História School Of Tears BTS - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance Colegial Escola
Exibições 34
Palavras 600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpe ficar esse tempo todo sem postar, minha amores.
Eu tava sem criatividade e tbm com preguiça. Ma tá ae.

Capítulo 26 - Confession


Fanfic / Fanfiction School Of Tears BTS - Capítulo 26 - Confession

Ele devia ter razão; é claro que ele estaria interessado no que estava acontecendo. Só que eu ainda não tinha certeza do que era. Só saberia ao certa quando encontrasse os dois.

- Jimin, eu vou contar. Mas me deixe entender o que está havendo, está bem? Preciso falar com Florence.

Ele entendeu, sua expressão se iluminou.

- Ela sabe?

- Sim, foi bem de baixo do bico dela.

- É sobre mim? – murmurou, a voz num tom mais baixo que o da música.

- Tem a ver – admiti.

Ele processou a informação por um minuto, inclinando a cabeça enquanto examinava meu rosto.

- Você sabe de alguma coisa que não está me contando.... Alguma coisa grande.

Qual era o sentido me mentir novamente? Ele me conhecia muito bem.

- Sei.

Jimin me fitou por um breve momento, depois se virou para chamar a atenção de Hoseok e Taehyung parados na entrada, desajeitados e pouco à vontade. Quando eles perceberam sua expressão, eles começaram a se mover, abrindo caminho com agilidade por entre os convidados, quase como se estivessem dançando também. Em um minuto estavam do lado de Jimin, muito maiores que eu.

- Agora. Explique – exigiu Jimin.

Os dois corriam os olhos entre o rosto de Jimin e o meu, confusos e preocupados.

- Jimin, não sei de tudo. – continuei esquadrinhando a sala, agora buscando por socorro. Tinham me colocado contra a parede em todos os sentidos.

- O que você sabe, então.

Todos cruzaram os braços no mesmo instante. Foi um pouco engraçado, mas principalmente ameaçador.

Então avistei Florence descendo a escada, a pele cintilando nas luzes coloridas.

- Florence! – grunhi, aliviada.

Ela me olhou, apesar das batidas de som grave ela me escutou. Acenei, ansiosa, e observei seu rosto enquanto ela percebia os três ali curvados sobre mim. Seus olhos se estreitaram.

Antes dessa reação, suas feições eram de estresse e medo. Mordi o lábio.

- Preciso conversar com você – falou Florence , pegando em minha cintura.

Jimin esticou o braço comprido para bloquear nosso caminho, apoiando a mão na parede.

- Ei, não tão rápido.

Florence o encarou, os olhos arregalados e incrédulos.

- Com licença?

- Diga o que está acontecendo? – exigiu ele num rosnado.

Namjoon apareceu quase literalmente do nada. Num segundo éramos eu e Florence contra a parede, Jimin bloqueando nossa saída, em seguida Namjoon estava parado do outro lado do braço de Jimin, a expressão apavorante.

Jimin recolheu o braço devagar. Parecia a melhor atitude.

- Tenho o direito de saber – murmurou Jimin, ainda encarando Florence.

Namjoon se colocou entre eles e os três se puseram a postos.

- Ei, ei – eu disse – Estamos numa festa , lembram?

Ninguém prestou atenção em mim. Jimin encarava Florence enquanto Namjoon o fuzilava com os olhos. A expressão de Florence de repente ficou pensativa.

- Está tudo bem, Namjoon. Ele tem razão.

Namjoon não relaxou.

- O que você falaram, Florence?

Ela encarou Jimin por um segundo, depois virou-se para mim, evidentemente escolhera deixar que eles ouvissem.

- A decisão foi tomada.

Senti a cor sumir de meu rosto. Meu estômago oscilou.

- Ele vai bater no Jimin – falei, sufocada.

Os três observavam em silêncio, lendo cada emoção que passavam por nossos rostos. Estavam parados em seu lugar, mas não estavam imóveis. Os três pares de mãos tremiam.

- Sim.

- Em mim?

- Sim.

- Por que?

- Você beijou a namorada dele.

A expressão de Jimin passou de nervosismo para o pesar.

- Desculpe, Yang. Eu sei que não quer que um de nó saia machucado dessa, mas eu vou assumir minha culpa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...