História Se a minha vida fizesse sentido - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?)
Personagens Daniel Mologni, Lukas Marques, Personagens Originais
Tags Amigos, Daniel Molo, Daniel Mologni, Heterossexualidade, Lukas Marques, Praia, Romance, Sexo, Voce Sabia
Exibições 105
Palavras 1.312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem <3

Capítulo 3 - Festa


Fanfic / Fanfiction Se a minha vida fizesse sentido - Capítulo 3 - Festa

Quando eu abri a porta, fiquei totalmente surpresa.

 

- Lukas, foi você quem me convidou para a festa de hoje?

- Não sei.... Quem você acha que te chamaria?

- Pra falar a verdade, ninguém.

- Ah vamos pare com isso, você está linda princesa.

- Você também não está nada mal. – ele estava usando um vans preto, uma camiseta do Pink Floyd, uma calça jeans preta e uma blusa estilo daqueles jogadores de futebol americano- Ah, e eu amei a camiseta do Pink Floyd- falei em seu ouvido e deu pra perceber que ele ficou todo arrepiado, eu mexo tanto assim com ele?

- NÓS VAMOS PRA FESTA OU OS DOIS NOJINHOS VÃO FICAR AÍ?-Rachel grita de dentro do carro.

 

Depois de sei lá quanto tempo chegamos à festa, era em uma casa gigante, parecia mais uma mansão ou sei lá o que. Descemos do carro e eu cheguei à conclusão quando entramos que tinha muita, muita gente lá. E todos estavam olhando para Lukas e eu.

 

- Por que estão olhando pra nós dois?- perguntei e ele se virou para mim. – Tem algo errado na minha roupa ou algo do tipo?

- Logico que não, é só inveja mesmo?

- Inveja de quem? De mim?

- De nós dois... Metade dessa festa queria estar no seu lugar nesse exato momento.

- Mas por quê?

- Nada não, esquece. Vem vamos dançar. – Eu fui mesmo sem saber e sem gostar de dançar, estava tocando uma musica que eu nem fazia ideia de que ela existia, e pelo visto só eu... Ele parecia se divertir bastante. – Você quer beber alguma coisa?

-Quero sim, vamos lá.

 

Depois de pegarmos as bebidas, fomos para fora da casa da pessoa que eu nem sei de quem era a festa, andamos  um pouco por lá e sentamos perto da piscina.

 

- Sabe de uma coisa, Lia...

- O que foi?

 

Enquanto eu terminava a pergunta, ele tirou o copo da minha mão e me beijou. O beijo no começo era calmo, mas depois começou a ficar mais feroz e quente e infelizmente a única coisa que nos separou foi a porcaria do ar.

 

- Eu falei que não ia desistir tão facil.

- Não estraga o clima com bobagem, Lukas.
 

E quando eu menos esperava as nossas bocas já estavam coladas novamente, ele beijava muito bem, dava até vontade de nunca mais sair dali. Mas novamente nos separamos, só que dessa vez não foi por causa do maldito ar, e sim por causa das pessoas em nossa volta, comentando e tirando fotos do que estava acontecendo entre nós dois... Eu me senti uma idiota, então simplesmente decidi levantar e ir embora, mas obviamente ele foi atrás de mim.

 

- LIA ME ESPERA.

- Olha aqui, eu não quero ser mais uma dessas garotinhas que você pega e depois coloca na sua listinha idiota só para mostrar para os seus amiguinhos, ouviu Lukas?- eu virei às costas e fui embora... Seria uma pena se eu não  soubesse como voltar pra casa.

- Espera Lia, deixa que eu te levo pra casa, foi eu quem te convidou mesmo –  ele falou para mim e fomos andando até o carro sem trocar uma palavra.

- Então você acaba de admitir que foi você quem me chamou pra vir pra cá?- Falei enquanto ele ligava o carro

- Bem...

- Vamos logo, eu preciso assistir alguns episódios da minha serie antes de dormir.

- Qual serie?

- CSI: Investigação Criminal.

- Sério? E amo essa série.

- Novamente tentando me impressionar, Marques?

- Já falei que não preciso disso, porque eu mexo com você, e muito.

- Não se acha um pouco convencido não?

