História Se eu pudesse voltar... - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Surubangtan, Vhope
Exibições 42
Palavras 6.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoinhas bonititas do meu kokoro!!!!!
Como tem passado?
Estudando?
Eu não
Mintiraaaaaaaaaa
Se não estudar tô na merda então, né
MELHOR NÃAAAAAAAAAOOOO
Enfim
MAIS UM CAP GOSTOSO PRA VOCÊS
E desculpa pela demora
Tava FODA
E minha mãe leu um dos cap.
Pensa numa dor que bateu no heart
Mas ela aceitou de boas então, PEI
Tá aí
E o cu doce vai predominar mesmo
Agora...
Espero que gosteeeeem...

Capítulo 8 - 8 - Mais do que um ensaio


Fanfic / Fanfiction Se eu pudesse voltar... - Capítulo 8 - 8 - Mais do que um ensaio

     YOONGI POV

     Suga: JIMIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIN!!! – eu batia freneticamente na porta – SAI LOGO DESSE BANHO, CARALHO!!!

     Jimin: PERA, INFERNO!!! – continuava batendo – ESPERA!!!

     A: JIMIN!!! A GENTE VAI SE ATRASAAAAAAAAAAAAR!!! – ela se encolhia no chão – ME AJUDA NÉ!!!

     Jimin: JÁ TÔ SAINDO!!!

     Suga: CONHEÇO BEM ESSE “JÁ TÔ SAINDO”!!! VOCÊ TEM MAIS 3 MINUTOS OU NÓS SAÍMOS SEM VOCÊ!!! – eu quase caí ao sentir a porta sendo aberta com pressa e Jimin já vestido.

     Jimin: VAMOS!!! – dei um tapa em sua nuca molhada – AI!!!

     Suga: ISSO É POR ENROLAR!!! – em seguida dei um chute em sua canela – E ISSO É POR OUSAR ME RESPONDER!!!

     Jin: Ih, vai começar... – bateu na testa.

     Hope: De novo não... – falou baixo suspirando.

     Jimin: VAI ENCARAR MESMO, YOONGI?? – ele foi vindo pra cima de mim. EITA, BICHA ARRETOU!!!

     A: Gente, sem treta... – ela tentou nos acalmar.

     Suga: NÃO SE METE, A!!! – eu ia avançar no Jimin quando Namjoon me interrompeu.

     Namjoon: OLHA AQUI!!! – ele voou em nossa direção – SE VOCÊS DECIDIREM ABRIR BARRACO HOJE EU PERCO A PACIÊNCIA QUE POUCO TENHO E ENFIO ELA NO CU DOS DOIS, MAS BEEEEEEEEEM LÁ NO FUNDO, ATÉ MINHA MÃO CHEGAR NA GARGANTA DE VOCÊS E EU VOLTAR COM ELA, REPUXANDO TODOS OS SEUS ORGÃOS, E GUARDANDO TUDO DE MEMÓRIA EM UM POTINHO, QUE VAI ESTAR NA SALA PRA TODO MUNDO VER, OUVIRAM?? – todos calaram a boca e o encararam, pasmos. A, que tava tentando acalmar os ânimos, apenas exclamou um baixo “Aff” e revirou os olhos para mim e Jimin – SÃO MUDOS AGORA?? RESPONDE!!! EM-TEN-DE-RAM??

     Suga/Jimin: Sim...

     Namjoon: É O QUÊ??

     Suga/Jimin: SIM!!! – ele cruzou os braços.

     Namjoon: ÓTIMO!!! AGORA SE ALGUÉM RESOLVER ATRASAR MAIS UM MINUTO DEPOIS QUE EU FALAR “JÁ” TÁ FODIDO NA MINHA MÃO!!! JÁ!!! – fomos correndo até a van que nos esperava lá fora. O motorista tava mexendo no celular, enquanto nos esperava.

     Motorista: Até que enfim! – ele sorriu, deixando o aparelho de lado. Eu não ia sentar de lado do Jimin de jeito nenhum, mas a A foi me empurrando até a janela e quando o Jimin ia sentar na minha frente ela o puxou para vir pra trás.

     Jimin: Mas por quê?? – falou, fazendo birra pra não sentar.

     A: Só cala a boquinha e entra! – ele bufou e sentou ao meu lado, virando a cara. Apenas revirei meus olhos e vi o Jungkook rindo à minha frente.

     Suga: Que foi, hein, palhaço?? – ele fechou a cara e baixou a cabeça, fingindo que não tava fazendo nada – É bom mesmo!

     Namjoon: Desculpa a demora, moço... – ele esfregava a testa, tentando tirar a pressão do local – É que deu umas brigas aí e teve que resolver...

     Motorista: Tudo bem. Não tenho que levar mais ninguém ainda então podia atrasar o tempo que quiser – falou rindo, e logo ligando o carro e saindo com o mesmo. Jesus, que pessoa mais otimista. Quem dera eu tivesse a autoestima desse cara...

     Namjoon: É que o problema é o horário. Era pra estarmos lá às 07:00 e já são 07:13!

     Motorista: EITAAA!!! POR QUE VOCÊ NÃO DISSE ANTES?? – ele pisou fundo, fazendo todos irmos para trás com tudo – Desculpe aí!!! Mas em uns 15 minutos a gente chega!!! – realmente, todo motorista aqui é gente boa. GRAÇAS AO MEU TRAVESSEIRO!!! Você entendeu o porquê de eu agradecer meu travesseiro? Ele é o meu Deus. Tava uma puta tensão no carro vinda de mim, Namjoon e Jimin, o que acabou afetando a todos. O silêncio só foi quebrado depois de um tempo por Jimin sussurrando em meu ouvido.

     Jimin: Desculpe... – eu quase engasguei com a nada. Virei meu rosto um pouco para encarar o mais novo corado ao meu lado. Tava praticamente todo mundo de fone ou dormindo, então ninguém focou na gente, até porque se o motorista olhar aqui atrás todo mundo morre. Mas enfim, fiz uma expressão bem WTF.

