História Se tornou uma bela flor. - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Madara Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju
Tags Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 62
Palavras 1.498
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie ^^ Provavelmente vai ter mais um capítulo ainda este ano, esperem ansiosos :)

Capítulo 19 - Ódio mútuo.


Fanfic / Fanfiction Se tornou uma bela flor. - Capítulo 19 - Ódio mútuo.


- Chances como essa não são dadas todo dia.

Assentiu em concordância.

- Então, iremos jogar esse jogo do meu jeito, com as minhas regras.

Engoliu em seco, pois sua voz era tenebrosa, no entanto assentiu mais uma vez.

- Gosto de ver as pessoas oscilarem ao se contemplar com minha presença. Afirma meu poder e aumenta meu ego.

Dessa vez engoliu o choro e olhou para seus pequenos pés cobertos por folhas secas.

- Devo-lhe avisar que já está preso a mim até quando eu, e somente eu, quiser parar de jogar. E eu posso ser bem egoísta ás vezes.

                                                      ~\~



Era meio que óbvio para mim e qualquer homem, que conhece o código de broderagem macho, que eu devia uma a Naruto.

Justo ao desprovido de encéfalo cerebral.

Mas mesmo com todos os "Poréns" eu ainda devia uma a Naruto, e como ele me faz pagar?

Acompanhando ao capiroto encarnado na Samara vulgo Hinata, em todos os brinquedos do parque de diversão, que virou assombração.

Como viemos parar aqui? Ino.

Sim, outra que tem parte com entidades malignas e quer ver eu me foder, sugeriu que fossemos todos ao parque recém inaugurado.

Estávamos todos sentados em pares, eu mantive distância segura da entidade maior, e então me sentei ao lado de Naruto, enquanto as duas se sentaram de frente a nós.

O silêncio pairava harmonicamente, só que não.

Hinata oscilava de forma exagerada entre mim e Naruto, um olhar de extrema ternura e segundas intenções era direcionado ao loiro enquanto para mim, algo assemelhante a "seus restos mortais não servem nem como sacrifício" e outros carinhos á parte.

Ino como sempre alheia e formadora de ideias nada a ver em momentos mais nada a ver ainda.

Puta mancada!

Eu queria mesmo era voltar pra casa, upar no lolzinho e esperar ansiosamente por sexta.

Mas Naruto tinha outros planos para mim, e Ino só queria ver o circo pegar fogo.

Como se precisasse de mais fogo, quando já temos o capiroto sentado á mesa.

Ao chegarmos no maldito parque, os dois loiros já haviam dado o famoso chá de sumiço e eu girei meus calcanhares para fazer o mesmo, mas infelizmente o inimigo te cerca por todos os lados e quer ver seu sofrimento.

A encarnação de Samara...digo, Hinata agarrou meu casaco pela gola por trás, e quando digo agarrou, eu quero dizer que essa coisa deu um solavanco enorme com essa força de mastodonte encapetado dela.

Pela segunda vez no dia eu quase parti dessa pra melhor, e dessa vez seria asfixia.
  
- Aonde pensa que vai carcaça de porco-espinho?

Questionou desafiadoramente enquanto segurava com firmeza a já amassada gola da minha camiseta.

- Provavelmente para o céu se continuar apertando tanto assim.

Consegui responder mesmo com a ponta de dor no pescoço.

- Tsc, frouxo. Como se um inconveniente como você iria para o céu.

Debochou enquanto afrouxava o agarre da  minha gola.

Me distanciei rapidamente, vai que eu pego uma maldição dessa coisa.

- Se eu continuar a andar e falar com o Demônio provavelmente não irei mesmo. Vão me chamar de Judas sabe.

Respondi em desdem, dando os ombros a sua cara feia de fúria.

Parecia um búfalo soltando ar pelas narinas.

Quando ela ameaçou avançar em mim e partir para a violência, eu já me encontrava em posição de fuga emergencial, uma varredura rápida foi feita e eu já tinha saídas alternativas.

Paranoia minha? Ou eu estava realmente levando a sério o negócio de eu ser um espião?

Ino estendeu um algodão doce em nosso meio.

E tendo Hinata avistado Naruto, que vinha atrás de Ino, todo acanhado e fazendo-se de "misterioso senpai" a mesma entrou no seu estado de "conquistar o senpai".

Os olhares dos dois se encontraram e só então eu saquei, a encarnação da Samara não é correspondida.

Pra começo de conversa, eu nem sabia que entidade maligna pudesse ter sentimentos em relação aos seres humanos, no caso de Naruto... Macacos que sabem chupar o dedo e comer as pulgas um dos outros.

Naruto desvia de seus olhares, seus princípios de diálogos e até mesmo me jogou pra cima dela.

