História Scream Nights - Interativa (HIATUS) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Scream (Série)
Personagens Personagens Originais
Tags Assassino, Interativa, Mortes, Scream, Suspense, Terror
Exibições 58
Palavras 510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ecchi, Hentai, Lemon, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oieeee
Um último avisinho: Quem não mandou a ficha à tempo, ainda pode enviar, só que será apenas secundário
Bem, espero que eu consiga representar seus personagens certo

Boa Leitura <3

Capítulo 3 - First Chap - Screams In Silence


Um grito surge no além
Em desespero uma sombra foge 
Sem vestígios sangue escorre
E uma visão vermelha toma a mente

 

E lá estava, a grandiosa e clássica Parker Maine. Primeiro dia de aula, um momento bom, para rever os bons amigos... Ou apenas mais uma dia péssimo, voltando para o inferno disfarçado de paraíso. 

 

Adormece a corpo sem força 
Imagens distorcidas surgem
Luzes brilham distantes
E então uma escuridão

 

O que não surpreendeu a ninguém foi o apareçimento dela, da rainha abelha daquela colméia fraca que era o Parker Maine: A implacável Cordélia Winthrop-Scott, a maior herdeira da Europa. O pesadelo, o sonho de consumo, a causa da inveja, passe uma navalha no seu peito que doi menos do que ser inimigo dela. Ela desfilava pelo meio do corredor de modo reverente, com um sorriso sádico no rosto; "hum, novatos..." pensava, afinal, o que era mais divertido que novatos inocentes?

 

Gritos distantes de medo
Um aperto no peito 
Uma fisgada no braço 
E então o silêncio

 

Andava ao seu lado a bela loira Liz Montenegro, com um sorriso alegre no rosto. Estava mais que feliz por rever a amiga, não só Cordélia, como a mal-humorada (quem disse que ela gosta de acordar cedo?) Samantha Peterson. As três eram poderosas naquele colégio, suas reputações foram trabalhadas e conquistadas dia pós dia nesses anos em Parker Maine, para poderem finalmente declarar, elas estão ao lado da rainha, são suas fiéis damas, e nunca perderiam tal título.

 

E a Paz, nada mais. 
Ao longe um brilho
Uma luz fosca
E gritos novamente

 

Mais ao longe, estava o jovem Bryan Oliver, dentro de seu esconderijo favorito, a sala de ciências. Claro que sempre dividia o lugar com a calada Sarah Lee, que nunca trocou muitas palavras com o mesmo além de breves murmúrios. Bryan a observava, lembrava sempre dos movimentos da garota, a seguia com os olhos, a memorizava para nunca a esquecer. Não sabia qual era toda essa curiosidade nela, mas o mistério nela não ajudava, muito menos a timidez de ambos. Ela ainda iria descobrir sobre ela, isso ele tinha certeza.

 

A escuridão atona
Desesperos e dores
Tomado por medo 
E sem força 

 

O grupinho mais que excêntrico estava fora daquela prisão de paredes, descansando e conversando no grande e amplo campus do lugar. Lá estava o improvável Dylan Northwest, o sorridente e calmo Ethan Mendes, e Alycia Lewis, desfocada da conversa, prestando atenção em seu própio mundo.

 

Cortes do corpo 
Frios intensos 
Pulsos fracos 
E enfim uma visão vermelha 

 

Poucos sabem da jovem Lorrane Smith, filha de Matthew Smith, também conhecido como sr.Smith... O precioso diretor de Parker maine. Poucos sabem do perigo constante que passam, e da ameaça mortal que os cercam. Esses adolescentes, vidas não tão perfeitas, mesmo que ainda ingênuas, precárias de cuidado.

 

Desesperos
Sem força 
Em silencio 
Um grito

 

Cuidado... Algo tão simples, mas tão necessário nessa cidade.

 

Um grito de dor 
De medo 
De fraqueza
De liberdade​ 

 

Logo, descobrirão tudo, da pior maneira possível...

 

Silencio novamente 
O corpo adormece 
E a escuridão surge
A morte.

 

 


Notas Finais


E aí, meus BloodyScreamers?
Gostaram?
Odiaram?
Gamaram?
Comentem, adoro responder vcs
Eu sei que as aparições foram breves, mas não se preocupem, ainda é apenas o primeiro capítulo
Depois publico as aparências de todos

Bjs de kittychup :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...