História Se O Amor Tiver Lugar - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 13
Palavras 1.642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa Leitura pandinhas! 😊

Capítulo 6 - Você Por Aqui?


Fanfic / Fanfiction Se O Amor Tiver Lugar - Capítulo 6 - Você Por Aqui?

Dois dias se passaram depois do acontecido com Taylor, porém não nos falamos desde então, tenho passado de oitenta a noventa por cento do meu tempo no quarto, da mesma forma que eu não dei oportunidade para conversarmos, ele também não veio até mim. E hoje é o tal jantar de negócios, não estou nem um pouco empolgada, mas para variar, não tenho escolha.

- Sweet? Posso entrar? – Meu pai perguntou abrindo a porta.

- Sim. – Respondi terminando de me arrumar.

- Você está linda, não é a toa que é minha filha... – Ele falou me fazendo sorrir.

- Modéstia não é o ponto forte dessa família pelo visto... – Dessa vez foi minha vez de fazê-lo rir.

- Bom, vim aqui para lhe avisar que você vai com seus irmãos, certo? – Ele falou – Por favor, faça com que eles não se atrasem.

- Eu não posso ir com vocês? – Perguntei tentando fugir do Taylor.

- Ah, é... Estamos indo mais cedo para recepcionar os investidores, vai ser entediante para você. É melhor você ir com os garotos. – Aparentemente aquela resposta tinha sido improvisada – Bom, tenho que ir, nos vemos lá. Cuide-se. – Ele me deu um beijo na testa e saiu.

[...]

Quase uma hora depois estávamos estacionando em frente ao restaurante. O caminho inteiro foi um silêncio mortal, evitava trocar olhares com Taylor, porém era perceptível que ele não desviava o olhar de mim.

- Crianças, o Henrique e a Melissa estão aqui, venham cumprimentá-los. – Dona Lauren falou assim que nos viu.

- Olá crianças, é um prazer revê-los. – Senhora Carter falou.

- Como vai, senhora Carter? – John foi o nosso porta-voz.

- Muito bem, senhor Jonathan, obrigada, mas já conversamos sobre esse “senhora Carter”. Só Melissa, tudo bem? – Ela falou sorrindo – Bom, quero lhes apresentar meu filho e um amigo dele. Chris, Léo estes são; Jonathan, Taylor e Emilly.

Na mesma hora que ela soltou essas palavras meu olhar foi em direção aos dois, não era possível!

- Emilly? – Léo me olhava surpreso, pelo menos eu não era a única – Tudo bem? – Ele perguntou me abraçando.

- Oi Léo, tudo sim, e com você? – Perguntei o cumprimentando.

- Vocês se conhecem? – Dona Melissa perguntou.

- Sim, digamos que ela tem dado o que falar nos últimos dias... – Chris respondeu com um sorriso cínico.

“Qual é a desse garoto, afinal?! Não perde a oportunidade de me alfinetar, que saco!” Pensei comigo mesma o encarando.

- Interessante, que bom que são amigos... – Oi? Amigos? Acho que a mãe do Chris não entendeu o sarcasmo – Se quiserem ir para suas mesas, sintam-se a vontade.

- Não liga para ele, apesar de ter essa pose, ele é um cara legal. – Léo falou enquanto seguíamos para as mesas.

- Eu estou aqui, ok? – Chris falou ironicamente.

- Era para você ouvir mesmo, Carter. – Léo falou dando-lhe um soco no braço.

- Eu acho que esqueci meu celular no carro, se me derem licença... – Arrumei a primeira desculpa que surgiu em minha cabeça para poder sair dali, a ficha da tamanha coincidência ainda não tinha caído, precisava de um tempo para absorver tudo.

Léo concordou, logo depois segui para a entrada do restaurante, fiquei lá tempo suficiente para que minha mãe viesse até mim.

- Tudo bem, filha? – Ela perguntou colocando uma mecha do meu cabelo para trás.

- Sim, claro. – Respondi meio aérea.

- O que faz aqui fora, sozinha? – Ela me olhava com atenção.

- Eu tinha esquecido meu celular no carro... – Respondi balançando o celular.

- Hum... – Aquele “hum” significava que ela não estava acreditando – Tudo bem,  agora que já o pegou, vamos entrar.

Acompanhei minha mãe de volta, ela ficou conversando com meu pai e eu não vi outra saída a não ser voltar para as mesas. Quando me aproximei das mesas que ficaríamos, meu olhar foi ao encontro com o de Taylor, que me olhava como se quisesse dizer algo, ele se sentava na ponta, com alguns jovens e John. Tinha duas escolhas, sentar perto de Taylor e ficar um clima chato pelo resto da noite, ou sentar perto de Léo e Chris – mais difícil que isso só minha prova de história. Foi então que Léo decidiu por mim.

- Hey, senta aqui. – Ele apontava para uma cadeira ao lado de outra garota e a frente de Chris.

“Já que estamos no inferno, por que não abraçar o capeta...” Pensei comigo mesma.

Me sentei ali, um pouco distante dos meus irmãos, mas isso não foi motivo para o Taylor não me fuzilar com os olhos.

- Encontrou seu celular, Emilly? – Chris perguntou de uma forma tão debochada que tive vontade de enfiar aquele celular em sua garganta, porém respondi com meu sorriso mais falso, balançando o celular em uma das mãos, aquilo foi suficiente.

- Aquele garoto não para de te olhar... – A garota loira ao meu lado falou enquanto eu colocava o guardanapo sobre meu colo, olhei para a direção que ela olhava e me deparei com Taylor, que desviou o olhar na mesma hora, balançando a cabeça negativamente. – Garotos...

