História Second Chance For Us. ||ILLIONAIRE|| - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Beenzino, Dok2
Personagens Personagens Originais
Tags Beenzino, Dok2, Illionaire, Oneshot, The Quiett
Visualizações 41
Palavras 1.098
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Obra da minha total autoria, qualquer semelhança com vidas alheias é mera coincidência.

PLÁGIO É CRIME|| previsto na lei 9.610 (Lei de direitos autorais).

ATENÇÃO:
O capítulo a seguir contém insinuações sexuais.

Capítulo 1 - I - Capítulo Único.


Fanfic / Fanfiction Second Chance For Us. ||ILLIONAIRE|| - Capítulo 1 - I - Capítulo Único.

Sentia a melodia invadir meu corpo fazendo com que meu quadril se movimentasse automaticamente. Fechei meus olhos me aprofundando no ritmo.

Queria esquecer meus problemas e no segundo copo do coquetel que pedi ao barman, já estava me soltando na pista de dança ao voz de uma música latina que estava fazendo sucesso.

Tinha chamado uma amiga para me acompanhar, mas a mesma sumiu depois de dançar com um garoto.

Senti uma mão segurar firme em minha cintura, mas não me deixei abalar e apenas me afastei continuando a dançar. Mas a pessoa se aproximou colando seu peito em minhas costas.

"É uma surpresa te encontrar aqui, SooMi!" Sua voz calma e grossa foi em contato com meu ouvido.

Era impossível não reconhecer aquela voz.

Revirei meus olhos antes de me virar com um sorriso estampado em meu rosto.

"Donggab..." Falei seu nome o vendo sorrir.

Senhoras e senhores, Shin Donggab. Um dos meus problemas que gostaria de ter esquecido. Mas esse homem é impossível de ser esquecido.

Ele é meu ex namorado, que por sinal foi o melhor. Mas tivemos que terminar, não conseguimos equilibrar nossas agendas profissionais com o relacionamento.

"Como você está?" Segurou novamente em minha cintura grudando nossos corpos.

"Estou bem e você? Fazendo muitos shows?" Perguntei um pouco desinteressada.

"Estou bem e com saudades!" Confessou com um sorriso cafajeste nos lábios.

Sabia muito bem do que ele está com saudades. Nossas noites eram as melhores partes dos nossos dias.

"Saudades? Saudades do que? De fazer shows?" Perguntei cinicamente.

"Qual é, SooMi? Vai me dizer que não sente falta da gente? Não sente a minha falta?" Sussurrou em meu ouvido e começou a selar meu pescoço.

Seus beijos foram subindo por minha pele. Foram para minha bochecha, e teve seu fim em meus lábios.

Odeio todo esse efeito que Donggab tem sobre mim.

Ordinário.

Minha mão segurou em sua nuca antes que o beijou tomasse uma verocidade maior e demonstrasse outras intensões. Suas mãos que passeavam pela lateral do meu corpo, desceram para minha bunda apertando.

"The Quiett..." Gemi seu nome artístico o fazendo sorrir satisfeito sobre meus lábios.

"Vamos sair daqui." Afastou seu corpo e entrelaçou nossas mãos.

Caminhamos pela multidão tranquilamente. Quando saímos da boate, uma rajada de vento me atingiu fazendo meu corpo estremecer. Quiett me olhou e balançou a cabeça negativamente enquanto passava seus braços por meus ombros.

"Você e essa mania de não pegar uma blusa antes de sair de casa..." Reclamou revirando os olhos.

"Não estava frio quando sai..." Retruquei juntando meus lábios formando um bico.

"Sempre é essa mesma justificativa!" Exclamou me guiando até seu carro.

Depois que ele desativou o alarme, abriu a porta me dando passagem. Lhe encarei achando estranho seu cavalheirismo repentino.

"Entra logo e para de olhar assim!" Mandou se inclinando e mordendo levemente meu ombro descoberto.

Entrei no carro e me ajeitei no banco colocando o cinto de segurança. Quiett se posicionou em seu devido lugar e ligou o veículo.

Durante todo o caminho, ficamos quietos apenas trocando alguns olhares cúmplices quando Donggab parava o carro em algum sinal vermelho.

"Você arrumou a casa?" Perguntei quando já estávamos andando para a porta principal de sua casa.

