História Sayo no século XXI - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~LaritaDay

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sai, Sakura Haruno
Visualizações 22
Palavras 7.106
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Luta

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem os erros e Boa leitura

Capítulo 1 - Capítulo Único


Sayo Pov's

Haviam roubado os registros dos ninjas de Konoha novamente, e dessa vez a equipe Kakashi estava responsável por capturar os ladrões, estávamos os perseguindo.

— Que droga tudo que eu queria era minha cama nesse momento mas não, tenho  que perseguir ladrões  de registros – Reclamei pela centésima vez

— Veja pelo lado bom você poderá bater em alguém — Sakura disse

— Achei  que gostasse de fazer missões! — Sai falou

— E eu gosto mais e  que tipo de pessoas  rouba registros de ninjas,  genins ainda ?

— Esses idiotas que estamos perseguindo!— Afirmou Naruto passando na minha frente

— Não diga coisas óbvias Naruto! —Passei na frente dele

— Então não faça perguntas idiotas! — Ele passou na minha frente isso já estava virando uma espécie de competição

— Foi uma pergunta retórica, idiota!— Eu passei na frente dele  

— Eu vou recuperar esses registros antes que você possa dizer Uchiha! — disse o loiro convicto

— Não se eu os recuperar primeiro! — Disse ameaçadora

Nos olhamos e corremos

— Naruto, Sayo esperem! — Gritou Sakura mas não damos ouvidos.

Eu já tinha ultrapassado Naruto a um tempo quando finalmente senti o Chakra dos ladrões estavam logo adiante escondidos cada um atrás de uma árvore eram quatro no total, mas apenas dois estavam no local.

— Então, sejam bonzinhos e me devolvam os registro  ou terei que usar a violência e eu não gosto nem um pouco dela! — Ativei os sharingan e estralei os dedos

— É ela! — Um ladrão  gritou

— Eu percebi idiota! — Eles saíram de trás das árvores

— Qual das duas opções vocês escolheram ?

— Sabe que estamos em vantagem, né!

— Sabe que eu sou uma Uchiha, né ?

—Claro que sabemos seus olhos te entregam, assim como os meus! — Ele tirou os cabelos da frente do rosto revelando um olho com padrão ocular que não conhecia eram lilás  com espirais — Adeus querida Uchiha!— Ele acenou para mim é uma espécie de portal se formou em baixo de mim mas estava meio que fechado — Mas antes, seus olhos ficam comigo!— Ele avançou em minha direção  mas eu o  empurrei fazendo ele perder controle sobre o  portal que abriu

— Maldita Uchiha! — Escutei um grito distante

Oque está acontecendo? para onde essa coisa vai me levar?

Logo senti meu corpo ir de encontro ao chão !

—Ai!— Eu me levantei tirei a poeira da minha roupa e olhei em volta

Que lugar é esse ?  

Parece Konoha, mas  está muito diferente de Konoha está eu realmente não sei explicar

Olhei para cima e pude ver o prédio do Hokage que não está muito diferente embora seja bem maior e os rostos dos Hokages mas haviam mais quatro rostos além da Tsunade, o sexto parecia muito o Kakashi, o sétimo era a cara do Naruto , a oitava e a nona eu não tenho ideia de quem são.

Eu estava parada a um tempo no lugar até que alguém esbarrou em mim e eu caí no chão caramba até aqui!

— Ai,garota olha aqui não sabe ler — uma garota com um olho perolado e outro azul disse apontando para uma placa — Proibido estacionar

— Como é?— Eu olhei ameaçadoramente para a garota

— Esqueça não posso perder meu tempo com você!

Essa garota é louca, mas já está me irritando eu me levantei ela ia se virar mas segurei o braço dela

— Você acha que é assim me chama de analfabeta e vai saindo como se nada tivesse acontecido?

— Primeiro solte o meu braço anãzinha de jardim!

— Como é ? — Meus amigos me chamarem de baixinha eu até posso perdoar e não bater neles com muita força mas essa garota a não !

Meus sharingans se ativaram

— Uma Uchiha? — ela me olhou surpresa — essa vila está uma bagunça! — Eu soltei o braço dela.

— Sai do meu campo de vista eu não quero te machucar.

Já havia se formado uma espécie de plateia em volta de nós.

— Me machucar ? — Ela riu ironicamente — Você me machucar não me faça rir! — Os olhos dela mudaram—Eu só preciso de uma mão para te matar!— A garota  falou convencida.

Eu não percebi quando ela  avançou na minha direção mas deu tempo de desviar.

Ela fez um rasengan e vinha na minha direção e então eu fiz um chidori, mas poucos segundos antes de colidirmos uma contra a outra fomos seguradas por algo ou melhor alguém uma morena de olhos azuis.

— Victoria, achei que queria proteger a vila e não destruí-la!

A garota soltou nossos braços

— Uma Uchiha? — A morena de olhos azuis ficou me olhando de cima a baixo.

Pvo's Roberta

Uma garota ruiva com Sharingan, outra Uchiha assim como eu, pensei que eu era a única, mas ela está aqui na minha frente.

— Ei! Da para parar de me encarar!? Até parece que eu sou uma assombração! — a ruiva falou um pouco nervosa

— d.. Desculpa, eu sou a última Uchiha viva, quero dizer pelo menos é isso que eu pensava — falei explicando para a garota que parecia confusa

— olha só você de uchiha já basta! Não vou suportar mais uma de vocês! — fuzilei Victoria com o olhar ficamos nos encarando.

Conheço muito bem essa Hyuuga e sei bem que ela irá machucar a garota na menor oportunidade, se bem pelo o que eu vi, a baixinha parece ser forte.

