História Second Chance For Love - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Kai, Lay, Lu Han, Sehun, Suho
Tags Baekhyun, Exo, Romance
Exibições 88
Palavras 1.863
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capituloooo :)

Capítulo 8 - Capitulo 8


Já é quinta de manhã, estou na bancada da cozinha tomando meu café e olhando pelas grandes janelas da sala, o sol já está clareando toda a cidade, olho no relógio da cozinha e vejo que são 08h15min. Termino meu café, levo a louça, escovo os dentes e vou à sala pegar minha bolsa, saio de casa exatamente 08h30min. Estou vestindo uma calça social larga de cor cinza dobrada até o tornozelo, um oxford preto e um suéter preto meio largo.

Vou caminhando tranquilamente pelas ruas, minha vida agora está mais calma não preciso fazer tudo com pressa já que tem o Baekhyun para me ajudar no trabalho, faz poucos dias que ele está trabalhando na editora e se mostrou muito prestativo. Ele chega no trabalho primeiro que eu, então vamos juntos só na hora de ir para casa. Nesses poucos dias descobri muitas coisas sobre ele, que tem um irmão mais velho, sabe tocar piano, gosta de todos os tipos de comida, escuta R&B, suas cores favoritas são branco, preto e cinza, entre outras coisas.

Chego ao trabalho e cumprimento a Suzy indo direto para o elevador, quando entro me deparo com a Mako que como sempre olha com cara de nojo para mim, eu não entendo essa mulher, quando comecei a trabalhar aqui ela já estava na editora e nunca sequer me deu um sorriso ou me cumprimentou, eu me dou bem com todos da empresa menos ela, mas o motivo é que ela gosta do Lay e sempre tentou conquistar ele e ai eu entro na empresa e o Lay se derrete todo por mim, se ela não tinha chances com ele antes de eu entrar depois é que ela que com certeza não teria, e desde então ela me odeia. (Não tenho culpa)

Saio do elevador e vou para a minha sala, quando entro na sala vejo que Baekhyun ainda não chegou, estranho, mas noto algo em minha mesa, vou até lá e vejo que é um...vaso de flor!? Aquele mesmo vaso que sempre “namoro” quando passo pela floricultura no caminho para casa, noto também que há um bilhete entre as flores.

“ Flores lindas para combinar com você.

-B ”

Sorrio. Quem será que me deu isso? Será que foi o Lay?...Espera, mas foi assinado com um “B”...B...Baekhyun?

Arregalo os olhos e alguns segundos depois Baekhyun entra na sala com dois copos de cappuccino.

Baekhyun: Bom dia. Fui comprar um cappuccino para mim e revolvi comprar um para você também.

Entregando-me um dos copos, ele estava sorrindo parecia muito feliz.

-Bom dia, muito obrigada amo cappuccino (Sorrindo)

Baekhyun: Então, gostou das flores?

-Bem que eu desconfiei que fosse você, eu amei claro, estava de olho nessas flores há muito tempo (Eu estava olhando fascinada para o vaso). Mas não precisava, eu sei que foi caro por isso ainda não tinha comprado.

Baekhyun: Eu percebi que toda vez que passávamos pela floricultura quando íamos para casa, você ficava admirando-a, então resolvi comprar porque você tem sido muito legal comigo e também pelo que diz ali na carta. (Essa última parte ele falou corando)

Olho para o vaso, para a carta e para ele e sorrio, ele presta atenção em mim para saber que eu queria tanto aquele vaso, estava me sentindo tão feliz, mas também um sentimento estranho que era bom sentir aquilo. Fui até ele e lhe dei um abraço bem apertado que ele retribuiu com a mesma intensidade. Tomamos nosso cappuccino e começamos a trabalhar.

