui o que sempre quis. No começo eu achei que seria apenas mais uma transa qualquer e que toda obsessão que eu tinha pelo Jimin iria embora assim que ele se entregasse a mim, mas não foi, apenas aumentou e foi ai que notei que Park Jimin era uma parte perdida de mim, a parte pela qual eu sempre procurei e nunca havia encontrado.

Os cantos da minha memória me fazem lembrar perfeitamente do dia em que aquele pequeno menino chegou à vizinhança e estava completamente perdido e sem amigos.

 Os seis amigos se encontravam sentados no parquinho da praça, eles eram novos e mesmo assim conheciam a amizade verdadeira, aquela que seus pais sempre falam que tiveram quando eram mais jovens.

- Vocês viram o garoto novo que se mudou pra vila? – Taehyung perguntou.

- Não. – Namjoon, o mais alto do grupo respondeu.

- Olha lá ele. – Tae apontou pra um pequeno menino de cabelos castanhos, com bochechas fofas e lábios fartos.

Min Yoongi, o mais fechado do grupo e o mais baixo que sempre estava emburrado por algo direcionou seu olhar ao pequeno do outro lado da praça e sorriu de forma doce, apenas como ele sabia fazer. Desde aquele momento o pequeno estava destinado a viver preso em apenas a um garoto e nem sabia, alias ninguém ali sabia que a vida e gostos de todos iriam mudar. Eram apenas crianças inocentes super amigos, sem malicia alguma.

- Ele parece sozinho e perdido – Jin se pronunciou.

- Hey – Taehyung gritou para o garoto que o olhou confuso, mas sorriu de forma que seus olhos sumissem. Yoongi podia jurar que seu mundinho iria cair ali mesmo, mas não podia fazer nenhum sinal estranho ou agir estranhamente, não queria assustar ao pequeno. – Vem aqui.

O garoto baixo de cabelos castanhos caminhou lentamente até o grupo de amigos enquanto brincava com suas mãos gordinhas e seus dedos pequenos.

Eu me lembro daquele tempo como se fosse ontem, o Jimin tão pequeno e tímido, no mesmo instante que o vi pela primeira vez eu senti algo estranho e justamente por isso decidi ignorar. Mas com o passar dos anos tudo foi ficando mais forte e intenso, porém o Jimin nunca me deu bola ou uma chance mínima, ele sempre foi apaixonado por Jungkook, o garoto mais tímido e quieto do nosso grupo, desde pequeno foi assim, acho isso estranho até hoje.

Eu ansiei pelo Jimin desde a primeira vez que o vi e me lembro quando o acariciei com meus dedos pequenos enquanto ele me julgava por ter feito aquilo com ele e com o Jungkook, mas eu simplesmente não ligava, eu o queria.  

 - Eu te odeio mais que tudo nessa vida, como você pode fazer isso? – Jimin dizia em alto tom enquanto socava o peito do mais velho – Por quê? Por que você fez isso comigo?

Yoongi se encontrava em silêncio enquanto socos eram depositados em seu peito, ele sentia a dor do menor em si e sabia que ele era o culpado daquilo, mas preferia ficar quieto para não fazer besteira alguma.

- E-eu não posso viver sem ele – o menor disse por fim caindo de joelhos ao chão, domado por suas lagrimas de dor e culpa.

- Jimin, eu... – Yoongi perdeu a voz e ficou encarando seu pequeno ao chão. Respirou fundo várias vezes e se abaixou na altura de Jimin e então o abraçou forte como se sua vida dependesse daquilo.

_Não me pergunte nada
Eu não posso lhe dar uma resposta

Minha vida tinha se tornado ele, eu tinha me tornado parte dele como ele sempre fez parte de mim. Eu sei que ele nunca esqueceu o Jungkook e isso é impossível, mas eu o amo e estou disposto a tudo para tê-lo apenas para mim e isso nunca vai mudar.

Eu o coloquei em chamas, isso mesmo, eu o vi, não além do meu nariz, naquele momento, chorando e rindo, aqueles momentos sozinhos com ele.

 

Sai dos meus pensamentos suspirando derrotado, então me levantei e sai de casa afim de ir em alguma lanchonete comer algo. Caminhei pelas ruas quase vazias e silenciosas disperso em meus pensamentos novamente. O som dos pássaros era a única coisa ser a ouvida juntamente a brisa fresca que batia contra meu rosto me fazendo suspirar, as árvores com aparência do inverno próximo a primavera, minha estação do ano favorita, onde as árvores ficavam maravilhosas e com um aspecto juvenil.

