História Se seu coração falasse - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Henrique & Juliano
Personagens Henrique, Juliano, Personagens Originais
Exibições 67
Palavras 498
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo novo meus abores!
Espero que gostem!
Xero!
♥♥♥♥

Capítulo 36 - Não sei se dou na cara dela , ou bato em você


Fanfic / Fanfiction Se seu coração falasse - Capítulo 36 - Não sei se dou na cara dela , ou bato em você


    Assim que o dia clareou , fui ao banheiro tomei um banho , pus uma roupa e saí. Passei no quarto das meninas e elas estavam dormindo. 

  Fui até a cozinha e vi meus sogros sentados enquanto a empregada terminava de fazer o café.

     -Bom dia, Dona Maria a senhora podia trocar as gêmeas e dá a madeira para elas , assim que elas acordadem?-perguntei.
 
   -Posso sim minha filha.-minha sogra respondeu com um sorriso.

  -Onde você vai menina?-Seu Edson perguntou.

  -Vou na casa do meu irmão rapidinho , antes que ele saia para o aeroporto , quero me despedir dele. -menti.

   -Pode ir no meu carro.-Seu Edson me entregou as chaves.

    Desde que entirei a carta dois mesês atrás seu Edson sempre me empresta o carro dele.

  Agradeci e saí como um furacão , peguei meu celular e coloquei no GPS o endereço que me foi enviado.

  Vinte e cinco minutos depois eu parei em frente a um motel luxuoso.Paguei por um quarto que obviamente eu não ia usar , mas era a única forma de conseguir entrar no local. Assim que entrei no motel meu celular vibrou, era um mensagem.

  Assim eu descobri que o quarto em que Juliano provavelmente estava era o 14.

  Parei em frente ao quarto e respirei fundo. Antes de bater resolvi ver se a porta esta aberta. E constatei que estava.

  Com passos lentos entrei no quarto , e meu coração perdeu uma batida no exato momento em que parei em frente a cama.

  Juliano estava deitado apenas de cueca , abraçado com Rafaela.Meus olhos estavam cheios de lágrimas. Maia esse gosto ele não teria. Eu não ia chorar por ele.

  Olhei em volta do quarto e vi um vaso com flores. Sem pensar duas vezes tirei as flores do mesmo e joguei a água neles.
  
   Rafaela acordou , e assim que me viu abriu um sorriso. Juliano por outro lado acordou confuso. Me olhou , olhou para Rafaela e para si. 

  -Duda eu não tenho a mínima ídeia de como vim parar aqui.-disse vestindo sua calça , que estava jogada no chão ao lado da cama.

 -Mas eu tenho.-Rafaela disse sorrindo.

 -Você vádia , fica calada se não estiver a fim de ficar desfigurada.-falei olhando para ela e novamente para Juliano.-E você faz o favor de nunca mais me procurar.-falei saindo do quarto.

  Entrei na garagem e vi Juliano logo atrás de mim.Entrei no carro , e arranquei com o mesmo. Eu só queria chegar em casa , fazer minhas malas , pegar minhas filhas e esquecer  o Juliano.

  Assim que passei pelo portão do motel , as lágrimas cairam e eu não fiz nenhuma questão de para-las. Eu estava me sentindo um lixo. E naquele momento eu me arrependi de ter aceitado o pedido de namoro de Juliano, me arrependi de ter me entregado para ele em Bostom. E de ter ido naquele show.

  Eu sabia que ia sofrer e mesmo assim , aceitei tudo o que ele me propôs.


Notas Finais


O que o Juliano fez?
O que vocês teriam feito se fossen a Duda?
E o que será que vai acontecer?
Xero!
♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...