História Scars - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Artemis, Nico di Angelo, Percy Jackson, Piper McLean
Tags Heróis Do Olimpo, Novo, Percy
Exibições 121
Palavras 2.579
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


olá jovem

Capítulo 28 - O inicio da batalha


Percy descobriu duas coisas sobre a benção de caos a primeira era que ele conseguia um poder descomunal a segunda doía como o inferno cada parte de seu corpo doía como se estivesse sendo rasgada além de sua garganta estar seca como se ele nunca tivesse bebido agua.

Quando o herói tentou se levantar para retribuir o abraço das meninas se descobriu dolorido demais para tal fato e recebeu um abraço de thalia que saltou sobre assim como as outras duas a morena chorava.

-sua alga idiota o que estava pensando ?-ela disse entre lagrimas.

-em você –o herói respondeu quando bianca e zoe entraram ambas olharam para ele com repreensão e depois sorriam para o irmão de armas.

Com a ajuda das meninas percy conseguiu se sentar para beber vários copos de agua até sua garganta parar de arder e pinicar.

-o que aconteceu depois que eu apaguei ?-percy perguntou para a prima que lhe olhou triste.

-bob nos salvou ficando para trás para segurar o botão-a morena derramou algumas lagrimas enquanto os punhos de percy se fecharam em raiva e dor.

-eu vou despedaçar gaia –o herói disse sombrio assustando as meninas percy falava serio mesmo em sua condição debilitada.

Um flash dourado encheu a enfermaria quando ordem surgiu abraçando seu campeão pelas costas o herói sorriu para sua senhora enquanto Emily foi chamar o resto das meninas e os membros da missão para ver o herói.

-isso foi tolice –ordem disse pela voz percy sabia que a irmã do criador estava furiosa bianca e zoe foram chamadas com um gesto de mão por ordem e percy percebeu que ela estava em sua forma adolescente.

Ordem tinha cabelos prateados curtos e olhos roxos bondosos estava na altura de zoe quando abraçou seus três guerreiros um véu prateado caiu por cima dos três que sentiram suas energias renovadas e elevadas eles olharam para ordem que sorriu.

-estou liberando o poder total de vocês sem efeitos colaterais ate o fim dessa batalha –a primordial disse e beijou cada um no rosto –não morram meus guerreiros não quero ter que matar a morte e destruir as leis naturais para tê-los de volta –a primordial disse e sumiu em um flash prateado deixando seus guerreiros suspirando com sua preocupação.

-poder total é ?- zoe disse phoebe e thalia olharam para o trio e sorriram assim como eles.

-exibidos –as caçadoras disseram.

Não demorou para os outros tripulantes do navio chegarem e percy ser atacado por dois vultos morenos que se jogaram contra ele com força suas irmãs gêmeas por pouco não o derrubaram e o herói sorriu para as pequenas que o abraçaram como se ele fosse sumir a qualquer momento.

-ficamos preocupadas –joy disse.

-mais as meninas nos ajudaram –joana disse e percy sorriu para as crianças e depois agradecido para as caçadoras que lhe sorriram de volta uma de cada vez abraçou o herói.

Depois foi a vez de nico que lhe entregou contracorrente com um sorriso enquanto percy lhe entregava sua lamina negra seu primo sorriu nico parecia mais leve como se tivesse tirado um grande peso do peito.

Jason o abraçou seu primo parecia feliz em ver que percy sobreviveu ao inferno ,hazel e frank seus amigos romanos também o abraçaram enquanto leo lhe mandou uma serie de piadinhas felizes sobre algas no submundo piper sorriu para o herói e com um flash a pessoa que percy mais queria ver surgiu.

Hestia olhou para ele e então sorriu antes de partir para cima do herói o agarrando pela gola e o levantando uma de suas mãos se acendeu em chamas que ela aproximou do herói ameaçadoramente enquanto artemis ria da cena.

-se me deixar de novo –ela disse com o fogo bem perto do rosto do herói que engoliu a seco.

-entendido minha deusa –o herói disse e hestia sorriu o puxando para um beijo necessitado apaixonado que não demorou muito por todos estarem ali e a deusa corar.

Depois de hestia foi artemis que caminhou até o herói e o abraçou forte o herói sorriu para sua patrona que depois lhe um belo tapa no rosto tão forte que percy sentiu sua face queimar intensamente enquanto a deusa o encarava com seus olhos prateados e duros.

-nunca mais faça algo tão louco para matar um inimigo –a deusa rosnou para ele –nenhum caçador ou caçadora minha da a vida para eliminar o inimigo.

O herói ficou serio e concordou com a cabeça.

-entendido milady –o herói disse e artemis sorriu.

-agora vamos todos comer –a deusa convidou e todos foram.

Percy precisou de ajuda para andar suas pernas pareciam gelatina que derretiam a cada passo reyna e Jason o ajudaram enquanto thalia mancando recebeu a ajuda de zoe e bianca os outros ajudaram hestia a montar a mesa para um grande jantar.

-amanha chegaremos a grecia –artemis anunciou –gaia espera se levantar em athenas e atacar no olimpo original.

