História Scream - INTERATIVA - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Until Dawn
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Interativa, Medo, Morte, Terror, Until Dawn, Wendigo
Exibições 14
Palavras 893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi ~desvia dos vários nadas que chegaram ao ar
Eu sumi bastante né? Me desculpa mesmo, estava sem tempo e tô mais livre agora que estão chegando as férias.
Esse capítulo é bem leve já que é meio que um fim de hiatus e eu estou sem criatividade.
Des... culpa

Capítulo 11 - Descerebrados


Amaya, Luka, Theo

– Por quanto tempo ficaremos aqui? -  Amaya perguntou, não sabia dizer quanto tempo haviam passado, mas tinha a impressão de que havia sido muito.

– Até ter certeza de que estaremos seguros - Theo respondeu, olhando-a de canto, que não percebeu graças á escuridão.

– Mas já passou muito tempo, já estamos seguros - Ela insistiu.

– Olha querida, se quiser sair pode, não tem ninguém te segurando - Falou contrariado enquanto tentava enxergar algo pelas brechas da estante que fechava a "passagem secreta".

Um silêncio constragendor se manteve até Luka, que não havia se manifestado até o momento falar:

– O que será que aconteceu com eles? Tae, Ally e Max? - Theo e Amaya se perguntavam a mesma coisa, mas nenhum deles pretendia dizer em voz alta, até o momento.

– Nós iremos ajudá-los - Theo disse com uma convicção que eles jamais viram nele – Vamos sair, acho que AGORA estamos seguros.

Amaya murmurou um "finalmente" que passou despercebido. Luka buscou tatear a parede, em busca da abertura da passagem.

A estante se afastou com um ruído e logo a claridade alcançou os olhos deles que buscavam se acostumar, estavam do lado de fora.

 

Mark

Atônito. Era assim que Mark estava, deixou de encarar o fosso do elevador e dirigiu o olhar para cima, parou de respirar.

Havia uma silhueta, ele podia ver um corpo magro lá em cima e por mais que não pudesse ver os seus olhos, sabia que ela o encarava.

– Filho da mãe - Mark não pensou duas vezes antes de mirar na cabeça da coisa e atirar, logo a silhueta já não estava mais ali.

E quando subiu para o local onde um corpo devia estar, não havia nada. Aquilo era muito, muito estranho, ele correu para a saída á tempo de enxergar uma pessoa saindo da porta "agora você não escapa" tomado pela raiva, Mark atirou novamente, ou tentou. A espingarda estava sem munição.

 

Bea e Oliver

– É cansativo demais subir isso aqui, bem que a família do Pietro, rica como é, podia colocar um elevador aqui - Bea comentou, enquanto fazia uma pausa, ofegante.

– O lado bom é que você perde as gordurinhas extras, amor - Olie brincou, esperando fazer a namorada rir.

– Está me chamando de gorda? - Perguntou, se fingindo de brava.

– Oh, não, nunca senhorita, você é perfeita - Respondeu sorrindo galanteador, Bea lhe deu um selinho.

– Muito, muito fofo mesmo. - Disse a morena, dando um sorriso enorme, Olie estava aprendendo como lhe agradar.

– Ok, obrigado. Agora vamos logo para o chalé, não queremos nossas bundas congeladas.

 

Tae

Mark Taehyung acordou com algo frio e duro sob ele, estava com frio e estava escuro também, e a cabeça dele latejava.

Ele se lembrava de quando Pietro gritou do lado de fora da biblioteca e também de Ally chamando por ele e sendo puxada para o lado de fora, lembrava de que ele e Max foram salvá-la, Ally desmaiada e ele sendo acertado com algo por um cara que usada uma máscara de palhaço.

– Ally? Ally! - Ele chamou por ela, no momento sem a dor horrível na cabeça e nem o sangue importavam, ele só queria saber se Ally estava bem.

Levantou-se com dificuldade e alcançou uma lanterna, que por coincidência estava sobre o balcão, podia dizer com toda a certeza que se arrependeu de ter acendido-a, a claridade permitiu que ele enxergasse sangue manchando o chão e a parede do corredor, se antes ele estava preocupado...

– Ally, Max! - Apressou o passo - Pietro! - TaeTae se perguntava por que todos haviam sumido e só ele havia ficado ali, torcia que fosse uma brincadeira, um presente de halloween adiantado, e pedia silenciosamente que acabasse logo, não tinha graça alguma.

Parado no corredor, ele pôde ouvir passos.

– Não sei se percebeu Taehyung mas sua testa tá com um roxo horrível - Nem naqueles momentos Luka deixava de fazer piadas.

Mia

Definitivamente Mia não sabia o que tinha na cabeça. Naquele momento estava colocando não apenas sua vida em perigo, como também a de Mary Ann.

– Isso definitivamente não é uma boa ideia! - Mary exclamou mais uma vez, estava dizendo isso desde o momento em que Mia decidiu sair para investigar, mas isso não a impediu de acompanhar a amiga.

– Acha que eu não sei? - Mia respondeu com uma pergunta, ouvindo um "não parece" vindo de Mary Ann – Se quiser pode voltar, não pedi para que me acompanhasse, era só me passar as instruções e...

– Não saberia usá-las de qualquer maneira, demorou bastante tempo até que meu pai conseguisse me ensinar á fazer isso direito - Mary a interrompeu – E eu nunca deixaria você sozinha nessa, mesmo não sendo uma boa ideia - Completou, Mia sorriu, sabendo que tinha com quem contar.

– Isso é tudo culpa daquele cara e da maldita amante e bastardinha dele - Falou brava, Mary Ann ficou surpresa, não costumava ver a amiga daquele jeito, mas Mia tinha motivos, seu pai traiu sua mãe e fez uma filha com a outra, e depois de morto deixou a responsabilidade para ela.

– Sabia que a maioria das pessoas nos filmes de terror morrem por causa do clichê "É noite, as ruas estão desertas e tem um monstro e um assassino atrás de mim, vou atrás"? - Mary perguntou.

– Sim, mas é isso que faz os filmes ficarem mais legais.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...