História School Of Love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Noragami
Personagens Iki Hiyori, Yato, Yukine
Tags Colegial, Drama, Noragami, Romance
Exibições 179
Palavras 663
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiie, como eu disse, estou reescrevendo pouca coisa, mas tô gostando do resultado, até lá em baixo

Capítulo 2 - Pair Hiyori and me?


Fanfic / Fanfiction School Of Love - Capítulo 2 - Pair Hiyori and me?

School Of Love

Capítulo 2 - Pair Hiyori and me?

( Par Hiyori e eu? )

     |Hiyori|

Ontem, depois que a aula acabou, vim para casa, meus pais brigavam no quarto, revirei os olhos e entrei no meu. Penteava os cabelos devagar, lembrando das brigas deles, eu não aguentava mais.
- Hiyori? Iki Hiyori, filha!? - Ouvi minha mãe falar na porta do quarto.
- Oi mãe! - Estava sentada em frente a minha penteadeira, arrumando meu cabelo para a aula. Minha mãe entrou e eu a olhei.
- O café está na mesa filha. - Beijou minha testa e saiu. Vesti meu casaco e desci para a sala. Apesar de tudo, eu me dava bem com a mamãe.
- Bom dia. - Falei.
- Bom dia. - Meu pai falou seco. - Me passa o açúcar? - Mais ordenou do que pediu a minha mãe, ele não tirava os olhos do tablet, revirei os olhos e peguei uma maçã.
- Eu já vou. - Me retirei.

Peguei meus sapatos e os calcei, minha mochila estava no cabideiro ao lado da porta, a coloquei no ombro e abri a porta, saindo de casa e me pondo ao caminho da escola. Já estava atrasada.

     |Yato|

Acordei e vi que Yuki estava parado na minha frente, dei um berro e sentei na cama.
- Você é louco!? - Gritei.
- Você que é. - Ele juntou meu uniforme do chão e jogou na cama. - Se veste, a gente ta atrasado.
- Ah, o pai e a mãe não chegaram? - Falei colocando a calça.
- Sim, mas já foram, deixaram esse bilhete na geladeira. - Me alcançou o papel e eu li: "Yato, cuide de Yukine, fomos viajar, voltamos semana que vem." 
- Deixaram dinheiro pelo menos? - Falei desanimado, jogando o bilhete no lixo, coloquei a camisa e depois a gravata.
- Não, mas o cartão de emergência ta sempre no mesmo lugar, né? - Falou num tom meio que, desesperado.
- Espero. - Peguei minha mochila e passei a mão no meu cabelo bagunçado. - Vamos Yuki.

Nossos pais viviam viajando, viajavam tanto, que quem responde por Yuki na escola sou eu, estamos em um caso de abandono, mas não podemos recorrer a ninguém, nossa tia morava nos Estados Unidos, mas faz algum tempo que não temos noticias dela, e amigos nós não temos, apenas Kofuku, mas ela não poderia ajudar muito, mora num templo afastado da cidade, junto com Daikoku, realmente não sei se eles namoram ou apenas dividem o aluguel da casa.

Quando chegamos na escola, vi uns garotos zoarem Yukine, que apenas desviu o olhar e fitou o chão.
- Cê devia enfrentar esses caras Yuki. - Falei baixo o suficiente para que somente ele me ouvisse.
- Falou o cara que não consegue chegar numa garota que é sua colega a anos. - E sumiu entre os outros alunos, Yukine ficava facilmente bravo, e largava as palavras sem pensar no que elas causariam, mas entendo que não é culpa dele. Pensei em ir enfrentar os valentões que o  incomodam, mas sei que isso só causaria mais motivos para zoarem ele.

Certifiquei-me se Yuki havia entrado na sala, e depois me dirigi a sala de Ciências, já fazia uns dois minutos que tinha tocado o sinal, apertei o passo e cheguei na sala. O professor não me viu, dei graças a Deus.
- Ohayo Sensei, desculpe-me o atraso. - Falou Hiyori entrando pela outra porta da sala.
Droga! O sor me viu chegar atrasado também.
- Yato, - Me olhou sério. - Hiyori. - Olhou para ela, que abaixou o rosto com as maçãs do rosto vermelhas. - Sentem-se. - Apontou para a última mesa. Me sentei e peguei minha mochila. Hiyori sentou e mirou o quadro que o Sensei apagava alguns rabiscos feitos pelos alunos. Estava visivelmente nervosa.
- Bom, espero que se deem bem com seu par, pois será esse pelo resto do trimestre.


Notas Finais


Hey, o que acharam? Estão gostando? Devo mudar alguma coisa? Comentem aí, amo quando vocês comentam rsrs S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...