     Suga: Tá, né... – eu estava virando meu rosto para a janela quando senti ele abraçando minhas costas de lado. Minha cara WTF só aumentou junto com a coloração do rosto dele, que passou de rosado pra super vermelho – Mas o quê...

     Jimin: Para de ser chato e aceite um abraço. Estou me redimindo daquela treta... – ele estava de olhos fechados e apertava suas bochechas contra o meu ombro. Por um lado aquilo era fofo, e pelo outro tava me assustando esse abraço que me pegou do nada. Depois de um tempo eu acabei cedendo aquele ato carinhoso. Acho que ele acabou dormindo junto à mim. Ao perceber, eu fiz o fiz um cafuné, bagunçando seus cabelos um pouco. Porque eu sinto estar sendo vigiado? Olhei para o lado mas a A estava concentrada em seu celular. Deve ser impressão minha mesmo – Tão bom... – ele se aconchegou mais ainda em meus braços, e eu não separei por motivos de: não é sempre que você recebe um abraço e quando recebe, tem que aproveitar, né povo! E acho que esse é o abraço mais longo da minha vida... Juntei mais ainda meu corpo com o seu e também acabei repousando minha cabeça junto com a sua.

     A POV

     Tô drogada. Fumei várias pedra por aí. Não é possível. Pera que eu tô tentando processar o que eu acabei de presenciar... Jimin e Suga tavam abraçados de um jeito bem “Hum”... Quer dizer que... YOONMIN CAN BE REAL!!! OMG!!! Se eu tô com ódio por ser o Yoongi? Vish, nem um pingo! Porque eu, meus queridos, shippo Surubangtan com orgulho. UHUUUUUUUUUUUUUUL!!! Ainda tô processando mas eu espero que seja isso que eu pensei. Ao ver a cena eu acabei soltando um sorriso involuntário, fazendo com que Suga virasse a cabeça para me olhar, mas eu rapidamente voltei os olhos ao celular e ele logo virou a cabeça de volta. AI GENTI!!! MEUS OTP!!! VÔ CAIR AQUI!!! Calma, querida, respira... Acalmei. Aproveitei o tempo que ainda tinha para mandar uma mensagem pra viada máster da Andy.

     Andy (TS) – Online (N/A: Pessoas. Caso não tenham entendido o que é TS é aquele filme que toda criança que assiste pela primeira vez fica o dia inteiro olhando para ver se os brinquedos se mechem)

    [07:14] OI MONAMOUR!!!

     [07:14] VIADAAAAAA

     DESLIGOU NA NOSSA CARA ONTEM

     [07:15] Desculpa...

Mas como é que tão as coisas aí?

Quebraram meus quadros que eu tô ligada, né?

     [07:16] Então né...

     Mintira, quebramos nada não, fia

     [07:17] GLÓRIA GLÓRIA ALELUIA

     [07:17] Girls In The House?

[07:18] Exatamente

     [07:18] OITO E SETE

[07:19] Não querida

Na verdade

São 07:20

     [07:20] Vai se ferrar, vrá!

     Estraga prazeres!

[07:21] Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

     [07:22] Eu hein...

     Dongsaeng

     Vou ter que ir trabalhar agora

[07:23] Já arrumou um emprego??

Eitaaaaaaaaaaaaaaaa

     [07:24] Alguém precisa manter seu apartamento em pé, né

     [07:24] Realmente

Ok, migs

Falooooooooou

     [07:25] Falooooooooou

     Andy (TS) – Offline

     Deixei o celular com a música tocando de lado e olhei para frente. Namjoon tava fazendo a mesma coisa que eu – ouvindo música – mas sua expressão não era nada boa. Se alguém falasse alguma coisa pra ele era capaz do bicho explodir! Eu quero é que se dane todo mundo porque eu sou vida loka! Encostei minha mão de leve em seu ombro o fazendo virar automaticamente.

     A: Ainda tá puto? – ele afirmou com a cabeça – Até quando?

     Namjoon: Até esses moleques pararem de ser trouxa – ri da sua fala, mesmo ele estando sério.

     A: Isso é meio impossível. E olha que eu acredito que tudo é possível. A trouxisse simplesmente corre no sangue dos trouxas até o final da vida – ele soltou um pequeno sorriso.

     Namjoon: Mas eles podiam parar de tretar tanto. Nós estamos aqui para nos unirmos e não meter cacete nos outros – ao ouvir a última frase eu soltei uma expressão maliciosa – Por que essa cara? A?

     A: Meter cacete, é? – ele arregalou os olhos.

     Namjoon: Não é isso que eu... – o interrompi com umas risadinhas irritantes – Para de rir!

     A: Rap Mon safadon! – comecei a rir – Mereço esses transantes do meu lado... Mereço...

     Namjoon: Aish! – ele corou – Que menina maliciosa, meu Deus do céu...

     A: Eu sou a rainha do duplo sentido, meu querido! – fiz a famosa pose da flor.

     Namjoon: Depois eu que sou o errado... – ele riu. Quando eu ouvi isso eu pulei em cima do seu pescoço.

     A: Consegui! Te alegrei! – sabe aquelas vozinhas de criança? Era bem isso. Sim, sou retardada demais assim como sou maliciosa demais. Resumindo, todas minhas características são em excesso! Existe apenas um pequeno meio termo que é a capacidade de saber quando é um momento de ficar quieta e o momento de me envolver.

     Namjoon: Ai, ai. É! Conseguiu! Tô felizão! – ele me abraçou de volta.

     A: Gente. Eu tenho o poder. Só pode – separamos o abraço e ele revirou os olhos.

     Namjoon: Tá bom... Agora eu vou voltar a ver meus conteúdos secretos... – minha expressão feliz mudou pra uma cara de cu.