— Victoria, a pequena Uchiha é problema meu! E quanto a nós duas, vamos guardar nossa energias para arena da morte! — ela saiu de posição de ataque e sorriu

— tudo bem Uchiha Roberta! — ela desativou o Byakugan e se virou saindo do local.

Me virei para garota que me encara com raiva.

— NÃO ME CHAMA DE PEQUENA!

Eu ri, porém percebi que ela estava preste a pular no meu pescoço então parei tomando uma posição mais séria. Dúvidas percorrem minha cabeça, e são muitas. Quem é ela? De quem é filha? Inare talvez? Mas antes que eu pudesse fazer qualquer pergunta ela mesma fez uma, que me suspendeu bastante.

— Roberta certo? — afirmei — você disse que é a última Uchiha viva, mas tem o Sasuke, o Itachi e eu!

Ela parece nervosa, mas como assim Itachi e Sasuke?

— qual seu nome?

— Sayo Uchiha

— Sayo eu não sei em que mundo vive, mas percebo que é uma ninja de Konoha — falei por causa da bandana dela — mas Sasuke e Itachi estão mortos a muito, muito tempo, olha eu sou bisneta de Sasuke, e se você olhar o oitavo rosto — apontei para os monumentos — é o rosto de Sarada Uchiha filha de Sasuke e Sakura Uchiha

Ela fez um perfeito O com a boca. Depois deu alguns tapas no rosto, para sair do transe de surpresa.

— CALMA AÍ! — ela gritou me assustando — Como assim Sakura e Sasuke? Tata então eu estou em um futuro é isso? Aquele portal que abriram me trouxe para o futuro?! COMO EU VOU VOLTAR!?

— Ei, calma! — sorri para ela — olha Sayo nunca ouvi falar de você nos livros de história, mas vamos arrumar um jeito de te levar para casa dattebayo!

Ela riu de mim

— está parecendo o Naruto falando!

— desculpa eu não consigo evitar — sorrir para ela, já caminhando em direção ao escritório da Hokage, ela vinha ao meu lado — no início pensei que era a convivência com meu Ero-vovô mas para falar a verdade acho que é de sangue, afinal sou bisneta de Naruto

Ela me olhou surpresa novamente.

— como assim? Você não é bisneta do Sasuke?

Respirei fundo, acho que isso é bem difícil de entender. Mas o que me preocupa é nunca ter lido nada sobre essa garota.

— bem eu sou filha de Kushina que é filha de Sarada e Boruto que por sua vez são filhos de Sasuke e Sakura, Naruto e Hinata — olhei para a ruiva ela parece entender embora seja um pouco confuso — entendeu?

Ela afirmou, andamos mais um pouco até chegar no prédio da Hokage, Sayo ia na minha frente e é nesse momento que vejo uma mesa sendo lançada do último andar. Corri, e a peguei tirando a antes mesmo que a mesa a acertasse.

— oooou! Cara aqui chove mesas? — eu ri porque essa foi a mesma reação que tive da primeira vez

— não é só a Hokage, vamos? —perguntei já encaminhando para dentro

— A HOKAGE FEZ ISSO? ELA É MAIS LOUCA QUE A TSUNADE!

— tipo isso — nós subimos os andares com calma, entrei no escritório sem bater como sempre

— ROBERTAAA! QUANTAS VEZES EU TENHO QUE DIZER? — a loira gritou tacando um vaso na minha direção, eu apenas desviei.

— tá nervosa porque? —indaguei provocando ela

— OLHA AQUI ROBERTA UCHIHA! VOCÊ ME ARRUMA ESSA MALDITA CONFUSÃO DA ARENA DA MORTE E AINDA ME PERGUNTA O PORQUE?

Respirei fundo, ela está pilhada desde que descobriu o negócio da arena da morte.

— Você me trata como criança! Eu tenho 19 anos! Sei me cuidar, não irei perder para a Victoria

— o problema não é esse você sabe muito bem — ela olhou para a foto na mesa dela

Me aproximei da mesa encarando a loira.

— já disse um milhão de vezes, você não vai se livrar de mim tão cedo!dattebane! — ela me olhou com um sorriso — mas agora se concentra no que tenho para falar — ela tomou uma postura séria e encarou a ruiva atrás de mim — ela é uma Uchiha

— MAIS UMA? A MINHA VILA NÃO IRÁ SUPORTAR DUAS UCHIHAS!

Eu ri dela, Sayo pareceu querer matar a loira.

— sem exageros! Ela veio do passado, mas não lembro de nenhuma Sayo Uchiha

Kitsune fez um perfeito O com a boca.

— Sayo Uchiha — ela encarou a garota — nunca ouviu falar porque é segredo de estado, nunca se soube o porque de tanto segredo sobre ela, mas até onde eu sei Sayo Uchiha foi uma pessoa importante para o que Konoha é hoje, em outras palavras ela é uma lenda assim como Sasuke, Naruto ou Sakura. Entretanto por algum motivo que não se sabe sempre teve muito mistério em volta dela. Só quem sabe dela são os hokages, o nanadaime proibiu que qualquer pessoa falasse dela.

Olhei de Sayo para Kitsune, a ruiva parecia bem surpresa. Ok estou perdida no assunto.

— e como eu volto para casa? — indagou Sayo

— não faço a mínima ideia, mas irei providenciar isso, por enquanto Uchiha Roberta cuida de você

Encarei a loira.

— estou com cara de babá?