Quebra de Tempo~

Durante todos os dias desde que o Baekhyun começou a trabalhar aqui eu almoço com ele, mas o Lay sempre vai junto, ele começou a esperar pela gente na entrada e eu percebi que o Baekhyun fica incomodado na presença do Lay, não é de menos, pois o Lay fica dando uma de autoritário, comandando a conversa e se comportando como se fossemos um casal. Estava quase na hora de irmos almoçar e acabei tendo uma ideia, mandei um email pra Suzy.

De: (s/n)@scholastic.com

Para: Suzy ([email protected])

Você pode me fazer um super favor? Liga para a sala da Mako e diz para ela que o Lay a convidou para almoçar e vai esperar ela na entrada. POR FAVOR. E não conta nada para o Lay.

P.S: Se você fizer isso te arrumo um encontro com o Danny J

Dois minutos depois recebo a resposta.

De: Suzy ([email protected])

Para: (s/n)@scholastic.com

Não acredito que vou ter que fazer isso. E O CASAMENTO??????

P.S: Você consegue o encontro mesmo?

Sorrio, agora é só esperar. Quando da 12h quem me chama para almoçar é o Baekhyun.

Saímos da sala e vamos para o elevador quando chegamos ao terraço à porta do elevador abre e puxo o Baekhyun pelo braço correndo até o outro lado do corredor nos escondendo atrás das plantas que lá tinha.

Baekhyun: O que você está fazendo? (Me pergunta sem entender nada)

-Estou fazendo isso para nós termos um almoço tranquilo. (Ele apenas ri para mim)

Dou uma espiada pelas plantas e vejo que o Lay já está na entrada nos esperando, depois olho para o elevador esperando a Mako chegar. O local atrás das plantas é tão apertado então Baekhyun e eu ficamos bem perto um do outro, consigo sentir a respiração dele na minha nuca o que me fez estremecer. A porta do elevador abre, olho para Baekhyun e sorrio, ele retribui o sorriso mesmo sem entender muito bem o que está acontecendo.

Observamos a Mako sair do elevador e o Baekhyun solta uma risadinha já sabendo o que ia acontecer. Ele conheceu a Mako na terça quando fizemos um tour pela empresa para eu mostrar os lugares e apresentar as pessoas, quando ele conheceu a Mako como sempre ela estava com cara de nojo, ele achou que ela não havia gostado dele então acabei contando que na verdade ela não gostava de mim.

 Ela vai toda sorridente até o Lay, chegando lá eles começaram a conversar e percebo que o Lay está com cara de confuso e nervoso, ele não gostava nem um pouco da Mako, tudo bem que ela era meio feinha mas amor não se baseia em beleza, percebi que ele estava meio bravo quando a Mako pegou na mão dele e o arrastou pela rua.

Quando eles foram embora senti alguém pegar na minha mão e me puxar, olhei para Baekhyun e ele me olhou de volta com o sorriso mais lindo do mundo, abri um sorriso largo também e saímos correndo de mãos dadas, seguimos caminho pela rua oposta do restaurante onde a Mako e o Lay foram, para aquele lado só tinha um hamburgueria e foi para lá que fomos.

Paramos de correr quando chegamos a hamburgueria, mas ainda estávamos de mãos dadas, entramos e pegamos uma mesa de dois lugares no fundo. Ele só largou minha mão quando sentamos, fizemos nosso pedido, Baekhyun não parava de sorrir.

Baekhyun: Você que planejou tudo aquilo!? Foi incrível!!

-Só queria ter um almoço sossegado com você.

Olhei para ele e ele me olhou de volta, ficamos nos encarando e sorrimos um para o outro, o momento estava tão bom, não queria que aquilo acabasse... Quando percebo o que estou pensando desvio o olhar e nosso pedido chega. Pedimos hamburguês tradicionais  e refrigerantes.

- Esse almoço não é nem um pouco saudável.

Baekhyun: Aposto que é mais saudável do que ficar com aquele cara falando direto. Nem acredito que falei assim do meu chefe.

Começamos a rir, quando paramos perguntei para ele.

- Você sente saudades de casa?