     A: É pornô?

     Namjoon: O pior é que não. E você, tava fazendo o quê?

     A: Ouvindo música, ué!

     Namjoon: Não, minha filha. ANTES disso! – soltei um sorriso malicioso.

     A: Lendo Fanfic Hot – ele me acompanhou naquela carinha tão conhecida quando alguém fala putaria e você manja dos paranauê.

     Namjoon: Posso? – ele ia pegar o celular de minhas mãos. CARALHOWWWWW!!! É FANFIC NAMJIN!!! SAI DEMÔNIO!!!

     A: Pera que eu fechei... – FECHEI PORRA NENHUMA!!! EU QUE NÃO VOU SER TROUXA A ESSE PONTO!!! EU HEIN!!! Coloquei numa Fanfic de Amor Doce escrita em inglês e ele começou a ler, uma hora com sorriso, outra com uma cara indignada, e outras soltava um sorriso safado. Quando ele terminou de ler, me passou o celular lentamente.

     Namjoon: Menina... Você é safada, hein? – fechei os olhos, abrindo um sorriso.

     A: Aprendi com o mestre! – ele fez uma reverência.

     Namjoon: É. Te levei demais pro lado sombrio.

     A: Na verdade eu entrei no lado sombrio a partir do momento que as moleques da minha escola falaram “porra” e eu perguntei o que era – soltamos uma última risada juntos e eu voltei a me concentrar na estrada, enquanto tocava Just Right. Melhor coisa da vida: ficar dublando no banco de trás, sem ninguém te observando, de manhã, o sol leve se chocando com seus olhos, olhando para a natureza do lado de fora. Isso faz eu me sentir livre. Das responsabilidades, das pessoas ao meu redor, dos problemas. Me concentrando apenas na melodia e no mundo afora, como se fosse um filme. Mas, como as coisas nunca são iguais aos filmes, minha vida vai continuar sendo a mesma de sempre e eu serei feliz do jeito que me traz felicidade, óbvio, e ninguém irá me atrapalhar. E eu mando indireta mesmo pro Ryan. Continuei ali apreciando minhas músicas até ouvir o motorista falar que já havíamos chegado. Abri a porta rapidamente – Vamos, povo! – eles se espreguiçavam.

     Jungkook: Tô indo... – ele sai do banco da frente e abre espaço para Tae e Jin passarem. Quando todo mundo saiu eu só olhei pro lado e vi o Manager com uma puta cara de “Vocês tão fodidos”.

     Manager: Primeiramente, oi A – ele estendeu a mão para mim e eu juntei as mesmas em um aperto – Agora, por favor, se não quiser ouvir uma bronca daquelas tape os ouvidos – eu fiz o que ele pediu, mas não adiantou de nada – MAS QUE CARALHO!!! OLHA AQUI, EU POSSO SER LEGAL MUITAS VEZES, MAS ATRAZAR QUASE 30 MINUTOS JÁ É FORÇAR A BARRA!!! QUANTAS VEZES EU JÁ FALEI QUE SER IDOL TEM RESPONSABILIDADES QUE VOCÊS NÃO PODEM DESCUMPRIR?? MUITAS!!! CADA ATRAZO AFETA EM VÁRIAS COISAS!!! ESQUECERAM QUE TEM ENSAIO?? O TEMPO TÁ PASSANDO, PORRA!!! ENTENDERAM??

     Todos: Sim, senhor...

     Manager: ÓTIMO!!! TODO MUNDO PRA DENTRO!!! – eles fizeram uma breve reverencia e Suga veio em minha direção, tirando minhas mãos de meus ouvidos. Fomos entrando dentro da empresa e no caminho eu entrei no assunto da bronca.

     A: Como é que foi? – perguntei olhando para frente enquanto subíamos a escada.

     Suga: Mesma coisa de sempre. “Vocês não podem isso! Vocês não podem aquilo!” – engrossou sua voz para ficar parecida com a do Manager. Dei risada com a imitação e ele revirou os olhos – Que saco! – dei um tapa em sua boca – POR QUÊ??

     A: Você não vai falar palavrão aqui, querido! – ele franziu as sobrancelhas.

     Suga: Mas...

     A: MAS PORCARIA NENHUMA!!! TÁ FALANDO BESTEIRA DE MAIS!!! – falei, quase sem conseguir controlar a risada.

     Suga: Só pode ser brincadeira!!! Eu tenho que conviver com 6 dementes, sendo que também sou um, e nem palavrão posso mais falar pra descontrair?? Vou ter que furtar o celular do Namjoon então pra ficar vendo uns vídeos educativos!!! – eu não aguentei e comecei a dar risada igual uma doida varrida – Eu hein! Fumou várias drogas!

     A: Não... Só te enganei mesmo... – comecei a rir mais ainda com a cara de bunda que ele fez.

     Suga: Era mentira?? Sério??

     A: Era!!!

     Suga: Tomar no meu ânus!!! Me pegou!!!

     A: Peguei mesmo!

     Suga: Ah, você vai ver só! – antes de eu conseguir fugir ele pegou minha cintura e me levantou lá no alto, me colocando em seu ombro.

     A: EITA!!!– eu me segurava em seu pescoço para não cair.

     Suga: VAMOS CORRENDO!!! – arregalei os olhos.

     A: NÃOOOOOOOO!!! EU VOU CAIR!!! – ele começou a andar mais rápido – YOONGI!!! – a cada degrau que subia eu ia caindo mais pra frente – AI MINHA VIDA!!!

     Suga: MUAHAHAHAHA!!! – QUANTOS DEGRAUS FALTAM NESSA PORRA?? Me agarrei mais ainda em seu pescoço e fechei os olhos para não olhar o chão balançando a minha frente. Comecei a tremer de medo. Assim que ele percebeu parou imediatamente – O que foi? – ele virou um pouco o rosto pra me encarar. Senti uma lágrima escorrer pelo meu olho e eu fecha-lo novamente. Ele tomou uma expressão surpresa ao me ver daquele jeito – A...

