História Say N.O - Jikook- - Capítulo 2


Escrita por: ~, ~Jikook, ~Namjin e ~zWang

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae
Visualizações 55
Palavras 1.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meu povo..
Esse capítulo será mais comprido do que o outro como eu havia prometido.

Capítulo 2 - Tensão


Fanfic / Fanfiction Say N.O - Jikook- - Capítulo 2 - Tensão

- Como isso pode acontecer? -  O general Jaehyun já estava aborrecido, essa já era outra de muitas derrotas que vêem perdendo para os aliens- Eu quero explicações, senhor comandante! 

O comandante Jeon que até então estava em silêncio apenas ouvindo tudo oque o general tinha a lhe dizer. Depois de ser mandado para uma missão, para investigar sobre o desaparecimento de seus soldados, mas fora surpreendido com um ataque aéreo matando 23 de seus homens. 

- Eu não sei como isso acontece,senhor!- se pronunciou mantendo o olhar firme- Todo o nosso percurso estava indo bem, só que....fomos atacados de surpresa! 

O general já estava farto dessa guerra, o mundo não teve mais a paz depois que esses seres foram descobertos.  O mundo está um verdadeiro caos, pessoas morrendo, famílias sendo destruidas e o mundo sendo extinto.  Sendo tomado pelo o estresse, passou a mão sobre seu rosto, sentou-se novamente na cadeira na qual estava antes do comandante entrar em sua sala, apoiou os cotovelo em cima da mesa e escondeu seu rosto em suas mãos, xingando mentalmente todo o seu fracasso.

O silêncio reinou dentro daquela sala, Jungkook já estava ficando nervoso, pois nunca fora de fracassar em alguma missã, e nnão sabia quais eram as devidas punições do governo. 

- Eu quero um relatório ainda hoje na minha mesa, comandante! - se manifestou - Você é o meu melhor soldado e nunca me deu motivos para não confiar em você! - suspirou- Em breve, mandarei batalhões para a parte Ocidental da Coréia e eu quero você na linha de frente sem mais nem menos! Estamos entendidos? 

- Sim, senhor!- abaixou o olhar.

- Está dispensado, e não me descepcione novamente! - Ordenou.

Jungkook retomou a posição de sentido, girou os calcanhares indo em direção a porta saindo daquele lugar. Fechando a porta atrás de si, permitiu-se suspirar pesado descarregando toda aquela tensão que tomava conta de seu corpo. Estava decepcionado consigo mesmo, nunca admitiu um erro se quer vindo de sua parte, então porque errar agora?. Deixando seus pensamentos de lado, resolveu seguir seu caminho até o dormitório, estava muito cansado e seus músculos estavam doloridos, precisava de um bom banho e uma boa noite de sono.

Andando pelo longo corredor lotando de recrutas, soldados e sub tenentes. Emfermeiras do pavilhão entravam e saiam da enfermaria para ajudar aqueles que voltaram feridos. Suspirou e aumentou os passos afim de sair o mais depressa possivel daquele lugar. Virando o segundo corredor a direita, Jungkook viu a porta de seu quarto, para a sua sorte o corredor estava vazio, não queria ficar perto de muitas pessoas. Dirigiu-se em passos lentos até a porta de seu quarto, mas fora surpreendido com um par de mãos tapando sua visão. 

- Adivinha quem é? - Uma voz muito conhecida sussurou em seu ouvido fazendo o mesmo se arrepiar e sorrir ao mesmo tempo. Aquela voz doce e suave pertencia a nada a mais e nada a menos que...

Park Jimin!

- Um homem se 22 anos , com a mente de um garoto de 12 anos!- disse e ouviu um bufar atrás de si.

Virou-se lentamente e viu aquele ser ruivo de frente para si. O mesmo estava de calça jeans preta com rasgos no joelho, uma camisa social branca e calçava um Allstar preto e branco. 

- Aff...chato! Não sabe nem brincar! - fez um biquinho muito fofo na visão de Jungkook.

- Desculpe, Minie! É que eu não tô em um dos meus melhores dias!-suspirou cansado. 

- Oque foi que teve dessa vez?- pergunto se aproximando do mais alto, pondo as mãos em seus ombros. 

- Eu fracassei!- foi direto- Não sei como eu ainda contínuo nesse lugar, se eu não consigo fazer nem uma simples missão! 

- Não diz isso, Kookie!- levou suas mãos até as bochechas do mais alto- Você é o melhor comandante que temos nesse pavilhão!  Eles têm muita sorte de terem você, todos erram e essa é a sua primeira vez cometendo um erro! Essw não é o fim do mundo!

- Tem razão. ..!- sorriu- Obrigado Hyung! Você é um ótimo conselheiro! - levou suas mãos até a cintura do mais baixo. 

- Eu estava muito preocupado com você, Kookie!- escondeu seu rosto na curvatura do pescoço do mais novo- Achei que não voltaria mais! 

