História Secret - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais, Suga
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Suga
Exibições 15
Palavras 650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLHA O TIROOOO

Capítulo 8 - Tiro ao alvo


 

     Dessa vez, eu nao estava em uma maca gelada e sim numa possível mesa de metal, o que era pior. Meus braços e pernas estavam presos e havia um olofote forte apontado para mim, me deixando visualizar apenas o contorno de alguem com máscara, touca e luvas. 


     Um frio na barriga começa a me invadir. A pessoa fala abafado pela máscara que cobria sua boca e eu nao pude entender direito, nem reconhecer a voz. Mas suponhamos que a pessoa disse: "não vai demorar muito".

     Arregalo os olhos e depois os fecho fortemente. Sinto mãos agarrarem meu pulso e imjetarem algo na minha veia. Logo adormeco

[...]


     Definitavente a anestesia não funcionou. Eu estava adormecida mas ainda sentia cada toque. Ele encostava a faca ou seja lá o que era aquilo e rasgava a pele da minha barriga

     Eu queria gritar mas meu corpo estava imóvel, Entao apena sentia a agonia

     As mãos com luvas adentram meu corpo, remexendo todos os meus órgãos e tocando meus ossos

     (Eu nao aguento mais)- penso

      A pessoa, nao satisfeita, costura minha barriga e depois parte para o meu pescoço

       -O que... -consigo falar mas sai como sussurro

     A pessoa faz um barulho com a boca, em sinal para eu calá-la

     Permaneço quieta ate porque não tinha forças para isso. Ela vira minha cabeça para o lado, tendo visão do meu pescoço. Pega a fala e passa pelo mesmo, vendo eu me contorcer. O efeito da anestesia se perdia cada vez mais.

     A pessoa faz um corte nao tão fundo, arrancando um pequeno nódulo do mesmo, o que por incrível que pareça não me fez sentir tanta dor, apenas uma pontada na cabeça

    O que era aquilo? O tal PVS sei la oq?

    Ela me vira de barriga para cima novamente e deixa a bolinha em um pote, levando-a para uma máquina  e depois sumindo da minha frente, junto com o pote.

     Fico na mesa, imóvel até pegar no sono. Ou desmaiar

[...]

     Sinto um soco forte no olho. Logo o abro os abro rapidamente em susto

     Vejo uma forma embasada mas a mesma logo recupera o foco revelando Yoongi. E Depois cores claras em sua volta.

      -Onde... estamos?!

      -No meio da floresta. Estamos sendo perseguidos

      -E como viemos parar aqui?! Achei que você ia me abandonar e trabalhar para a Sophie

      -Acho melhor voce ficar quieta, agora quem tem poderes e é indestrutível é ela. Senti dó de voce e não aguentava mais aquele inferno. Satisfeita?

      -O-o que?! - falo assustada mas ele logo me puxa e saímos correndo para dentro da floresta. Ate um tiro ser escutado de longe e eu ver meu "tutor" cair na mata

       -Yoongi... Yoongi!

      Pego ele e o viro de costas para mim, vendo um buraco em seu ombro

     -Cruzes

     Sem saber o que fazer, tiro seu casaco moletom e aperto forte contra o machucado Fazendo o garoto gemer de dor.

     -D-desculpa estou tentando fazer parar de sangrar

     -Vamos logo

     Ele se levanta meio cambaleando e continua me puxando dessa vez com a outra mao, ao ouvir  passos fortes se aproximarem

    Ficamos atrás de uma enorme rocha

    -Vamos fugir para sempre? Você disse que eu seria livre

    -Você sim, mas eu não

    Escutamos os passos passarem direto por nós e depois darem meia volta

     - Acho que já foram -falo olhando para o céu -Vamos morrer  congelados, está frio e de noite.

     -Não precisa ficar com medo... ai -ele poe a mao no machucado- merda

Mordisco o lábio e percebo que a hemorragia aumentava cada vez mais

     -onde tem hospital?! Voce vai morrer!

     -não vou! O problema aqui é voce. Calma

    Ele revira os olhos e cai de cara no chão. Me abaixo e toco nele, vendo que sua temperatura estava bem gelada apesar do frio

    -Hey... acorda! Por favor -ele nao responde s e continuo balançando  ele deixando lágrimas caírem

    E agora?! Meu salvador está... morto.  


Notas Finais


Desculpa qualquer erro
Até a próxima 2bjo ☻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...