     A: Eu tenho medo de altura, cara... Olha o que você faz comigo... – não conseguia soltar seu pescoço. Não estava apertando, mas minha mãos estavam firmes ali. Ele foi me descendo devagar pelas suas costas e quando eu senti meus pés no chão minhas pernas começaram a tremer. Eu sei que é uma puta frescura mas é que eu tenho trauma de altura desde... Aquele dia... Ele foi se aproximando de mim com uma expressão preocupada e enxugou meus olhos que estavam um pouco molhados. Minhas mãos não paravam de tremer e eu tava a ponto de cair ali na escada se ele não tivesse me segurado. Sentamos por um tempo na escada até eu recuperar o controle de minha respiração;

     Suga: Eu não sabia... Por que você não me contou? – baixei a cabeça.

     A: Não achei que precisasse saber dessa... Besteira... – ele levantou meu rosto com as duas mãos, olhando diretamente em meus olhos.

     Suga: Se fosse besteira você não teria ficado assim. Me fala. Por quê?

     A: É que... – fomos interrompidos por um grito vindo lá de baixo.

     Manager: JUNGKOOOOOOOOOOK!!! VOCÊ CAIU EM CIMA DA CAFETEIRA?? SÉRIO?? AHHHHHHHHHHHH!!! – dali a pouco Jungkook passou correndo pela gente gritando.

     Jungkook: CORRAM PELO BEM DE SUAS VIDAAAAAS!!! – dei uma rápida olhada para Suga e saímos correndo pelas escadas sem hesitar, dando risada ao imaginar a cena do Jungkook derrubando a cafeteira e o Manager dando a louca lá embaixo. Chegamos no tão esperado andar, respirando ofegantes por ter corrido muito, andando em direção à sala aonde estavam Tae e Jimin conversando e Jungkook caído no chão de tanto rir.

     Suga: Escuta uma coisa aqui... Você quebrou mesmo a cafeteira? – ele dava risada.

     Jungkook: Quebrei bonito... – ele colocou a mão por cima do rosto, tentando recuperar o fôlego.

     A: O destruidor não é o Namjoon, não?

     Suga: Mas o Jungkook que é o sem noção... – ele deu um chute leve no mesmo.

     Deu uns 2 minutos e o resto do povo chegou.

     Hope: CHEGUEIIIIIIIIIIIII!!! – ele veio pulando em nossa direção – Oh, vocês sabem quem...

     Namjoon: QUEM FOI QUE QUEBROU A CAFETEIRA?? – ele entrou na sala e fuzilou, um por um, com o olhar.

     Jin: Calma, Mon! Se controle homem! – ele veio por trás e colocou suas mãos em volta do pescoço de Namjoon. AHHHHHHHHHHHH!!! MEUS SHIPPS!!! NÃO AGUENTO!!! Se acalma!!! Se ficar assim eles vão desconfiar do plano!!! Porra!!! Não posso falar pra ninguém. Tá tudo nas minhas mãos – A? Tá tudo bem? – saí de meu transe com Jin bem perto de mim, segurando uma de minhas mãos trêmulas de nervoso.

     A: Oi? Ah! Não! Eu tô bem! – abri um sorriso – Só lembrei de uma coisa... – ele lançou um olhar curioso, como se pedisse mentalmente para eu prosseguir – Nada demais... Apenas memorias... – todos me olhavam preocupados agora. Ferrou. Vai virar interrogatório – Quê?

     Hope: Certeza que não é nada importante? – ele se aproximou um pouco.

     A: Sim! Eu tô bem, caras! Sério! – soltei minha mão calmamente da de Jin – Agora, melhor vocês ensaiarem antes que o Manager venha dar lição de moral e uma bica na cara de vocês! – Suga ia pronunciar algo que eu já sabia o que era – E... Como eu não vou poder ver, vou entrar na sala do PC e apagar os pornô arquivados – Namjoon arregalou os olhos.

     Namjoon: Pera! O QUÊ?? – meu rosto foi tomado por uma expressão malandra. É hoje que eu apronto uma pra cima deles.

     A: Exatamente isso que você ouviu, querido! FUI!!! – saí correndo em direção à porta que dava até aquela sala e ele veio atrás de mim.

     Namjoon: NÃOOOOOOOOOOOOOOO!!! – entrei na sala e antes dele chegar eu tranquei a porta rapidamente – ABRE!!!

     A: Na na ni na não! Tá muito punheteiro! Eu vou lá saber o que seis ficam fazendo nessa sala??

     Suga: EU NÃO FAÇO NADA!!!

     Hope: EU MUITO MENOS!!!

     Namjoon: OBRIGADO, VIU!!!

     Suga: De nada.

     Namjoon: A!!! – coloquei a mão na boca pra ele não ouvir as risadinhas que teimavam em ficar na minha boca.

     Manager: AINDA NÃO COMEÇARAM?? – não aguentei e comecei a morrer de novo.

     Todos: Desculpe!

     Manager: SÓ COMECEM LOGO!!! – ouvi a porta do lado de fora se fechando em um estrondo.

     Namjoon: SE TU FIZER ALGUMA COISA!!!

     A: EU VOU VER MEUS VÍDEOS, PORRA!!! VOU APAGAR NADA NÃO!!! EU HEIN!!!

     Namjoon: BOM MESMO!!! – saí de perto da porta e fui sentar de frente para o computador. Ver meus vídeos e escrever fanfic porque eu sou dessas. Fiquei sabendo que a Cevs postou vídeo novo. DASHI RUN RUN RUN!!!

...

