História Sea Waves - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Kai, Lay, Sehun, Suho
Tags Jongdae, Jongin Super Sexy, Kaihun, Ksd_, Pdpe, Praia
Visualizações 74
Palavras 1.071
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura :3

Capítulo 2 - Nuvem?


O jantar até que tinha ocorrido tudo bem, tudo certo. Seus pais não fizeram com que passasse vergonha, a conversa foi boa, ficou mais próximo de Kai...

Só que tinha um problema... 

Conforme os dias se passavam, e viravam semanas, depois meses, Sehun se via cada vez mais apaixonado por Kai, ainda mais quando o moreno de olhos verdes resolvera trocar a cor dos fios loiros por um preto, o deixando ainda mais sexy do que já era. 

Se não convivesse com Kai quase todos os dias, poderia dizer que o mesmo era afim de si por conta dos olhares que trocavam, mas Kai já havia lhe dito que estava gostando de uma pessoa, mas tinha medo de ser rejeitado pela pessoa por essa não o conhecer direito. Sehun falou para o moreno deixar de besteira e se confessar, que se a pessoa o rejeitasse ele emprestava o próprio ombro para chorar as mágoas, adorando o som da risada de Kai depois de ter concluído a frase.

-Sabe, Hunnie... Eu realmente estou com medo de ser rejeitado, pois meu último relacionamento foi horrível. Eu era o maior idiota apaixonado, e do nada fui trocado por outro. Tenho medo de fazer algo errado e ser trocado novamente.

-Deixa de paranoia, Nini. Você não vai fazer nada de errado. Mas quem é essa pessoa de quem você tanto fala? Deve ser uma pessoa bem ruim, chega me assustar.

Kai riu pela careta que Sehun fez. Resolveu que já estava na hora de contar para o mais novo, afinal, era dele que estavam falando e ele nem sabia.

-Essa pessoa é você, Sehun.

Falou de uma vez, sentindo um peso sair de suas costas e achando adorável a expressão de surpresa do mais novo, que paralisou, arregalou os olhos e abriu a boca, sem conseguir proferir um som sequer.

-Por acaso você também mexe com drogas igual meus amigos e acabou fumando demais? Como assim, eu, Jongin?

Kai sentiu seu corpo gelar pelo medo da rejeição, ainda mais pelo tom irritado que Sehun falou consigo.

-Já faz um tempo que a gente convive, e a sua companhia, o seu jeito, suas manias, sei lá, tudo em você me atraiu, mas se não é reciproco tudo bem, eu vou enten-

Jongin ficou surpreso pela atitude de Sehun ao lhe calar a boca com um beijo, deixando um suspiro aliviado sair de seus lábios e resolveu aprofundar um pouco mais o beijo, puxando de leve os fios de Sehun, ambos se separando só por conta da falta de ar que se fez presente.

-Eu também gosto de você, Nini... Só o Jongdae sabe o quanto, porque eu infernizo o coitado o dia todo com mensagens sobre você.

Sorriu de forma sincera para Sehun, o puxando para um abraço. Estavam no quarto de Sehun, pois naquele dia o mesmo havia dito que estava com preguiça de andar na praia. Mas na verdade ele estava era com vontade de dormir o dia todo, mas não reclamou quando Kai apareceu em seu quarto gritando seu nome e o chamava de preguiçoso, até gostava.

-Bom... então essa é a parte em que eu te peço em namoro, certo?

-E essa é a parte em que eu aceito.

Ambos riram e rolaram pela cama num abraço, se enchendo de beijos logo em seguida, esses que logo começaram a ter algumas mãos bobas, como a de Kai que apertava as nádegas durinhas de Sehun, adorando a forma com que ele gemia com vergonha contra seus lábios.

-Kai... vamos devagar, ok? 

-Não se preocupe, Hunnie.. quero agradecer direito por não ter me rejeitado.

Sehun sentiu seu rosto arder em vergonha quando Kai se colocou entre suas pernas, ainda mais quando o mesmo lhe encarou e lhe lançou aquele sorriso safado que só ele sabia fazer, deixando seu corpo mais quente ainda.

-Apenas relaxe, ok? 

Viu Sehun concordar com a cabeça e levantou a blusa do mais novo, distribuindo beijos pela barriga branquinha e bem trabalhada, deixando um chupão bem perto do umbigo do mesmo, adorando a forma com que ele se contorceu sobre os lençóis da cama.

Kai começou a descer mais ainda os beijos, abaixando o short que Sehun usava, sorrindo ao ver que o membro do mesmo já dava sinais de vida, ficando bem marcado na boxer azul com desenhos de nuvem que usava, causando certo riso em Kai.

-Não ria das minhas cuecas. 

-Não falei nada. Elas são... fofas, que nem você.

Sorriu abertamente ao ver Sehun corar novamente. Era adorável a forma com que o mais novo corava facilmente. Kai adorava deixar Sehun com vergonha, mas logo deixou de enrolar e sem aviso, abaixou a boxer de Sehun, ouvindo o arfar surpreso do mesmo. Segurou o membro de Sehun levememente, fazendo uma leve masturbação no mesmo, selando a glande, logo o colocando aos poucos na boca. O membro de Sehun não era pequeno, por isso colocou o que pôde na boca e o resto masturbava com a mão, se deleitando tanto com o sabor do mais novo quanto com os gemidos do mesmo, sorrindo enquanto o chupava, as vezes gemendo de propósito para causar vibrações no membro de Sehun.

Continuou com a felação, vendo que Sehun não demoraria para chegar ao ápice, por isso logo tratou de chupar com mais velocidade, se concentrando especialmente na glande sensível, adorando o gemido alto que Sehun soltou quando chegou ao ápice, engolindo todo o sêmen do rapaz.

Limpou os cantos da boca com a mão, voltando para o lado de Sehun na cama, o encarando como se não tivesse acontecido nada demais.

-Sua boca é muito boa. Tanto para beijar quanto para chupar...

Ouviu Sehun ditar meio ofegante, rindo perto do rosto do mais novo.

-Sou bom em várias coisas, e vou fazer questão de te mostrar cada uma delas.

-E eu vou adorar provar cada uma das coisas em que você é bom.

-Até surfar??

-Menos surfar. Isso é uma exceção, sabe que não gosto de mar.

-Ok, tudo bem. Tudo menos surfar. Entendi.

Jongin riu e puxou o mais novo para um abraço, selando os lábios finos com calma.

-É melhor eu colocar minha cueca. Vai que minha mãe resolve entrar aqui.

Sehun proferiu e se levantou, vestindo a boxer e voltou a se deitar junto de Kai.

-Hunnie, vamos jogar um jogo?

-Que jogo?

-Nuvem. Eu fico nu e você vem.

E mais uma vez Sehun corou naquele dia.
 


Notas Finais


Perdão se ficou meio pombo, disgurpa mesmo.
@dinoochenn


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...