História Scream School - Interativa - Capítulo 12


Escrita por: ~ e ~Harley3002

Postado
Categorias Originais
Exibições 33
Palavras 793
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Hey criancinhas bonitas.
Eu queria avisar algumas coisinhas:
- Apartir de agora as capas vão ser fotos dos personagens, hoje no caso é a Lenna que é uma personagem nova, eu to pensando em colocar outras nos caps anteriores
- Tem pessoas que só mandaram uma foto e não falaram quem é, então eu peço pra que por favor comentem
- Eu amo os comentários amorzinhos de vcs é eles que me fazem querer continuar
- VALEU PELOS VINTE FAVS EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEH
AAAAA como diria a harley

Capítulo 12 - The Game Is Really Fucking Funny


Fanfic / Fanfiction Scream School - Interativa - Capítulo 12 - The Game Is Really Fucking Funny

Leiam as notas da autora <3  ^^

{Povs.Lenna Hallows}

A chuva caia na estrada, o que fazia várias gotículas se reunirem na janela, fazendo parecer que eu estava naquelas cenas tristes de filmes clichês adolescentes chatos que o povo ama.Não que eu esteja triste, bem só é muito chato ter que mudar de cidade por que sua vó quer expandir os ``negócios´´ malditos dela. Não me entendam mal, ai que seja me entendam como quiserem, eu odeio minha vó, ela é um pouco menos pior do  que o meu pai era.

Obstacles toca em meus fones num som tão alto que sinto a batida da música dentro de mim.

"Vamos dizer que há luz do sol para todos

mas, tanto quanto me lembro

fomos animais migratórios

vivendo sob mudança de clima

 

Algum dia vamos prever os obstáculos

através da tempestade, através da nevasca

hoje vamos vender nossos uniformes

vivemos juntos, vivemos juntos

Brincamos de pique-esconde em cachoeiras

Eramos mais novos, eramos mais jovens.

Brincamos de pique-esconde em cachoeiras

Eramos mais novos, eramos mais jovens

 

O para-brisas balança limpando o vidro e agora é possível ver a placa da cidade.

``Bem vindo a Lakewood´´

- Lar doce lar - disse minha vó sorrindo de lado 

- Ou inferno doce inferno - reviro os olhos 

- Sempre assim! - ela resmunga sozinha 

Que velha louca. Mais algumas quadras, minha vó estaciona em frente a uma casa de dois andares branca (três se contarmos o sótão), com detalhes azulados. Para uma velhinha minha vó dirigia bem.

Desço do carro batendo a porta, era um dos meus charmes, escuto minha vó bufar, ela provavelmente deve estar pensando ``Essa menina não tem jeito´´. pois é vovó não tenho mesmo.

Pego minhas malas e subo para o meu quarto que ia ser no sótão, felizmente já estava mobiliado com as minhas coisas de sempre, parecia o meu antigo quarto só que com certeza mais arrumado. 

Me jogo de cara no travesseiro. Que cidadezinha pequena e pitoresca foi essa que eu vim me meter?

 

{Povs.Anna}

Estávamos em uma cela suja que fedia a pó, eu sei que estamos em uma cadeia, mas ela poderia ser pelo menos limpa, certo?  Do meu lado Sky estava com uma cara de apavorada e provavelmente estava pensando na mesma coisa que eu ``Como vamos sair dessa maldita emboscada que esse filho da puta fez?´´. Falar das mensagens é muito arriscado, mas infelizmente é a única coisa que eu consigo pensar. Não vai ser algo do tipo: Estávamos passeando amigavelmente pela floresta quando o assassino nos atacou e acabou cravando uma faca no estomago da nossa amiga. 

- Anna nós podíamos apenas dizer que fomos atacadas - Sky sussurra no meu ouvido

- Eles vão perguntar o que estávamos fazendo na floresta - Sussurro de volta

- Deveríamos mostrar as mensagens? 

- Não, a não ser que você queira que alguém mora Sky.

- Desculpa Anna Sabichão, mas eu apenas não consigo pensar em nada melhor 

Suspiro

- Quando algum policial decidir brotar aqui eu peço para ligar para Luke

Feito e dito, um policial com um bigodinho parecido com o do Hittler aparece bem ali em frente a cela. 

- Anna D´vall venha 

Ele pega as chaves da cela que estavam em seu bolso e a abre me fitando. Perdeu alguma coisa?

- Eu gostaria de fazer uma ligação - digo

- Você não está em posição de exigir nada - ele diz me pegando pelo braço e me levando até uma sala 

Perfeito. 

 

{Povs. Lenna}

~Quebra de tempo~

Mal fazia uma hora que eu havia chegado e já sabia que 1- Anda rolando assassinatos em massa 2 - Haviam duas garotas presas sendo suspeitas de serem o assassino e uma garota hospitalizada 3 - A comida da cantina não era a das melhores, mas por sorte eu tinha levado um snickers. Snickers salvando vidas, obrigado snickers.

Uma garota roía as unhas ferozmente do meu lado ela parecia MUITO nervosa.

- Tá tudo bem? - pergunto

- Minha melhor amiga está na prisão, tá tudo ótimo - ela responde irônica

- Ah sei, é disso que todos estão falando - Mordo meu snikers - Minha vó sempre disse que unhas não são um almoço saudável 

Ela sorri de lado 

- Diga para a sua vó que eu não estou muito saudável no momento 

Um garoto de cabelos castanhos brota e ela corre até ele o abraçando. Nem me deu tchau.Grossa.

 

{Povs. ???}

HA HA HA HA HA

Um ponto para mim garota D´vall 

Eu achava que você era um pouquinho mais esperta

Mas agora vejo que eu estava terrívelmente enganado

Garota D´vall Garota D´vall e seus amiguinhos para minha navalha estão indo de mansinho 

HA HA HA HA 
            The game is really fucking funny.
 


Notas Finais


Obregada <3

~c0met4


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...