     Ri. Horrores. Quase caí da cadeira. MEU DEUS!!! QUE PIRANHA ESSA... *spoiler alert* Acabei de ver o vídeo e fui mandar umas mensagem pros migos. AI QUE SAUDADE DESSES VIADU!!! E não é preconceito, é que eles são gays mesmo. Todo dia rezo pra eles finalmente se casarem. Fiquei ouvindo Lu do Luhan enquanto conversava com eles. Meu Deus, quase derrubei o celular quando ele começou a dar aqueles gemidos tipo “Uh, uh, uhhhhhhhh”

     Grupo – Bichas Purpurina – Online

     A (B, C, D...): Oieeeeeee

     (Gar)Rafinha: VIADAAAAAAA

     QUE SAUDADES

     A (B, C, D...): EU QUE DAVA, DESGRAÇADO

     Lukito: CHEGAY, ABALEI

     A (B, C, D...) Chego a bicha loka máster

     (Gar)Rafinha: Lacrou a porra toda

     Lukito: Se eu quiser lacro até o cu daquelas putas na escola

     A (B, C, D...): EITAAAAAAAAAAAAA

     (Gar)Rafinha: ARRETOU

     Lukito: Se reclamar ainda pego meu salto 15 e sambo na cara delas usando saia curta

     A (B, C, D...) JESUISSSSSSSSSSSS

     LEMBREI DAQUELE DIA NO SHOPPING

     Gar(Rafinha): Como não lembrar??

     Lukito: Só dá a A com aquele vestido BIUTIFUL e chega as puta falando alguma merda como de costume

     Gar(Rafinha): Aí ela “Queridinha, primeiramente, se eu quiser eu pego um tamanco de 250 quilos e saio na rua com um vestido mais largo que teu cu nas festas da escola e florido com o meu cabelo parecido com essa bosta descolorida que tu colocou no topo desse coco que você chama de cabeça, esse aborto mal sucedido que saiu do seu cérebro, e você não vai ter nada a ver com que eu vou usar. E segundamente, tudo que eu julgar bom em mim fica bom mesmo e não vai ser puta nenhuma que vai me impedir de usar. Beijo”. Aquela vaca nunca mais olhou na nossa cara

     Lukito: UOOOOOOOOOOOU

     NOSTALGIA IS COMING

     A (B, C, D...) Obrigada... Obrigada...

     Melhor dia do 8° ano

     Gar(Rafinha): Realmente

     Lukito: Concordo

     Informantes me contaram que a nossa A está com aqueles asiáticos viados

     A (B, C , D...): Ixi, querido

     Tomar no teu cu

     Tô mesmo huehuehue

     Lukito: AH SAFRADA

     Podia estar, mas tô deitado refletindo

     A (B, C, D...): Como é que tão os mozão?

     Lukito: Sem nenhum... Ainda

     Gar(Rafinha): Nossa!!! Bora resolver isso!!!

     Lukito: Só se for agora!!!

     A, vou aqui na casa do Rafão e já volto

     Beijão

     Gar(Rafinha): E eu vou receber uma visita aqui

     Beijo na bunda e fui

     A (B, C, D...): Hummm... Safadões…

     Grupo – Bichas Purpirina – Offline

     MELHORES AMIGOS DA VIDA!!! Ai, como eu adoro eles. E pensar que tudo começou quando eu tava defendendo o Lukão de um bullying por descobrirem que ele é gay. Aí entra o Rafão no meio do ano e a bicha maior diz que tá apaixonada platonicamente. A gente descobre que o Rafão é bi e Puff! Deu no que é hoje. Quando eles tão sem ninguém ficam se pegando e quando tão com alguém prometem que não vão fazer nada. É pra foder com meu kokoro. Até já escrevi uma história que eles se assumem mas nunca contei pra eles. AH, EU SOU TERRÍVEL!!! Comecei finalmente meu momento “diva arrasadora” e coloquei em uma música pra eu cantar. É, eu caguei se eles tavam ouvindo ou não. SEM MÚSICA EU MORRO!!! Coloquei uma música do Girls In The House porque eu A-D-O-R-O.

     Você me traiu, achou que eu ia chorar

     Bye, bye, achou mesmo que eu ia pedir pra tu ficar?

     Olha pra mim, pra você não esquecer

     Eu fui a melhor pessoa que deu bola pra você

     Te dei muita confiança, agora sou só sua lembrança

     Ainda quero algo sei, que se chama distância

     Impregnando o meu tempo ferrando com a minha cabeça

     Beijo, aqui você só vai cansar minha beleza

     Para, reflita, pensa

     Ah, se tu tá tensa

     Pega seu cavalinho, desce a escada

     Tchau e bênção

     Para, reflita, pensa

     Ah, se tu tá tensa

     Me chamar de tua ex é pra mi o mesmo que ofensa

     Muá, beijo, bye, bye, bye

     Eu não quero mais, eu não quero mais

     Muá, beijo, bye, bye, bye

     Eu não quero mais, eu não quero mais

     Muá, beijo, bye, bye, bye

     Eu não quero mais, eu não quero mais

     Muá, beijo, bye, bye, bye

     Eu não quero mais, eu não quero mais

     AMAZING. Indiretas? Talvez – né monamour? – Continuei cantando mais um pouco e voltei a escrever a fanfic Namjinga – nome de doença tuberculosa da porra – Tinha até esquecido que os meninos tavam ensaiando de tão concentrada que eu estava agora em escrever a fic.

...

     Jin: Isso... Tá doendo...

     Namjoon: Você vai gostar...

     Jin: Nam, para...

     Namjoon: Para você de me evitar! Eu não aguento mais ter que esconder nosso relacionamento, porra!!! Eu te quero a todo momento mas não posso ter porque você não quer magoar o Yoongi!!!

     Jin: Eu te falei. Eu gosto de vocês dois!

     Namjoon: Mas você vai ter que escolher. Ou ele, ou eu. Senão, acabou tudo. E com certeza ele pensa o mesmo.

