História If I Stay - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Originais
Exibições 5
Palavras 1.703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa leitura! *-*

Capítulo 9 - Music class


Megan– Prazer, Carla – faleindo a mão de Carla, ela me parece uma pessoa bem legal. Ela tem a pele bem escura os olhos verdes, e os cabelos grande e liso. 


Carla– Ficou sabendo que os clubes estão liberados?– perguntou e olhou para frente tentando procurar alguém.


Megan– Fiquei–  respondi e segui o olhar dela e vi um garoto novato que não parava de fitar nós duas, achei muito estranho isso, depois vou tirar satisfação com aquele garoto. 


Carla– O que vai fazer? eu vou fazer fotografia, sabia que sou jornalista daqui da escola, sei de várias coisas das pessoas menos de você, eu nunca te vi aqui na escola, você é nova? mas se você fosse nova eu teria te intrevistado, então você não é nova. Por que aquele garoto não para de nos olhar?!– disse "coitada da Hanna não vai aguentar nem um dia com a Carla, meu Deus essa menina fala de mais" pensei. Ela voltou a olhar para mim. 


Megan– Ahm, depois vou falar com ele– falei sem interesse algum.


Carla– Então tá– disse – a propósito que clube vai frequentar?–quando terminou de falar a professora entrou na sala. 


Megan– Não sei, ainda assinei Balé clássico moderno e música–respondi. 


Fiquei extremamente cansada durante a de cálculo.Quer dizer, eu estava cansada desde que acordei, mas combinar cálculo e fadiga não parecia justo. Para evitar dormir comecei a desenhar em meu caderno, coisas aleatórias, fiquei pensando, em tudo menos na aula. Mas nem isso foi suficiente para me manter acordada. Em algum momento simplesmente parou de se mexer minha caneta e eu notei meu campo de visão diminuindo e diminuindo, e então eu estava tentando lembrar se a perda da visão periférica era um sintoma de fadiga. Concluí que devia ser, por que só havia uma coisa na frente, e essa coisa era a Sra. Lara diante de um quadro-negro , e era só isso meu cérebro conseguia processar, e aí fiquei extremamente confusa quando a Sra. Lara me chamou:


Sra. Lara– Megan. 

 Por que a única coisa que estava acontecendo em meu universo era a Sra.Lara escrevendo no quadro, e eu não conseguia entender como era possível ela ser tanto uma presença auditiva quanto uma presença visual em minha vida. 


Megan– Pois não. 


Sra. Lara– Você ouviu a minha pergunta? 


Megan– Pois não –repeti


Sra. Lara– E você levantou a mão para responder? 

 Olhei para cima e , sim, lá estava minha mão erguida, mas eu não sabia como ela tinha ido parar lá no alto, e a única coisa que eu meio que sabia era como abaixá-la de novo. E então, após um esforço considerável, meu cérebro conseguiu ordenar que a mão descesse, e minha mão conseguiu descer, e eu disse, afinal:

 

Megan– Possi ir ao banheiro? 


Sra. Lara– Vai lá –disse ela, e outra pessoa respondeu a uma pergunta sobre a equação diferencial. 


Caminhei até o pátio e, lá estava ele, deitado em um banco. 


Megan–O que está fazendo aqui? Não era pra você estar na aula?– perguntei me sentando no pouco espaço que tinha. 


Harry– Fui expulso da sala, e você?– perguntou e se levantou


Megan– Estou indo no "banheiro"–respondi com desdém fazendo aspas com a mão, na hora do banheiro. Minutos depois o sinal tocou, aula de sociologia.


Megan–Tchau, tenho aula de sociologia– disse eu me levantado. 


Harry–Também tenho–disse se levantando. Corremos em direção do corredor da sala, a Sra. Mirela não gosta de atrasos, eu parava aos poucos por conta do ar, e disse ofegante:


Megan– Vai...na...frente... –disse eu e me apoiei em um dos armários. 


Harry–Tá tudo bem?– disse seriamente comigo, me penetrando com seus olhos negros, confesso que fico louc , perdida em seus olhares, mas desviei para não fazer nenhuma besteira. 


Megan– Está... só vou no meu– dei um suspiro, e reuperei o fôlego– armário pegar a bombinha– falei por fim. 


Harry– Tem certeza? Olha se quiser vou lá pegar com você –insistiu mas neguei e ele deu um longo suspiro e acrescentou– tudo bem, vou lá pra sala okay?!– fiz que sim com a cabeça, observei ele andando pelo longo corredor, descolei dos armários e fui até meu armário, que não era muito longe. 


Benjamin– Oi prazer meu nome é Benjamin– tomei um leve susto, por ele ter brotado em meu lado, só fui perceber em segundos que era aquele garoto que encarava Carla e eu. 


Megan – Você é o cara que estava me encarando – disse eu ao me lembrar de se rosto


Benjamim– Tem memória boa e, sim, é eu sim que estava encarando você – respondeu e peguei a bombinha e repirei um pouco não liguei para ele estar do meu lado me observando. Guardei a bonbinha no armário e tranquei. 


Megan– Mas por que estava me olhando? –falei e olhei em seu olhos, me senti desconfortável com aquilo um pressentimento ruim mas decidi não ligar, deve ser bobagem. 


Benjamim– Vem – ele me arrastou até o vestiário do ginásio – o que sabe sobre o plano de Jason e Edward?– foi curto e seco, engoli em seco ao ouvir o nome daquele canalha, mas, que plano? Ele bateu a porta com brutalidade, pulei para trás com o barulho quando a porta bateu. 