Não demorou muito para que eu chegasse à lanchonete, segui até uma mesa afastada que ficava em frente à janela que eu sempre gostei de sentar. Me sentei suspirando e meu olhar correu pelo local notando uma pessoa conhecida entrando na lanchonete com cadernos em mãos e os lábios reprimidos.

- Hailee? – falei um pouco alto atraindo o olhar de algumas pessoas inclusive o dela que sorriu a me ver.

- Olá – disse assim que se aproximou.

- O que te traz aqui?

- Comida? – ela riu.

- Claro, que cabeça a minha – ri batendo em minha própria testa. – Sente comigo.

- Não vou incomodar?

- Não. – sorri.

- Tudo bem – sorriu se sentando na cadeira a minha frente enquanto colocava o caderno ao seu lado.

POV- Park Jimin

Fazia pouco tempo que minha consulta com o Dr. Will tinha acabado, mas eu não tinha voltado para casa ainda, eu queria ter um tempo pra pensar, colocar tudo em ordem na minha cabeça e isso estava sendo muito difícil ultimamente.

Andava pelas ruas silenciosas e tranquilas do jeitinho que eu gostava, perdido mais uma vez em meus pensamentos. Jungkook não tinha conversado comigo sobre a carta que eu lhe dei, Taehyung estava um pouco distante e Yoongi... Era o Yoongi.

Sabe quando você se perde em seus próprios pensamentos?

_Estou preso em mim mesmo, estou morto.

Que você se sente perdido e sem razão na vida?

_Preso em uma mentira.

Eu só queria ter minha vida de volta, antes dela virar de ponta cabeça e tudo acontecer.

_Devolva o meu sorriso.

Jungkook continua sendo a pessoa mais importante pra mim, apesar dele não querer mais nada, Yoongi e os meninos são minha família, meus pais... Tudo é complicado, eles me culpam pelo meu problema, eu sei que é minha culpa, mas eu precisava de um apoio pelo menos e não de alguém dizendo “Você é a vergonha da família”

Eu tentei superar, porém com o Jeon por perto tudo se complicou, eu tentei seguir com o Yoongi e deixar tudo para trás, mas era como um ima e eu sempre voltávamos para o passado sem ao menos querermos.

_É interminável, mesmo se eu tentar fugir

Minha barriga roncou indicando que eu precisava comer e realmente eu precisava. Caminhei até uma lanchonete próxima de onde eu me encontrava. Eu o Yoongi costumávamos ir ali e pra ser sincero eu estava com saudade dele.

_Confusão e mentira.

A entrada da lanchonete era bem agradável, seu ar calmo com paredes de cor vermelho claro e bege, as janelas que davam vista a rua pouco movimenta, as mesas colocadas em suas perfeitas ordens. Rocei meus dedos na maçaneta da entrada e rodei a mesma empurrando a porta, o barulho do sino se fez presente e algumas pessoas olharam para mim e logo depois voltaram as suas atividades. Meus olhos rodou pelo local a procura de uma mesa e eu o vi, seus cabelos verdes estavam presente no local juntamente de outra pessoa. Yoongi e Hailee estavam ali conversando todos íntimos e pareciam se divertir.

Forcei minhas mãos na maçaneta e então rodei meus calcanhares saindo do local com pressa. A mistura de sentimento subiu novamente e eu senti meus olhos arderem por conta das lagrimas que se formavam ali.

Ciúmes? Amor? Raiva? Eu não sei.
 

Pego em uma mentira. Por favor, encontre o eu que era inocente. Eu não consigo fugir de dentro dessa mentira, por favor, devolva o meu sorriso.

 

Pego em uma mentira. Liberte-me desse inferno, eu não consigo escapar desse sofrimento.

Por favor, salve o eu que está sendo punido

 

Confusão é apenas o que eu sei que sinto. Isso é horrível, você não saber o motivo de doer tanto e tudo se mistura juntamente com sua culpa, você não sabe o que pensar ou fazer.

Assim que cansei de correr me encostei em um muro suspirando pesadamente. Eu precisava de ajuda e apenas uma pessoa poderia me ajudar. Peguei meu celular, o desbloqueei com dificuldade por conta das lagrimas e procurei o número dele.

Ele seria minha alegria nesse momento.

Apenas ele.

_Estamos tão felizes do jeito que estamos agora.


Notas Finais


OLÁ OLÁ
OBRIGADA POR TUDO GENTE, É SÉRIO <3

Que comeback foi esse do bts? G-DRAGON ME AJUDA, EU MORRI COM ESSE MV

É só isso mesmo, beijoos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...