- Pois é, garotos...

- Prazer, Kimberly, mas pode me chamar de Kim. – Ela falou estendendo a mão. E essa morena, tem nome?

- Emilly, o apelido deixo por sua conta, se for listar todos, vai demorar... – Falei e nós rimos.

Minha sintonia com a Kim foi instantânea. Quando nos demos conta já estávamos chorando de tanto rir, por uma piada aleatória. Ela se parecia um pouco comigo, apesar de ser mais extrovertida.

- A Kimberly se dando bem com alguma garota? Essa é nova. Se eu soubesse, tinha apresentado vocês antes. – Léo falou enquanto conversávamos.

- Uma coisa eu te garanto, daí não vai sair coisa boa, anota o que estou dizendo! – Chris falou bebendo um pouco de suco. Reviramos os olhos quase juntas, o que fez Léo rir.

- Você calado é um poeta, senhor Carter, mas vocês têm razão, vamos aprontar poucas e boas! – Ela falou me oferecendo um brinde – Agora que te encontrei morena, ninguém me segura!

- Ela não vai largar do seu pé! E isso não é algo positivo, vai por mim... – Chris falou e ela o olhou com um olhar mortal.

- Eu não vejo como algo negativo, acho que vamos nos dar bem... – Falei brindando com Kim, e logo em seguida recebendo um abraço da mesma.

- Cara, como eu consegui viver sem você?! – Ela perguntou me fazendo rir.

- Prevejo muita bagunça daqui para frente, juntando o Rafa e o Mart? Não tem quem aguente... – Léo falou e Chris concordou rindo – Os dias de paz acabaram, meu caro! Os dias de paz acabaram!

[...]

- Bom, tenho que ir, mas antes que eu me esqueça, amanhã estávamos combinando de ir em uma festa, e a senhorita está mais do que convidada! – Ela falou e deu para sentir o olhar de reprovação do Chris.

- Eu adoraria, mas já tenho um compromisso. Fica para a próxima. – Falei sorrindo de lado.

- Que pena Emy, já podia imaginar nossos shots... Prometo que vou beber todas por você e quem sabe pegar alguns também. – Ela falou e na mesma hora olhou para o Léo, aí tem! – Foi um prazer conhecer você! Até mais pessoal.

- Eu te acompanho... – Léo falou assim que ela se virou – Já volto.

Assim que eles saíram ficamos em um silêncio constrangedor, ás vezes nos olhávamos, mas logo desviávamos para qualquer outro lugar. Foi então que ele resolveu quebrar o gelo.

- Na boa, por que não vai falar com ele? – Ele perguntou apontando com o copo para Taylor.

- Como? – Perguntei tentando encontrar o nexo.

- Seu namorado não parou de olhar para cá o jantar inteiro e... – Antes que Chris terminasse acabei o interrompendo com um sorriso fraco – Qual a graça?

- Ele não é meu namorado. – Respondi e foi possível notar sua expressão de surpresa – Achei que seus pais tivessem falado, aqueles dois que você viu são meus irmãos.

- Hum, acho que eles se esqueceram dos detalhes... – Ele falou bebendo um pouco de suco e se reclinando na cadeira.

- Posso te perguntar uma coisa? – O olhei atenciosamente, ele deu de ombros, então considerei aquilo como um “sim” – Você não gosta de mim, não é?

- Você está viajando... – Ele ria de uma maneira tão debochada que chegava a dar ódio – Por que eu perderia meu tempo me preocupando em "não gostar" de uma garota tão sem sal e que não faz a menor diferença pra mim? Sinceramente nem sei o que os garotos viram em você, quero dizer, Martin e Rafael se apaixonam por qualquer uma, então eles não podem ser considerados parâmetros de comparação.

Naquele momento fiquei sem reação, sério que ele falou tudo isso? Ele estava insinuando que eu sou qualquer uma? Como é?!

- Não sei por que ainda me importo com o que você pensa. Achava que você era só mais um cara marrento, mas estou começando a achar que você é um tremendo estúpido, babaca. Com licença. – Falei me levantando – Ah, aproveita e faz um favor para mim e maior ainda para você, não precisa mais me dirigir à palavra. Poupe o seu enorme “sacrifício”.

[...]

Estávamos nos despedindo dos senhores Carter, enquanto isso, fiz de tudo para não olhar para o Chris, mas era notável minha cara de desgosto. Esse idiota consegue me tirar do sério em um grau que talvez nem o Anthony conseguia!

- Hey moça? Está tudo bem? – Léo perguntou se aproximando.

- Sim. Foi legal jantar com você. – Falei o abraçando.

- Posso dizer o mesmo. Olha, não sei o que aconteceu enquanto estive aqui fora, mas te peço paciência e que não se sinta mal com algo que o Chris te disse. Não sei o que está acontecendo com ele ultimamente...– Ele falou e em seguida beijou minha bochecha. – Até mais, Emy.

Sorri e acenei assim que ele entrou no carro. Chris estava com uma cara fechada, não consigo entender o motivo, afinal quem levou o “coice” colossal não foi ele. Logo depois meus pais entraram no carro e dessa vez segui com eles, já tinham acontecido coisas de mais para uma noite.

Cheguei em casa, subi direto para o meu quarto. A melhor coisa que eu poderia fazer depois desse jantar era dormir.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! 2Kisses 😘
PS: Os Próximos Capítulos serão de tirar o fôlego...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...