Ela bufou. Me virei encarando Sayo que parecia preste a pular no meu pescoço. Sai do escritório sendo seguida por Sayo. Ela parece perdida em seus pensamentos. Eu também não consegui parar de pensar no que Kitsune disse.

Sayo Pov's

Nós saímos do  escritório da Hokage e eu comecei a seguir a Roberta.

Então isso é o futuro! Parece que você  conseguiu  não é Naruto, Eu sorri com meus pensamentos, Quem eram aqueles ninjas que me mandaram para cá eu nunca os vi, Porque o nanadaime proibiu falar sobre mim ?Tantas perguntas e nenhuma resposta.

Quando me deparei estávamos em frente a um dúplex verde.

— Você deve estar cansada afinal viajar do passado até  aqui não deve ser  fácil! — Ela disse sorrindo e eu retribui o sorriso

— Acredite, não mesmo! — Ela abriu a porta  e nós entramos logo uma menina loira pulou em cima da Roberta!

— Roberta,  você demorou! — Disse a menina  caída em cima da Roberta

— E que eu tive alguns assuntos para resolver, e Tsunade sai de cima de mim!

Tsunade?

— Desculpa, Beta! — Ela saiu de cima da morena e ficou me olhando

— Quem é essa anãzinha ? —apontou para mim e Perguntou

— Ei, eu sou maior que você! — Cruzei os braços  e a  encarei

— Beta, ela é sua discípula?

— Na verdade  não ela é uma amiga e hóspede temporária.

— A entendi, gostei da cor do seu cabelo anãzinha!

— Eu não sou anã eu tenho 1,55 de altura! — Eu a fuzilei

— Tá bom eu não te chamo de anã, com uma condição! — Ela fez uma cara sapeca

— Qual ? — Perguntei  temendo a resposta

— Se você deixar eu fazer tranças no seu cabelo!

— No meu cabelo?

— Sim!

— Tem certeza?

— Absoluta!

— Tá eu deixo, mas não agora!

—  Eba! — Ela começou a pular e me rodar.

— Tsu, a Sayo está  cansada, deixa ela depois vocês brincam, tá? — A Roberta falou para a pequena

— Tá, mas não pense que vou esquecer das tranças!

Eu me ferrei !

— Vem Sayo, vai tomar um banho e depois comer alguma coisa, eu te empresto algumas roupas se bem que vão ficar grandes em você  mas é oque temos! — Ela saiu me puxando — Fica aí que eu vou te trazer umas roupas e uma toalha — Ela praticamente me jogou dentro do banheiro e saiu eu fiquei analisando o lugar  até ela voltar ela jogou as coisas em cima de mim — Essas são as menores que eu tenho eu não uso então se quiser modificar fique a vontade! — Ela disse e fechou a porta!

— Tá legal, né!

Eu tomei meu banho peguei as roupas que ela me deu e analisei

— Realmente vão ficar gigantes em mim!

Era uma calça jeans e uma blusa preta e peguei uma tesoura que  estava dentro de uma gaveta, agora para que tem uma tesoura no banheiro eu não tenho ideia, eu peguei a calça e cortei em um comprimento adequando assim como a blusa  vesti e saí do banheiro

— Está com fome? — Assim que me viu a morena perguntou

— Não ! — Eu sorri mas a minha barriga começou a roncar e a morena a rir

— Sua barriga diz o contrário — Ela disse rindo. — Pega qualquer  coisa lá na cozinha primeira porta à direita.

— Ok! — respondi

Eu  fui até a cozinha  chegando  lá havia uma panela de brigadeiro eu não pensei duas vezes e comi,  menina loira apareceu não sei da onde  e me olhou assustada!

— A Beta vai te matar! — Ela disse se afastando de mim

— Porque ? — Perguntei

— O brigadeiro  era dela!

— To ferrada!

Eu comecei  a escutar passos que anunciavam  que ela estava chegando!

Pvo's Roberta

Sinceramente me pergunto se eu tenho cara de babá! Primeiro eu tenho que cuidar da Tsunade e agora da Sayo, o que aquela loira falsa pensa que eu sou? Pelo menos a Sayo é gente boa, e é uma Uchiha que não quer me matar, é a primeira Uchiha viva que eu conheço que não quer me matar. Aah! Preciso de brigadeiro, levantei do sofá e fui na direção da cozinha. Entrando no local vejo uma anã de jardim toda lambuzada de brigadeiro. O meu brigadeiro! Ativei meu Sharingan encarando ela com raiva, não qualquer raiva, estou furiosa!

— Ei! Robe-nee calminha ela nem sabia que era seu brigadeiro — Tsunade tenta defender a ruiva, porém ela sabe que não é uma boa se intrometer.

— MEU BRIGADEIRO! SUA ANÃ DE JARDIM! QUEM VOCÊ PENSA QUE É?!

— EIII! NÃO ME CHAMA DE ANÃ DE JARDIM! — ela gritou mais estremeceu ao ver eu mordendo o dedo e passando o sangue na palma da mão — eiii seu brigadeiro é tão precioso assim para usar jutsu de invocação?!

Ela olhou para Tsu, enquanto eu fazia os selos. A loira não contia o sorriso.

— você está ferrada! Esse é o jutsu mais poderoso e mais legal da beta! — a pequena loira não contia a animação, ela adora quando faço essa invocação, enquanto ela está animada a pobre da pequena ruiva está morrendo de medo.

Terminei os selos fazendo a invocação cair em cima da pobre Uchiha que foi esmagada, e para ajudar a Tsunade pulou em cima do animal. Sayo me encarava com uma expressão que não sei bem como explicar. Um misto de alívio, com raiva, e até mesmo vergonha.

