História Se o Amor Tiver Lugar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Visualizações 132
Palavras 1.204
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Hentai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello, my princesos e princesas

Olha uma One pra distrair

Presentinho da Autora linda

Uma das minhas musicas favoritas

Capítulo 1 - Capitulo Unico - Fica Um Pouco Mais


Marinette estava mais avoada do que o normal naquela segunda feira. Estava na sala de aula com suas amigas esperando a aula começar . Com a cabeça nas nuvens e um olhar apaixonado. Alya e Tikki perceberam o olhar distante da amiga e sorriram maliciosas

          - Terra pra Marinette - Alya brincou ao estralar os dedos na frente do rosto da amiga - Responda Mari

          - Ah? Oi- Marinette sorriu envergonhada ao despertar dos seus pensamentos- Eu tava pensando

           - Ainda pensando no loirinho, Mari?- Tikki perguntou sorrindo maliciosa

           - Oque? Não! Nada ver- Mari retrucou negando. Mentira. Sim, ela ainda estava pensando nele sim - So lembrando das ferias, não do loiro

          - Concordo- Alya disse animada- Foram as melhores ferias da minha vida

          - Temos que fazer mais viagens como aquela- concordou Tikki e a azulada riu lembrando da melhor parte das ferias. Na opinião dela

"Esse amor bateu de frente
Nao sai mais da minha mente
"
               
Alya, Tikki e Mari tinham viajado para o Rio de janeiro passar uma semana. Na última noite delas na cidade maravilhosa, elas foram a uma festa que estava tendo na beira da praia do hotel aonde estavam hospedadas.

"Como faz pra segurar
Ja to loko pra beijar"

Marinette dançava animadamente ao som dos ritmos brasileiros quando o viu pela primeira vez. O rapaz de cabelos loiros e vibrantes olhos verdes. Ele a olhou, notando a sereia de cabelos escuros como o mar noturno, se sentindo atraído no mesmo instante. A garota voltou a dançar como se nada tivesse acontecido.

"E areia branca virou nossa cama
Descompasso vai e vem das ondas"

Ele chegara de mansinho, como quem nao quer nada. Dançando no ritmo dela. Sussurrou lhe seu nome no ouvido dela, causando arrepios na azulada. Com as maos na cintura da azulada, virou a para si. Ela respondeu com um lindo sorriso. Ele era lindo, pensou a azulada, um lindo anjo loiro. Dançaram juntos enquanto conversavam banalidades. Ele se aproximou e ela não recuou. Ele a beijou e ela cedeu.

 Um beijo doce e quente

Como chocolate

"Em janeiro você vem
Fevereiro você vai
Mas se quiser pode ficar uma vida inteira
"

Ninguém saberia dizer se era possível se apaixonar em uma noite.

Mas, para os dois foi possível

Ele perguntou se queria passear pela praia. Ela aceitou sem hesitar. Caminhavam de mãos dadas, conversavam e beijavam-se constantemente. Alimentando um desejo indecente. Numa louca ideia causada pelo consumo de álcool. Mesmo que pequeno que fosse. Eles entraram no mar. Mas nem a agua gelada do oceano foi capaz de apagar o fogo de uma paixão

A paixão de uma noite

Uma noite que ficaria marcada na memoria

" Se amor tiver paixão
Se o amor tiver lugar
Fica um pouco mais
Fica um pouco mais"

Beijavam se com luxuria e volúpia, amor e desejo, paixão e ternura. Afogando se no mar do desejo. A azulada gemia e arfava a cada preciso toque do loiro, seja pela boca dele em seu pescoço, seja pelas maos dele passeando pelo corpo esguio coberto apenas pelo biquíni vermelho de bolinhas pretas. O loiro explorava cada mínimo detalhe do corpo da azulada. A cintura fina, a bunda redonda e empinada, as coxas fartas, os seios medianos. Ele sabia exatamente aonde tocar, aonde beijar, parecia conhecer cada ponto fraco dela. Ela apenas passeava suas delicadas maos pelo corpo levemente definido dele

"Se o amor tiver paixão
Se o amor tiver lugar
Fica um pouco mais
Fica um pouco mais"

Param por um breve momento para se encararem. Os olhos azuis dela combinava tão bem com o olhar esverdeado dele. Céu e grama. Os cabelos loiros dele tinham um belo contraste nas madeixas negro azuladas dela. O sol e o mar. A pele parda e bronzeada dele dava um destaque perfeito para a pele de porcelana dela. O yin-yang

" Fica um pouco mais
So um pouco mais"

Ele a levou para seu quarto do hotel no intuito de consumarem a noite. Beijavam se selvagemente antes mesmo de entrarem no quarto. Mas, ao passarem pela porta nada mais importava pra eles.