- Sabe que não.

 

 

Fomos o caminho inteiro conversando, até que chegamos em casa e eu nem percebi...

 

- Quer entrar? – eu pergunto.

 

Quando eu abri a porta, fiquei totalmente surpresa.

 

- Lukas, foi você quem me convidou para a festa de hoje?

- Não sei.... Quem você acha que te chamaria?

- Pra falar a verdade, ninguém.

- Ah vamos pare com isso, você está linda princesa.

- Você também não está nada mal. – ele estava usando um vans preto, uma camiseta do Pink Floyd, uma calça jeans preta e uma blusa estilo daqueles jogadores de futebol americano- Ah, e eu amei a camiseta do Pink Floyd- falei em seu ouvido e deu pra perceber que ele ficou todo arrepiado, eu mexo tanto assim com ele?

- NÓS VAMOS PRA FESTA OU OS DOIS NOJINHOS VÃO FICAR AÍ?-Rachel grita de dentro do carro.

 

Depois de sei lá quanto tempo chegamos à festa, era em uma casa gigante, parecia mais uma mansão ou sei lá o que. Descemos do carro e eu cheguei à conclusão quando entramos que tinha muita, muita gente lá. E todos estavam olhando para Lukas e eu.

 

- Por que estão olhando pra nós dois?- perguntei e ele se virou para mim. – Tem algo errado na minha roupa ou algo do tipo?

- Logico que não, é só inveja mesmo?

- Inveja de quem? De mim?

- De nós dois... Metade dessa festa queria estar no seu lugar nesse exato momento.

- Mas por quê?

- Nada não, esquece. Vem vamos dançar. – Eu fui mesmo sem saber e sem gostar de dançar, estava tocando uma musica que eu nem fazia ideia de que ela existia, e pelo visto só eu... Ele parecia se divertir bastante. – Você quer beber alguma coisa?

-Quero sim, vamos lá.

 

Depois de pegarmos as bebidas, fomos para fora da casa da pessoa que eu nem sei de quem era a festa, andamos  um pouco por lá e sentamos perto da piscina.

 

- Sabe de uma coisa, Lia...

- O que foi?

 

Enquanto eu terminava a pergunta, ele tirou o copo da minha mão e me beijou. O beijo no começo era calmo, mas depois começou a ficar mais feroz e quente e infelizmente a única coisa que nos separou foi a porcaria do ar.

 

- Desculpa, eu não devia ter feito isso Lia.

- Está tudo bem, Lukas.

 

E quando eu menos esperava as nossas bocas já estavam coladas novamente, ele beijava muito bem, dava até vontade de nunca mais sair dali. Mas novamente nos separamos, só que dessa vez não foi por causa do maldito ar, e sim por causa das pessoas em nossa volta, comentando e tirando fotos do que estava acontecendo entre nós dois... Eu me senti uma idiota, então simplesmente decidi levantar e ir embora, mas obviamente ele foi atrás de mim.

 

- LIA ME ESPERA.

- Olha aqui, eu não quero ser mais uma dessas garotinhas que você pega e depois coloca na sua listinha idiota só para mostrar para os seus amiguinhos, ouviu Lukas?- eu virei às costas e fui embora... Seria uma pena se eu não  soubesse como voltar pra casa.

- Espera Lia, deixa que eu te levo pra casa, foi eu quem te convidou mesmo –  ele falou para mim e fomos andando até o carro sem trocar uma palavra.

- Então você acaba de admitir que foi você quem me chamou pra vir pra cá?- Falei enquanto ele ligava o carro

- Bem...

- Vamos logo, eu preciso assistir alguns episódios da minha serie antes de dormir.

- Qual serie?

- CSI: Investigação Criminal.

- Sério? E amo essa série.

- Novamente tentando me impressionar, Marques?

- Já falei que não preciso disso, porque eu mexo com você, e muito.

- Não se acha um pouco convencido não?

- Sabe que não.

 

 

Fomos o caminho inteiro conversando, até que chegamos em casa e eu nem percebi...

 

- Quer entrar? – eu pergunto.

 

 


Notas Finais


Desculpem se o final ficou meio bosta, prometo melhorar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...