História Scared of happy - Capítulo 42


Escrita por: ~ e ~OhshitDemi

Postado
Categorias Anjos e Demônios, Everton Cardoso da Silva, Fifth Harmony, Lendas Urbanas, Marcelo Vieira, Neymar, O Exorcista, Once Upon a Time, Orange Is the New Black, Os 13 Porquês (13 Reasons Why), Paolo Guerrero, Paulo Dybala, Pretty Little Liars, Rafael Sóbis, Stranger Things, Supernatural, The 100
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Everton Cardoso da Silva, Lauren Jauregui, Neymar, Normani Hamilton, Paolo Guerrero, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Everton Cardoso, Flamengo, Futebol!, Guerrero, Lauren Jauregui, Lucas Paquetá, Mancuello, Paolo Guerrero
Visualizações 73
Palavras 549
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


VOLTEEEEEI! Boa leitura 💗

Capítulo 42 - What happened to my angel?


Fanfic / Fanfiction Scared of happy - Capítulo 42 - What happened to my angel?


- Sai Lucas, olha vou enfiar a faca no teu bucho hein - Éverton Ribeiro falou puxando seu sotaque enquanto se escondia atrás de mim, já que Paquetá queria jogar um copo d'água nele.

- Olha a agressão, não quero ninguém morto aqui não - Falei pegando o copo da mão de Lucas.

- MEU BEM! - Ouvi a voz de Paolo me chamando do segundo andar da casa.

- Se encostar no Evinho eu te bato! - Falei para Lucas que cruzou os braços.

- si incostar no ivinhi eu ti bato - Lucas falou debochando e eu ri.

- Eu to de olho Mia! ATENTA! - Bruna falou da cozinha.

- qualquer coisa taca a cadeira nele - fale e Lucas me deu um pedala Robinho.

Subi e quando cheguei lá vi Paolo deitado com Pietro, ele segurava o seu celular na mão.

- Alondra quer falar com você. - ele disse e eu peguei o celular de sua mão, porém estava mudo.

- A ligação caiu. - Falei e ele tirou sua atenção da TV e olhou para mim.

- ela disse que queria falar com você e que era importante. - ele disse e voltou sua atenção para a TV. Paolo não gostava da minha aproximação com Alondra, ele disse que ela podia me fazer mal e blá blá blá.

- Tudo bem, eu vou na casa dela. - Falei e ele me olhou, sua expressão era séria. Ignorei ele, me levantei e peguei minha bolsa.

- Você confia demais nela. - Ele disse parando na minha frente.

- Todo mundo merece uma chance, ela merece até duas da minha parte. - falei e coloquei minha bolsa no meu ombro.

- Só te peço para que tome cuidado. 

- está me alertando de algo? - falei indo até a porta do quarto.

- Vai na fé - ele disse e voltou a se deitar ao lado de Pietro que dormia.

Sai do quarto, desci as escadas e sai da minha casa, fui até a garagem, entrei no carro e fui até o prédio onde Alondra morava. Entrei no elevador e subi até o segundo andar, toquei a campainha do 18 e para minha surpresa quem abriu foi uma senhora, aparentava ter uns 60/61 anos, ela era semelhante a Alondra.

- Boa noite, sou Michele Mancuello. A Alondra está? -  Perguntei e ela me olhou com uma feição triste.

- Desculpe, não soube? - ela disse e senti meu coração bater mais rápido que o normal.

- Não soube o que? - questionei e engoli a seco.

- Alondra faleceu a 4 meses atrás - ela disse e senti as lágrimas invadiram meus olhos, não segurei, a moça me abraçou e eu retribui.

- Não,  não, a senhora está enganada...eu falei com ela ontem. - falei e ela saiu do abraço e me olhou.

- Sinto muito que tenha descoberto dessa maneira. - ela disse segurando minhas mãos.

- Onde ela foi enterrada? - Falei e ela começou a chorar.

- Não acharam o corpo - ela disse e eu chorei junto. - O carro dela capotou e acabou caindo ribanceira abaixo.

- É... é.... eu não sei nem o que dizer, meus pêsames. - Falei e dei o último abraço antes de sair dali.

Entrei no meu carro e desabei em lágrimas.

Se Alondra tinha morrido, quem me ligou? Quem estava comigo em todo esse tempo? Como eu não soube de nada? 



Notas Finais


Hey! Obrigado por ler mais um capítulo 🌈
Desculpa a demora galera, estava com preguiça de escrever KKKKKK O importante é que eu voltei e agora é pra ficar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...