- Park Jimin, o sub tenente mais vigoroso e excelente soldado estava preocupado comigo? - brincou e recebeu um tapa no braço pelo mais baixo.

- Não é brincadeira, idiota! - ficou serio- Sabe o quanto é frustrante te esperar por dias quando você sai em alguma missão, sem poder sair daqui? Sem poder fazer nada? Vendo muitas pessoas do outro lado daquele muro morrendo e sabendo que você está lá também? - descarregou toda a sua frustração. 

-Desculpe, Minie...!- abraçou o menor- Eu só estava brincando! 

- Brincadeiras tem limites, sabia?- perguntou se aconchegando mais naquele Abraço. 

- Eu sei.... sou um idiota mesmo!- desfaz o abraço e encara o rosto do mais velho- Como foi o seu dia?

-Um tedio que só!  Tive que ficar na enfermaria junto com o Jin para ajudar com os feriados! 

- Como sabia que eu havia chegado? - perguntou.

- Vi três de seus homens entrando  na enfermaria totalmente feridos! Acabei me preocupando e vim atrás de você para ver se estava tudo bem!- suspira- Você não sabe como é frustrante ficar aqui e não receber noticias sua!

- Eu imagino! - diz quase num sussurro- Pra mim é um alívio saber que vocês dois estão bem!

- Mas pra nós não!  Sabe o quanto o Yoonnie pergunta por você todas as noites?

- Papai!- ouviram uma voz embargada pelo sono.

- Yoonnie!- exclamou Jungkook- Vem cá! 

Yoongi vinha cambaleando ainda com sono, o loirinho usava um pijama se pezinhos com estampas de tubarão. Jungkook o pegou no colo assim o mesmo chegou perto de si.

-Oque faz acordado, mocinho?- O menor perguntou acariciando o cabelo do pequeno que estava no colo do pai.

- Eu ouvi a voz do Appa e queria ver ele..!- diz coçando seus olhinhos.

- Podia esperar até amanhã Yoonnie!- O mais alto exclamou. 

- Mas, eu tava com saudades! - disse manhoso- O Omma tava preocupado!

- Eu sei disso!- olhou para Jimin- Minie, coloca ele na cama que eu vou tomar banho e depois vou ver vocês! 

Jimin pegou Yoongi no colo e se dirigiu até o quarto do mesmo. Jungkook entrou no quarto que compartilha com Jimin e seguiu em direção ao banheiro se despindo no caminho. Entrou dentro do box , ligou o chuveiro e permitiu que a água quente fizesse contato com sua pele, ensabou-se com sabonete líquido e depois enxaguou-se.

Saindo do banheiro com uma toalha na cintura, Jungkook dirigiu-se até o guarda-roupas, pegou uma bermuda preta , um moleton cinza e vestiu. Saiu do quarto e foi até a de seu filho, que ficava no corredor a esquerda de onde localizava-se o seu. Chegando na porta de quarto do filho, deu três leves batidas antes de entrar.

- Appa!- ouviu a voz de Yoongi lhe chamando. 

O mesmo estava deitado na cama coberto por uma colcha branca e Jimin estava sentado na beira da cama.

- Desculpe a demora!- se aproximou, sentou-se na beira da cama e depositou um beijo na testa do filho- Já deveria estar dormindo! 

-Ele preferiu esperar você chegar!- Jimin se pronunciou enquanto acariciava o cabelo do filho- Agora que seu pai chegou, é melhor você ir dormir! 

- Okay....! Boa noite Omma! Boa noite Appa!- o mesmo se deitou se lado enquanto Jimin o cobria até o pescoço. 

- Durma bem, meu anjo!- Os dois deram um beijo na cabeça do filho antes se saírem. 

- Você está muito cansado? - Jimin perguntou enquanto ambos andavam até seu quarto. 

- Sim!- suspirou- Eu ainda tenho que fazer um relatório para entregar ainda hoje!

- Não dá pra fazer amanhã?  Você está exausto ,Kookie!- o mesmo negou-Mas isso é um absurdo!  Ele acha que somos de ferro? Nós também temos que descansar sabia?

- Não podemos fazer nada , Minie! É nossa obrigação obedecer! 

- Se eu pudesse, já teria fugido desse lugar, junto com você e o Yoonnie!- bufa irritado. 

- Você fica muito fofo irritado! - sorri para o menor.

-Eu não sou fofo!- faz biquinho.

-Claro que é, moch!- aperta as bochechas do menor- Me espere no nosso quarto, eu ainda tenho que fazer o relatório, tudo bem?

- Okay...- sussurra- Eu vou esperar! 

- Eu te amo!- sela os lábios com os do menor.

- Eu também te amo!- diz e depois some nos corredores. 

- Vamos logo acabar com isso!- Jungkook diz para si mesmo, antes de entrar na secretaria. 


》 Continua 《





Notas Finais


Continua ou para?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...