História Se Lembre de Mim - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shizune, Temari, Tsunade Senju
Tags Hinata, Naruhina, Naruto, Romance
Visualizações 58
Palavras 1.486
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Genteee, me desculpem pela demora em postar!
Infelizmente a faculdade tá mais complicada do que eu pensei!

Fiquem com esse cap, e no mais tardar amanhã eu posto outro!

Boa leitura <3

Capítulo 6 - Vivo


Fanfic / Fanfiction Se Lembre de Mim - Capítulo 6 - Vivo

Amanheceu no distrito Uchiha. Sasuke já havia acordado e colocado sua roupa, sentado na varanda olhando as árvores balançando estava pensando no que tinha acontecido na noite anterior com Sakura. Aquilo era inexplicável... “Como ela ainda sente alguma coisa por mim?”, a dor da culpa corroia o moreno cada vez mais.

-Isso não é certo – Sasuke suspirou – Não posso colocar mais esse peso nas costa dela.

Com o pensamento de terminar tudo o que tinha mal começado, Sasuke marchou até o hospital para fazer o transplante do braço e conversar com Sakura. Ao chegar na porta, ele passou a mão na cabeça, “Isso é loucura”, respirou fundo e adentrou.

Dentro do hospital a rosada estava terminando os preparativos da sala de cirurgia junto com Tsunade e Shizune, estava ansiosa, seria o primeiro dia que veria Sasuke depois do beijo que os dois haviam dado. O que aconteceria entre os dois depois daquilo ela não sabia. Mal tinha dormido na noite anterior pensando no amado Uchiha...

Sasuke chegou a recepção um pouco apreensivo.

-Bom dia! Em que posso ajudar? – disse a recepcionista do hospital

-Bom dia, eu procuro a Dr. Sakura – Sasuke por um momento pensou naquelas palavras, ele se orgulhava que sua antiga companheira de time tinha virado uma médica respeitável em Konoha.

-Só aguardar e eu vou chamá-la! – a recepcionista apontou uma fileira de cadeiras de espera e em seguida pegou o telefone e chamou por Sakura.

Sasuke sentou e ficou por um momento refletindo nas coisas que tinham acontecido na noite anterior... “o que eu to pensando?”. Passaram-se alguns minutos e o Uchiha viu a cabeleira rosada se aproximando. Sakura estava vestida de jaleco que tampava até seus joelhos revelando sua saia e calçava botas, ela tinha os cabelos amarrados que já estavam na altura de sua cintura.

Ela avistou o moreno e se apressou a chegar onde ele estava sentado, Sakura não podia conter a felicidade que emanava dela sempre que o via, instantaneamente ela sorriu.

-Sasuke-kun! Bom dia! – ela ampliou o sorriso – está preparado?

-Bom dia Sakura – ele encarou aquele sorriso aberto da menina na sua frente e sentiu um calor emanar dentro do seu peito, lembrava vagamente como ela ficava sorrindo e aquilo foi o suficiente pra que seu coração acelerasse um pouco

-Sasuke-kun? – disse Sakura arrancando o Uchiha de seus devaneios

-Sim... Eu estou pronto – ele prontamente se levantou e a seguiu pelo corredor.

Havia um silêncio constrangedor entre os dois, sendo apenas ouvidos os saltos de Sakura batendo contra o mármore do hospital, Sasuke não podia deixar de reparar no rebolado discreto sobre o jaleco que ela tinha quando andava, de uma forma aquilo era o suficiente pra que despertassem no Uchiha sentimentos que eram desconhecidos a ele. Reparando em todas as placas que tinham acima das portas avistou uma que estaria desocupada.

Rapidamente ele pegou na cintura de Sakura e a empurrou para dentro de um quartinho de material de limpeza e o fechou abruptamente. Ele estava ofegante com sua mão segurou firme o rosto de Sakura para que ela olhasse para seus olhos, ela estava com a feição apavorada.

-S-Sasuke-kun – ela perguntou falhando em suas pernas com aquela aproximação

Ele nada falou apenas a empurrou encostando suas costas na parede, tirando a mão do seu rosto e colocando em sua nuca a puxou para si e parou esperando por uma aprovação para avançar. Sakura apenas fechou os olhos. Era o que ele precisava... Encostou os lábios nos dela, começando com um beijo casto, apenas sentindo a maciez daqueles lábios rosados e Sakura correspondia com delicadeza, aproveitando daquele momento, ela sentiu a abertura dos lábios do seu amado dando lugar a sua língua necessitada.

