História Se beber, não case - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), Emma Swan, Henry Mills, Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho)
Tags Emma Swan, Regina Mills, Swanqueen
Exibições 243
Palavras 890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Negócios


POV REGINA

Procurei por lugares que eu gostava para levar Emma, queria que fosse especial para ela. Algo memorável. Depois de algumas horas procurando, achei o lugar perfeito, fiz as reservas e faria uma surpresa para ela.

– Regina? – Minha mãe disse entrando no escritório.

– Bom dia, mãe. – Falei a olhando.

– Bom dia. Regina, você sabe que tem o terá uma Convenção de Economia na semana que vem? É imprescindível que você esteja lá. – Ela disse e merda, eu havia esquecido disso.

– A senhora poderia ir no meu lugar? – Perguntei já sabendo a resposta.

– Essa não é minha filha, você nunca me mandaria. É tudo culpa daquela menina, estou começando a me arrepender desse contrato.

– Emma não tem nada a ver com isso.

– Não importa, você vai e pronto. E lembre-se do acordo que temos com a família do Robin, isso não pode ser quebrado.

Minha mãe me jogou com balde de água gelada, por N motivos, mas principalmente porque ficaria um mês fora, mas não o bastante é um mês fora pousando ao lado da família do Robin. Isso poderia dar uma confusão tão grande que senti até um medo correr pela espinha. Passei a manha impaciente pensando em como falar com Emma.

Fui busca-la na escola e a levei em um restaurante, qualquer lugar era melhor de conversar que aquela casa.

– Aconteceu alguma coisa, né? – Ela perguntou quando nos sentamos e fizemos nossos pedidos.

– Vou precisar ficar um mês fora. – Falei de uma vez.

– Como é? – Ela perguntou arqueando a sobrancelha.

– A trabalho Emma, é um vento muito importante, eu preciso estar lá.

– Me leva. – Ela disse sorrindo.

– Tem a escola e, além disso, eu não posso.

– Qual é Regina, porque não? – Ela perguntou desconfiada,

– Emma, eu não posso te levar, é algo realmente importante, vou estar ocupada o tempo inteiro. E, vou estar com a família do Robin. – Falei a vi rir.

– Você acha que sou idiota? Você vai ficar um mês fora, com a família daquele idiota?

– É a trabalho, Emma! Temos acordos e não posso desfazer isso. – Falei séria. – Você não confia em mim? Vai passar logo e quando voltarmos te levo naquele lugar que pediu. Posso te ligar a noite, qualquer coisa. Mas não vou ir bem se estivermos brigadas.

– É um mês Regina, não é algo fácil de engolir. – Ela disse séria.

A comida chegou e ninguém falou mais nada. O clima ficou mais pesado do que eu gostaria. Ela comeu tudo, pegou sobremesa e quando terminou, ficou me olhando.

– Fala. – Falei sustentando o olhar.

– Você jura mesmo que não vai fazer nada nesse tempo? Tipo, outras pessoas. – Ela perguntou mexendo nas mãos.

– Emma por Deus, eu não vou te trair. São realmente, só negócios.

– Ok. – Ela disse sem desfazer a cara.

– Tudo bem mesmo? – Perguntei para desencargo.

– Quando voltar, vemos como fica, né? – Ela disse e odiei essa resposta, mas não alongaria isso.

Passamos o resto do dia com Henry, Emma deu muita atenção ao garoto e às vezes me lançava uns olhares que eu não consegui decifrar. E ao longo da semana ela não ajudou muito, ficava quieta, às vezes a via pensativa em um canto, às vezes cantarolando no quarto. Minha vontade era falar com ela, mas eu sabia que não resolveria.

POV EMMA

Essa história de Regina passar uma semana fora entalou em minha garganta. A semana passou em um clima estranho entre a gente, não facilitei, não consegui ficar bem com isso. Ela estaria com Robin e Cia Ltda, sério, ele é o ex paranoico dela e ela quer que eu fique só em sorrisos com isso.

– Você precisa mesmo ir? – Falei na porta da casa a vendo colocar uma mala no carro.

– Sim Emma. Mas volto logo. – Ela disse se aproximando de mim.

– Vai demorar.. – Falei fazendo bico. Ela me abraçou e respirei fundo.

– Não vai! – Regina disse e me beijou. Suas mãos estavam em minha cintura e eu não queria que ela tirasse, ou que ela saísse dali.

– Vai logo. – Falei antes que eu começasse a chorar feito idiota.

– Se cuida, Emma. – Ela disse dando um beijo em minha testa e entrei.

Eu odeio despedidas e o pior de tudo foi que eu senti isso mais forte do que é, é como se eu soubesse que vai dar merda e essa despedida já valesse por outra que não teríamos, confuso, mas algo assim. Fui para a escola com aquele humor do cão e encontrei Ruby e o resto do pessoal.

– Ruby, preciso conversar com alguém.

– Sobre?

– Regina.

– Ah não Emma, me recuso a falar sobre essa mulher.

– Merda Ruby, você é minha melhor amiga, se não falar com você, com quem vou falar? – Falei indo bufando em direção a sala.

– Ok loira, fala. – Ruby disse se sentando ao meu lado.

Expliquei as coisas que estavam acontecendo para ela. Ela riu e ficou séria e riu de novo.

– Emma, ela é uma mulher vivida e está a km de distancia de você, com o ex e a família! Sério que está tudo bem?

– Não está tudo bem Ruby, mas vou fazer o que?

– Poderia ter terminado, ter pedido um tempo, ter dito que era a viagem ou você!

– Não sou assim. Ela é importante para mim e confio nela! – Falei séria.

– Vamos ver se vai dizer isso quando ela te decepcionar. - Falou não me ajudando em nada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...