História Se lembra de mim? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Exibições 49
Palavras 1.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Harem, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


voltei....
estou editando as fanfic...
por que pretendo acabar com todos elas....
não irei criar mais nenhuma...gosto de ler com minha musica favorita : read all abus. it

Capítulo 14 - Me perdoe...


Autora on.

“ lagrimas são apenas demonstrações de uma falsa alegria, que e acompanhada pela tristeza”

 

Após a viagem turbulenta que percorreram natsu e Lucy se encontrava no aeroporto da Espanha com um seu azul limpo sem nuvens apena os pássaros enfeitando o céu. Uma das assistentes do pai de Lucy carregava a mala dos pertences de Lucy enquanto natsu carregava o dele e as crianças também. Um carro preto grande arou em frente eles e abaixou o vidro do carro.

— bem vinda de volta, senhorita Lucy... — um chofer da casa a recebeu com um sorriso imenso sendo retribuído pela mesma.

— E bom esta de volta.... — ele abriu o porta malas do carro deixando os assistentes encaixarem as malas ali.

Natsu suspirou olhando para Lucy que não Havia entendeu seu descontentamento.

— por que esta descontente? Não gostou da viagem? — perguntou ela.

— não e nada sobre a viagem Lucy, eu gostei de saber que poderia ver seu pai, mais eu não queria vir em carro ou um jato particular eu queria que fosse especial... — ele explicou suspirando.

— Eu realmente não estou lhe entendendo...

Ele negou.

— não e nada de interessante vamos para sua casa... — ele entrou no carro pela porta de trás e Lucy entrou pela mesma.

Haviam passados por vários lugares que nunca haviam visto, as crianças ficaram encantadas com aquilo mais natsu ainda continuou sem pronunciar e sem olhar para a mesma janela que eles olhavam.

Depois do pequeno turno pelas ruas da Espanha eles já se encontravam na mansão dos pais de Lucy que era enorme em um lugar com pouca vizinhança mais era a maior mansão ali.

— Você demorou Lucy, pensei que não viria... — ao ouvir essa voz Lucy correu para o garoto de cabelo loiro e corpo magro — mais não muito magro — ela o abraçou forte bagunçando suas mechas loiras no penteado formal dele.

— gosto do seu cabelo assim... — ela disse o olhando — você se tornou o papai...

— Tinha que ter alguém que comanda-se tudo para ele... — ele disse arrumando o cabelo em seu rosto — sabia que voltaria para aquela pequena cidade...

— A cidade em que nos nascemos Sting... — ela disse o corrigindo e o mesmo assentiu — onde esta o papai?

— Esta La dentro... — ele virou o rosto e inclinou seu corpo para ver quem mais estava saindo do carro, se assustou ao ver o rosado e algumas crianças — Lucy!

— Eles não são meus filhos se e isso que lhe assusta... —  ela disse com um pouco de infelicidade em sua voz — somos titios...

Sting fez uma careta de assustado.

— São os filhos que Yukino nos proibiu de saber?

— Os próprios... — ela confirmou em seguida os garotos aparecerem em sua frente — meninos esse e meu irmão mais novo...

— Você deve ser Sting não e? — Tyler perguntou e Sting assentiu — prazer sou Tyler... E esses são meus irmãos...

— Você e muito bonito... — disse nashi escondida entre seu irmão mais velho — nashi...

— Sou o mais velho Luke... — ele sorriu e Sting deu seu sorriso mais convincente.

— Prazer a todos... — ele olhou mais ao fundo ao ver o rosado sair e ficar ao lado de Lucy — natsu dragneel...

Natsu deu uma inclinada e juntou as sobrancelhas sem entender.

— Eu lhe conheço?

— Nos conhecemos há bastante tempo mais sabe que não e tanto para esquecer... — ele comentou.

— ele perdeu a memória ha alguns anos Sting... — disse Lucy respirando fundo — eu vim para ver o juder...

— Papai odeia que o chame pelo nome Lucy... — a voz de Sting se alterou para uma voz mais irritada...

— Apenas me leve ate ele... — a voz de Lucy também se alterou para uma ordem e Sting a seguiu.

Natsu sentia o clima tenso entre os dois e se pós ao lado de Lucy no caminho. Ele não dirigia nenhuma palavra direta a Lucy apenas olhava para o chão.

Lucy olhou para o rosado e enlaçou a sua Mao na dele entrelaçando o seus dedos no dele, o rosado a olhou de relance mais ainda não tinha vontade de falar.

— Que saudades de você Lucy... — uma voz fraca veio em direção a eles em uma cadeira de rodas — você realmente veio...

— Eu precisava vim lhe ver para saber sua saúde pai... — ela disse e inclinou seu corpo quase todo para trás abraçando ele.

— Dragneel? — ele disse olhando para natsu que forçou um sorriso — ele veio lhe acompanhar por quê?

— Ele... — Lucy não sabia o que falar não podia dizer que natsu era algo seu, pois ele era marido de sua Irma — um cunhado atencioso que veio fazer o favor de mostrar os seus netos...

Natsu se surpreendeu e ao mesmo tempo se entristeceu com o comentário de Lucy que o olhou e o viu quase partiu seu coração.

— Eu não sabia que eles já estavam enormes vem aqui meus netinhos... — ele abraçou todos com força — o vovó sentiu saudades...

— O netinho não esta respirando vovó... — pronuncio sem fôlego Luke e logo juder o soltou — obrigado...

— Que bom que veio ajudar Lucy, você realmente e um bom cunhado...

Ele assentiu.

— Sting o que houve com seu cabelo? — perguntou juder ao ver o cabelo dele bagunçado — não gostou do estilo formal?

— Não sabe que sua filha gosta de tudo bagunçado meu pai?

— Eu realmente esperei que fosse mais formal Lucy...

Natsu deu meia volta e se virou para a porta de havia entrando.

— A onde vai dragneel? — perguntou Sting fazendo todos pararem.

— andar... — ele respondeu — posso conhecer um pouco da família de minha ex- noiva?

Lucy sentiu uma pontada de dor ao ouvi-lo dizer “noiva” em sentido de outra mulher.

— Eu vou ir com ele... — Lucy seguiu o mesmo caminho que natsu — natsu!

— O que minha cunhada esta fazendo aqui? Não deveria esta La dentro? — perguntou ele em um tom sarcástico mais o que havia saído foi uma voz de tristeza.

— Me perdoe, ele não podia descobrir...

— Você me trouxe aqui para simplesmente mostrar os meus filhos não foi? Para fazer seu pai mais contente... — ele perguntou.

— Não e nada disso! — ela respondeu em suplica — eu não tive coragem para dizer a ele, mais eu trouxe você aqui para ele ficar sabendo...

— Então Lucy, ate esse dia chegar você e eu estamos em um tempo... — ele disse pausadamente. Aquilo foi uma facada para Lucy que segurou o choro e assentiu.

 

 

“ quando eu senti seu amor achei que completaria meu buraco, quando você apenas me deixou, você só estava cavando um buraco mais fundo em meu peito”

 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...