História School Of Tears BTS - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance Colegial Escola
Exibições 34
Palavras 802
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Booooooooooooooooooooooooooooa Noooooooooooite, queridos! Como vocês estão??! Espero que bem, acabei escrevendo mais um cap, acho que não ficou tão bom igual o anterior, mas acho que ficou legal.
Amo tretas <3

Capítulo 24 - Fight


Fanfic / Fanfiction School Of Tears BTS - Capítulo 24 - Fight

Yoongi conseguiu destrancar a porta com a chave reserva que sempre levava consigo. Ele entrou e imediatamente a trancou novamente, pude ouvir os sussurros dos outros na sala, um Jimin gemendo por causa do gelo na boca.

Houve uma leve pausa.

- Isso não é típico de você – disse Yoongi, preocupado – O que ele fez?

- Ele me beijou – murmurei.

Na sala, Taehyng voltou a falar.

- Talvez você deva dar o fora, Jimin. –sugeriu Taehyung.

- Acho que vou ficar por aqui.

- O funeral é seu – falou Tae.

Yoongi analisou minha mão gentilmente, com tanto cuidado que não me causou dor alguma.

- Estou orgulhoso de você. Deve ter esmurrado com força.

- Toda a minha força – eu suspirei.

Ele beijou minha mão delicadamente.

- Vou cuidar dela – prometeu ele. E depois chamou: - Jimin – sua voz ainda era baixa e tranquila.

- Ora, Ora – alertou Taehyung.

Jimin bateu a porta e Yoongi a abriu, somente para ele. A expressão de Jimin era atenta e ansiosa.

Yoongi fez uma careta.

- Yoongi, você não tem um bastão de beisebol em algum lugar por aqui? Quero emprestado por um  minuto.

Yoongi me olhou com os olhos arregalados.

- Já chega por hoje, Yang.

- Vou acabar com a raça dele por ter feito isso – meu rosto ainda estava molhado por causa das lágrimas.

Caminhei pesadamente na direção dele com os punhos erguidos , mas Yoongi me agarrou pela minha blusa e me girou aninhando-me em seus braços.

- Não vou matar você agora porque isso aborreceria a Yang.

Eu me debatia tentando me livrar de seus braços e dar mais alguns socos na cara daquele idiota. Yoongi mandou ele se retirar, e foi o que ele fez.

Yoongi me colocou na cama e se deitou ao meu lado, ele me tomou em seus braços e me beijou.

Esse beijo me assustou. Afastei-me dele.

- A festa?

Ele pôs as mãos em meu rosto e esperou até que eu o olhasse.

- Daqui uns instantes, quer se arrumar? Para se esquecer disso tudo.

Toquei seus lábios com os dedos da mão que não doía.

- Não vou me preocupar mais com isso.

Notei que a raiva já havia passado e que não faria mais nenhum mal a Jimin.

 

Demorei duas horas para ficar pronta, me demorei pois as lágrimas insistiam em cair e eu era obrigada a refazer a maquiagem.

O interior da casa de Yoongi fora transformado numa boate.

- Yoongi! – chamou Florence ao lado de uma pilha imensa de CDs – O que devemos colocar?

- Coloque um Rap.

Florence assentiu séria, e começou a tirar os CDs de uma caixa.

Minha pele branca reagia estranhamente às luzes pulsantes vermelhas e roxas.

- Acho que estou esquisita.

- Você está perfeita – discordou Yoongi.

A festa foi um sucesso evidente, apesar da tensão causada sobre o episódio de hoje. A música era contagiante, as luzes, quase hipnóticas. Pelo modo como a comida despareceu devia estar boa também. A sala logo ficou abarrotada. Parece que a maior parte da turma era do último ano ou do segundo ano do ensino médio. Os corpos se agitavam na batida que ressoava sob seus pés, a festa o tempo todo no limite de virar uma boate.

Não foi difícil quanto eu pensava. Segui o exemplo de Florence, misturando-me e conversando por um minuto com todos.Eles pareciam bastante à vontade. Eu tinha certeza que aquela era a festa mais descolada já feita em Seul. Florence estava quase sem fôlego – ninguém ali se esqueceria daquela noite.

Dei uma volta na sala e estava de novo com Lalisa. Ela tagarelava animada e não era preciso prestar total atenção. Yoongi estava ao meu lado – ainda se recusando a me largar. Mantinha a mão firme em minha cintura, e de vez em quando me puxava para mais perto.

Então, quando ele soltou o braço e se afastou de mim, desconfiei na mesma hora.

- Fique aqui. – murmurou ele – Volto logo.

Atravessou a multidão com elegância, aparentemente sem tocar nenhum daqueles corpos próximos, afastando-se tão rápido que nem pude me perguntar o motivo. Eu o fitei com os olhos semicerrados enquanto Lalisa gritava ansiosa mais alto que a música, pendurada em meu cotovelo, sem perceber minha distração.

Eu o vi quando chegou à sombra escura ao lado da porta dos quartos, onde as luzes só brilhavam em intervalos. Estava inclinado na direção de alguém, mas não pude ver quem era com todas aquelas cabeças entre nós.

Fiquei na ponta dos pés, esticando o pescoço.

- Um minuto, Lisa. – murmurei puxando meu braço. Não parei para ver a reação dela, nem checar se tinha ferido seus sentimentos com minha rispidez.

Corri para a porta dos quartos.

Yoongi se fora, mas Florence ainda estava ali no escuro.

- Yoongi não vai deixar passar barato.


Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...