História Se arrependimento matasse... - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~Furtado_Guerra

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Alícia Gusman, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Personagens Originais, Valéria Ferreira
Tags Carmiel, Jorgerida, Marilina, Paulicia
Exibições 180
Palavras 789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Meg na area ❤
Disse que sairia as 18:00 a fanfic mais me atrasei um pouco kkk desculpem

Capítulo 16 - Almoço dos Infernos II


*Eles partem pra casa dos Guerras*

*Lilian falava com a empregada*

Lilian: Coloque seis pratos na mesa e 2 infantis 

Empregada: São 7 pratos senhora

Lilian: Da no mesmo

*Lilian sai irritada*

Marcelina: Não tem medo dela te despedir Lorena?

Lorena: Eu trabalho aqui desde que vocês nasceram menina só eu sei onde fica tudo nessa casa ela não me demitiria..

Marcelina: E ela sempre faz isso?

Lorena: Excluir seu irmão? Sim mais eu não faço isso... Vai ser seu primeiro almoço aqui querida junto com seus pais e Paulo desde seu sequestro então se prepara...

Marcelina: O Paulo me contou meio por cima.. Mais é tão ruim assim a situação?

Lorena: Insuportável diria...

*A Campanhia toca*

Marcelina: Pode terminar de arrumar a mesa que eu atendo Lore..

*Lorena da uma risada*

Lorena: Não mudou nada menina.. Continua prestativa como sempre

*Marce sorri e vai atender a porta*

Valeria: Chegamos pro almoço infer ...  digo em familia

Alicia: Só vim por você viu Marce e porque essa dai me obrigou *sorri*

Marcelina: Oi Nic *pega o sobrinho no colo*

Valeria: Cadê a Ana?

Marcelina: Dormindo

*Mário aparece na porta*

*Ele tinha ficado pra trás porque o filhote do Rabito tinha ido atrás dele e ele tinha ido levar embora de novo*

Mário: Oi Marce *sorri*

Marcelina: Oi *sorri*

Mario: Nem deu pra gente se falar direito desde que você voltou... Fico feliz que você está bem..

*Marcelina sorri*

Marcelina: Obrigada

FlashBack

Pov. Mário 

Droga to a uma hora atrasado... A Marce vai me matar se bem que quando der pra ela a surpresa que preparei ela vai amar e espero que perdoe pelo atraso..

*Mário chega no local combinado mais não vê a Marce e acha que ele foi embora porque cansou de esperar até receber uma mensagem do Paulo avisando sobre o sequestro*

*Mario deixa cair tudo que ele tava segurando e vai correndo até a casa dos Guerras.... Torcendo pra ser só uma pegadinha de mal gosto do amigo mais não era...*

*Fim flashback*

Roberto: Ja que tão todos aqui vamos almoçar 

Marcelina: Não pai... Falta o Paulo vou la em cima buscar ele...

*Marcelina sobe*

*Roberto fala pra Lilian*

Roberto: Tinha que ser esse muleque imprestável

*Os amigos do Guerra percebem o clima já pesando*

Alicia: Nossa

Valeria: Eu te disse... E isso mal começou

*Marcelina desce com o Paulo e com a Ana Vitória que já tinha acordado*

Roberto: Já que todos estão aqui (até os indesejados) fala baixo mais Paulo ouve vamos começar o almoço

Paulo: Devia ter usado camisinha então 

*Paulo fala só pro Roberto ouvir*

Roberto: O que??? *furioso* *bate a mão na mesa*

Lilian: Chega os dois e sentem logo... E nada de confusão viu Paulo

Paulo: Claro como sempre a culpa é minha *irônico*

Lilian: Sua irmã foi sequestrada ficou longe por tres anos comeu o pão que o diabo amassou e a culpa é toda sua sim...

Paulo: Vocês falam isso pra mim durante 3 anos não da pra esquecer né...

*O Almoço acontece e entre eles várias discussões entre o Paulo e os pais deixando Marce e os convidados muito constrangidos*

*Depois do almoço Nicolas fica conversando com o pai e Alicia não gosta muito... Mais não diz nada porque já teve confusão demais durante o almoço*

*Ana vê o Nic chamando o Paulo de pai e fala que também quer um pai*

*Marcelina fica sem reação no primeiro instante*

Marcelina: Ana já disse que seu pai morreu

Ana Vitória: Então vou alanjar oto pai... Quelo que ele seja meu pai *aponta pro Mário*

*Marce fica vermelha e Mario da um sorrisinho*

*Marce fica meio hipnotizada porque sempre amou o sorriso do Mário*

*Casa abandonada*

Margarida: Janu porque me chamou aqui??

*Ninguém aparece*

Margarida: Janaina não tem graça. .. Cadê você??

*Janu aparece por trás e bate na cabeça da Margarida que desmaia*

Janu: Pode aparecer Paçoca

*Paçoca aparece*

Janu: E ai que achou da sua nova mercadoria?

Paçoca: Até que é gata... Vou conseguir muito dinheiro com ela... Mais não desisto da Alicia..

Janu: Poderiamos fazer uma parceria 

Paçoca: Te ouço

Janu: Posso conseguir varias garotas pra você tipo a Margarida tipo a Alicia só me deixar livre..

Paçoca: Janaina, Janaina sei que você ama servir os clientes querida você é safada não vem com essa pro meu lado...

Janu: Pode até ser... Mais cansei... E tenho muitas "amigas" *ela faz aspas* tipo essa trouxa da Margarida esqueceu maninho?

Paçoca: Tabom... Se continuar conseguindo mercadorias assim te deixo livre...

Janu: Só não mata essa dai também não ta... Tenho certeza que você vai lucrar muito com ela viva é claro

*Paçoca da risada e sai carregando a Margarida*

Janu: Menos uma pra me encher o saco

*Continua*



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...