     Jin: Mas...

     Namjoon: Eu já me decidi! Você tem até amanhã. Adeus, Seokjin – ele sai do quarto deixando um Jin confuso, sozinho e em prantos. O que ele havia feito. Magoara o coração do mais velho. Isso era mais doloroso que não ter seu amor por completo. Será que fora longe demais com sua decisão? O pior é que, ele também sentia alguma coisa por Yoongi, mas não conseguia entender o que. Será que tudo isso não se passava de ciúmes de seus Hyungs? Jin também estava em dúvida. Yoongi ou Namjoon? Essa pergunta não saía de sua cabeça. Se não tivesse os dois, ficaria confuso, e se não tivesse nenhum ficaria mais do que triste. Eles eram tudo pra ele. Por quê, Namjoon? Por que simplesmente não entende que escolher é uma tarefa impossível pra mim?

     Tava quase terminando de escrever quando bateram na porta do quarto. Olhei no relógio e... JÁ SÃO 16:00?? EITA PORRA!!! FIQUEI TEMPO DEMAIS NAS INTERWEBS DA VIDA!!!

     A: Já terminaram?

     Suga: É... Já – ele hesitou. Acho que ficou pensando tipo: “Já? Querida são 4 da tarde. Te orienta”. Mas milagre que ele não falou nada. Mandei o texto que eu havia escrito pro meu celular e apaguei do computador porque eu não sou trouxa. Mintira, sou sim. Os cara é tão ninja que se eu der uma deixa eles traduzem meus Yaoi em cinco minutos! Prefiro evitar essas ocasiões. Desliguei o monitor e abri a porta rapidamente, o que me fez dar de cara com o Suga, e, por causa da diferença de tamanho, dando quase de cara com seu queixo. Ai se fosse um pouquinho mais pra cima... Tá, parei. Eu devo ter corado horrores porque ele não parava de rir nem por um segundo. Ele estava suado, com seu tórax aparecendo e seus cabelos caídos e grudados ao rosto. Corei mais ainda quando ele me abraçou e encostou seu queixo em minha cabeça – Ficou assim só porque me viu suado? Nossa...

     A: Ca... Cala a boca! Você me pegou desprevenida, apenas isso... – ele riu.

     Suga: Uhum... Sei. Só admite que eu sou gostoso! – separei o abraço e dei um tapa em seu ombro.

     A: Não vou admitir o que não é verdade! – ele ficou com uma cara de cu. Ai, gente. Sabe o que eu adoro? TROLLAR!!! PASSATEMPO FAVORITO!!!

     Suga: Aish! Vamos logo lá pra baixo que o Tae vai me matar se não comermos alguma coisa!

     A: CORRIDA!!! – saí em disparada em direção à escada – QUEM CHEGAR POR ÚLTIMO TEM QUE DORMIR NO CHÃO!!!

     Suga: É O QUÊ?? – ele correu em minha direção, mas eu já estava bem na sua frente – VOCÊ NÃO OUSA!!!

     A: AH, EU OUSO!!! – corri mais rápido ainda. Tava quase chegando ao fim da escada quando o safado agarrou minha cintura por trás, me fazendo parar com tudo – FILHO DA PUTA!!!

     Suga: EU SOU MESMO!!! – ele deu uma risada travessa – VAMOS CHEGAR AO MESMO TEMPO, QUERIDA!!! – ele foi andando comigo em sua frente até pisarmos no chão liso e eu ser solta, logo diferindo outro tapa em seu ombro.

     A: MALDITO!!! – dei risada.

     Suga: MEU CU!!! EU QUE NÃO DURMO MAIS NO CHÃO!!! – fiz uma cara de dúvida.

     A: Mais?

     Suga: É!!! Já tive que dividir o quarto com o Jimin e ele me chutou pra fora da cama!!! Sempre que eu voltava ele me empurrava de novo!!! Aí eu mandei ele se foder e dormi no chão mesmo!!! – comecei a rir – Pior dia!!! Passou uma barata do meu lado!!! UMA BARATA!!! – quase caí no chão de tanto que eu tava falecendo ali, apoiada na parede.

     A: A amiga quis te visitar!!! Descobriu o endereço e foi!!! – ele trocou a expressão de nojo por uma engraçada e quase morreu junto comigo.

     Suga: Só taquei a chinela naquela via...

     Tae: YOONGI!!! – ele veio na direção do mesmo e pulou em suas costas – EU TÔ COM FOOOOOOOOOOOOOME!!! – o mais velho voltou a ter aquela típica expressão de cu.

     Suga: Porra... – ele segurou as pernas de Tae – ENTÃO VAMO COMER, NÉ!!!

     Jimin: ALELUIA!!! – se levantou da cadeira que estava, mexendo no celular.

     Saímos do prédio com um açúcar depressivo por estar carregando alguém e um alien feliz da vida por estar sendo carregado. Eu não conseguia manter o riso o caminho todo, o que me fez receber vários olhares de “vai se foder” vindo do bicho arretado ao meu lado, mas eu tacava o foda-se e continuava a rir. O resto só observava a cena e ria algumas vezes que Suga respirava fundo e dava uns pulinhos pra frente, ajeitando Tae, que estava com os braços em volta de seu pescoço, em suas costas. Se eu senti ciúmes. Bem pouco. O que importa é... SURUBANGTAN!!! Sou louca? SOU MESMO!!! O restaurante, segundo Namjoon, era perto, então fomos a pé. Sorte foi que nenhuma Army apareceu. TENHO QUE MANTER MINHA PRESENÇA EM SEGREDO!!! Chegamos no restaurante e o Tae, automaticamente, desceu com tudo das costas de Suga e foi correndo até uma mesa, quase soltando um berro de felicidade.

     Tae: Finalmente! Comidaaaaaaa! – sentou na cadeira. Só faltavam escorrer lágrimas de seus olhos.