-então vamos derruba-la antes –jason disse serio a deusa concordou com o filho de jupiter.

-os gregos e romanos estão juntos e prontos –hestia anunciou.

-vamos esmagar os monstros –reyna disse sentada ao lado de nico.

-destruir os gigantes –nico disse.

-e despedaçar gaia –percy afirmou.

O jantar do grupo era a mais deliciosa comida caseira que poderia existir feita pela própria deusa do lar que ficou mais do que feliz em cozinhar aquilo tudo usando seus poderes para garantir aos heróis e caçadoras uma boa refeição antes da que prometia ser a batalha mais violenta de suas vidas semimortais.

Percy com a ajuda de zoe conseguiu ficar na ponta do barco junto com a figura de dragão festus o herói olhou para as estrelas e se lembrou do pedido final de seu amigo titã thalia o havia contado algumas lagrimas caíram de seus olhos.

-hey bob mandou um oi –ele disse as estrelas enquanto o barco mergulhava na noite.

Athenas era a maior cidade antiga que percy já visitará tirando roma a cidade grega era simplesmente incrível mesmo sobre o sol forte o herói conseguia admirar um dos berços da democracia no mundo foi então que viu o panteão o lugar onde os gigantes estavam reunidos o herói respirou fundo e tomou coragem para ir a sua cabine se preparar para a ultima batalha com os gigantes.

Quando o herói abriu a porta de sua cabine encontrou hestia a sua espera a deusa da lareira vestia uma armadura vermelha e sorriu para o herói e se transportou usando as chamas para sua frente o beijando profundamente ,percy retribuiu o beijo até que o ar os forçasse a se separarem.

-eu te amo herói –a deusa disse e o beijou novamente percy sorriu para aquela que o fez acreditar novamente no amor.

-eu te amo minha deusa.-ele disse e correu os olhos pela armadura vermelha no corpo da deusa –que sexy –ele disse e hestia corou.

-não vou deixar que lute sozinho vamos derrubar os gigantes juntos.-a deusa disse e percy a beijou novamente.

-não saia do meu lado nunca –ele disse e hestia corou –quando isso acabar vamos namorar e viajar pelo mundo –ele disse feliz e a deusa concordou com a cabeça.

Percy colocou uma armadura de bronze azulada presente de seu pai com um tridente no peito contracorrente ,suas facas de caça ,seu arco ,a espada de ordem e toda a energia que tinha e saiu do quarto ao lado da deusa da lareira que o levava pelo corredor de mãos dadas eles se depararam com os sete prontos e preparados ao lado de artemis e suas caçadoras igualmente prontas.

-percy –joana o chamou amostrando uma roupa prateada de caçadora joy vestia uma igual percy arregalou os olhos e olhou para artemis que sorriu.

-elas estavam em casa então –a deusa disse e percy sorriu abraçando as irmãs.

-assim não preciso me preocupar –o herói disse antes de Emily saltar sobre eles.

-somos nós que vivemos nós preocupando com você irmão –a filha de athena disse e percy sorriu.

Quando o argo II começou a sobrevoar o panteão percy ,zoe e bianca saltaram com a benção de ordem logo um par de asas surgiram nas costas de cada um e eles começaram a voar para fazer o reconhecimento enquanto os membros da missão e as caçadoras além das deusas desciam um após o outro.

Uma salva de palmas pode ser ouvida e percy se viu frente a frente com os 14 gigantes criados por gaia um mais feio que o outro na opinião do moreno o primeiro deles a falar foi seu próprio rei o monstruoso porfírion .

-heróis e deusas vieram até só para morrer e servirem de sacrifício para nossa mãe-ele disse e percy suspirou.

-no seu sonho –jason disse e levantou sua lamina e um grande raio atingiu o rei dos gigantes que rugiu e os nascidos na terra surgiram e atacaram junto com os gigantes.

Tudo virou caos quando percy desceu para atacar o anti-poseidon que rugiu com o desafio movendo seu enorme tridente negro na direção do moreno que desviou e sacou contracorrente movendo sua lamina em forma de arco percy cortou o pulso do gigante do mar que gritou.

-maldito verme será meu cachorro –o gigante rugiu e uma fonte de agua próxima explodiu se tornando veneno e quase se enrolando em percy que sorriu e endureceu o veneno o transformando em gelo.

-hoje não cérebro de peixe –o herói disse e as setas de gelo venenoso avançaram contra o gigante se fixando em seu peito polibotes gritou enquanto era atingido por seu próprio veneno ele caiu.

-esse e meu menino – a voz de poseidon se fez presente quando o céu se abriu e os deuses mergulharam na batalha em carruagem poseidon passou pelo filho e piscou para ele enviando seu tridente no pescoço de polibotes o matando.

Percy sorriu e sumiu em uma sombra indo na direção da batalha.

Zoe cortou uma dúzia de nascidos na terra com suas facas de caça enquanto via sua senhora chamando gration para o confronto a caçadora estava prestes a ir ajudar sua senhora quando viu um vulto negro se movendo na direção das novas caçadoras as irmãs de percy zoe se jogou em uma sombra a tempo de proteger as gêmeas de um golpe de espada com a lamina azulado zoe conhecia muito bem sua usuária a titã dos céus sua irmã calipso.