O que eu espero de coração, que não seja um "Forçando casal" porque se tem uma coisa que eu quero da Samara, digo Hinata, é distância. Já disse que tenho medo de pegar maldição, isso é coisa séria.

Roubei um "tufo" do doce de Ino, enquanto a mesma reclamava do meu atrevimento e eu apenas murmurei um "Eu mereço, fiquei mais de 10 minutos com a Samara".

A loira revirou os olhos e pensou em contestar mas foi interrompida, por um casal de gente que atrasa minha vida.

Até que eles dão certo, tirando a falta de entrosamento.

Poderiam namorar, perceber que escola é perca de tempo, casar e mudar-se de país para sempre.

Eles tem futuro! Bem longe de mim.

Acabou que eu não upei no lolzinho, e sim fiquei perambulando por um parque idiota com gente mais idiota ainda.

Hinata teve a brilhante ideia de ir no "Bote do amor".

"Embarque neste passeio romântico sobre as águas".

Era o que dizia no papel.

Eu tentei com todas minhas forças não ir, e como segunda opção ir com Ino. E joguei toda a dignidade que eu já não tenho á tempos, quando implorei para ir com Naruto. O que causou uma quase ida a óbito de Sasuke por afogamento, claro que a demonia era a culpada.

A louca me agarrou pela nuca e forçou minha boca a abrir enquanto virava uma garrafa de água contendo dois litros, goela á baixo. Minha goela a baixo!

Eu esperneava como um bebê chorão ao tomar sua primeira injeção na bunda, e todos da fila nos olhavam com estranhamento.

"Os casais de hoje em dia tem um jeito diferente de expressar o amor, né?"

Era o que cochichavam.

Mas se acha que esse foi o momento ápice do dia, você não viu tudo.

Naruto e Ino estavam a frente de nós na fila, e aproveitaram a oportunidade da nossa distração para foder com tudo.

Só sei que nem quando meu primeiro computador morreu foi tão doloroso, do que ver aqueles dois filhos de uma boa prestadora de serviços sexuais indo embora no bote como um casal.

A descarada da Ino até acenava mandando beijinhos.

Samara estava desolada e eu sem reação, talvez eu deveria ter tomado eu mesmo a iniciativa do afogamento.

Porra...eu só queria ta jogando lol.

Mas não, estava eu em um bote com adesivos de corações, ao lado da entidade maligna mais poderosa de Konoha ao meu lado, indo direto para o inferno.

Foram os 10 minutos e 37 segundos mais sofridos da minha vida.

Quase fui a óbito pela quarta vez, quando Hinata puxou a decoração de cordão de luzes pendurada no teto e passou a me enforcar fortemente enquanto eu escutava gemidos ao longe, sinceramente não quero nem pensar que usam essas merdas como hotel flutuante.

Minha vingança veio logo após, quando descobri que a Samara tinha medo de água.

- Ué justo você Samara, que vem do fundo do poço, com medo de água.

Disse enquanto balançava o bote desenfreadamente e sustentava meus braços cruzados atrás da cabeça, assobiando entusiasmado com o pavor da entidade ao meu lado apavorada.

- P-por favor, para!

Pediu gaguejando desesperadamente.

Enquanto agarrava meu braço choramingando.

Tá, talvez tenha ido longe de mais.

Parei com a brincadeira besta e iria dar uma tapinha de consolação, do tipo que seus pais te dão quando você tirar 13º na competição de línguas estrangeiras, quando de repente um flash nos assusta e rapidamente me viro com a boca aberta e olhos esbugalhados para frente, encontrando uma câmera acoplada em um coração gigante com os dizeres "Até a próxima casal apaixonado". Tinha até a porra de um bichinho vestido de cupido piscando o olho com a língua de fora.

Hinata parecia compartilhar da mesma cara que a minha, de "Você ta me tirando?"

Olhei para o lado no mesmo instante que Samara e estranhamente, ou nem tanto afinal ela tem poderes sobrenaturais, ela também virou seu olhar em minha direção.

O susto foi para ambos, estávamos em um ambiente iluminado, com Naruto e Ino nos esperando na superfície e Hinata ainda agarrada ao meu braço.

Ainda havia uma distância segura até o bote chegar perto da onde ele "estaciona" para os casais descerem, mas eu como bom saltador a distância que sou, me desprendi de Hinata rapidamente e me levantei fazendo o bote ameaçar a virar e os técnicos do brinquedo me advertir que aquilo era perigoso, perigoso é estar perto de mais do demônio.

Pulei o pequeno espaço e pousei de forma certeira no solo, varri com os olhos para encontrar Ino e Naruto, e vi a Loira acenando com entusiasmo mostrando fotos em sua mãos.

Não! Que não seja o que eu estou pensando.

E pra mim já havia dado, hora de evacuar para bem longe e se possível fazer uma limpeza espiritual.


Notas Finais


Enfim, é isso ^^ Bjs e até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...