— eu não acredito! Derrotada por uma elefante rosa! — ela tenta sair debaixo do animal porém não consegue — agora me tira daqui Roberta!

Ela acha mesmo que está em condições de mandar em mim? Sorri para ela.

— quem mandou você comer meu brigadeiro? — olhei para Tsunade em cima do elefante — você sabe neh?

— nada de dar amendoim para ele!

Sorri para ela é fui até a geladeira pegando meu sorvete napolitano. Pelo menos esse sobreviveu, peguei uma colher e fui com o pote para a sala, enquanto escutava os gritos e risos alegres de Tsunade e os gritos de raiva e protesto da Sayo, ninguém mandou ela pegar meu brigadeiro! Vai ficar de castigo lá embaixo daquele elefante rosa!

....

Eu já havia terminado de tomar meu sorvete quando vejo uma Sayo bem brava vindo da cozinha.

— as minhas costas estão doendo! Por sua culpa!

— e eu estou sem brigadeiro por sua culpa!

Ela bufou sentando ao meu lado no sofá, acredita que a baixinha ainda teve a cara de pau de olhar se ainda tinha sorvete no pote?

Ficamos em silêncio por alguns minutos. Até que Tsunade aparece ainda em cima do elefante rosa.

— beta-nee eu estou indo para o escritório da mamãe ela me chamou lá!

Assenti para ela.

— só não deixa ela ver o elefante! — ela assentiu e saiu.

Sayo me encarou.

— ela é filha da Hokage? — afirmei — a Hokage se parece com a Tsunade

— ela é descendente dela! E Tsunade só se chama assim em homenagem a grande quinta Hokage — falei sorrindo para ela, Tsunade realmente é minha Hokage preferida eu admiro ela muito

—Tsunade é incrível mesmo! Ela é como uma mãe para mim

— Kitsune também é uma mãe para mim! — nós rimos juntas —mas nunca admito assim na cara que gosto dela!

— eu também não! — nós rimos — mas no fundo elas sabem

— com certeza!

Ficamos mais um tempo em silêncio.

— sabe é bom conhecer alguém como eu, uma Uchiha! — Ela me encarou confusa — desde que cheguei em Konoha passei por muita coisa, e o único Uchiha vivo era meu irmão mas eu tive que matá lo para proteger Konoha.

— eu sempre vivi trancada na torre do Hokage, só a algum tempo que Tsunade permitiu que eu saísse

Pensei um pouco sobre isso, e o porquê de Naruto ter proibido que falassem dela me intriga.

— porque Naruto proibiu falar de você? Porque você é um assunto sigiloso de Konoha?

Ela parou para pensar um pouco e depois me encarou novamente.

— para falar a verdade me faço a mesma pergunta, eu não tenho ideia do porque — ficamos em silêncio encarando uma outra, pensando no porquê disso tudo — mas o que me preocupa no momento é o porque daqueles ladrão de registro terem me mandado para cá!

Esse é outra boa pergunta. Porque mandar ela para cá? Logo para meu tempo. Estou sentindo cheiro de merda aí.

Sayo pov's

Eu não tenho  ideia porque eles me mandarem justo para cá nesse tempo onde tem uma Uchiha que invoca elefantes rosas acho que o Naruto e a Ino ficariam felizes em conhecê-la.

—Sério que sua invocação  é um elefante rosa ?— Perguntei segurando o riso

—Sim algum problema —A morena me olhava séria.

—Nenhum, só é um pouco inusitado! —Eu disse balançando as mão na minha frente

—Qual a sua invocação ? —Ela ainda estava séria

—Nenhuma! —Eu me recusei a assinar contrato com a Katsuyu.

— Então não deboche da minha! —Ela ficou me olhando — Eu não entendi uma coisa —A morena parecia pensar em algo

—Oque ? —Eu perguntei impaciente

—Porque você é tão baixinha?

—Ora... Sua... —Eu peguei uma almofada  que estava ao meu lado e joguei nela

—Ei! —Ela jogou de novo em mim quando nos demos conta a sala já estava uma bagunça eu ainda não acredito que nós fizemos isso qual é a nossa idade mental ?

—Hum...hum —Uma loira furiosa nos encarava pelo que Roberta né disse ele tem a personalidade da Tsunade só que pior e  melhor fugir.

—Foi ela que começou — dissemos juntas uma apontando para a outra.

Pvo's Roberta

Ferro! Tenho certeza que Tsunade deu mole e a loira falsa viu o elefante. Tô ferrada!

— qual a idade mental de vocês? — ela não parece nada feliz, eu e Sayo não ousamos responder, ficamos caladas encarando a loira, ela me olhou séria é percebi que lá vinha merda — VOCÊ DEIXOU AQUELE ELEFANTE ENTRAR NA MINHA CASA DE NOVO! O QUE AS PESSOAS VÃO PENSAR?! A FILHA DA HOKAGE ANDANDO EM UM ELEFANTE ROSA! ROSA!

Eu aí dá não entendo o problema dela com o rosa. Eu estava preste a responder ela quando do nada surge dois caras estranhos, um deles acertou a loira no pescoço fazendo ela desmaiar.

— KITSUNE! — gritei com raiva, raios já rodeavam meu corpo fazendo Sayo ficar impressionada com a velocidade que eu fiz isso, os nossos Sharingans já estavam ativos.

— calma Uchihas, nós só queremos os olhos de vocês!

Sayo sorriu divertida para eles.

— só com uma de nós vocês já estão ferrados com duas, vocês viraram pó! — ela concentrou um chidori e eu fiz o mesmo.