O gosto de Sakura era divino, era doce e sua boca era quente e convidativa. Sasuke explorou cada canto dela com sua língua, aproximando seus corpos. A rosada com uma mão acariciava seus cabelos e com a outra passava em suas costas malhadas, tentando sentir por cima do tecido os músculos trabalhados daquele homem.  O seu homem, pelo menos naquele momento. Sasuke não queria soltar o corpo de Sakura, ele podia sentir sua respiração perto de seu rosto, o subir e descer de seu peito e como ela reagia a cada toque seu. Ele estava embriagado pelo seu perfume e gosto. Ele tirou a mão da sua nuca e colocou na base de sua coluna, aproximando ainda mais seu corpo para o dele. Ele não queria espaço entre os dois, queria sentir cada centímetro que a rosada podia oferecer, instintivamente ele mordeu o lábio inferior de Sakura, ouvindo um gemido rouco vindo do fundo da sua garganta. Sasuke reagiu aquilo de uma forma inesperada, esmagando o corpo dela na parede. Eles se separaram por um momento para pegar ar, ambos estavam ofegantes, necessitados um do outro, Sasuke olhou profundamente os olhos de Sakura, aquelas esmeraldas faziam o Uchiha falhar em suas palavras, nunca tinha reparado na Haruno tão de perto, e por Kami, como ela cheirava bem.

Ele foi aproximando novamente para sentir aqueles lábios úmidos, pedia por ela, por aquela maciez.

“Doutora Haruno, sua presença é solicitada na sala de cirurgia. Doutora Haruno, sua presença é solicitada na sala de cirurgia” o anuncio ressoou pelas caixas sonoras do hospital.

Eles se afastaram, por quanto tempo ficaram ali? Sakura estava ofegante, aquela aproximação de Sasuke era demais pra ela, sentia seu coração disparado, aquele hálito quente em sua bochecha, a rosada sentia que ia desmaiar a qualquer momento.

-Precisamos ir – disse Sasuke depositando um beijo na testa de Sakura – Doutora Haruno.

Sakura conteve-se em apenas acenar com a cabeça e saiu rapidamente dos encantos de Sasuke, foi quase cuspida pra fora da sala com certo desespero e um rubor na face que deveria passar até chegar a sala de cirurgia. Sentiu Sasuke indo atrás dela andando calmamente, ele achava graça daquilo e ao mesmo tempo se sentia leve, aquela era sua razão de ter ficado em Konoha, Sakura era a razão dele se sentir mais tranqüilo. Todos os dias ela o visitou na prisão, contando casos novos do hospital, levando comida caseira. Fora ela que o manteve vivo esse tempo. O beijo que ela havia dado a ele foi só a prova que ele precisava de que os sentimentos dela ainda eram vivos. Por outro lado, Sakura sentia o fraquejar de suas pernas e o coração descompassado, foi muito melhor do que o primeiro que os dois haviam dado na noite anterior, por um motivo desconhecido, Sasuke que a beijou, e isso agradavam a Haruno.

Tsunade estava sem paciência pela demora dos dois e ouviu a porta abrindo com Sakura a frente

-Já era hora... Por que demoraram tanto?- perguntou Tsnunade com os olhos semicerrados

-E-estávamos conversando e perdemos a noção do tempo! – Sakura foi empurrando Sasuke para Tsunade – estamos prontos não é???

-Ok! Vamos começar a cirurgia! – Disse Shizune.

Sasuke deitou na maca e logo sentiu uma pontada na junção de seu braço, indicando que Shizune injetou algo ali.

-Isso é anestésico! Você vai dormir, quando acordar estará com seu braço novo – disse Tsunade.

O Uchiha respirou fundo, os olhos esverdeados foram as últimas coisas que viu quando apagou.

Acordou com uma claridade no quarto, apertou os olhos e reparou no quarto onde estava, a cortina balançava levemente com o vento, “quando estive tão relaxado em minha vida?”olhou para o braço enfaixado e tentou movê-lo, mas foi em vão e soltou um suspiro de frustração.

-Ah você acordou! – Sakura abriu a porta e foi de encontro a ele – Como se sente?

-Um pouco tonto e com sede – olhou para ela agora com os cabelos soltos – Eu ainda não consigo mexer o braço, é normal?

-É sim! – a doutora levantou e pegou um copo com água e entregou para o Uchiha – Vai demorar cerca de uma semana para você seu corpo acostumar! Primeiro vai sentir alguns formigamentos, depois leves descargas de energia... – ela sorriu ao vê-lo bem – Você vai poder sair daqui algumas horas! Vamos apenas monitorar como vai ficar seu transplante e depois pode ir pra casa!

-Sakura... Obrigado... – Sasuke colocou o copo em cima do criado-mudo – você tem sido uma peça fundamental para mim nessa recuperação!

Sakura não pode conter as lágrimas que formavam em seus olhos – Sasuke-kun – e timidamente o abraçou – eu estou feliz em escutar essas palavras!

Sasuke apenas aproveitou e a abraçou de volta, sentir ela daquela forma era o que ele precisava. Precisava amar e corresponder ao amor dela.

-Apenas tenha paciência comigo! Isso tudo é muito novo pra mim.

-Sasuke-kun, eu esperei você, por todo esse tempo... E vou respeitar o seu momento porque eu te am...

Ele rapidamente a interrompeu com um beijo, não era o momento, Sasuke não queria escutar aquelas palavras sem ter certeza de que sentia o mesmo pela Haruno. Dentro dele crescia um sentimento a muito tempo esquecido, mas era o que ele queria.

Sakura o mantinha vivo. E ele gostava disso.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Aceito críticas pessoal!

Comentem o que estão achando, pra eu saber se estou no caminho certo!

Beijos :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...