     Jungkook: Se acalme, homem! – sentou ao seu lado, abraçando seu pescoço. Acho que eu vi o Jimin olhar de canto pra eles. VISH!!! Senhor, me ajude a parar de ser trouxa. Sentei do outro lado de Tae e Jin sentou ao meu lado, sendo seguido por Suga, Hope e Namjoon. A mesa era circular, então imagina nós organizados desse jeito e perto de uma parede bege, repleta por molduras e alguns quadros.

     A: Gente... – todos me olharam – Vocês queriam saber o que eu tinha pensado antes do ensaio começar, né? – olhei para Jimin e depois para Tae.

     Jimin/Tae: Sim!

     A: É que... Não era sobre a minha infância...

     Hope: Então... Sobre o quê? – ele tomou uma expressão um tanto preocupada.

     A: Era sobre... – respirei fundo – O Namjoon no aeroporto – Namjoon bateu a mão na mesa enquanto o resto tava rindo pakas. Ai, ai, vou usar isso muito na vida.

     Jimin: “Senhor, eu vou ter que pedir para você deixar o desodorante” – ele disse imitando a voz daquele segurança.

     Hope: “Mas por quê??”

     Suga: “Isso é considerado uma arma letal” – entrou na brincadeira imitando a voz do outro segurança.

     Hope: “Letal meu rabo!”

     Jimin: “Senhor, quanta agressividade!”

     Suga: “Chega de palhaçada e deixa logo isso aqui!” – Hope fingiu jogar algo nas mãos de Yoongi.

     Hope: “Tomar no cu!” – virou o rosto de uma forma indignada e começamos a rir mais ainda.

     Jin: Melhor foi a A gritando lá no meio “E AÍ?? IA TACAR O TERROR NO AVIÃO, NÉ?? MALDITO!!!” – só ficávamos rindo e o Namjoon ficava cada vez mais vermelho de ódio.

     A: Não fica assim! – me levantei e fui em sua direção, o segurando pelos ombros – Pensa pelo lado positivo. Podiam ter pegado você com uma boneca inflável... – o Hope e o Jimin tavam quase caindo em cima de geral até o garçom chegar e eu voltar ao meu lugar dando umas risadas atrasadas. Fizemos os pedidos e voltamos a conversar sobre coisas aleatórias.

...

     Terminamos de comer e fomos pagar a conta.

     Namjoon: Quem vai pa...

     Todos: TU!!! – ele desmanchou o sorriso que tinha em seu rosto.

     Namjoon: É o quê??

     Suga: É isso mesmo, queridon... – apoio o cotovelo em seu ombro – VOCÊ paga pra nós!

     Namjoon: AISH!!! Tá! – ele tirou a carteira do bolso – Mas essa é a última vez, seus desgraçado! – dei uma breve risada e fui até ele.

     A: Eu racho com você, Nam! – um brilho surgiu em seus olhos – Nossa! Ficou feliz, hein?

     Namjoon: Muitoooo!!! – ele me abraçou. Novamente olhares vindos de Jin. O QUE É QUE EU TÔ FAZENDO?? SÓ QUERIA SER UMA PESSOA GENTIL!!! SÓ ME FODO NESSA MINHA VIDA!!! NÃO É POSSÍVEL!!!

     A: Eu vou dividir se alguém me der um pirulito! – ele revirou os olhos, rindo.

     Namjoon: Ok! – ele se virou pra moça do caixa – Vou querer um pirulito também – assim que a moça estendeu a mão com o doce para ele eu voei em sua frente e o peguei.

     A: BRIGADA, VIU MOÇA!!! – saí correndo em direção à um canto qualquer não muito longe. Ainda deu pra ouvir a conversa.

     Namjoon: Eita menina doida!

     Moça: Normal para uma menina dessa idade – ela riu.

     Namjoon: É que ela tem 18 anos... – o sorriso da mulher se desmanchou.

     Moça: Ah. Entendi... – ele pagou tudo e Tae voou em minha direção antes mesmo de eu saborear meu querido docinho.

     Tae: EU QUERO!!! – afastei minha mão, escondendo-a contra minha barriga.

     A: É MEU!!! – ele tentava ao máximo tomar o pirulito de minha mão. O resto só encarava com uma cara de “CADÊ MEU CELULAR PRA GRAVAR??” ou “mereço essas crianças...” – VOCÊ VAI LAMBUZAR TUDO!!!

     Tae: MAS EU QUERO!!!

     Namjoon: Olha, ela ganhou só porque me ajudou a pagar. Portanto, o doce é DELA – ele afastou Tae.

     Tae: Injusto!

     Suga: Na verdade é bem justo – ele nos olhava com a mão no queixo, como se ainda refletisse sobre a cena.

     Tae: EU SÓ QUERO DOCEEEEEEE!!! – ele fez um biquinho.

     A: Eu te compro um sorvete na volta, tá bom?? – novamente, um olhar iluminado. Ele voou em cima de mim para me abraçar, mas tava mais é me sufocando – Não tô conseguindo... Respirar... – ele me soltou, agarrando em meus ombros.

     Tae: TE ADORO!!! – ele segurou minha mão e saímos do restaurante pulando igual um casal de criancinhas. Acho até que ouvi um deles pronunciar “KAWAII”. Acabei até cedendo uma lambida do pirulito, que mesmo eu tendo lambido, fora aceitado por ele. QUE SAUDADES DE FICAR PULANDO QUE NEM UMA RETARDADA E NÃO ME PREOCUPAR COM AS PROVAS DE HISTÓRIA QUE EU SEMPRE TIRAVA 7!!! Sinto o vento da liberdade, adentrando na minha fuça! Ficamos ali pulando – é não paramos o caminho inteiro – até acharmos um carrinho de sorvete e o Tae parar com tudo, me fazendo quase quebrar a cara no chão – SORVETEEEEEEEEEEEEEEE!!! – ele pegou o dinheiro da minha mão e saiu correndo.