Só espero não quebrar muita coisa aqui na casa se não estamos ferradas. Dei um sorriso de canto.

— isso será divertido!

Partimos juntas para atacar, eu na direção do que acertou Kitsune um cara moreno, e Sayo foi com tudo para cima do outro que tem cabelos loiros com mechas roxas. Assim que me aproximei dele pronta para acerta lo com tudo, ele me mostrou seu olhos roxo.

— rinnegan! — falei surpresa e na mesma hora ele desapareceu, logo depois senti um ataque por trás — ora seu maldito!

Olhei para Sayo que tinha tudo sob controle contra o outro cara embora parecia estar um pouco complicado lá. Olhei para o homem moreno. Ele tem o rinnegan, esse cara é poderoso! Não posso ficar de brincadeira, e usar o mangekyou é compra briga com Kitsune. Respirei fundo pensando nas minhas opções.

— será bem mais fácil se você me permitir pegar seus olhos!

Outro maníaco querendo meus olhos. Esse povo não tem coisa melhor para fazer não? Me levantei do chão. Usar esse jutsu aqui vai destruir uma parte da casa mas não estou afim de me segurar! Ainda mais ele tendo feito mal a loira do Paraguai!

— permitir que você leve meus olhos assim, é a mesma coisa que trair minha mãe! E a mesma coisa que trair Kitsune que nunca desistiu de mim! — elevei meu chakra formando os dois dragões, raio e fogo, sorri de canto para ele, Sayo estava concentrada em sua luta porém olhou rapidamente para mim ficando surpresa com os dragões enormes. Levei minhas mãos para frente cruzando os pulsos — Raienryuu no hōkō( rugido do dragão de trovão e fogo)

O rugido acertou o homem, porém a casa também sofreu os danos e começou a cair. Uma grande poeira se levantou, e a princípio a primeira coisa que pude fazer foi desviar das coisas que caiam. Olhei na direção do homem porém ele não estava mais lá.

—ele ainda está por aqui! Posso sentir o chakra dele! — avisou Sayo também desviando dos destroços.

Estou ferrada! Destruir a casa sem pelo menos matar aquele idiota! Peguei Kitsune nos braços antes um pedaço de concreto a acertasse. Preciso tirar ela daqui e usar o mangekyou para localizar o idiota. Peguei uma kunai especial lançando para Sayo.

— fica com ela! — ordenei já me teletransportando com o jutsu do Deus voador do trovão, para uma kunai especial no escritório da Hokage.

Espero que Sayo fique bem até eu voltar.

Sayo pov's

A Hokage  vai ter surto quando souber que uma parte da casa  dela foi destruída, mas eu tenho que me preocupar com aqueles ladrões  de sharingans, pelo que entendi eles querem os meus olhos e o da Roberta, mas se depender de mim eu duvido que consigam!

Eu coloquei a Kunai na bolsa de Kunais  

— Vai ser bem estranho uma Ruiva anã andando por aí com o

Sharingan ativo. —eu ri de mim mesma falando sozinha e me concentrei  tentando localizar o ninja.

—Achei. —Eu disse já me preparei para sair dali

Se eu usar a cintilação  corporal até aquele local  vou gastar chakra demais e  capaz que o chakra da besta vaze muito longe daqui, mas se eu for andando  eu vou demorar muito tempo.

—Obrigada mais uma vez mãe essa coisa só me ajuda! —Eu disse ironicamente. —Que se dane eu vou arriscar afinal não tenho nada a perder, a não ser a vida! Eu tenho que parar de falar sozinha urgentemente. —Eu ia usar o Jutsu mas eu comecei a escutar uma voz vindo do lado de fora da parte inteira da casa, então fui ver quem era

— Só pode ser brincadeira! —Lá estava a maluca de hoje mais cedo!

— Sabia, onde tem confusão tem Uchiha! —Ela disse  olhando para mim

— Olha aqui garota  se você continuar não vai ter Roberta, não vai,ter Kurama, Pode vir o próprio Naruto  que eu não vou parar. — Sim eu exagerei .

— Ta se achando né o Tomate. —Ela me olhou incrédula

—Eu tenho mais oque fazer —Eu me virei e continuei meu jutsu mas fui impedida, hoje é o dia internacional de irritar a Sayo não é possível!

— É sério Hyuuga, me deixa em paz— eu disse sem paciência

— Tenho uma proposta para você!

—Para mim? —Perguntei

— Cala a boca e me escuta! —Ela disse apertando meu braço

— Primeiro solta o meu braço! —Ela soltou.

—Eu quero uma luta contra  você!

—Oque eu ganho com isso ? —Ela tá mesmo achando que vou aceitar?

—Prova que é uma ninja respeitável! — Ela disse com um ar superior

—Desculpe, não tenho interesse! —Me virei mas ela apareceu na minha frente—  Você é muito insistente ! —Eu tenho que ir atrás  daqueles caras mas eu quero lutar contra essa garota se bem que seria uma vergonha se eu perde-se, oque eu estou pensando eu não vou perder —Eu estou com a agenda lotada então tem que ser rápido! —Ela sorriu, mas não um sorriso qualquer aí tem coisa

—Fica calma só vai demorar  alguns segundos  para acabar com você.

—Isso é oque veremos. —Eu sorri

—Aqui não, podemos acabar machucando algum cidadão. — ela me levou até um local  e eu estava sentindo  um chakra além do nosso, então estava com a guarda armada, então o dono do chakra apareceu um homem que não tinham visto ainda.

— Fez muito bem sua parte, Victoria! —Disse o homem

—Olha não é Nada pessoal só não gosto de Uchihas

Eu sabia que ai tinha coisa, eu estou ferrada não consigo derrotar esses dois juntos.