Megan– Não sei do que você está falando! – realmente não sabia– e qual Jason? 


Benjamim– Meu che... Pai é amigo de Edward que é pai de Jason e soube que ele é seu ex, então você deve saber de algo, né? 


Megan– Continuo não sabendo, agora se você me der licença preciso voltar pra sala– disse eu e andei até a porta para abri-la, e atravessei a porta sem olhar para trás. O corredor estava completamente deserto, corri em direção a sala, todos já estavam na sala de aula, principalmente a Sra. Mirela. Bati na porta, ouvi um "entre", abri a porta e senti olhares caindo sobre mim. 


Sra. Mirela– Isso são horas? Senhorita Megan – disse com os braços cruzados com uma sombrancelha erguida com o tom de voz autoritário, pensei em uma desculpa rápida que ela possa acreditar. 

Megan– Eu estava vindo para sala só que a diretora me parou– esbanji um sorriso falso, por fim disse – motivos pessoais. 


Sra. Mirela– Ha claro pode se sentar– disse e voltou a explicar a matéria. Fui ao meu assento, do lado do Harry. No meio da aula Harry me entregou um papel sem a professora perceber, abri e nela estava escrita:

 "O que aconteceu? Eu sei, que é mentira a sua desculpa para professora agora me conta o que aconteceu?"


Aí eu respondi


"Não é desculpa, a diretora me parou no corredor quando estava voltando para sala" coloquei com cautela sem ninguém perceber em sua mesa. Ele leu e olhou para mim com cara de "eu sei que está mentindo" preferi ignorar e prestei atenção na aula. Bateu o sinal, guardei o material, e fui pro meu armário, coloquei meus cadernos no armário, e peguei minha bolsa e fui pra sala de música, abri a porta e vi o Fernando? ele estudou comigo no ano interior não sabia que ele que é o líder do clube de música, meus olhos foram direto para o palco e lá vi a Alyce cantando, ou melhor tentando, ela canta muito mal. 


Megan– Desculpa, pensei que aqui fosse a sala de música –falei fechando a porta, todos estavam olhando pra mim.


Fernando – Megan mas aqui é a sala de música – disse confuso.


Megan– Acho que não Fernando, o que eu tô vendo e ouvindo aqui, é só uma capivara engasgada– falei e todos gargalharam menos Alyce, as gargalhadas que mais se destacam era de Hanna,Daniel e do Harry.


Alyce – Como ousa falar assim comigo?– disse Alyce descendo do palco.–Então eu quero ver você fazer melhor – falou estendendo o microfone.


Megan– Isso é um desafio? – arqueei as sombranselhas. 


Alyce –Intenda como quiser, mas quero ver se você faz melhor que eu– falou e peguei o microfone de sua mão, subi no palco, o Fernando so ficou observando. Cantei Melanie Martinez- Corousel. Quando a música acabou todos me aplaudiram de pé, olhei pra Alyce que estava com o braço cruzado, sorri cínica pra ela e desci do palco, e me sentei do lado Da Hanna e do Daniel.


Hanna– Amiga você arrasou –disse com a mão na boca, fazendo a voz ficar abafada. Apenas sorri.


Daniel –Depois a gente vai ter que achar a Ally e o Pedro, o show ja é amanhã– disse mudando de assunto. 


Hanna – Nossa, verdade, esqueci completamente do show.


Megan– Vão na minha casa hoje aí a gente ensaia o di...– Fernando me interrompeu.


Fernando– Querem compartilhar o assunto? Deve estar mais interessante mais que a aula, não?– ficamos em silêncio e ele contínuo a aula. Bateu o sinal e fomos procurar Ally e Pedro. 


Hanna– Oi gente – disse se aproximando. 


Ally– Oi, oi, oi –disse pra nós três.


Megan– Gente vamos depois pra minha casa tenho aula de Balé agora– disse e eles concordaram. 


Pedro– Vou depois, tenho muita lição pra por em dia –disse guardando seu caderno no armário.


Daniel– Também tenho que ir depois, tenho que resolver um probleminha, tchau gente –disse se afastando. 


Megan– Então agora só vão vocês duas?


Hanna/Ally– Sim– disse em uníssonos. 


Megan– Tá bom, então, encontro vocês depois, até – falei e andei até o longo do corredor, virei a esquina do corredor indo para sala de dança de balé, abri a porta e estavam todas com o traje de balé preto. A professora é uma menina da minha idade, suponho que seja ela a líder. 


Luar– Ha olá, meu nome é Luar, sou a líder do clube de balé, espero que sejamos amigas– disse, ela me parece ser simpática– Qual é seu nome? 


Megan– Megan! – disse me aproximando. 


Luar– Vem vou pegar sua roupa– me puxou em uma sala minúscula, pegou uma roupa e me deu. Depois de me trocar fui até a sala do grande espelho -sala de balé- dançamos uma música clássica, soava pelo lugar, depois que me despedi das meninas e de Luar fui me encontrar com Ally e Hanna, enquanto andava pelo longo corredor a procura delas, pensava em fazer parte de um só clube, e decidir ficar com o clube de balé de Luar, adoro dançar. Por fim achei as meninas no ginásio, caminhei até elas e disse:


Megan– Vamos?– elas assentiram. 

  CONTINUA... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...