     Jungkook: VAI DAR MERDAAAAAAA!!! – ele gritou um pouco longe.

     A: POR QUÊ?? – gritei de volta.

     Jimin: ELE VAI FICAR UM ANO ESCOLHENDO OS SABORES!!! – disse já se aproximando.

     A: POR QUENÃO AVISARAM ANTES??

     Jimin: Esqueci... – coçou a nuca.

     A: AHHHHHH!!! – enquanto isso Tae tava pulando de alegria na frente do carinha dos sorvetes.

     Tae: SENHOR, SENHOR!!! – ele gritava pela quinta vez.

     Senhor: Posso ajudar? – sorriu.

     Tae: Que sabores você tem aí??

     Senhor: Chocolate, menta, morango, creme, avelã... – ele apontava para uma plaquinha que tinha ao lado.

     Tae: Eu vou querer... Ahn... – já tô prevendo a merda que isso vai ser. São quase 18:00 então a gente provavelmente vai ficar aqui até 00:00, pelo que estou vendo – Ah! – aleluia! – Não, pera... – meu senhor... – Ata! Vou querer uma bola de flocos, creme e chocolate branco! – me enganei bem enganado.

     A: Ele demorar esse tempo é normal? – olhava para o menino ainda saltitando à minha frente.

     Hope: Isso aí é um recorde. Já ficamos esperando por uma meia hora é ele só escolheu caramelo! – soltei uma risada meio indignada.

     A: Nossa senhora...

     Hope: Eu que o diga... – Tae veio correndo em nossa direção – Escolheu?

     Tae: ESCOLHIIIIIIIIIIII!!! – ele apreciava o sorvete – TÁ MUITO BOOOOOOOOM!!!

     Suga: Se começar a descrever o sorvete eu te dou uma voadora e pego ele pra mim! – Tae deu de ombros e saímos saltitando de novo. Faltava um certo temo para chegarmos e paramos de saltitar para Tae conseguir comer o sorvete. Foi quando senti meu celular vibrar no bolso. Tirei o mesmo de lá e abri o Whatsapp

     Lukitcho – Online

     [18:12] AMIGAAAAAAAAAAAA

     [18:13] MONAMOURRRRRR

COMO É QUE FOI??

     [18:14] FOI PERFEITO

[18:14] CONTA TUDO

     [18:14] A gente ficou dando uns pegas lá

     Nada muito pesado

     Aí a peste da irmã dele entrou no quarto querendo saber onde tava a bolsa dela

     Ele, graças a minha Inês Brasil, mandou ela tomar no cu e expulsou ela do quarto

[18:16] EU NÃO TÔ BEM

VOU TER UM ATAQUE EPILÉTICO AQUI NA RUA MESMO

PRECISO DE MAIS

     [18:17] Calma, querida!

     Tem mais coisa

     E voltamos a nos pegar até a Andy me chamar pra dar um rolê com a trupe

     E como não sou trouxa chamei o Rafa e nós ficamos trocando umas carícia enquanto escolhíamos umas roupas MARAVILINDAS!!!

     Achei um vestido azul claro perfeito e comprei!

[18:19] Por que tu comprou um vestido, seu doido??

      [18:19] VIADA

      ESQUECEU DA FORMATURA, CRIANÇA??

[18:20] VERDADEEEEEEEE

Vou ter que voltar

:( 

Queria ficar mais tempo aqui...

MAS TENHO QUE VER SUA CARA, BICHA

     [18:21] EU TAMBÉM, CARALHO

     A, mona, tô aqui na sua casa e...

    PELO AMOR DE DEUS

    NÃO TEM MAIS GOSTO PRA LANGERIE NÃO, NÉ

    VOU QUEIMAR O CARTÃO AQUI PRA TRAZER ESTILO NESSE GUARDA-ROUPA

    EU HEIN

[18:23] QUEM DEIXOU TU MEXER NO MEU GUARDA-ROUPA

    [18:24] A piranha da Jess!

    Que tá me agredindo agora

    Então depois a gente se fala

    [Áudio] VADIA!!! O CABELO NÃO!!!

 

    Fechei a conversa rindo e bloqueei o celular.

    Tae: Quem era? – ele me olhava com a colher da sorvete na boca. Tirei a mesma de lá rindo.

    A: Apenas um grande amigo...

    Tae: Hum... Grande amigo? – ele tinha um olhar atrevido.

    A: Bom, se eu puder me relacionar com um homossexual, então ele é mais que um amigo – seu olhar baixou e eu ri de sua expressão.

    Tae: Desculpe...   

    A: Relaxa! – ri, colocando minha mão apoiada em suas costas – Realmente, grande amigo de infância...

    Tae: A. Você ainda não contou pra nós um pouco da sua infância – ele apontou para os meninos que estavam rindo lá atrás de Hope, que estava fazendo palhaçada e logo foi acompanhado por Jimin.

     A: Só não acho que esteja na hora, Tae... – o abracei um pouco mais forte.

     Tae: O que tem de tão sério assim?

     A: Memórias. Memórias que eu desejo apagar da minha cabeça...

     Tae: Mas existem memórias boas! – ele disse, me encorajando. Encostei minha cabeça em seu ombro, deixando uma pequena lágrima escorrer de meu olho.

     A: Memórias boas... São as únicas que eu não tenho...


Notas Finais


EITA MEUS CARAIOOOOOOOOO
SANTO G-DRAGON
Sabem o que eu prevejo?
Treta
Yaoi
Cu doce
Lemon
Essa ordem aí
PORQUE EU A-D-O-R-O
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Espero que vocês tenham gostado!!!
E sério, essa infância da A...
Aviso
Preparem os cus porque eles vão fechar
Pelo menos o meu
Porque sou TROUXA
Kissus e até logiiiiiiiiiiiii!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...