História School Boss Night (Hiatos) - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Riyuu-Naym

Postado
Categorias Originais
Tags Anjos, Caçadores, Demonios, Dragões, Ecchi, Hentai, Impuros, Interativa, Lemon, Raposas, Romance, Semi-deuses, Vilões, Yaoi
Visualizações 184
Palavras 1.326
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Josei, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Primeiro capitulo ~Nervosa~
Espero que gostem.

Capítulo 2 - Dia de cair e Mapas que desaparecem!


Fanfic / Fanfiction School Boss Night (Hiatos) - Capítulo 2 - Dia de cair e Mapas que desaparecem!

Pov:Sarah

 

 Encarei o céu que se exibia azul. 

 Isso já era algo de se esperar, estamos em no início da estação de primavera, as flores de sakura desabrochavam, o sol brilhava, os pássaros cantavam...Sim um típico dia ensolarado... Não que eu gostasse do calor, mas também não era ruim, seria irônico se eu pensasse o contrário.

 Continuei caminhando pela escola movimentada sentindo alguns olhares em minha direção fazendo-me abaixar a cabeça corada. Eu não sou uma pessoa tímida, porém...Preciso que me deem um credito, esse é o meu primeiro dia nessa escola!!

-EI OLHA OQUE VOCE FEZ NOVATA! - Uma voz aguda soou em meus ouvidos quando cai de bunda no chão... Ótimo! Belo momento para ser desajeitada.

-Ehhh??-Olhei uma garota de cabelos azuis sentada em minha frente olhando desesperadamente para o espelho. Ela é bastante bonita...Porem havia um grande borrado de batom vermelho em sua boca. - Gomen! -Se bem que não é a minha culpa!

-DESCULPA NADA SUA BOBOCA!- Senti meus tímpanos arderem com essa gritaria toda dela.

-Você fala alto demais. -Resmunguei me levantando e limpei minhas calças ainda tendo tempo de perceber que ela estava me fuzilando com os olhos perfeitamente desenhados...Fala sério...Confusão no primeiro dia, que azar. -Foi apenas uma maquiagem, retoque, não é o fim do mundo.

-CLARO! Acha que vou querer andar com o um rosto feio como o seu? -Ela retrucou de forma maldosa.

-Serio...?-Avancei um passo em sua direção e de repente vi sua expressão ficar séria, e sorri o mais simpática possível..-Desculpe mas tenho coisas mais importantes para fazer do que perder o meu tempo com uma bonequinha de luxo feito você. -Dei as costas para ela continuando o meu caminho.

 Droga!! Preciso encontrar o quarto onde vou dormir a partir de hoje, serio, passar dias dormindo em cima de muros não é legal.

Maldita hora que fui perder o mapa, deixei ele em cima do bebedor e tomei agua, quando fui ver PUFF! Sumiu! É a conspiração do universo!

-A órfã está se achando de mais. -Ela comentou fazendo-me parar. Eu poderia levar na brincadeira... Mas a raposa dentro de mim falava par avançar e destroçar aquele pescoço liso dela.

-Você sabe onde fica o quarto 201? -Perguntei enfiando minhas mãos dentro de minha jaqueta moletom e a encarando passivamente... É, o lado de raposa perdeu. Ela ficou calada sem responder, apenas dei de ombros. -Chamo-me Sarah, Sarah Meryt...Espero que lembre desse nome. -Me curvei como se fosse falar um segredo para ela. -Cuidado, não diga esse nome em vão...A raposa pode não gostar.

 Não esperei para ver a sua reação e continuei o meu caminho deixando o comentário dela de lado. Antes que pensem algo do tipo... Não sou normalmente sarcástica... Quer dizer, um pouco talvez, mas não é sempre. Então para todos os efeitos, sou um amor de pessoa.

 Caminhei apressada pelos corredores.

 Essa escola parece um labirinto!!!

-Aiiii!! Gomen nasai!!!- Me senti cair no chão novamente com alguém em cima de mim.

-Nossa, hoje é dia de cair. -Resmunguei sentando enquanto eu analisava uma garota de cabelos curtos verde limão, ela me olhava curiosa com os seus olhos também verdes, arregalei meus olhos vendo suas roupas alaranjadas cheio de babados.-Kawaii!!

-Arigatõ!! -Suas bochechas ficaram vermelhas me fazendo sorrir, me levantei a ajudando também. -Desculpa, é que estou procurando algo. -Ela tinha um mapa em suas mãos, e logo reconheci como um da escola.

-Não foi nada, eu também estou. -Dei de ombros soltando sua mão. -Meu nome é Sarah Meryt, e o seu?

-Luka, Luka Megpoid. -Ela sorriu dando um tchau com as mãos. -Preciso ir, você parece simpática. 

-Espere!!! -Chamei antes que ela começasse a correr. -Sabe onde fica o quarto número 201?

-OHH!- Sua boca se abriu em um círculo perfeito me fazendo rir.-Também estou procurando, venha comigo, acho que vamos ficar juntas esse ano.