Pvo's Roberta

Coloquei a loira no sofá, peguei minha capa azul e branca que tinha deixando ali outro dia e vesti ela. Já ia usar o jutsu para ir até Sayo porém parei ao escutar a voz de Kitsune.

— você se acha com essa capa não é mesmo? — encarei ela sorrindo

— é claro dattebane! — dei um sorriso para ela — eu já volto! Só vou resolver um problema! Vê se descansa! Dattebayo!

Antes dela falar qualquer coisa me teletransportei, indo direito para um lugar que não era mais a casa de Kitsune ou o que sobrou dela. Era um campo aberto onde vi de longe um Victoria que parecia está se divertindo com algo. Olhei para onde ela olhava e vi um homem de cabelos laranjas em cima de Sayo. A pobre ruiva se debatia tentando tirar ele de cima dela, porém ela parece cansada. Pelo jeito deve ter lutado contra esse idiota e contra a Victoria. O cara alaranjado está preste a arrancar os olhos de Sayo, preciso agir agora. Ativei meu mangekyou e me teletransportei dando um karyuu no tekken nele. Sayo se levantou depressa. Mas ela parece cansada. Olhei para o homem é seus olhos verdes mudaram para o vermelho do mangekyou. Não qualquer mangekyou, esse é um mangekyou que conheço bem, é o mangekyou do Inare.

— Esse olhos! Esse mangekyou é do Inare! — falei já sentindo o ódio subindo em mim, enquanto Victoria ria, pensei que ela tinha mudado mas parece que me enganei.

— sim, eu roubei os olhos daquele cretino! — ele ria maligno — infelizmente esse malditos olhos tem uma visão muito ruim!

Inare pode ter seus defeitos! Mesmo assim é meu irmão!

— você irá se arrepender por ter mexido com meu irmão! Seu filho da puta! — liberei o selo yin

— está querendo se matar Roberta? —indagou Victoria rindo

— CALA A BOCA QUE DE VOCÊ EU CUIDO DEPOIS! — gritei partindo para cima do homem.

Estou com tanta raiva desse maldito que não consigo controlar meu chakra. Apenas sentir meus olhos doendo, e sangue escorrendo por eles, em segundos o grande susanoo estava completo. Sayo fazia um perfeito O com a boca. O pobre coitado também não estava nem um pouco feliz. Demo usar o rugido e o susanoo um atrás do outro, estou gastando chakra de mais! O homem lançou uma amaterasu em mim, porém eu simplesmente rodei todo o susanoo com meu amaterasu.

— Acaba com ela Mytogan! — Victoria parece nervosa

Sorri internamente com isso. Preparei uma flecha com amaterasu na ponta e lancei contra o homem. Ele iria desviar porém Sayo acertou ele com um chidori. As chamas negras acertaram o homem é antes de acertar a ruiva eu as suguei  de volta com o olho esquerdo. Porém o infeliz do Mytogan ainda está vivo e preste a usar o tsukuyomi na baixinha.

— SAYO SAI DAI! — gritei já formando os dragões maiores que meu susanoo — Raienryuu no hōkō! — os dois acertaram o homem fazendo uma grande cratera no chão.

Me pergunto porque me senti assim, só por ele ter violado o corpo de Inare, só por ele ter roubado os olhos do homem que me fez sofre. Me pergunto se de alguma forma eu o perdoei. Desfiz o susanoo já sentindo seus efeitos em meu corpo. Entretanto sei que estarei recuperada em alguns minutos. Demo Victoria está aqui, Sayo não pode contra ela, Victoria é poderosa, talvez nem mesmo eu possa contra ela. Encarei a morena que já está com os dois olhos brancos e veias saltando ao lados dos olhos. Ficamos nos encarando. Mas antes mesmo que eu pudesse dizer algo ou até mesmo tirar Sayo de perto dela, minhas forças se esvaziaram de modo que não sei explicar, eu ainda tinha uma  quantidade considerável de chakra, e mesmo assim tudo se esvazio, me deixando fraca e meu corpo foi de encontro ao chão, agora eu só posso esperar que Sayo consiga sobreviver a fúria de Victoria. Minha visão escureceu.

Sayo Pov's

Não tenho  escolha terei que lutar.

—Sério que você vai tentar lutar contra nós dois ? — Victoria perguntou rindo

— Você não me conhece Victoria, mas se conhecesse você saberia que eu não desisto  sem antes tentar!

— Idiota! — O homem avançou  na minha direção  eu entrei em posição de combate e ativei o mangekyou  , ele veio e tentou acertar um chute em mim mas eu desviei

— Tem que ser mais rápido que isso para me atingir.

— Tipo assim? — Victoria apareceu atrás de mim com um rasengan  mas eu segurei o braço  em que estava o rasengan.

— Não, tipo assim! — Eu a joguei no chão pelo braço que eu estava  segurando eu e ia acertá-la com um soco mas kunais  foram lançadas em minha direção  e tive que desviar mas uma acertou minha perna.

— Droga! — Eu tirei a Kunai e lancei  de volta no cara do mangekyou , mas ele desviou facilmente.

Victoria sorria

—Agora nós vencemos Mytogan. —Falou Victoria

—  esse ferimento fará seus movimentos  ficaram mais lentos, irei acabar com isso agora. —O cara que aparentemente se chamava Mytogan.

— Qual ferimento ? — Disse sorrindo

— Impossível ! —  Victoria ficou me encarando.