Nada

"E a areia branca virou nossa cama
Descompasso vai e vem das ondas
Em janeiro você vem
Fevereiro você vai
Mas se quiser pode ficar a vida inteira
"

Beijos e chupões distribuídos pelo loiro,  marcando a pele branca da azulada. Puxões e arranhões pela parte da azulada, puxando os cachos loiros e traçando linhas vermelhas pelas costas dele. A medida que as roupas eram tiradas, ainda mais marcas eram deixadas, tanto pelo loiro quanto pela azulada. E o calor crescia e a paixão insaciável também

"Se o amor tiver paixão
Se o amor tiver lugar
Fica um pouco mais
Fica um pouco mais"

Nao suportando mais, o loiro penetrou a azulada com seu membro rijo de excitação. A azulada gemeu de prazer, e para o loiro foi como ouvir o belo canto da sereia.

Da sereia de olhos cor de safira

Ele estocava rápida, precisa e fortemente. Ela gemia, arfava e quase gritava o nome dele. Ele beijava-lhe ardente, porem terno. Nao negando nem um pouco o carinho que tinha a oferecer a azulada. Ela puxava lhe o cabelo e arranhava lhe as costas, descontando o prazer que sentia de outro modo que nao fosse usar suas cordas vocais. E assim continuaram ate o amanhecer. Quando esgotados e saciados caíram no sono.

Um nos braços do outro

"Se o amor tiver paixão
Se o amor tiver lugar
Fica um pouco mais
Fica um pouco mais"

Ela acordou antes dele. Queria muito ficar, mas tinha que pegar um avião em poucas horas. Se levantou delicadamente. Se vestiu. Escreveu um bilhete, deixando ao lado do loiro. E saiu

   *Adrien, desculpe ter que sair assim, mas foi importante
Obg pela a noite maravilhosa, eu adorei e ainda mais por ser com você.
Espero nos encontrarmos de novo
Bjs

 Mari <3 *

Ao acordar, o loiro sentiu-se levemente confuso, mas ao lembrar da noite anterior sorriu bobamente. Olhou para o lado, sentindo falta de algo. A sereia de cabelos azulados tinha partido. Ao seu lado havia apenas um bilhete

Um bilhete da azulada

Na tarde daquele dia, o loiro procurou pela azulada no hotel, na praia, na cidade. Frustrado por não a achar, ele repassou varias e varias vezes a noite anterior na mente.

Ela tinha ido embora.

Ele aceitou isso depois de duas semanas a procurando.

Porem ele não a esqueceu

Nem ela a ele

"Fica um pouco mais
So um pouco mais"

Marinette acordou de seus devaneios com o barulho da porta abrindo. A professora ainda não havia chegado. Seus olhos se voltaram para o garoto que entrará na sala. O olhar azul no esverdeado novamente. Tanto ele, quanto ela demonstrava surpresa.

Depois de quase um mês sem sequer saberem um do outro, se encontraram novamente

Os olhos cor de safira de uma sereia na praia no olhar esverdeado de um anjo no mar

        - Oi, Mari - o loiro disse sorrindo terno

        - Ola, Adrien - a azulada respondeu sorrindo timidamente

Um anjo loiro sonhador encontrou a sereia azulada de seus sonhos e eles fizeram felizes por uma vida inteira.... e um pouco mais

Um pouco mais

So um pouco mais


Notas Finais


Aut; Eu amo essa musica :3

Angel; Eu tbm ♡.♡

Mari; Ela é tao linda ⌒.⌒

Jamie; Angel, podia ser a gente mas vc n colabora

Angel; A graça estar em ser difícil (~.^)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...