-Mas...-Olhei para frente confusa depois voltei a olhar para ela. -Não é para lá que fica os dormitórios? 

-Sim. -Senti uma energia estranha sair dela fazendo-me soltar seu pulso imediatamente. -Mas é o dormitório masculino.

-O que você é? -Perguntei sem rodeios ficando ao seu lado vendo sua expressão mudar novamente, farejei o ar ao seu redor e senti um fraco cheiro de sangue.

-Um demônio...Um demônio medieval. - Franzi o cenho antes de sorrir. -Nossa pensei que você iria se assustar.

-Na verdade sou um demônio de certo modo. -Resmunguei em resposta e fiquei ao seu lado. -Vamos procurar o nosso quarto, minhas coisas estão lá.

-Sim, vamos, preciso tomar um banho também. -Resmungou e foi a vez dela dar de ombros.

-Você está fedendo.-Sussurrei para que apenas ela escutasse. -Você matou quem?

 Ela não respondeu, ela parecia estar perdida nos próprios pensamentos e senti uma gota de frustação aparecer em minha cabeça, eu estava brincando!

 Deixei de lado e continuamos a andar.

 O quarto estava localizado no norte da escola, os corredores eram brancos e algumas meninas conversam do lado de fora dos quartos, outras apenas escutavam música com seus fones de ouvido.

 O nosso quarto não tinha muita decoração, acho que era para provavelmente decoramos depois.

 Avistei minha mochila em uma cama de solteiro branca ao lado de uma cômoda também branca.

-Finalmente, essa escola parece um labirinto! -Ouvi Luka resmungar para si mesma mexendo em suas malas. -Se não se importar Sary, irei usar banheiro primeiro. 

-Sary? -Levantei o meu olhar para ela a vendo com uma toalha vermelha em suas mãos junto com outros produtos de beleza.

-Sim Sary. -Ela concordou rindo e se dirigiu para o banheiro fechando a porta. -Não mexa na furão!! Ela pode lhe morder.

-Ehhh ok.-Respondi percebendo pela primeira vez um pequeno animal dormindo em uma almofada cinza em sua gaiola de metal, ela era bonita, tinha pelos curtos de cor branca. -Qual o nome?

-Blanca. -Respondeu antes do barulho do chuveiro ligado começar.

-Bonito nome, combina. -Comentei e voltei a minha atenção para as minhas coisas bem arrumadas dentro da mochila.

 Eu não possuía muitas coisas, eu passei o último ano viajando e fugindo de caçadores, então eu não conseguia carregar muitas coisas enquanto dava uma de mercenária suicida... Irônico eu vir me martirizar logo agora por isso.

 Acariciei um colar de prata que repousava em cima de uma blusa branca minha. O pingente era uma flor de cerejeira. E como se fosse automático prendi a correte em meu pescoço.

 Foi a minha mãe que me deu no meu aniversário de 100 anos, quando ganhei a minha primeira calda... Espero que essa perseguição com os seres sobrenaturais um dia termine.

-Você é uma kitsune! -Virei-me assustada vendo minha nova companheira de quarto parada na porta do banheiro parecendo surpresa enquanto segurava sua toalha agora molhada.

-Hã? -Como ela sabia?

 Olhei para o meu corpo e percebi que eu trajava uma calça longa negra que ia até meus pés que estavam descalços, e meus seios eram encobertos apenas por ataduras brancas. Uma longa calda negra e felpuda de raposa balançava em minhas costas.

-Mas poxa, você tem apenas uma. - Ela fez um bico fofo que me fez sorrir e voltei a minha forma original. -Acho que sou a mais velha, tenho 160 anos.

-Perdeu. -Mostrei a língua para ela. -Faço 200 anos mês que vem.

-200 ANOS?-Ela gritou surpresa caindo para trás rindo.-Senhora de idade já não é? 

-Até parece!!- Gargalhei a ajudando a se levantar percebendo pela primeira vez que ela é baixa. -Olha só, você é baixinha.

-Não sou!-Ela retrucou fingindo irritação. -Você que é grande demais!

-Até pa...~Grunnhhh~ -Senti o meu estomago roncar fazendo meu rosto pegar fogo.

-Credo, tem um aliem ai???-Ela pareceu achar graça. -Vam...~Gruunnhhhhhh~

-E o seu um exército deles não? -Levantei uma sobrancelha divertida e continuei sorrindo.  -Vamos comer, onde será  que fica o refeitório?

-Pera, fica no...- Ela vasculhou suas coisas desesperada. 

 Ela fez uma cara engraçada, eu juro que eu conseguia ver um grande ponto de interrogação em cima de nós. 

-DROGAA!!! PERDI O MAPA!

 


Notas Finais


*dejavu*Isso aconteceu cmg na escola, foi tipo..."CADE O MAPA QUE TAVA AQUI??"
E mio amorecos, comente e se escrevam, e postarei o prxoximo cap amanha ou depois com a outra personagem ;-; q nn deu agora senao ia fiar confuso gomennnnn.
-Luka-Sempai??-Oque achou?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...