História Scars Of Love || Shawn Mendes ||One|| - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Visualizações 213
Palavras 1.137
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - Capítulo 33


"Vo... você sabia disso?" olho para Cassie sentada em sua cama.

"Óbvio que sim" ela solta uma gargalhada "Ai, Bonnie, seu maior erro foi se aproximar do idiota do Shawn. E eu avisei tantas vezes!" ela revira os olhos.

"Cassie, como você...?" meus olhos se enchem de lágrimas "Por que fez isso?"

"Nada contra você, Bonnie" ela se levanta "Meus planos eram acabar com ele, mas ele viu que conseguia se escorar em você para se manter vivo, aqui estamos nós. Eu não queria fazer nada contra você até conhecer Jordan" ela me encara "Ele ficou tão mal por causa do término"

"Mas, por que isso?" a olho horrorizada. Fui enganada durante todo esse tempo. "Por que quer acabar com Shawn?"

"Lembra quando eu disse que ele não era uma pessoa que você devia ficar perto?" ela se apoia no ombro de Jacob que sorri "Não era implicância. De certa forma, eu estava te protegendo, já que ele já matou uma pessoa e..."

"O quê?" meu coração acelera.

"Ué, você não sabia? Ele disse que te amava e não contou sobre as coisas que ele fez no passado? Pensei que ele também tivesse se arrependido disso, não só de fazer trotes e tal" ela fala como se não tivesse a menor importância "É Bonnie, ele realmente ama você" ela segura meu rosto com força "O que acha disso, Jacob? O que podemos fazer com ela?"

"Como você acha que Shawn se sentiria se algo acontecesse com sua amada?" ele sorri para ela "Seria o suficiente para saciar sua vingança? Acho que Jordan também gostaria" 

"Eu tenho certeza" ela molha os lábios "É uma pena que tenha que passar por isso, Bonnie" ela finge estar triste "Tão nova! Tão simpática! Diria que você aprenderia a ouvir os outros, mas não vai existir nada depois daqui" ela passa a mão pelo meu rosto "Jacob, vamos levá-la!"

Não consigo falar com Cassie. É tudo tão estranho. Cassie, minha amiga, nunca foi realmente minha amiga, era tudo parte de um plano, onde eu estava sendo usada a todo instante.

A raiva sobe pelo meu corpo e vou para cima de Cassie. Ela cai no chão e solta um grito enquanto dou tapas em seu rosto. Suas unhas arranham meus braços e ela tenta me chutar a qualquer custo, enquanto pede ajuda a Jacob.

Jacob me segura por trás e coloca um pano branco sobre meus lábios. Cassie se levanta com dificuldade enquanto tento chuta-la de qualquer jeito, mas não consigo. Logo, tudo escurece.

Acordo aos poucos e logo o ambiente ao meu redor se torna menos turvo. Eu preferia que tivesse sido um pesadelo. Minhas mãos estão amarradas na parte de trás de uma cadeira e o quarto tem cheiro de mofo.

Penso em gritar, mas isso poderia acelerar minha morte ou sei lá o que farão comigo. As palavras de Cassie não saem de minha mente: "Ele já matou uma pessoa".

As lágrimas descem pelos meus olhos sem que eu perceba. Rezo mentalmente para alguém vir me ajudar, me tirar daqui, para minha vida voltar ao normal.

Pisco mais algumas vezes e vejo um corpo caído no canto do quarto, logo percebo ser Shawn. Ele parece estar desmaiado, com o corpo jogado para o lado da parede escura.

"Shawn?" pergunto, engolindo o choro "Shawn? Por favor, esteja vivo!" o olho "Shawn! Shawn! Shawn, acorda!"

Shawn demora uns dez minutos até acordar. Meu coração nunca esteve batendo tão forte em toda a minha vida. Sinto medo de morrer, mas sinto um medo enorme em pensar que algo de ruim pudesse acontecer com ele.

"Bonnie, você está bem?" ele tenta se aproximar, mas seu braço está preso em uma corrente "Bonnie, tudo vai ficar bem. Eu prometo. Vamos sair daqui"

"Shawn, o que você fez?" sinto vontade de chorar "Você matou alguém?"

"Bonnie, podemos conversar sobre isso, depois" ele diz, nervoso.

"Depois quando?" grito "Não percebeu que vamos morrer? Nada do que você fez no passado vai mudar, agora! Eu fui tão burra!" começo a chorar.

Eu não conseguia parar de chorar por nenhum segundo. Lágrimas desciam pelos meus olhos e soluços escapavam de minha boca. Eu estava mais do que com medo, eu estava com pavor.

"Foi um acidente" Shawn murmura "A culpa não foi minha" ele fala tão baixo que quase não ouço.

Shawn's POV

Ano passado...

Era impressionante como Megan conseguia mudar meu humor em segundos. Ela é a mulher da minha vida e não quero nem mais um minuto longe dela.

Uma música lenta toca na rádio e ela segura minha mão, enquanto diz novamente que eu irei realizar seu sonho. Me viro para olhar seu sorriso por breves minutos, eu nunca havia visto um conjunto tão lindo. Seus cabelos nos ombros, seus olhos discretamente verdes e seu sorriso que só me fazia me apaixonar a cada dia.

"Imagino a gente em casa, disputando quem vai cuidar da Maia primeiro" ela diz, sonhando.

"Barbara" corrijo.

"Maia é mais bonito" ela me olha "Barbara é como aquelas meninas de filmes adolescentes onde elas são populares na escola e fazem bullying com todos" solto uma gargalhada.

As pistas estavam escorregadias por causa da tempestade da noite passada. Caminhões tiravam o gelo das ruas e permitiam que os carros pudessem passar.

O restaurante preferido de Megan era um dos mais longes do campus, mas eu fazia questão de levá-la todos os dias só para ver seu sorriso. Mas naquela tarde não pude ver seu sorriso após comermos batatas, não pude receber seu abraço após sairmos do restaurante. Eu nunca mais fui lá.

O carro capotou três vezes. A lateral do carro onde estava Megan foi a mais atingida, os médicos disseram que foi morte imediata. A culpa me matava aos poucos e todos me chamavam de inúmeras coisas terríveis por algo que eu nunca tive culpa. Cassie foi uma delas, ela era melhor amiga de Megan, e nunca me perdoou.

Fiquei internado por um mês e quando voltei para a U.T, o acidente era o principal assunto dos corredores, foi quando conheci Jacob, ele era novato. Apesar de tudo, Jacob me ajudou a sair da tristeza, ele foi um amigo maravilhoso. Aos poucos, consegui esconder a dor que sentia pela morte de Megan e fui substituindo por outros sentimentos que pudessem esconder a dor que sentia rasgar meu peito. Aquilo parecia incurável.

Eu já tinha total certeza que a dor que sentia toda vez que pensava em Megan nunca passaria, eu fazia de tudo para esquecer isso, mas parecia impossível, até conhecer Bonnie. 

Bonnie é completamente diferente de Megan e tão intensa que não me deixava pensar em Megan em nenhum instante, como se meus pensamentos fossem tomados por ela. Meu medo daquele ferimento crescer mais, era maior do que meu amor por Bonnie que eu tanto neguei existir. Mas eu sabia que existia, e tinha total certeza que eu não amava Bonnie como amei Megan, mas era um amor intensamente novo, intensamente bom. 


Notas Finais


Agora vocês sabem quem é Megan. Cap bem dramático ._.
Beijinhos da titia Zizi.
Créditos: lastmendes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...