— Que coisa feia Hyuuga nega oque acontece Diante dos seus olhos! — Eu usei a  centilação  corporal  fui para trás  dela com um chidori  mas é óbvio que ela percebeu por causa  do Byakugan e se esquivou  eu estava concentrada  de mais em Victoria  e esqueci  do cara do mangekyou.

Ele me acertou com uma Katana ela atravessou minha barriga eu senti o meu chakra começar a ser sugado, se ele for continuar sugando o meu chakra eu to ferrada.

—Você me obrigou a fazer isso,  mas pelo que vejo você tem muito chakra.

Eu ia tentar  acertar um soco contra ele mas não deu muito certo ele me empurrou eu acabei caindo no chão.

Ele aproveitou meu descuido  para tentar pegar meus olhos eu me debatia e tentava o empurrar mas nada adiantava estava fraca demais eu podia escutar as risadas de Victoria.

Ele estava prestes a arrancar meus olhos quando a Roberta chegou!

.....

A Roberta havia desmaiado . Victoria estava pronta para atacar, meu chakra ainda era instável  mas não vou me importar com isso agora!

Victoria ia acertar um rasengan em Roberta  mas eu a impedi segurando seu braço.

— Desculpa, mas hoje não! — Ela se irritou  e com a mão livre tentou me acertar  um soco mas eu segurei.

Tenho que acabar com isso logo, não tenho escolha é melhor  colocá-la  em um genjutsu não posso fazer muita coisa afinal tenho pouco chakra eu tenho certeza disso pois o meu ferimento na barriga, está demorando para se curar.

Eu a coloquei  em um genjutsu bem na verdade tá mais para um tranquilizante pois ela meio que dormiu, e caiu do lado de Roberta.

—Agora eu só quero saber oque eu faço com vocês. —Disse me sentando ao lado das duas.

Pvo's Roberta

Acordei com uma ruiva histérica me sacudindo. Olhei para o lado vendo Victoria babando, acho que Sayo colocou ela em um belo genjutsu. Olhei para Sayo e agora percebo que ela está com um ferimento na barriga.

— você está bem?

— eu que te pergunto! — ela me encarou séria é eu afirmei que estou bem, me levantei — ainda tem dois deles

— bem só podemos esperar — ela me encarou confusa — se eles querem nossos olhos viram atrás deles! — expliquei.

E no mesmo momento uma espécie de portal abriu, saindo dele o moreno com rinnegan e o loiro.

— droga! — Sayo reclamou se levantando

— fica tranquila, eles não podem com duas Uchihas juntas dattebane! — ativei o Sharingan e ela fez o mesmo dando um sorriso.

— certo! Juntas!

Demos nos mãos, esquerda com direita e fizemos nosso chidoris as cores se misturando e formando um vermelho, o vermelho dos uchihas! Soltamos as mãos e saímos correndo na direção deles, porém os raios ainda nos ligava. Eu fui na direção do loiro e ela na do moreno. Deferimos os jutsu porém o meu foi sugado e o de Sayo simplesmente desapareceu graças a um portal do rinnegan. Recuamos ficando de costas uma para a outra. Partimos novamente para uma luta de taijutsu, fique atenta a cada movimento do loiro, arrisquei uma olhada para Sayo e vi uma canhão de chakra saindo de um portal. O canhão mirava para Sayo, me teletransportei tirando Sayo da mira.

— o que era aquilo?

— canhão de chakra uma arma desse século se aquilo te acertasse você estaria morta, demo ele vai demorar uma bom tempo para se recarregar, temos que usar esse tempo para acabar com ele! Dattebayo!

— e agora? — indagou a ruiva

Respirei fundo, não posso exagerar, se eu tivesse tempo poderia entrar naquele modo, mas perderia o Sharingan.

— tenho um plano! — ela me encarou, porém eu já havia saído em disparada, com minha katana nas mãos.

Sayo lançou as kunais, uma mira perfeita, mas não é o suficiente contra esses caras, entretanto isso os distraiu. Nunca fiz isso não sem o mangekyou, não sou tão rápida quanto Minato mais espero que seja o suficiente. Me teletransportei para uma das kunais, especificamente para uma atrás do cara com o rinnegan. Acertei ele, porém o mesmo conseguiu escapar de modo que cortei apenas seu braço. Me teletransportei novamente, agora para uma kunai passando ao lado da cabeça do cara de cabelos loiros, fiquei minha katana em sua barriga, e pegando a kunai com a mão livre eu cortei a artéria de seu pescoço. Deixando ele caindo no chão sem vida. Assim que ele caiu senti meu chakra voltando. Então esse foi o idiota que roubou meu chakra!

Vi Sayo em uma luta de taijutsu contra o cara do rinnegan. Sayo estava indo muito bem, porém o moreno deu um soco nela seguindo por um belo chute na barriga. Ela caiu no chão mas já estava se levantando. Sai correndo na direção dela.

— SAYO! — ela me olhou e no mesmo instante entendeu o que eu queria assim como da primeira vez.

Ela preparou rapidamente seu chidori, e eu dei um salto, ela fez o mesmo, no ar nos pés se encaixam perfeitamente um no outro e eu dei impulso para Sayo que mais rápido que Minato acertou o cara do rinnegan sem dar qualquer chance de defesa. Cai no chão com um grande impacto, estou morta, mas bem. Sorri internamente.

Pov's Sayo

—Robertaaaaa —Eu  corri na direção  dela. —Você está bem ?

—Sim —Ela respondeu tão baixo que eu não ouvi a voz dela .