Ele ficou com o olhar vago.

Baekhyun: Sinto, mas estou melhor aqui, conheci pessoas muito legais (disse isso rindo para mim) e não sei como explicar isso, mas eu que me candidatei quando perguntaram lá na antiga empresa onde trabalhava quem estaria disposto a vim para cá, eram 10 pessoas que poderiam ter vindo, mas eu fiz essa escolha eu precisava, sei lá eu sentia que tinha algo muito bom para acontecer comigo aqui.

- E se essa coisa não acontecer?

Baekhyun: Eu sei que vai, eu sinto.

-...eu tenho um amigo que mora no mesmo prédio que você, o nome dele é Chanyeol.

Baekhyun: Bom, não conheço muito os meus vizinhos então acho que ainda não me esbarrei com ele por lá.

-Hoje vamos sair ele vai me buscar na empresa então eu vou poder ir pra casa com você hoje, temos um costume de toda a quinta irmos para o karaokê, ele é meu melhor amigo desde os sete anos.

Baekhyun: Nossa nunca conheci pessoas que fossem amigas por tampo tempo (Disse impressionado). E tudo bem ir pra casa sozinho hoje, pode deixar que não vou conversar com nenhum estranho no caminho.

Sorrimos um para o outro e terminamos de comer.

-Você acredita que nessa sexta eu vou para uma balada gay? Meu outro melhor amigo me convidou, ele é gay e louco, o namorado dele é muito legal não o merece, hahaha.

Baekhyun: Você tem amigos bem diversificados, gostaria de conhecer eles algum dia.

- Mas é claro que você vai conhecê-los, já contei de você pra eles...( disse corando). Meu irmão é muito legal também, ele é dois anos mais novo que eu e foi por culpa dele que virei “modelo” na edição dessa semana da Time out.

Baekhyun: Gostaria muito de saber sobre essa história, você disse que era uma historia longa e temos bastante tempo agora...

- Ah ok, vou contar. (Comecei a rir)

O almoço foi tranquilo, contei para ele a historia do desfile e algumas outras historias sobre o meu irmão, o Chen, o Suho e o Chanyeol. Eu me senti confortável para contar tudo da minha vida para o Baekhyun, eu sabia que podia confiar nele. Quando voltamos para a empresa fomos para o elevador, quando parou no nosso andar só Baekhyun saiu, falei para ele que precisava passar no setor de diagramação para falar com o Danny então só sai do elevador um andar depois.

Entrei na sala e cumprimentei Jonh, Dean e Danny.

- Olá meninos.

John, Dean e Danny: Olááá!!

Dean: O que te traz aqui futura chefinha?

Revirei os olhos para ele.

-Preciso falar com o Danny. Podemos conversar lá fora Danny?                          

Danny: Claro (ele estava com cara de confuso)

Eu e Danny saímos da sala e ficamos no corredor.

- Então Danny...você não tem nenhum interesse na Suzy? (Falei na lata)

Danny: A Suzy da recepção!??

- Mas é obvio, não conheço nenhuma outra Suzy que trabalha aqui além dela.

Danny: Bom...ela é bonitinha e tal, mas não sei...

- Homens. Vou te fazer algumas perguntas e você vai ter que responde-las rapidamente, se você errar você vai convida-la para um encontro. Okay?

Danny:...Ok. (Meio indeciso)

- Lá vai. O que corre pelas suas veias?

Danny: Sangue.

- O que você vê quando corta o seu dedo?

Danny: Sangue.

- O que o coração bombeia?

Danny: Sangue.

- Qual luz do semáforo permite que você siga em frente?

Danny: Vermelho.

- Beee... Sempre achei que fosse o verde. (Digo rindo para ele)

Danny: Droga.

- Você já sabe o que fazer.

Saio e vou para o elevador em direção a minha sala.


Notas Finais


Acho que vou postar mais um amanhã ou na segunda.
Espero que gostem s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...