História School fire & blood - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Devil May Cry, Metal Gear, Okami, Shin Megami Tensei
Personagens Dante, Jack "Raiden"
Tags Escola, Fantasia, Super Poderes
Visualizações 1
Palavras 1.132
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Cap:14 O poder proibido.


Seguimos até um caminho supostamente pouco distranciado da cidade, eu e ico não falamos nada só pelos sinais de mão para não fazer barulho, em troca de sinais percebemos que alguém tinha indo lá mas não consegui chegar a fundo sobre a imensa caverna para entrar. ..

-Ico?

-Hum? O que foi Maria?

-Aqui é realmente o lugar?

-Sim.

-Estou achando estranho, sinto alguém que se estivesse nos obresevando.

-Eu também, mas não posso ir mais a frente.

-Porque?

-Porque, eu não sou o demônio impuro.

-Mas então, porque você tem esses chifes na sua cabeça?

-Porque eu sou amaldiçoado junto com o povo dessa vila.

-O que acontece se eu conseguir o poder do Grimoire Azure?

-Acontece que a profecia está sendo feita.

-Ok, se você encontrar com meus amigos fale para eles que estava procurando o seus pais, certo?

-Sim, qual é o nome deles ?

-Emalf e oren.

-Certo, boa sorte Maria.

-Boa sorte para você também ico.

Longo me despedi de ico, e entrei naquele lugar aonde poderia estar o poder 666, me sentia muito só durante a andar sobre aquele caminho.

Cada vez ficava mais escuro a direção que eu tomava, até eu começar a perceber que aquilo se passava apenas de um de teste se eu realizar estava preparada para ter aquilo.

Sem falar, alguns instantes o lugar que parei foi numa sala, velha e suja abandonada por vários anos, aonde tinha vários pergaminhos em cima de uma mesa e um deles era a chave, demorei uns minutos para achar um mapa de um manuscrito antigo até aí me teslespotei para o real lugar. ..

Muitos falam que o Grimoire Azure é um poder proibido, outros falam que é uma maldição, mas agora eu vou saber ser é algo assim. .

-Hum?? Um impuro aqui?!

-que ? Como você conseguiu entrar aqui?!

-Vejo que é a tal de Maria que entrou na academia S.O.P.

-Quem é você?  E como chegou aqui?

- Eu ? Apresento a você sou Zeno, já sabia que você estaria aqui mas não pensei que iria tão longe dessa altura assim...

-Como você me conhece? Qual é o motivo de estar aqui ?

-Meu motivo já está meio óbvio, quero apenas roubar o Grimoire Azure.

-Mas como você me conhece! !!??

-Você é fácil de ser conhecida pelas pessoas, aliás a pessoa que conseguiu lutar de igual para igual com Dante, você impediu que o kcalb de sair das velhas ruínas e ainda mais um poder que possui em você é interessante.

-Não, vou deixar você passar!

-Ok, então vai ser mesmo na base da força, vai ser uma honra lutar contra alguém interessante como você. ..

Logo invoquei minha katana rapidamente, por questão de segundos ele veio de uma vez querer me atacar com aquela velocidade média que tinha, mas a sua força era estrondosa cada golpe que me dava era de esquivar ou morrer na hora certa com os danos causados no local da luta cada vez o chão ficava com as grandes enormes buracos até que eu sem querer conseguir trocar ou pegar o Grimoire Azure.

-Merda.. esquece, agora morra de uma vez ! (O plano de Zeno foi fracassado para ter o poder que tanto omejava para ter em suas mãos.)

Logo iniciou um ataque destrutivo, cheio de auras negras em mim, jurava  que iria morrer naquilo. ..

Até um certo tempo. ..

-Ahh, Hum?  Ué onde eu estou?

-...

-Astrain?

-Não. .

-Quem está aí?

-Haha, mentira que isso caiu em você numa criança tola e idiota. ..

-Hazama ? Como você está aqui?

-Vejo que me conhece, mas essa é a pergunta que eu falaria.

-???

-O tempo eterno perdeu o seu significado".

-Rachel? Também está aqui?

-Maldita que seja, sempre está em todos os lugares.

-Baka. ..

Do nada tive um clarão em minha visão, parecia que eu havia morrido mas estava num paradoxo espiritual, ao levantar eu estava novamente aonde me separei de ico,será que ele ainda está aqui? Quanto tempo se passou agora? Como retornei aqui novamente? Mas o que está acontecendo agora?

O aconteceu durante em meus olhos foi algo que não podia explicar detalhadamente, logo me levantei e percebi que o meu câmbio estava agora danificado sem motivos pra ter uma comunicação adiante dessa situação, tive que voltar aonde havia chegado antes de haver aquilo.

Cada uns 5 quadras que andava sempre parecia demônios e kegares, mas não havia ninguém mais no local e como se eles estivessem sumido sem motivos aparentes.

Cada vez que eu corria olhava aonde pisava pois eu podia ser teslespotada para algum lugar novamente e piorar de vez, tentava várias vezes entrar em contato com os outros mas não dava nada até quando eu cheguei no começo da cidade subterrânea o câmbio pegou do nada..

-Maria? Você ainda está aí? Desculpe pelo que aconteceu é que.. A academia está sendo atacada, você me conhece sabe o quanto fui burro e retratado, mas já não sei se você pode me ouvir. . Mas a cidade está um chaos, as ruas estão cheias de sangue derramado, demônios, kegares.. E tudo está pegando fogo e caído em ruínas. . Me ajude.

-Emalf? Cadê os outros? O que está acontecendo?  Que diabos tristram está sendo atacada? O que eu fiz para isso?

No momento não tive como segurar meus sentimentos comecei a chorar como uma criança daquele dia que quase fui morta por causa da minha família adotiva, logo tentei me acalmar e usei meu Satan soul para  chegar até a Floresta proibida, posso ser ainda muito fraca mas por que isso tem que fazer as pessoas que eu importo sofrer e morrer, tenho que mudar isso!

Por tudo estava em jogo, agora ou nunca mais, usei o Infamus com as forças que restava de mim, até chegar na academia pegando fogo e caindo aos pedaços, com o desespero aumentado corri como se não tivesse mais o amanhã naquilo tudo pode ter sido minha culpa mas antes tive que agir, no momento que encontrei o oren caindo no meio dos escombros do primeiro andar sem sinal de está vivo ou não espirando bem.

-Oren? Onde está os outros? Por favor! Não morra! !!

-??... Ma.. ria..

Peguei pelas costas levei até lá fora deixei num lugar meio escondido em moitas, e entrei novamente na academia e achei Emalf quase desmaiando por inalar o gás da fumaça do fogo.

-Emalf, onde está a rieta? O Nathan? O Lxiforn? Cadê eles! ?

-Não estam aqui mas estam no leste da cidade.

Dei um apoiamento e levei para fora no mesmo lugar aonde o oren estava.

-Quem está liderando essa loucura?

-..Não. .sei. .

-Droga!

(Maldito Zeno, Hazama! ou qualquer outro que seja)

-Agora tenho que ir. .

Corri desperadamente até numa parte de tristram, olhei aos céus escuros e começou a chover dando um clima de completa tragédia, mas tinha algo mais.. ..

-A.. Besta Negra. ..

 Fim do capítulo 14_



Notas Finais


O capítulo dramático que tive que criar, mas o próximo vai tá com a porrada batalhas difíceis momentos que eu devo encerrar a segunda temporada.

Don't cry ".

Esse capítulo foi importante pois os personagens estão amadurecendo com as verdadeiras margens da guerra entre humanos e demônios, resultando que a realidade é cruel igual ao campo de uma batalha feroz. .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...