—Sua maluca você realmente  é bisneta do Sasuke inconsequente igualzinha, e do Naruto  bem não sei dizer mas você  me lembra muito ele de alguma forma, talvez seja os olhos mas creio que não —Ela sorriu e logo fechou os olhos mas só dormiu ela estava exausta também ela foi usar o mangekyou  e o selo Yin juntos eu não sou a melhor no assunto mas sei que isso desgasta muito a pessoa.

— Que bonito, você dorme e me deixa sozinha  com essa Va... Hyuuga, como vou levar vocês?

— Eu posso te ajudar!— Outro não por favor eu virei para trás e um cara de máscaras e cabelos brancos  me encarava.

—Quem é você? —Eu já estava com a guarda armada

—Pode relaxar, eu sou de Konoha —Ele apontou para a sua bandana —A Hokage me mandou ver oque aconteceu, já que vimos o Susano'o da Roberta.

— Bem nada de muito grave, elas só estão dormindo. — Ele me encarou confuso

—Como assim dormindo?

—Dormindo, sabe  fecharam os olhos e dormiram.

—Eu sei oque é dormir, eu quero saber o porque  ela está dormindo

—A Victoria  por efeito de um genjutsu e a Roberta  está exausta.

— Victoria  em um genjutsu? A Roberta  me surpreende —Eu ri e peguei  a Roberta

—Você fica com a Maluca ai! —Eu apontei para a Victoria

—Melhor andarmos logo, ou seremos acertados por cadeiras ou mesas —Eu assenti rindo

—Realmente agora eu posso mudar o meu conceito  de loucura eu achei que a Tsuna... —Eu acho que falei de mais pois ele me encarava espantado

—Então você conheceu minha bisavó?

— Não, sua bisavó... espera sua bisavó  é a Godaime maluca? —Ele riu

—Essa mesmo

—Claro, aquela louca tem a incrível mania de fazer as pessoas atravessarem paredes —Eu disse rindo —A minha sorte é que o escritório já está cheio de buracos então eu passo reto.

—Tá explicado com a quem a Kitsune puxou .

Nós chegamos no escritório  e batemos  na porta

—Entre — a Hokage não parecia muito contente nós entramos eu coloquei a Roberta em um sofá que havia alí e ele fez o mesmo com Victoria .

— Aí está a Sua Hyuuga e a Sua Uchiha, elas só estão dormindo. —Era melhor eu ter ficado com a boca fechada pois a loira me encarava furiosa

— Oque foi que aconteceu ? —Ela cruzou os braços e me encarou  

—Olha eu não sou muito boa em  contar histórias. — Cala a boca Sayo, não provocar  a fera

—Esses Uchihas... Bem se é assim —Ela tinha uma feição  mais leve, eu tô com medo dessa mulher ela é bipolar. —Pode sair Hidenori leve a  Victoria para casa . —Eu olhei para o lado e não havia vestígio de que o tal Hidenori já esteve  aqui.

— Eu descobri um jeito de te mandar de volta, mas precisarei de um mangekyou.

— Tem o meu! —Eu disse e ela  negou

—É impossível manter o portal aberto e passar por ele.

—Tem o meu! — Uma terceira voz se manifestou.

—Já acordou?

—Não estou dormindo e esse é meu subconsciente.

—Roberta disse ironicamente

— Idiota !

—Anã de jardim !

— Tá , já chega! — Kitsune interviu —Roberta você  já usou demais o mangekyou  fora que você o usou em conjunto com o Selo Yin — Kitsune encarou Roberta  querendo pular no pescoço dela e Roberta fazia o mesmo comigo.

—Falei  de mais!

As duas começaram a discutir sobre como a vida de uma pessoa é importante  e foi uma confusão só, enquanto eu fiquei observando  realmente  essas duas são  uma comédia

— Ta,ta Kitsune  eu já entendi, mas agora é melhor mandarmos a ladra de brigadeiro de volta.

—Ladra de brigadeiro é...

— Vocês duas já chega! —A Hokage lançou vasos de flores na nossa direção e nós desviamos— Vou pegar o pergaminho e as duas se comportem —Ela acha que temos quantos anos? A Hokage Saiu da sala

—Você tem que aprender a ficar com a boca fechada —A morena praticamente gritou

—A culpa não é minha ninguém me avisou nada que eu não podia falar. —Eu a encarei.

— Você podia deduzir. —A Hokage voltou com os pergaminhos.

— Estão prontas ? —Eu ia responder mas não deu tempo ela jogou o pergaminho  na direção  da Roberta que o abriu e fez alguns selos e em seguida um portal abriu.

—  Vocês  querem mesmo se livrar de mim o mais rápido possível né?— Elas assentiram

—Não se esqueça que você não pode falar nada sobre o Futuro —A Roberta gritou—Eu  sei, é melhor eu ir a Tsunade vai me matar se me atrasar para o jantar. —Eu entrei no porta  e me virei  para elas

—Não se deixe a Victoria  te derrotar. —Ela assentiu e eu segui meu caminho pelo  portal   mas dessa vez não houve impacto  nem nada  eu não senti nada, minha cabeça começou a pesar e meus olhos a se fecharem

Senti alguém encostar em minha mão então abri os olhos e encarei um teto branco e   um cabelo loiro .

— Pensei que não fosse mais acordar. —Disse o loiro

— Isso é coisa que se fale. — Sakura deu um soco no mesmo.

—Oque foi que aconteceu ?

—Nós te encontramos desmaiada ontem com os registros ao seu lado.—Sakura explicou

Entendo foi tudo um sonho, mas foi tão real.


Notas Finais


Como prometido ai está o elefante rosa.
Uma produção de LaritaDay e Lokona-Hime .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...