"Você está acabando com a minha excitação me perguntando uma coisa dessas, Soo!" Exclamou me fazendo rir alto.

Somos como cão e gato. Outro motivo para nosso término.

"Aish... Você reclama de tudo!" Revirei os olhos abraçando Donggab por trás atrapalhando ele de abrir a porta.

"Não reclamo quando você está tirando a roupa. Coisa que você vai fazer daqui a pouco!" Retrucou.

Sorri ficando nas pontas dos pés e deixando um beijo em sua nuca.

Finalmente, a porta foi aberta e Donggab se virou circulando minha cintura com seus braços. Nossos lábios rapidamente se tocaram de forma desesperada e voraz.

Quando dei por mim já estávamos derrubando alguns objetos de decoração pelo caminho para o quarto.

Estava totalmente entorpecida pelo desejo que estava ocupando meu corpo

."Sinto sua falta, Soo!" Dong sussurrou antes de jogar na cama.

Soltei uma risada baixa e me sentando vendo ele se curvando deixando seu rosto perto do meu. Minhas mãos automaticamente tocaram suas bochechas e um sorriso apareceu em seus lábios avermelhados.

"Realmente sinto sua falta!"

"Eu sei... Eu sei, querido!" Sorri e juntei nossos lábios novamente.

E depois de mais de cinco meses de separação, nos amamos de forma inexplicável mais uma vez. Ele me tocava suavemente, me dizia coisas que levava minha sanidade ao nível mínimo.

Com a respiração falha, Donggab se deitou sobre mim deixando sua cabeça na altura dos meus seios. Minha mão esquerda foi em contato com seus cabelos suados fazendo um cafuné ali.

Ouvi um suspiro sair de seus lábios.

"O que foi?" Minha pergunta saiu como um sussurro.

"Nada. Só estou apreciando esse momento." Sorri com sua resposta.

Donggab se sentou na cama e ficou me encarando. Senti meu rosto começar esquentar.

"Para com isso... Não é legal ficar encarando as pessoas ainda mais com elas nuas." Retruquei tampando meus seios com as mãos.

"Não... Gosto de te observar assim!" Empurrou minhas mãos e segurou em uma me fazendo sentar a sua frente. "É estranho ver alguém com gênio indomável igual você com vergonha!" Sorriu colocando uma mecha do meu cabelo para trás da minha orelha.

"Falo o mesmo... É mais estranho ainda você todo carinhoso!" Retruquei esboçando um sorriso fechado.

"Tenho meus momentos!"

"Então, temos os nossos momentos!" Dei de ombros me afastando um pouco e observando a localização das minhas roupas. 

"O que está procurando?" Franziu a testa.

"Minhas roupas... Isso é um pouco óbvio!" Pisquei em sua direção e tentei me levantar mas Quiett segurou em minha cintura fazendo nossos corpos ficarem grudados. "O que você está fazendo?" Perguntei segurando em seus ombros tentando me afastar mas foi em vão.

"Não te deixando ir embora!" Sorriu me olhando profundamente. "Qual é, Soomi? Está mais do que nítido que não podemos e nem conseguimos ficar afastados... Eu amo você e estou me entregando de todo o meu coração como fiz a dois anos atrás." Se declarou me deixando sem palavras.

Abri e fechei minha boca diversas vezes até que consegui me pronunciar.

"Isso não vai dar certo... Já tentamos uma vez."

"Não penso assim... Olha onde estamos. Mesmo não querendo você me pertence." Sorriu. "Só dá mais uma chance para nós!" Acrescentou me fazendo respirar fundo.

Odeio como ele joga esse poder sobre mim. Com algumas palavras e toques, Donggab já me tinha em suas mãos.

"Você também me pertence..." Sussurrei cruzando meus braços em frente ao meu corpo.

"Sou todo seu." Sorriu se esticando e selando nossos lábios rapidamente. "Só mais uma chance e prometo fazer tudo dar certo dessa vez!" Comentou apertando minha cintura.

"Eu te odeio, Shin Donggab!" Exclamei rindo e segurando em seus ombros fazendo o mesmo se deitar. "Mas eu ainda te amo!" Me deitei sobre seu corpo e selei nossos lábios. 


Notas Finais


Olaaaaaaaaaaaaaaaaa pessoal! Tudo beleza?

Espero que tenham gostado e até um próximo one shot.

Obrigada por ler. Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...