História Se você o ama, por que me quer tanto? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Molly Weasley, Ronald Weasley, Severo Snape
Tags Snamione
Visualizações 244
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem :D

Capítulo 3 - Capitulo 3



Capitulo 3
POV Hermione
Eu não sei se estava alucinando ou coisa do tipo, mas eu juro que quando  contei a Severus que estava namorando com Rony, eu vi um resquício de desespero em seus olhos, que foi rapidamente coberto pela sua mascara de indiferença. Agora eu fico me perguntando, o que aquilo queria dizer? Não fazia o mínimo sentido, apenas se ele estivesse... Não, realmente não, Severus é apaixonado pela mãe de Harry, e não por mim. 
Eu amo o Rony, desde o primeiro ano, mas quando vi Severus agonizando por causa da picada da cobra, eu me senti desesperada, mas não tinha apenas isso, era como se nos fossemos muito próximos, eu senti que não podia deixar ele morrer, e as vezes quando ia ver se ele já havia acordado, eu me perguntava o que estava acontecendo comigo, eu estava cuidado do meu ex-professor como se ele fosse meu marido.
Mas eu vou admitir, depois da guerra, ele estava tão diferente, tão calmo, não parecia a mesma pessoa de antes, ele estava até mais bonito. eu não sei exatamente o que é isso, mas as vezes eu olho para o Rony, e não me sinto confortável sabendo que eu estou namorando com ele, é como se algo não estivesse certo, mas quando eu estou com Severus, as coisas são tão diferente, eu não me sinto desconfortável, eu me sento tão bem. Será que eu estou apaixonada por ele? Sério, isso tudo está muito confuso.
POV Severus
Eu ainda estava um tanto quanto abalado por causa do que aconteceu mais cedo, meu mal humor estava pior do que nunca, e eu não queria ver ninguém. Passei o dia inteiro no meu laboratório, preparando poções para a enfermaria de Hogwarts, quando terminei, coloquei em frascos e aparatei em Hogwarts, onde apenas entreguei as poções e fui embora.
Mas o destino sempre nos trás surpresas não é mesmo? Chegando em casa, eu queria apenas me afogar na minha garrafa de Whisky, mas vi uma coruja na janelas, só me faltava ser a Hermione novamente apenas para me deixar pior do que eu já estou. Mas quando peguei a carta, vi que era do Potter, e aquilo me deixou intrigado. O que ele quer comigo? Bom, se eu não ler a carta eu não vou descobrir né!
Severus
Sei que você provavelmente não irá aceitar, mas mesmo assim vou te convidar para uma pequena festa que vai ser feita aqui no Largo Grimmauld vai ter alguns amigos e eu te considero como um, sem contar que depois da guerra você ficou mais próximo a todos. Conto com a sua presença
Att
Harry J. Potter
Sério isso, ele estava convidando justamente eu para uma festa? Ele fez questão de ser bem direto, dizendo que eu provavelmente não iria, e eu estou pensando seriamente em levar essa opção em conta, mas como ele também disse, eu estou mais próximo de todos, sem contar que eu preciso me distrair, não posso ficar me martirizando por ela, sendo que ela talvez nunca seja minha. Então por mais incrível que pareça, eu vou nessa bendita festa.
30 minutos depois: 
Eu já estava em frente a porta da casa numero 12, estava apenas sem a capa e o sobretudo, nem parecia que era eu. Apertei a campainha da casa e esperei atenderem, a cara do Potter foi impagável, ele me olhou como se eu tivesse 3 cabeças ou coisa parecida.
Entrei no lugar, e vi varias pessoas me olhando, mas não liguei, e por incrível que parece tinhas algumas mulheres me olhando com malicia, e por mais que eu goste, meu coração já tem dono, por mais que ela não saiba 
Passei um tempo conversando com algumas pessoas que estavam por perto, até que começou a tocar uma musica lenta, alguns casais foram para o meio do salão dançar. Eu estava um pouco tonto por ter bebido demais, mas quando olhei o Weasley, vi que eu estava muito bem, virei o rosto ate Hermione, que olhava para o namorado com um olhar de reprovação. Tirando coragem de algum lugar desconhecido, eu fui até ela e falei:
-Me concede uma dança senhorita Granger?
-Ahn? Ah Severus, é você, é claro que sim 
A conduzi até o meio da pista, e começamos a dançar, e pela primeira vez na vida, eu tive algo que eu sempre quis, ela estava finalmente em meus braços, mas adiantava o que ficar feliz, ela não é minha.
Sinceramente, eu fico me perguntando agora o por que de garotas como ela gostarem de babuínos como o Weasley, aquele idiota não tem o mínimo de maturidade, me surpreende que ele tenha chegado até o sexto ano. A musica acabou e eu não tinha percebido, até que me senti solitário, ela havia me deixado sozinho naquela pista apenas pra ir atrás daquele namorado idiota dela. 
Esperei ela ir ate a mesa de bebidas, e fui até ela, queria conversar com ela um pouco, cheguei ate ela e disse:
-Oi, você está bem?
-Sim e você? 
-Estou ótimo. Será que eu posso te perguntar uma coisa?
-Claro
-você ama o Weasley desde quando? 
-Desde o meu primeiro ano por que?
-Bem... Eu queria saber se você o ama realmente, pois não quero que você sofra igual a mim.
“Igual agora também”- pensei
-É muito gentil da sua parte Severus, mas Rony é uma boa pessoa, ele me ama também. Nosso relacionamento está indo muito bem, ele disse que não vai me proibir de fazer nada, e eu acho isso legal.
-Então eu acho que ele não vai ligar se eu fizer isso não é mesmo. 
Então eu a beijei, foi algo rápido, apenas um encostar de lábios, mas o que me deixou triste foi ela não ter correspondido, mas eu já estava querendo demais não é mesmo, alias ela tinha namorado, com muito pesar me afastei dela apenas para olhar uma garota petrificada, abaixei minha cabeça e virei o rosto, depois disso ela provavelmente nunca mais vai querer olhar na minha cara.
-Hermione... eu... me desculpe, isso... nunca mais vi acontecer, me desculpe.
Eu comecei a me afastar dela, quando senti uma pequena mão tocando o meu braço, me virei e vi que era ela, que me disse:
-Eu não vou te julgar por nada disse Severus, eu vi o quanto você bebeu, é normal sentir isso, alias, eu acho que já vai fazer 2 meses que você não toca em uma mulher, no caso desde o acidente, eu não vou ficar brava com você nem nada do tipo, e sim, você esta perdoado.
Eu apenas assenti, eu não iria conseguir olhar para a cara dela, não iria aguentar aquele olhar de compaixão. Sai para fora da casa, e aparatei na minha, onde me joguei na cama e dormi, me perguntando até quando eu vou sofrer por amor


Notas Finais


Até o proximo capitulo. beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...