-irmã –calipso disse com sua doce voz a jovem usava uma armadura negra que parecia combinar com seus cabelos castanhos jogados para trás- eu pretendia te matar depois de fazer percy sofrer com a morte de sua família.

Zoe rosnou e atacou a irmã com suas facas de caça as duas dançaram pelo campo de batalha com suas laminas se jogando em flashs mortais nenhuma superando a outra as duas estavam iguais em questão de habilidade ,mas não poder calipso rugiu e uma enorme onda de terra se levantou contra zoe que disparou um orbe de trevas contra a mesma a destruindo saltando a caçadora controlou os ventos em volta de si graças a benção de éter e saltou contra a irmã agarrando a ninfa pelo pescoço a caçadora saltou se afastando com a irmã dali.

As duas foram parar em uma pequena vila abandonada não muito longe dali no exato momento que os deuses surgiram na batalha zoe encarou a irmã que sacou completamente a arma de urano que brilhou em uma luz azulada brilhante a caçadora se preparou para enfrentar a irmã que sorriu.

-onde esta sua confiança ?-calipso disse e apontou sua lamina para a irmã.

-não quero fazer isso-zoe disse em posição de combate e calipso sorriu sumindo no vento surgindo atrás de sua irmã.

-não quer ou não pode ?-a ninfa perguntou lançando um ataque contra o pescoço da irmã que defendeu girando seu corpo atacando a irmã com suas facas de caça em um golpe em arco calipso sorriu defendendo o golpe e jogando zoe para trás com uma rajada de vento.

A caçadora lançou um orbe de trevas contra a irmã que sorrindo o partiu em dois antes de atacar zoe novamente a caçadora se esquivou e lançou seu próprio ataque fazendo um corte no rosto da irmã que fechou a cara e sua lamina brilhou criando uma esfera de ventos que lançou zoe para longe enquanto calipso via o sangue escorrendo de seu rosto.

-você nunca se feriu em batalha –zoe disse com suas facas pingando o sangue da irmã- porque pensa que pode matar os outros tão facilmente.

-você e mesmo irritante irmã-a ninfa respondeu –eu vou te cortar em pedaços.

A  ninfa se tornou vento para atacar zoe que já preparada fechou sua guarda para defender a chuva de ataques que vieram de uma vez só a caçadora se esquivava e rebatia ,mas não conseguia ver sua irmã para corta-la calipso riu em meio aos seus ataque surgindo atrás da irmã e a chutando com força jogando zoe para frente onde usou os ventos para surgir jogando sua lamina para trás ela desceu sua lamina sobre a irmã certa que a mataria.

Zoe sorriu agarrando a lamina da irmã que arregalou os olhos quando viu que haviam chamas prateadas nos olhos de zoe que levou o braço para trás e socou calipso com toda sua força jogando a ninfa contra uma casa abandonada a caçadora largou a lamina de urano no chão.

Calipso rugiu destruindo a casa com sua aura azulada a ninfa olhou para a irmã que sorriu em desafio um fio de sangue descia pelo queixo de calipso quando ela atacou a irmã com um punho feito de terra ,zoe saltou pelo mesmo para se deparar com a irmã voando calipso tentou socar a caçadora que se esquivou e a chutou no estomago jogando a ninfa contra o chão.

-basta calipso não pode me vencer no mano a mano –zoe disse e a ninfa rugiu e uma dúzia de punhos de terra se ergueram ao mesmo tempo que ela lançou uma bola de energia contra sua que respondeu com a sua própria enquanto os punhos a atacaram ao mesmo tempo acertando a caçadora.

-estou cansada de ser a irmã fraca e apaixonada zoe –calipso disse e os punhos de terra explodiram zoe caiu em um joelho diante da irmã.

-estou cansada de seu jeito mimado- a caçadora disse com sua aura elevada.

Calipso sorriu e atacou a irmã que repetiu o ato quando as duas se chocaram o solo tremeu diante de seus poderes calipso arriscou um soco contra a cintura da irmã que se esquivou e socou seu rosto calipso chutou suas costelas furiosa arrancando o ar de zoe a ninfa sorriu criando uma bola de energia quando zoe agarrou sua mão e a atingiu com um orbe de trevas no peito.

Calipso perdeu o ar enquanto era jogada em direção ao solo pelo orbe da irmã zoe caiu no chão e tentou dar um passo para o local onde a irmã estava,mas perdeu o ar e caiu de joelhos calipso a havia atingido sangue saiu de sua boca e começou a cair enquanto a caçadora via que não tinha forças para voltar a batalha.

Zoe deixou as sombras a envolverem e foi parar ao lado da irmã no buraco criando pelo impacto da mesma calipso sorriu para ela.

-o que você quer sua guerreira sangrenta –ela disse infantil e zoe sorriu encarando o céu com a irmã.

-nada sua boba apaixonada .-ela respondeu.


Notas Finais


faltam 2 cap para o fim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...