História Se eu fosse você... - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila G!p
Visualizações 672
Palavras 923
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu demoro, mas termino!
"Mas, Vic, esse é o último capítulo?" Por enquanto sim. Eu estou enrolando demais para terminar essa fic, então dei um final temporário pra ela, em breve eu volto com o último capítulo oficial, com a rotina e futuro delas.
Mas já quero agradecer, a todos os que tiveram paciência de acompanhar até aqui! Obrigada a todos, de coração! ❤
Amo vocês! ❤
Me acompanhem na minha outra fanfic "Minha Querida Madrasta" espero vocês lá ❤

Capítulo 14 - A família mais linda do mundo.


Fanfic / Fanfiction Se eu fosse você... - Capítulo 14 - A família mais linda do mundo.

Meses Depois...

— Camila! Eu acho que está na hora — Lauren disse desesperada e eu a encarei assustada.

— Não brinca com isso não, Jauregui.

— É sério, caramba. Dá pra você pegar as coisas e colocar no carro logo? — Ela disse irritada e eu me levantei rapidamente.

Corri até o quarto do bebê e peguei as duas bolsas que iríamos levar, corri até o andar de baixo e peguei a chave do carro em cima da mesinha, abri a porta e corri até a garagem. Abri a porta de trás e coloquei as bolsas lá, observei o bebê conforto que já estava em seu devido lugar.

Depois de umas semanas após a troca, eu comecei a me acostumar com o fato de que agora éramos 3, e eu estava até que bem feliz.

Eu conseguia imaginar os momentos mais fofos do mundo de Lauren com o baby no colo e eu com um balde na mão enquanto babava vendo a minha família — o começo dela, claro, porque a fábrica não iria fechar agora.

Eu também conseguia imaginar como seria quando os babys da Mani nascessem​. Ia ser uma loucura!

Eu estava tão ansiosa quanto no dia que descobrimos o sexo do nosso bebê.

FLASHBACK ON

— Lauren, você tem certeza que não quer dar uma de espertinha e pegar o envelope rapidinho e ver o sexo do bebê? Na hora que a gente cortar o bolo, fazemos a melhor cara de surpresa e fica tudo lindo! — Sussurrei enquanto ela comia um salgado, observando a mesa do chá de revelação.

— Eu realmente preciso te responder, Camila? — Ela me olhou séria — Eu não esperei uma semana e meia para chegar agora e fazer isso, se fosse pra fazer isso eu tinha feito antes, quando saiu — Revirou os olhos — Sossega aí.

— Lauren, vem que tá na hora! — Dinah disse animada e ela correu até a mesa me puxando.

Normani logo chegou com o bolo e colocou ele no meio da mesa, e nós fomos atrás dela.

Na parede atrás de nós tinha os dois nomes que havíamos escolhido: Matthew X Chloe.

Lauren pegou a espátula de cortar bolo e sorriu, me olhando. Eu lhe dei um selinho demorado e a abracei por trás enquanto ela começava a cortar o bolo, que era metade azul e metade rosa — clichezão, sim — quando ela levantou a espátula para poder cortar mais eu vi a cor rosa e gritei.

— Puta que pariu, é menina! — Lauren concordou, terminando de cortar o bolo e levantando a fatia para todos verem o recheio rosa.

Eu a abracei forte e logo senti mais duas pessoas nos abraçando, eram as madrinhas de Chloe, Normani e Dinah.

Eu estava tão feliz, minha garotinha estava a caminho!

FLASHBACK OFF

— Caralho, Camila! Você foi buscar o carro na fábrica? — Lauren gritou me tirando de meus pensamentos e me fazendo fechar a porta do carro e correr para dentro de casa.

Ela já estava terminando de descer as escadas.

— Não dava pra você me esperar não?

— Eu até tentei, mas acho que você foi buscar o carro na fábrica, porque demorou mil anos. — Ela bufou, irritada.

Ela terminou de descer as escadas e eu peguei sua mão levando-a até o carro, depois que ela já estava em seu devido lugar. Voltei para fechar a porta da sala e corri para o quarto novamente.

O caminho todo até o hospital foi em silêncio, Lauren estava tendo muitas contrações. Por sorte, ele não ficava longe dali e logo chegamos.

Nós entramos no hospital e ela logo foi levada até a sala que ela ficaria, o parto seria normal e eu não tinha coragem de ficar perto, pois eu com certeza iria desmaiar. Então, optei por ficar esperando.

Eu só não sabia que o tempo todo eu ficaria com o coração e o cu na mão de tanto medo de algo dar errado.

Pensei em ligar para Dinah, mas já estava tarde e eu não queria que Normani tivesse preocupações a toa, ela estava no sétimo mês e a gravidez dela infelizmente era um pouco complicada, pois eram gêmeos. Sim, um casal de gêmeos.

Cinco horas depois, quem já estava quase parindo era eu, minha cabeça doía e eu só precisava saber como elas estavam e porque estavam​ demorando tanto.

Mais alguns — torturantes — minutos e a enfermeira apareceu, sorridente.

— Senhora, Cabello?

— Eu mesma — Me levantei, afobada.

— Sua filha nasceu, cheia de saúde. Sua mulher também está bem, e já está no quarto. Acompanhe-me. — Assenti com a cabeça e a segui até a sala que Lauren estava.

Assim que chegamos ela abriu a porta e eu corri para dentro da sala para abraça-lá. Logo outra enfermeira apareceu com a nossa filha e entregou Chloe para Lauren, que estava com os olhos marejados, assim como eu.

Eu encarei aquele pedacinho de gente que nos olhava curiosa, ela parecia com nós duas, mas tinha os olhos de Lauren. Era a bebê mais linda do mundo. Eu estava apaixonada.

— Oi, meu amor. — Eu disse baixinho e beijei sua cabecinha, sorrindo.

— Ela é linda — Lauren disse, completamente boba.

— Como você. — Eu continuei.

— Como nós. — Ela disse sorrindo — Eu amo você, obrigada por tudo isso — Seus olhos estavam marejados.

— Eu que agradeço, meu amor. Você me faz a pessoa mais feliz do mundo, e agora a Chloe também. Vocês são as mulheres da minha vida.

Essa é a minha família e, modéstia a parte, é a família mais linda do mundo.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...